História O Poder do Amor. - Capítulo 33


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camila Cabello, Camren, Casamento Camren, Lauren Jauregui, Lgbt
Exibições 276
Palavras 6.827
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltei gente !Sei que era pra ter vindo ontem, mas simplesmente não deu,bom eu me inspirei em uma música onde o filho de Ally irá cantar em uma apresentação,aqui deixo o link pra vocês ouvirem e verem é muito lindo(Fingem que é Levi cantando Okay?)

Link : https://youtu.be/CeNfdBCIugE

Ps: Foto do capítulo de hoje Levi e Lauren!👫😍

Capítulo 33 - CAPÍTULO 32-O SACRIFÍCIO.


Fanfic / Fanfiction O Poder do Amor. - Capítulo 33 - CAPÍTULO 32-O SACRIFÍCIO.

Continuação/Lauren.


Ja fazia uma hora e meia que eu estava jogando no x- box quando Vero desceu com a Júlia no seu colo.

-Ai graças a Deus que você ta aqui pega a sua afilhada.

Ela disse colocando a menina no meu colo e eu logo sorrir,ela era tão linda e fofa que a minha vontade era de morde-la.

-Não conseguiu dormir?

-Conseguir, mas a mãe dela ligou acordando ela,e agora tá manhosa e só quer colo e minhas costas e braços estão doendo.

-A Juju e tão fofa,e ai ela vai vim quando ?

Vero suspirou é deitou-se no sofá:

-Só amanhã a noite ela ainda ta ajudando o pai em uma coisas lá,a safada deve esta se esbanjando com as piriguetes.

A olhei reprovando seu comentário:

-Sabe que Vero não é mais assim...

-Sei,mais mesmo assim isso não me impede de sentir ciúmes,assim como no fundo você sabe que a Camila e louca por você é nunca te trocaria por ninguém, mas isso não te impede de sentir ciúmes....

Sorrir sem graça:

-E verdade...Nós precisamos moderar nossas crises de ciúmes porque olha...

-É a de vocês são intensas mesmo,porém eu acho bacana que vocês sentem e não escondem fala mesmo ,não é igual a Lucy que fica fingindo que tá tudo bem...

-Sabe que a Lucy é complicada...

-Quem não é? A minha sorte e que eu consigo saber o que ela ta pensando antes mesmo de falar ai dá pra relevar.

Comecei a beijar a bochecha da minha pequena.

-Você adora crianças mesmo hem...

Comentou Vero ao ver a cena,sorrir:

-Eu amo minha afilhada,e ela me lembra quando a Bella era desse tamanho..

Vero sorriu:

-Porque vocês não tem mais um bebê?

-Ah já conversei com Camila ela não quer por agora.

-Então tenha você ue!

-Tá louca?Eu quero que Camila gere ela fica tão linda grávida.

Veronica suspirou e sentou-se no sofá:

-Então aguarde né? Acho que ta na hora de eu ir embora ta ficando tarde.

-Não vai não,dorme aqui.

Pedi ninando a bebê que já dava indícios que ia chorar.

-Dormir aqui ta doida?

-Porque não ?Aqui tem eu,Bella a Camila que não vai trabalhar,dorme aqui e passa o dia amanhã com ela.A gente pode buscar Lucy no aeroporto ou ela passa aqui e vocês vão pra casa, e melhor que ficarem lá sozinhas.

A bebê começou a chorar e eu entreguei pra mãe que logo começou a amamenta-la:

-Ai não sei,será que a Mila não vai achar ruim?

-Que bobagem a Dinah vive dormindo aqui,Ally ja morou um período curto com a  gente o que é uma noite ?

Veronica sorriu:

-Tudo bem eu fico.

Sorrir triunfante.

-Eu vou tomar um banho e buscar a Isabella quer ir comigo ?Ela vai adorar a surpresa.

-Claro.

-Tá em 20 minutos nós vamos.

Peguei o controle e troquei de canal e desliguei o jogo.

-Fique avontade.

Disse dando um beijo na sua testa e saindo para o quarto,assim que adentrei minha esposa estava dormindo agarrada ao meu travesseiro e não pude deixar de rir,apesar do papo dela perguntando como Lucy era na cama que me deixou extremamente desconfortável e irritada eu a amava profundamente ,que papo esquisito pra falar com a esposa eu hem..

Fui até o closet e peguei uma calça jeans e uma blusa de basquete feminina de Miami,decidir lavar meu cabelo o que me fez demorar mais que o esperado quando sair do banho Camila espreguiçou e abriu os olhos:

-Nossa dormir demais..

Comentou enquanto eu secava meu corpo e passava o hidrante com essência de chocolate.

-Nossa e esse cheiro deu vontade de comer chocolate agora...

Continuei me arrumando sem trocar uma palavra com ela.

-Ai Lauren vai ficar me ignorando assim ?Era só uma curiosidade nada demais,eu disse sem pensar.

Terminei de me vestir e voltei ao espelho do banheiro para pentear meu cabelo.

-Se for ficar assim eu vou dormir fora de novo você fica mais carinhosa quando eu tô longe,quando eu to perto só me ignora e maltrata.

-Eu te maltrato Camila ?Às vezes me pergunto se você se ouve...

Disse do banheiro.

-Você não me maltrata e nem me ignora o tempo todo,disse só pra chamar sua atenção e parece que deu certo.

Respondeu se apoiando na soleira da porta.

-Amor fala comigo,você disse que ia me mimar e dá carinho..

Disse fazendo aquele bico que eu não resistia,terminei de pentear o cabelo e joguei ele pra frente sacudindo depois olhei Camila.

