História O Poder do Amor - Primeira Temporada - Capítulo 34


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camila Cabello, Camren, Casamento Camren, Lauren Jauregui, Lgbt
Visualizações 955
Palavras 6.201
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Festa, Orange, Romance e Novela, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltei e nem demorei tanto assim gente,vocês são muito ansiosos!Os erros de pontuação e digitação eu corrijo depois Okay?😘😛😘 Boa leitura, ah a história está na reta final já...

Ps: A primeira foto e delas no hospital depois que Isabella nasceu,na foto abaixo mostra a Mila ainda grávida, e as restantes e a evolução da pequena Isabella 😍😍😍É ou não é um amorzinho?!

Capítulo 34 - CAPÍTULO 34-MARIA ISABELLA CABELLO JAUREGUI.


Fanfic / Fanfiction O Poder do Amor - Primeira Temporada - Capítulo 34 - CAPÍTULO 34-MARIA ISABELLA CABELLO JAUREGUI.

Sexta-feira,23:00 PM/Camila.

-Eles ja disse que estão vindo Mija se acalma.

Disse minha mãe pela a décima vez,finalmente Lauren havia ligado do celular do meu pai dizendo que estavam à caminho.

-Eu sei mamà pero eso no está sospechoso?Como papá estaba con Lauren el  tiempo todo?No compriendo.

-Tampouco,pero calma-te.

Respirei fundo e sentei no sofá,Bella dormia com a  cabeça na perna direita  da minha mãe e Sophia na da esquerda ela acariciava os cabelos das duas.

-Ela ta tão feliz por vocês estarem aqui...

Comentei,minha mãe sorriu.

-Ela é  a luz das nossas vidas,eu queria tanto morar mais perto.

-Mamà,você e a Clara iriam estragar a menina.

-Eu por acaso estraguei você Karla?Estraguei Sophia ?

-Não mamà,mas nós somos suas filhas,Isabella e su nieta.

Minha mãe sorriu e deu de ombros.

-Nossa, quando você me veio com aquele papo de ser mãe eu fiquei tão assustada,você era tão nova!Fiquei com tanto medo, mas mesmo assim te apoiei como em tudo na vida,e hoje vendo a minha nieta con casi 5 anos puedo decir con seguridad que fue la mejor decision que elegiste mija!

Sorrir,e ouvir a porta sendo aberta e logo vi Lauren e meu pai.

-Até que fim vocês chegaram.

Disse indo até minha esposa e abraçando.

-Oi amor, desculpa....

Ela disse me abraçando forte e beijando o topo da minha cabeça.

-Não faça mais isso,sabe que eu fico preocupada.

-Antes quando eu chegava em casa era a mim que ela abraçava...

Reclamou meu pai de braços cruzados e não tive como não rir,me desvencilhei dos braços da minha mulher e abracei meu pai que me levantou do chão me rodopiando.

-Papá....

-Mi morenita.

Disse docemente me colocando no chão,Lauren deu um beijo na testa da minha mãe e das meninas e disse que iria subir para banhar.

-Como o senhor encontrou a Lauren?

Questionei meu pai que havia ido pra cozinha e abria a geladeira.

-Eu fui me encontrar com um amigo cliente perto do trabalho dela,e ai resolvir passar la ,batemos um papo e fomos em um barzinho e não percebemos a hora querida.

-Sei...Porque eu acho que você está mentindo pra mim ?

Meu pai parou de beber a água e me fitou por um tempo e depois suspirou:

-Você realmente puxou sua mãe,desconfiada e brava.

Rolei os olhos.

-Anda papá me conta essa história direito!Eu quero a verdade.

-A história que sua mãe precisa saber é essa que eu te falei, até porque se ela souber da verdadeira agora me pede o divórcio..

-E tão grave assim?

-Por esta envolvendo vocês sim,mas enfim não cabe a mim contar eu sei que Lauren irá fazer isso,aquela ali ta se corroendo por dentro por, mais que eu tenha dito pra ela esperar ela vai te contar de qualquer maneira.