-Tá explicado porque o espelho do banheiro  sempre fica manchado de água.

Rolei os olhos e a peguei no colo de surpresa e sentei na cama.

-Você me irrita e tira minha paciência mas eu amo você.

-Amor me desculpa por eu ser uma chata.

Disse passando a ponta do nariz na bochecha e depois mordendo a ponta da  minha orelha.

-Camz, para de ficar me provocando bebê, não faz isso.

Camila sorriu e selou nossos lábios em selinho rápido:

-Desculpa,aonde vai assim tão cheirosa, gata e gostosa?

-Eu vou buscar a nossa menina.

-Aaaah ta.

-E convidei Vero pra dormir aqui e passar amanhã o dia com você. Lucy so volta amanhã a noite,desculpa por não ter falado com você antes.

-Que bobagem a casa também é sua e Veronica e da família.

Sorrir e lhe dei dois selinhos.

-Ela vai comigo buscar Bella.

-Tá bom eu vou preparar um lanche pra quando chegarem.

-Pode ser bolo de cenoura com cobertura de chocolate? É achocolatado?

-Pra você ou pra nossa filha ?

Perguntou sorrindo com a língua nos dentes.

-Pra todo mundo amor.

-Tá bom eu vou fazer,tudo (beijo na bochecha)pra (beijo do outro lado da bochecha )minhas(beijo na testa)amorzinhas  (beijo no nariz)porque (beijo no canto dos lábios) eu (beijo no outro canto )amo  (beijo no pescoço )demais vocês(finalizou dando um selinho e sugando meus lábios para depois puxar- los de leve)

Não pude deixar de rir.

-Preciso ir amor.

Camila me abraçou e suspirou.

-Tá bom amor,cuidado no trânsito e não demora.

-Okay.

Respondi selando nossos lábios,Camila se levantou e descemos as escadas de mãos dadas.

-Bora Vero.

-Vamos,mas eu não vou levar a Júlia preciso de um intervalo dessa gorducha linda da mãe Vero amar.

Respondeu entregando a pequena pra Camila que logo a pegou.

-Okay então vamos.

Durante o trajeto fomos conversando de coisas aleatórias até pegar Isabella que ficou muito feliz que a tia Vero tinha ido buscar ela é que sua prima Julia a aguardava em casa.

-Momy.

Isabella chamou me fazendo desviar atenção do trânsito para olha-la pelo o retrovisor.

-Sim meu amor.

-Porque a tia Sarah não vai ao meu aniversário? Só porque a mamãe não gosta dela?

Veronica me fitou aguardando a resposta que eu daria,obviamente eu havia compartilhado com ela e Lucy a loucura que estava sendo a minha atuação de ser amante de Sarah porém pedi que não contasse a Camila porque eu mesmo havia proibido ela de falar pras meninas  e não faria sentindo algum.

-Porque essa pergunta agora filha?

-E porque enquanto eu aguardava a senhora no banquinho da escola ela entrou e falou comigo.

-Sarah?O que ela fazia la ?

-Aaaah momy ela disse que a irmã estudaria lá...

-Irmã?

Questionei curiosa,nada nos arquivos citava que ela tinha uma irmã e nem a própria havia falado pelo o contrário havia se declarado filha única.

-Foi o que eu disse momy....Ai eu  falei que meu aniversário estava chegando e perguntei se ela ia e ela disse que não, porque a mamãe não gostava dela porque a mamãe não gosta da tia Sarah?

Respirei fundo o que aquela maldita estava fazendo na escola da minha filha? Eu não admitiria esse tipo de invasão de nenhuma forma,cadê as porras dos policiais disfarçados que não interferiu nisso?Pode mexer comigo,mas não mexe com a minha filha nem esposa que eu viro bicho.

-Primeiro ela não é sua tia ela so trabalha comigo,ja deixamos claro quem é suas tias  de coração e as por parte minha e da sua mãe certo?

-Sim momy...

-Segundo onde sua professora estava que deixou você falar com uma estranha?

-Mais momy a senhorita Sarah não é estranha ela foi até a nossa casa e fez bolo não lembra ?

-Sim meu amor eu lembro mas sua professora foi muito desatenta nós sabíamos quem era mas ela não,a ordem e não deixa ninguém não autorizado se aproximar ou pegar você.

-Mais porque a mamãe não gosta da senhorita Sarah?

-Não é que a sua mãe não goste dela elas só não são amigas e ela não é da família assunto encerrado.

Disse desligando o carro na porta da minha casa,Bella foi a primeira a sair Vero pousou a mão no meu joelho e sorriu fraco:

-Camila vai ficar doida quando souber que Sarah foi até o colégio dela.

-Eu sei e acredite em mim eu também não estou nada contente.

Respondi tirando o cinto,entramos em casa e o cheiro de bolo sendo assado invadiu nossas narinas,Camila estava na sala sentada no tapete felpudo branco com Julia nos braços e Bella ja ao seu lado fazendo careta pra bebê que ria.

-Nossa esse cheiro ta ótimo...

Comentou Vero se sentando no sofá e zapiando a televisão.

-Mamãe a senhora ta fazendo bolo de que ?

-De cenoura com chocolate.

Respondeu Camila dando um beijo no topo da cabeça da pequena.

-Obaaaaaa tia Vero sabia que eu amoooo o bolo de cenoura que a minha mamãe faz?

Questionou a tia indo sentar-se no seu colo.

-E mesmo ?Vou experimentar pra ver se é realmente bom!

O final da tarde e o transcorrer da noite foi tranquilo o bolo estava uma delícia .Isabella foi dormir um pouco mais tarde, era sempre assim quando tinha visitas em casa ela ficava tão animada que se recusava a dormir e disparava a falar,e como falava!Até que enquanto assistiamos uma série juntas ela foi a primeira a capotar nos meus braços e decidimos todos irmos dormir.

Quando estava pra deitar resolvir abrir o jogo com Camila sobre o que Isabella havia me contado e foi una dificuldade pra acalmar essa mulher que vou te contar,ela queria ir na casa de Sarah ameaça-la, mas ai com todo o meu poder de persuasão com uns beijos na nuca aqui,um aperto na bunda ali e outras mordidinhas savanas por ai conseguir acalma-la alegando que iria conversar sério com Sarah e ela disse que iria na escola reclamar da falta de atenção da professora.

Quarta-feira,07:20 Am.


-Amor,acorda!

Ouvir a voz de Camila no meu ouvido.

-Acordei.

Disse ainda de olhos fechados.

-Vou preparar seu café.

Abrir os olhos e vi minha esposa ao pé da cama ao meu lado.

-Já acordada tão cedo ?

-Engraçadinha,você sabe que durante a semana toda eu acordei pra fazer café pra você.

Sorrir e me sentei na cama.

-Sei e agradeço pois também sei o  sacrifício que é pra você acordar.

Camila selou nossos lábios.

-Vá tomar seu banho e eu vou preparar seu café amor.

-Sim senhora.

Respondi me levantando porém antes de Camila sair do quarto indaguei:

-E a Bella ja acordou?

-Ela não vai hoje,disse que tá com muito sono...

-Camz isso não é desculpas pra não ir a escola.

Respondi um pouco mais alto pois havia entrado no banheiro.

-Eu sei amor e só por hoje,além do mais ela vai tirar a foto para pôr nos convites eles vão ser distribuídos hoje,aliás tem alguém que queira acrescentar a lista de convidados ?

-Não,acho que chamamos todo mundo...

-Okay.

Tomei meu banho e vestir minha calça social azul marinho  e uma blusa simples branca de alça,coloquei por cima meu terninho da mesma cor da calça e peguei um dos saltos de Camila,coloquei um max colar de prata em forma de aspirias,deixei meu cabelo solto e liso e apliquei uma maquiagem leve,estava pronta.

Desci até a cozinha e Camila despejada um pouco do café na caneca.

-Uau você ta linda amor.

Disse me dando um beijo na bochecha e me entregando a caneca,tomei um gole sentindo a cafeína circular pelo o meu sangue.

-Obrigada amor.

-Não há de que,e não se esqueça de conversar com Sarah eu não quero aquela mulher perto da minha filha,já basta ela ficar perto de você.

-Relaxa amor eu vou falar com ela....

Sorrir,Camila vendo que eu não tirava os olhos dela sorriu de volta:

-Que foi amor?

-E bom ter você em casa com a nossa filha!Ver você preparando café pra mim parecendo aquelas donas de casas....

Camila sorriu e veio até mim me puxando pela a cintura.

-Você gosta né? De me ter em casa como uma esposinha perfeita que faz tudo pra você....

Sorrir e coloquei a caneca de volta na bancada e aproveitei puxei Camila também sentando ela sobre  ilha,automaticamente ela cruzou as pernas na minha cintura;

-Eu não vou mentir eu amo,e por mim você não trabalharia...Ficaria em casa cuidando de tudo aqui e  da nossa filha...

-Amor,você acha que eu não dou conta de ser mãe,empresária ,esposa e dona de casa ?Eu estou deixando faltar em alguma dessa funções ?

-Camz não foi isso que eu quis dizer...

-Então me fala amor,eu preciso saber do que você precisa pra que eu possa vim melhorar cada vez mais...

-Eu acho que isso tudo acumula e deixa você cansada.

-Você também é tudo isso que eu sou menos a parte de dona de casa né? Porque a senhorita não participa muito das tarefas da casa.

Disse triscando o dedo na ponta do meu nariz.

-Quando eu vou te ajudar você não deixa...

-Nas raras vezes que você se propõe né vida?

Ela sorriu e eu rolei os olhos.

-Mais a culpa disso e dá dona Clara que deu sempre tudo na sua mão e também minha que quando casamos continuei o trabalho dela....

-Quer que eu te ajude mais nas tarefas domésticas?

-Não amor...

-Tá vendo.

Camila gargalhou me fazendo rir também.

-Em uma semana vai ser o aniversário da nossa pequena ,passou tão rápido ela tá tão grande é inteligente...

Comentou minha esposa nostálgica,sorrir e lhe roubei um selinho:

-Eu sei,mas pra mim ela sempre vai ser a minha bebê.

-Acredita que um dia desses eu banhando ela comecei a chorar porque eu fazia isso mais quando ela era um bebê de colo e hoje é um bebê em fase de crescimento,passou tão rapido...

-Ownt meu dois bebês que eu mais amo,obrigada por me dá o melhor presente que uma mulher e esposa pôde querer,uma filha linda,saudável e inteligente e por ser essa companheira incrível.

Disse olhando nos olhos da minha Camz que chorava.

-Hey bebê não era pra você chorar...

Completei abraçando forte.

-Você me fala essas coisas e espera que eu não chore?

Respondeu me abraçando forte.

-Eu amo você minha bebê linda e to louca pra essa greve de sexo acabar pra te chupar todinha.

Camila gargalhou novamente me dando uns tapa,sorrir:

-Ai bebê.

-Você tinha que estragar o momento romântico falando safadeza né ? Você só pensa nisso amor?Credo !

Me repreendeu sorrindo.