Respirei fundo,aquilo tava cheirando a confusão.

-Eu to até com medo de perguntar.

-Não fique Kaki, ela so está protegendo a família e pra isso é capaz de tudo.

-Ela não precisa proteger a nossa família sozinha.

-Ela não está só,ela é uma Cabello também é ja sabe o lema da família ne?

Sorrir.

-Um Cabello nunca abandona ninguém.

Dissemos juntos e ele veio até mim e beijou minha testa.

-Seja paciente e compreensiva com a sua esposa hija, tente não julga-la...

Sem mais delongas me despedir do meu pai e quando passei na sala fiz o mesmo com a minha mãe.

-Mamà estou subindo pra conversar com a Lauren e dormir, pede pro papai colocar a Bella na cama ?

-Claro Kaki ,algo errado?

-Não ta tudo bem, a Sophia dorme com ela igual ontem!Se precisa de mais cobertores no closet do quarto de hóspedes tem...

Minha mãe rolou os olhos:

-Não é como se fosse a primeira ve que eu durmo na sua casa filha.

-Eu sei, só quero que fiquem confortáveis...

- E estamos querida,o que seu pai ta fazendo na cozinha?

- Provávelmente beliscando algo,mamà buenas noches te amo e hasta mañana.

-Besos hija te amo e quedete con los Angeles...

Quando eu estava subindo as escadas ela me chamou novamente :

-Karla?

-Senhora..

Respondi um pouco mais alto para que ouvisse.

-Ve se geme baixo querida, da última vez que eu dormir aqui ouvir barulhos que eu realmente não precisava ouvir.

-Aiiiiiiiiii mãe que vergonha!

Ouvir sua risada,minha mãe adorava me constranger,assim que cheguei no quarto vi um travesseiro e uma coberta encima da cama,ouvir o barulho do chuveiro e abrir a porta encontrei minha esposa sentada dentro da banheira,abraçando as pernas enquanto a água caia em sua cabeça.

-Amor?Tá tudo bem?

Lauren me olhou assustada como se tivesse surpresa por me ver ali,será que ela não tinha percebido quando entrei ?

-Não Camila,nós precisamos conversar!

-Eu já sei que é algo sério meu pai me advertiu...Mas porque tem uma coberta e um travesseiro encima da Cama ?

Lauren levantou e começou a passar o sabonete pelo o corpo.

-Porque depois do que eu tenho pra te contar você provalvelmente não vai querer que eu durma com você.

-Ai senhoooor, Lauren não me diz que você é Sarah.....Eu não consigo nem falar.

Ela terminou seu banho e se secou,ficamos em um silêncio quase insurdecedor,eu apenas observava ela sair do banheiro,ir ao closet pegar um moletom cinza e vestir,passou seu creme com cheiro de chocolate e penteou os cabelos.

Na verdade pela a primeira vez eu estava ansiosa e ao mesmo tempo receosa do que Lauren tinha a dizer,eu não sabia se ia aguentar ela me falando que transou com aquela italiana do Paraguai,o corpo dela era meu!O que me diferenciava das outras era justamente pequenos detalhes como o de poder admira-la e beija-la quando quiser de ter o seu coração e corpo só pra mim...Isso enchia o meu ego porque as outras pessoas podiam almeja-la,olha-la,deseja,mas só eu tinha total acesso a Lauren Jauregui,ela era minha!

O simples fato de eu ver as pessoas fazendo as coisas citadas acima já me deixavam possesa,  agora imagine o quão louca eu ficaria se elas realmente tivesse acesso a minha esposa,se Sarah tivesse esse "acesso" total.

-Bom.

Ela inciou me tirando dos meus pensamentos e colocando -me na realidade.

-Você comeu ?Eu posso preparar algo pra você...

Interrompir.

-Não estou com fome Camz.

-Tem certeza?Eu posso fazer um sanduíche ou algo do tipo...

-Não obrigada,podemos conversar sério?

Respirei fundo.

-Fala.

-Você precisa saber que durante a semana toda eu estive em contato com seu pai mesmo antes de ele vim pra Nova York,e contei as investidas severas que Sarah estava dando.

-Severas quanto ?

Lauren me fitou por uns segundos até finalmente falar:

-De me provocar indo com roupas curtas,falar sacanagem...

-E isso deixava você exicitada Lauren ?

-O ponto não é esse.

Rolei os olhos,ja sabendo a resposta me controlei para que ela continuasse:

-E então ele disse que as investigações estão andando,mas tem muita coisa que não se encaixa e por isso  eu teria que distrair ela,depois do expediente para que um agente entrasse no apartamento dela para vasculhar por lá.

Ela me olhou como se pedisse autorização para continuar:

-Continua.

-Sabíamos que cedo ou tarde ela iria avançar o sinal e foi hoje,conforme combinei com seu pai na hora que eu tivesse "intrétida "com Sarah eu iria mandava uma mensagem com um número aleatório e o agente faria o trabalho dele.

-Mas não daria pra fazer isso no horário de trabalho dela?

-Acontece que fica um homem no apartamento de Sarah quando ela está trabalhando e só sai pontualmente às 5 da tarde,então depois do expediente era o momento ideal.

Fiquei calada para que ela continuasse.

-Foi ai que hoje ela chegou no meu escritório e avançou,percebi que então era a chance.

-Você transou com ela Lauren ?

Questionei já massageando as têmporas ou seria os chifres?

-Tecnicamente não...

-Como assim tecnicamente?Ou você transa com a pessoa ou não transa.

-Nós trocamos umas carícias...

-Seja objetiva.

-Tem certeza que quer ouvir ?

Cruzei os braços e a  olhei com desdém,ela respirou fundo.

-Okay nós ficamos nos beijando por muito tempo,apertando partes aleatórias do corpo,provocando.

-Ela tocou em você lá ?Você tocou nela ?

-Ai Camila se eu falei que ficamos apertando uma a outra obviamente tocamos em alguns lugares,mas eu não....Você sabe,foi so por cima da roupa.

-Eu não sei de porra nenhuma.

Falei um pouco mais alto.

-Depois de uns minutos seu pai entrou na sala ,pela a graça dos céus e fomos para um bar conversamos com o agente responsável pela a operação que disse que o agente designado não encontrou quase nada naquele quarto,ela já havia feito o limpa, mas recolheram as digitais e mandaram para análise,pelo o que descobriram existe muito mais pessoas envolvidas...Foi só então que eu percebi que ela havia feito essa marca (Ela apontou para o pescoço onde havia uma pequena marca roxa,avermelhada...um chupao )e fui conversar com Lucy e Vero.

- Perai a Lucy e a Vero  tão sabendo da história?

Ela assentiu e eu bufei.

- Pensei que não era pra contar pra ninguém Lauren....

-E não é.

-Mas você contou pra elas.

-Eu sei mais são a Lucy e a Veronica.

Rolei os olhos e deitei na cama era muita informação e estresse,o aniversário da minha menina,minha mulher sendo "infiel"começava a me questionar se eu ter feito a inseminação naquele momento realmente foi inteligente da minha parte.

-Camz....

-Não me chama assim, eu to tão de saco cheio disso tudo, que eu só quero desaparecer e esquecer isso tudo...

-Amor é algo provisório.

-Provisório e a minha paciência sabe disso!Mas sabe o que eu  acho engraçado nessa história toda ? (Me sentei novamente na cama)Que você exige coisas de mim que nem mesmo você cumpre.

-Como pode dizer isso eu estou sendo sincera com você, sobre tudo  esse assunto,não to escondendo nada.

-Você pedi pra não falar pra ninguém mais fala pras meninas,quase morreu por eu dormir em camas separadas com Antonny e espera que eu aceite essa palhaçada toda?

-Eu não espero que você aceite Camila,por que eu me coloco no seu lugar,eu tenho tanto ciúmes como você....