-Até parece que você não gosta né?Me diz uma coisa....

Indaguei jogando seu cabelo para o lado para que me desse total acesso ao seu pescoço onde logo comecei a beijar e chupar de leve.

-Hum...

Foi o que ela respondeu inclinando mais o pescoço para que eu continuasse o que fazia.

-Você (beijo no pescoço)não (beijo )sente (chupao)falta (beijo)de (chupao)mim (beijo)dentro de você não? (Finalizei chupando com força fazendo Camila gemer baixo)

-Você é baixa Jauregui....

Sorrir vendo ela já com a voz alterada e sorrir mais vendo a marcar que deixei em seu pescoço.

-Eu ?Jamais !Só fiz uma pergunta,mas sinto não poder ouvir a resposta preciso ir trabalhar...

Respondi dando um selinho nela e a desci do balcão.

-Qualquer coisa me liga amor.

Eu disse ja pegando minhas chaves e dando um selinho nela.

-Amo você bebê.

-Também te amo.

Sair correndo ja estava atrasada eu tinha um cliente importante que procurava uma mansão na parte da manhã,normalmente não era das minhas atribuições,mas quando o cliente era realmente muito importante e buscava uma imóvel eles passavam esses clientes para mim era casos raríssimos já que a minha ossada era mais a parte de vendas, aquisições de imóveis para o catálogo da empresa,e também agora de gerenciamento do setor.

O senhor Pharma era um homem rico e extramamente extravagante e eu já havia selecionado alguns imóveis e provalvelmente eu iria passar a manhã toda fora do escritório ou seja não veria Sarah.

Marc Pharma além de extravagante era galanteador e permaneceu toda a visita elogiando minha versatilidade, já que cada vez que ele encontrava um defeito e eu arrumava 10 qualidades diferentes,sendo assim ele me convidou para que almoçarmos juntos e eu aceitei,negócio são negócios e foi assim que eu conseguir que ele comprasse uma linda mansão avaliada em mais de 8 milhões de dólares.

Cheguei na empresa às 15 horas da tarde e fui empurrada em uma pilha de contratos pra revisar e da baixa,isso era o resultado da minha ausência no dia anterior,Sarah estava auxiliando o departamento financeiro contabilizando o número de outros contratos já certificados por mim,  não tive nem tempo de coloca-la contra parede sobre a escola.

Quando finalizei tudo já era 19 horas da noite e todo mundo ja havia ido ,pelo o menos e o que eu pensava quando Sarah entrou com sua saia justa verde musgo e uma blusa social da mesma cor de mangas cumpridas.

-Até que fim to te vendo.

Disse ela me dando um selinho de surpresa.

-Sente-se precisamos conversar.

Disse ríspida ,ela se afastou com cuidado e sentou na cadeira frente a minha.

-Que porra é essa de ir na escola da minha filha,inventar que sua irmã vai estudar lá só pra colocar coisas na cabeça dela?

-Uau,essa ignorância toda so por conta de uma coisinha dessas?

-Não é uma coisinha e a minha filha,eu não quero que se aproxime dela.

-Porque?A menina me adora!

-Ela tem 4 anos adora todo mundo que se aproxime dela.

-Mais porque eu não posso chegar perto dela ?

-Não só dela mais de Camila também

-Ai que drama.

-Eu não quero e ponto.

-Não quer que a sua esposa e a sua filhotinha saibam do nosso relacionamento? Que decepção seria pra possesiva Camilita ela entraria em uma depressão profunda....(suspirou) e a Isabella cresceria em um lar destabilizado com as mães separadas.

Avancei encima de Sarah segurando suas bochechas com força.

-Você nunca mais abra a boca pra falar da minha família,o seu negócio e comigo nem pense em fazer nada contra elas ou eu te procuro no inferno,você não sabe do que eu dou capaz para protege-lás ,estamos entendidas porra?

Sarah me olhava estática,nos seus olhos podia se ver o medo, sem sua resposta apertei mais forte sua bochecha.

-Eu perguntei se você entendeu Carajo!

Ela assentiu com a cabeça e eu a soltei e voltei ao meu lugar enquanto ela acariciava as bochechas.

-Eu não menti, a minha irmã vai estudar la mesmo.

-Que merda você ta falando ?Você não disse que sua família era so você seu  pai e seus sócios?

-Você não sabe tudo de mim,eu so deixo você saber até onde eu quero Lauren....Ela é minha irmã adotiva quando meu pai morreu um dos sócios dele que eu considero como tio me amparou na casa dele e ele tinha uma filha, Geannna que hoje ta com 15 anos o sonho dela e morar aqui pra cursar uma faculdade e como a escola que Isabella estuda e uma das melhores de Nova York e vai do maternal ao ensino médio eu fui tentar uma bolsa pra ela,então eu não estava perseguindo a sua princesinha.

Disse com desdém.

-Acho bom mesmo.

Falei mais calma.

-Eu não faria mal a sua filha Lauren que tipo de pessoa pensa que sou?

Por um segundo pensei haver sinceridade nas suas palavras,por um segundo:

-Eu não te conheço Sarah, como você disse mesmo só até aonde você permite não confio em você.

Sarah sorriu e cruzou os braços:

-Isso é verdade....Mais você tem força hem,minhas bochechas estão doendo.

-Foi so um recado que espero que você tenha entendido.

Sarah levantou as mãos em rendição,peguei minhas chaves e minha bolsa.

-Qual é?Não quer estender essa noite não ?Você ta muito estressada minha deusa, a Camila não está dando no tranco não ?Eu conheço métodos maravilhosos que vão te fazer relaxar rapidinho.

Rolei os olhos.

-Me poupe Sarah,ta tarde e eu preciso ir...

Dizendo isso sair da sala e por sorte o trânsito estava tranquilo me fazendo chegar em casa mais rápido que o previsto,ao adentrar em casa ouvir conversas vindo da cozinha e foi para lá que me direcionei:

-Boa noite meninas.

Disse para Vero,Dinah e Lucy que me cumprimentou com um boa noite em unisom.

-Já chegou senhora Vives Iglesias?

Questionei dando um abraço na minha amiga magrela.

-Sim, é obrigada por cuidar da minha mulher e filha...

Respondeu me dando um beijo na bochecha e voltando a ficar do lado de Vero que riam que nem boba.

-Nao foi nada,oi DJ a quanto tempo?

Disse abraçando ela com força e dando um beijo no topo de sua cabeça.

-Oi Lolo!Eu sabia que você estava sentindo minha falta.

Disse assim que me direcionei a minha esposa.

-Amor eu tava preocupada,porque não ligou dizendo que iria demorar ?

Questionou minha bebê vestida com um Baby doll da cor salmão e com os cabelos soltos,ficando na ponta dos pés selou nossos lábios:

-Desculpa bebê,como foi seu dia?

-Bem,e o seu conversou com a diaba?

Assenti e sorrir.

-O meu dia hoje foi bastante produtivo,obrigada por perguntar conseguir vender uma mansão de 8 milhões de dólares.

-Que ?

Ela disse um pouco alto.

-Porra!

Dinah expressou a notícia com a sua delicadeza.

-Ela fala com se fosse a coisa mais normal do mundo.

Foi a vez de Vero,dei de ombros e Camila me abraçou forte.

-Parabéns meu amor eu to tão orgulhosa de você.

-Eu mereço uma agrado não ?

Disse arquiando as sobrancelhas sugestivamente para ela, que sorriu e me deu um tapa leve ;

-Eu sei o que está pensando mais ainda não amor.

-Greve de sexo e uma droga.

Eu disse indo até a geladeira e pegando uma cerveja.

-Opa trás um pra mim.

Pedi Lucy e eu assim o fiz.

-Cadê a Isabella ?

-Ah ela ta falando com Sophia no Skype la no escritório,o jantar sai em 20 minutos.

Assenti e abrir minha latinha,tomei um bom gole,tirei meus saltos e fui ao encontro da minha princesa.

-Entoces tia Sophi vás a venir para mi cumpleanos?

-Óbvio Bella que quieres  de regalo?

-La tia Sophi acà comigo,con mi momy e la mamãe.

Sorrir de orgulho

-Pero esto no es regalo...

-Para mi eres.

-O que ta acontecendo aqui?

Disse assutando Isabella que gritou e colocou ás mãozinhas sobre o coração.

-Ai momy a senhora me assustou.

Sophi gargalhava por conta do susto na sobrinha.

-Foi bom o susto Lolo precisava ver a cara da Bella.

-Momy não gosto disso.

Disse chorosa,peguei minha filha no colo e sair distribuindo beijos no seu rosto.

-Desculpa a momy bebê linda,sabe que eu te amo né?

Isabella que ja sorria,assentiu e juntou nossos rostos como acostumava fazer.

-Também te amo momy.

Sorrir pra pequena e a coloquei no meu colo, sentamos e dei oi pra minha cunhada.

-Oi Sophi to com saudades.

A mini latina sorriu,ela cada vez mais estava ganhando os traços de Camila.

-Oi Lolo eu também, mais daqui a uma semana eu estárei ai para comemorar o aniversário da Bella ai vamos ficar todos juntos.

-E isso ai,como está na escola?

-Ai Lolo,minha mãe foi chamada hoje na direção porque eu briguei com um idiota que tava rindo de um imigrante que não sabia falar direiti ,eu fiquei muerta de raiva e avancei mesmo!O pateta do meu diretor não faz nada so fala.

Rir.

-É as irmãs cabellos são bastante esquentadinhas.

-Momy eu sou uma cabello também né?

-Sim princesa.

-Eu vou ser igual a tia Sophi e a Mamãe ?

-Ah com certeza mi sobrinha querida temos descendência cubo-mexicano  mi reina somos, 100 por ciento latina e nosotros los latinos somos de raça e fuerza.

Disse Sophia com toda uma dramatização,com certeza ela era irmã de Camila não só pela a aparência mas também pelo o drama.

-Ave Maria você ja tem meu voto rainha latina dos pobres e oprimidos

Sophi rolou os olhos.

-Eu só estou me certificando que a minha sobrinha tenha orgulho de suas raízes Okay?Ela precisa entender desde de nina la história de su pueblo que lucha de sol a sol para ter una vida mejor aca en Estados Unidos da América,que nós latinos temos muito orgulho da nossa cultura e de onde nossos antepassados,país,abuelos vinheram.

-Uau falou bonito,e eu quero que Isabella seja igual você idealista,justa e humanitária.

Sophi sorriu orgulhosa de ouvir meu elogio.

-Obrigado Lolo e ela vai ser juntos vamos combater o mal da desigualdade e do preconceito.

-Tia,tia,tia.

Disse minha filha animada demais chamando atenção de Sophie.

-Oi Bella.

-Nós podemos ser as meninas super poderosas?Eu você e a mamãe podemos salvar a cidade do macaco louco.

-Pode ser Bella!Mas a meninas super poderosas ja existem...Caramba que idéia boa,  mas nos vamos lutar contra pessoas mesmo,os macacos são o menor dos nossos problemas...

-Voces podem ser as super latinas!