-Ai chega!Eu não quero mais falar disso ,eu to cansada de tudo isso eu so quero sumir,amanhã é aniversário da nossa filha,vamos dá um dia feliz e especial por ela porque por mim eu  arrumava minhas coisas e sumia.

-Teria coragem de sumir e me deixar?Deixar ela ?

-Não seria algo permanente...

Lauren se sentou na cama ao meu lado :

-Mesmo assim seria devastador,eu não sei se suportaria...

-Ah suportaria sim você é forte.

Respondi me levantando e indo até o closet tirei a roupa e vestir meu pijama de pizza e voltei pra cama.

-Eu te amo Camz.

Ela disse pegando a coberta e o travesseiro.

-Pra onde você vai ?

-Dormir no sofá.

-Você não vai dormir no sofá,vai dormir no nosso quarto,do seu lado da cama..

-Tem certeza?

-Tenho Lauren,mas do seu lado sem me tocar.

-Ta muito brava comigo?

-Eu to brava com voce,com essa situação,com tudo .

Respondi me deitando e desligando meu abajur,ela fez o mesmo.Minutos mais tarde eu não tinha conseguido pregar o olho e Lauren não parava de se mexer na cama.

-Da pra você parar de ficar se mexendo?Desse jeito vai ter que dormir no sofá mesmo!

-Desculpa amor mais e porque eu to com dor de cabeça.

Rolei os olhos e levantei.

-Aonde você vai ?

Questionou me vendo abrir a portar.

-Pegar um analgésico pra você.

-Não precisa daqui a pouco passa...

-Você é sua mania de evitar de tomar remédio...

Disse dando as costas,fui na cozinha peguei um copo de água e o remédio na farmacinha que tínhamos por ali,quando estava por entrar no meu quarto ouvir umas risadas e o barulho de um tapa vindo do quarto dos meus pais,eu não queria nem pensar na possibilidade do que estavam fazendo por isso entrei e tranquei a porta como se isso fosse impedir dos sons de entrarem ali.

Lauren estava sentada na cama com o abajur ligado,fui até ela é entreguei o copo com o remédio.

-Você não ta me dando um remédio pra mim morrer não ne ?

Arquiei a sombrancelha..

-Não é por nada so to perguntando...

Se justificou,colocando o cumprimido na boca quando ia beber a água questionou novamente ;

-Não cuspiu aqui dentro não ne ?A Real pergunta é você não pegou essa água da piscina não ne ?

Tinha como ficar seria com um ser humano desse ?Comecei a rir,eu detestava quando ela me fazia rir quando estava com raiva dela.

-Palhaça! Bebe logo isso.

Ela sorriu e assim o fez,colocou o copo no criado mudo e voltei a me deitar,depois de alguns minutos no escuro...

-Camz.

-Oi.

-Ta acordada ?

-Lauren se eu não tivesse acordada não tava te respondendo...

-É uma pergunta bem idiota mesmo.

Sorrir .

-O que foi ?Ainda ta passando mal?

-Não,não sei qual remédio me deu mais ele é muito bom .

-Então ?

-Eu não consigo dormir sabendo que ta tão perto e não posso te abraçar.

-Hum....

Na realidade talvez essa seja a justificativa perfeita pra me alinhar na minha esposa,eu também estava demorando pra dormir talvez,seja por isso...

-Só porque eu sou muito boa,eu vou fazer isso...

Me aproximei dela e joguei minhas pernas em seu quadril e coloquei a cabeça perto dos seus seios,sentir ela sorri, e logo deu um beijo na minha testa e se alinhou mais a mim.

-Agora acho que vou conseguir dormir,obrigada pela a sua bondade.

Sorrir:

-Idiota....

-Amor você ouviu uns barulhos estranhos vindo do quarto dos seus pais?Eu acho que Bella pode ganhar uma nova tia...

-Amooooooooor....

Choraminguei colocando meu rosto na curva de seu pescoço e Lauren gargalhou.

-Isso já é constrangedor demais...

Completei .

-É normal,  eu vivia ouvindo meus pais ,era poltranca pra lá, tigrão pra ca....

Comecei a rir:

-Ai que horror .