-Obaaaaaaa !

Sorrir,Bella tava animada mesmo não entendo direito ela estava mais que animada por fazer parte do grupo das latinas super poderosas!

-Gostei Lolo nós podemos crias estratégias contra essa sociedade preconceituosa,corrupta e hipócrita.

-Iiii esse papo ta ficando político demais e eu to cansada,Sophi te ligamos depois.

-Tá bom eu também tenho que fazer a lição de casa...Beijo Bella eu to ansiosa por su cumpleano.

-Besos tia Sophi  te amo.

-Tambien te amo y a vós tambien Lolo.

-Besos mi princesita,te amo .

Desliguei o computador e tomei mais um gole da minha cerveja.

-Momy me dá um pouco ?

Pediu minha filha me olhando curiosa.

-Não filha isso é pra adulto.

-E tem gosto de que ?

-Tem gosto amargo.

-Ecaaaa momy porque você bebe isso?Pensei que fosse doce igual suco e refrigerante.

-Por isso é pra adulto...

-Quando eu for adulta não vou tomar isso.

Sorrir.

-Isso ai filha,beber faz mal pra saúde.

-E porque a senhora bebe,se e amargo e faz mal pra saúde?Momy a senhora vai morrer ?

Outra mania que Isabella havia herdado de Camila era essa estranha mania de indagar uma pergunta na outra e ela mesmo responder com mais uma pergunta.

-Todos vamos morrer um dia filha.

-Mais eu não quero que a senhora morra,momy eu te amo muitao até depois do céu eu vou ficar tão triste.

Meu Deus como é que de um papo de aniversário vinhemos parar nesse de morte?

-Vai demorar muitos e muitos anos filha,calma ta ?Agora me responde, já banhou?

-Já momy a tia Vero me banhou.

-Tá eu vou banhar então.

-Maus eu posso banhar com a senhora?

-Você ja banhou filha.

-Posso banhar de novo momy?

Perguntou arquiando as sobrancelhas comecei a encher ela de beijos.

-Amor você ainda ta aqui o jantar vai ser servido.

Disse minha esposa entrando no escritório e catando os papéis e lápis de cor espalhados no tapete provavelmente Isabella estava desenhando ali algumas horas antes.

-Eu vou banhar agora.

Eu disse apoiando o queixo na cabeça de Bella,pegando tudo no chão ela colocou sobre a mesa os papéis e guardou os lápis de cor em um porta-lápis

-Tão lindas vocês duas.

Suspirou Camila.

-Você também é linda mamãe.

-Eu sei.

Respondeu Camila jogando os cabelos pro lado dando uma de metida.

-Sua mãe e tão modesta filha.

Disse soltando beijos novamente em Isabella.

-Momy o que é modesta ?

Sorrir e levantei passando a menina pra mãe.

-Essa é com você Camz eu vou banhar pra jantar .

Antes que ela protestasse  peguei minha cerveja e sair do escritório e fui correndo banhar,o que não demorou mais de 10 minutos optei por vestir um short jeans e uma blusa cavada do U2 prendi meu cabelo em um rabo de cavalo mal feito e desci,a mesa ja estava posta e todas estavam ao redor dela as meninas conversavam animada algum assunto.

-Até que fim eu to morrendo de fome Lolo.

-Quando você não ta com fome Dinah Jane?

Questionei me sentando perto de Camila.

-Quando eu to comendo,coisa que eu não estou fazendo agora então logo chegamos a questão de que diante dos fatos : EU ESTOU COM FOME!

Não tinha como não rir dessa doida.

-Bom então vamos comer porque eu também to com fome.

Disse Lucy ja pegando um prato .

-Mamãe,Momy...

Chamou Isabella e nos olhou ja sabíamos o que era,demos as mãos e Dinah se uniu seguida pelo o casal claro que foi depois de Vero da um tapa na mão de Lucy que nem percebeu que estávamos de mãos dadas.

-Pode orar filha.

Pediu Camila.

-Papai do céu abençoe esse alimento e a minha mamãe e titia Vero que preparou,obrigado pela a minha família e pela a tia Lucy e a Dinda ta aqui nesse momento tão importante,amém "

-Amém

Dissemos em Unison quando cada um ia pegar seu prato Isabella indagou:

-Podemos da as mãos de novo?Eu esqueci uma parte.

Largamos o prato e unimos nossas mãos de novo.

-E papai do céu abençoa também todas as crianças que não tem a comidinha,ajuda elas amém .

-Amém.

Dissemos em unisom.

-Eu to tão orgulhosa de você meu amor.

Disse Camila chorosa.

-É foi realmente muito lindo filha.

Completei.

-Quero que Júlia seja assim não é amor ?

Falou Vero e Lucy assentiu:

-Linda prece bebê...

-Obrigada tia Lucy!

Respondeu minha filha,Camila olhava pra Dinah que comia colherada atrás de colherada parecia uma morta esfomeada.

-Que ?

Perguntou Dinah reparando no olhar mortal da minha latina que disfarçadamente inclinou a cabeça para Isabella,DJ continuou comendo sem entender e depois de alguns segundos entendeu:

-Aaaaah parabéns Bella bate aqui.

Disse a mulher com a boca cheia e fazendo um Hi-5 com Isabella,Camila rolou os olhos e colocou a comida para nossa filha.

-Deveriam ter me escolhido.

Soltou Lucy e eu não tive como não rir.

-Não começa Lucy,S.U.P.E.R.A  L.U.S.E.R

Rebateu Dinah fazendo a letra L na testa com os dedos .

-Começou...

Suspirou Vero,essa nossa família era divertida vai,depois de muitas implicações,risadas e papos aleatórios Lucy foi embora com minha afilhada e esposa,Dinah a acompanhou porém nos informou  que precisava marcar uma reunião urgente conosco depois do aniversário de Isabella não nos disse o motivo,mas disse que não era nada demais.

Já estávamos na cama quando meu celular tocou eu assistia uma série na TV e  Camila que estava do meu lado lendo um livro o fechou no mesmo momento e pegou meu celular e atendeu.

-Oi Ally tudo bem?E a Camila doida !Estamos sim,ah não tem problema a gente não tava fazendo nada sabe que Lauren ta de castigo.... (Camila riu )Pois é,não eu juro que não estávamos dormindo para de besteira!Amanhã ?Que legal,claro que iremos,não é incômodo....Agora Que iremos mesmo somos família!Não vai atrapalhar,quer falar com ela?Então ta combinado ,beijos bons sonhos I Love You Ally.

Camila desligou o celular e me passou.

-Oush tu passa o MEU celular depois que desliga tá doida mulher?

Camila sorriu.

-A Ally perguntando se nós podemos ir na apresentação do coral que Levi participa amanhã a noite,o idiota do Troy não vai poder mais ir é a primeira apresentação em que eles tão separados e apesar de terem combinado ele furou.

-Idiota do caralho.

-Concordo por isso ela pediu pra que fossemos principalmente você,Levi iria ficar muito feliz em te ver.

-É claro que vamos.

-Amanhã às 20:00 horas no auditório do hotel Hilton.

-Marcado.

-Conversou com a puta?

-Conversei amor.

Contei tudo para Camila que escutou atentamente tudo.

-Piranha!Ela que pense em encostar na minha filha.

-Nossa amor,e eu to fazendo tudo isso pra justamente evitar essas coisas.

-Ai que vontade de matar aquela falsa de la casa de carajo .

Sorrir e desliguei a televisão.

-Vamos dormir minha latina super poderosa.

-Latina super poderosa?Que isso Lauren?

-Você,Sophia e Bella são a liga das latinas super poderosas ja que as meninas super poderosas ja existem...

Camila sorriu,colocou o livro na cabeceira e desligou  o abajur  se acomdou deitando a cabeça sobre meus seios e jogando as pernas por cima da minha.

-Me conta isso amor.

Bocejei  e enquanto ia contando a história rimos fraco e acabamos dormindo.

No dia seguinte a rotina se fez presente,graças a Deus não tive muito tempo pra aguentar Sarah sobre mim pedindo beijos e carinhos eu já  estava ficando sufocada,ela era muito grudenta!

Eu não vou ser hipócrita e dizer que ela não era fisicamente atraente e também não vou dizer que os beijos dela são ruins,o problema e que não é a beleza de Camila e tampouco são seus beijos.

O problema era que Sarah não era a minha Camz,seus beijos eram normais não tinha aquela magia,conexão que eu sentia quando chegava perto dos lábios da minha esposa e a beijava intesificando tudo.

Sair mais cedo do trabalho e passei em casa pra tomar um banho rápido,Camila e Isabella ja estavam prontas então o ato foi realmente rápido.

Chegamos cedo no lugar e conseguimos pegar um lugar realmente bom na terceira fila estávamos todas Ally,Dinah,Normani,Camila,Lucy,Veronica até a pequena Júlia todas estávamos ali pra  apoiar e da muito amor pro nosso bendito ao fruto.

-Ele ta tão nervoso e chateado com tudo isso.

Disse Ally se sentando ao meu lado ela havia acabado de vim do blackstage.

-Mesmo sabendo que estamos todas Aqui?

Ally assentiu e segurou na minha mão.

-Obrigada por virem vocês são 10,a melhor família que eu e meu filho poderíamos ter.

Sorrir e apertei sua mão em conforto.

-Eu posso ir la falar com ele?

-Claro.

Levantei e fiz o mesmo caminho que minha amiga havia feito e depois de ver muita criança vestida igual conseguir indentifica-lo ele estava sentado afastado das outras cabisbaixo.

-Hey príncipe ai está você.

Ele me olhou e sorriu.

-Madrinha a senhora veio mesmo !

O abracei e dei um beijo no topo da sua cabeça.

-Claro por que eu não viria?Suas tias estão todas ai é suas priminhas também!

-Eu pensei que minha mãe tava so tentando me animar.

-Não meu amor a família toda esta aqui por você porque te amamos muito.

-Menos meu papai.

-Ele deve ter tido algum problema no restaurante meu amor não fique assim eu aposto que ele queria esta aqui.

-Será madrinha?Ele disse que mesmo ele a mamãe separados não  iria mudar nada,ia era melhorar, mas hoje ele não está aqui...

-E claro meu amor!E porque ser adulto e uma bagunça e nem sempre podemos esta em dois lugares ao mesmo tempo...Mas ele te ama muito e vai te compensar de alguma maneira....

-Promete madrinha ?

-Prometo príncipe.

O menino abriu um sorriso enorme é me abraçou.

-Estão todas as minhas tias e primas ai ?

Assenti sorrindo.

-Eu vou cantar bem bonito pra vocês ficarem orgulhosas de mim,a minha professora me deu um solo.

-Já somos orgulhosas de você meu bem, so mostre pra esse povo o quanto você canta bem igual a sua mãe

O menino assentiu me abraçando novamente,peguei o celular e tiramos uma selfie juntos para que ele descontraisse,minutos depois voltei para o meu lugar.

O primeiro ato da apresentação foi com o coral completo depois no decorrer foram diminuindo e aumentando o número  de criança em cada ato,até finalmente chegar no solo de Levi que era a parte final da apresentação.

O menino envergonhado caminhou até o centro do palco acompanhado de uma luz e logo uma música começou a tocar era Aleluia uma linda canção gospel, ele começou a cantar e sua voz era tão potente e tão linda pra sua pouca idade que nos deixou atônitos mesmo ja visto ele cantando em outras ocasiões, a luz atrás dele se acendeu mostrando todas as crianças que em coro cantava o refrão dando ainda mais beleza a apresentação.

Ao final da canção fomos as primeiras a levantar e bater palmas emocionadas e arrepiadas  eu soltei um "esse é meu afilhado" e Ally "Meu menino "E Dinah e Lucy  assobiavam efusivamente,Camila gravava tudo,ao final decidimos comemorar indo a um rodízio de pizza e quando fui ao banheiro esbarrei com quem menos esperava ver..Troy.

-O que ta fazendo aqui?

Questionei empurrando ele contra a parede,ele rolou os olhos.

-Como o que ?Estou comendo pizza assim como você,a minha nova mulher grávida que  está com desejo.

Rolei os olhos.

-Você é um tremenda de um idiota né ?Porque desmarcou com Levi?

Troy ficou mais branco como o papel e tentava dar alguma desculpa convincente.

-Para de gaguejar e fala que nem homem porra ,honra a desgraça desse pinto que você tem no meio das pernas e haja que nem um homem de verdade ,como um pai de verdade .

-Eu não fui porque eu esqueci e havia marcado de sair com a kika Eu não podia simplesmente desmarcar com ela,estamos a dias tentando fazer algo juntos o restaurante não para.

Aquilo fez meu sangue subir,dei um soco nele que o fez cambalear .

-Você ta louca ?

Sorrir com desdém e puxei ele pela a gola o encostando novamente na parede.

-Você que tá louco de escolher sair com a sua piriguete que se chama Kika que porra de nome é esse?Preferiu sair com ela do que ir na apresentação do seu filho.

-Ela também tem um filho meu...

-Será que é seu mesmo?

-O que ta querendo dizer?

-O que ouviu,você  é idiota e não surdo!Enfim eu quero mesmo  e que você seja um corno manso.

-Eu juro que se você não fosse uma mulher...

-Que cavalheiro ele ,suas ameaças não me afeta não tenho medo de você justamente por ser uma mulher.Agora escute o que eu quero que você faça..

O homem ficava cada vez mais vermelho pois comecei a segurar perto de sua garganta.

-Você vai sair daqui antes que Levi e Ally te vejam e amanhã vai pegar ele é vão fazer algo especial so vocês dois estamos entendido ?

O homem assentiu.

-Peça desculpas ao menino por ser babaca.

Disse soltando e ele começou a respirar rápido.

-Você é doida.

-Não faça o que eu falei e ai você vai ver o quanto doida posso ser.

Um garçom entrou na área do banheiro,antes so habitada por nós dois..

-Tá tudo bem senhora ?Seu marido parece esta passando mal ?

Questionou o jovem,sorrir:

-Ele não é meu marido,mas ele ja ta melhor ne cara?

Disse dando uns tapa fortes nas suas costas e ele logo se afastou assentindo.

-Sim eu to bem.

-Ótimo,preciso ir minha família me espera.

Disse simpática e sair dali,não demoramos muito no lugar e eu não quis comentar o encontro patético que eu tive com Troy com ninguém só com Camila quando chegamos em casa que primeiro disse esta orgulhosa e depois me repreendeu por brigar com homem,ela tinha medo que por eu ser mulher não aguentasse ,porém com as minhas aulas de defesa pessoal eu aprendi a ultilizar todo o meu corpo de forma habilidosa para minha defesa.

Depois do ocorrido 1 semana se passou a rotina se fez presente,Camila voltou a trabalhar,com a proximidade do aniversário de Isabella ela ia dormir exausta de ansiedade e cansaço .

Sexta-feira, 16:00.


Era final de expediente e no sábado  seria o aniversário de Isabella,meus pais assim como  os de Camila acompanhados do restante da família já haviam chegado.

Meu pai e meus irmão estavam em um apartamento que eles tinham e costumava ficar quando vinham a Nova York ficava em um bairro próximo ao nosso.

Já a família de Camila ficavam hospedados na nossa casa por ser menor que a minha,já estava juntando minhas coisas quando Sarah entrou  com uma cara maliciosa e com o decote bem exposto, ela passou a semana se insinuando pra mim,trancando a porta e veio até mim sorrindo:

-Oi deusa...

-Sarah eu não tenho tempo pra isso...

Fui impedida de falar pois ela atacou minha boca em um beijo veroz,ela puxava meu cabelo e levava as mãos até seus seios para que eu os apertasse porém não o fiz ela não desistiu e apertou minha bunda e subiu para os meus seios apertando com força.

-Vamos deusa não resista eu sei que você quer tanto quanto eu...

Ela disse separando nossos lábios sem  fôlego e logo comecou a beijar minha nuca e a subir meu vestido,droga eu tava completamente acessa fazia dias que eu não transava e toda aquela tensão sexual estava me deixando doida.

A empurrei contra a parede e apertei seus  seios e dei um chupao em seu ponto de pulso:

-Quem disse que eu vou resistir?

Respondi puxando seu cabelo para que seu pescoço abaixasse mais,o sacrifício teria que ser feito ali e agora.


Notas Finais


O capítulo 33 ja está quase finalizado, mas ja aviso que ele será curto hem !Beijos e até amanhã 😉😛😍


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...