-Todo mundo faz sexo camz,inclusive nós apesar de não estarmos praticando a um tempo,é Bella também ja nos ouviu....

-Podemos pular esse assunto?Eu to ficando constrangida...

-Boba!Te amo.

-Também te amo,mais estou brava com voce.

-Sei que sim amor.

Depois disso logo dormimos,no dia seguinte acordamos cedo Lauren como de rotina pegou a câmera e eu preparei na bandeija 2 cupcakes de chocolate com cobertura de morango,duas caixinhas de suco,frutas picadas com um pouco de mel e dois bombons,era tradição todos anos nós acordavamos Isabella assim.

Entramos no quarto e nossa menina estava emaranhada com Sophia as duas dormiam abraçadas.

-Ai meu Deus assim eu não vou aguentar...

Disse baixinho para Lauren que filmava tudo sorrindo.

-Princesita,princesita despierta-te mi sol,....

Disse Lauren e ela logo foi dando sinais que havia acordado.

-Despierta-te mamita.

Foi minha vez e ela logo abriu os olhos e sorriu ao nos ver.

-Sophi,tia Sophia acorda!É o meu aniversário.

Disse a pequena balançando a tia.

-Ai Bella ja acordei.

Falou Sophia se sentando na cama mal humorada, assim que nos viu sorriu coloquei a bandeija nas pernas das duas ;

-Que lo cumpla feliz, que lo cumpla feliz,happy birthday Isabella,happy birthday to you.

Cantamos as três para a pequena que bateu palminhas ao final.

-Que nesse dia especial você se divirta muito e quero que saiba que eu e a sua momy estaremos sempre aqui por você, e pra você meu amor.Que Deus te abençoe hoje é sempre meu bebê eu te amo tanto.

Disse abraçando-a forte e já com os olhos inundados de lágrimas.

-Amor já ta chorando ?

Limpei as  lágrimas e peguei o celular pra gravar Lauren que sentou no lugar onde estava :

-Bom dia minha princesa,feliz aniversário que você se divirta muito na sua festa,e eu te amo muitíssimo você é a sua mãe são as coisas mais importante na minha vida,conte sempre conosco e que papai do céu te proteja hoje e sempre.

Lauren finalizou abraçando a filha e depois dando um selinho nela.

-Parabéns Bella,eu confesso que inicialmente eu não gostava muito de você,quando a kaki falou que você tava dentro da barriga dela eu fiquei com ciúmes, porque você iria roubar atenção dela e da Lolo, mas depois passou e apesar das vezes a gente brigar eu te amo muito.

-Own...

Eu e minha esposa falamos ao ver ver a menor abraçando a pequena.

-Obrigada mamãe e momy,eu amo muito vocês,vocês são as melhores mães do mundo e eu não trocaria vocês por nenhum papai.É obrigado tia Sophi,eu também tenho ciúmes quando você fica muito tempo com a minha mamãe e momy,mas eu te amo muito.

-Ai gente assim eu vou chorar também.

Disse Lauren,nos ajuntamos e tiramos uma selfie antes de elas atacarem a bandeija de café da manhã e deixamos elas conversando,e fomos organizar as coisas para levar para a casa do lago.

-Amor você pegou as bolsas e sacolas que eu deixei na sala ?

Questionei enquanto tomava café em pé pois estava mandando e-mail para a assistente do organizador que iria chegar com a equipe as 13:00 horas,o aniversário foi marcado para às 18:30.

-Já amor,o bagageiro do carro está lotado tanto o meu quanto o seu.

-Ta, você pode conferir a lista e ver se ta faltando alguma coisa? Ai meu Deus eu queria falar era com o organizador,e não com a assistente dele e se der algo errado?Eu juro que eu processo aquele lugar.

Lauren me abraçou por trás e beijou minha nuca:

-Hey,relaxar vai da tudo certo .

Suspirei e me permitir relaxar com os carinhos da minha mulher.

-Eu ainda to brava com você...

-Ta bom meu amor...

Ela respondeu ainda beijando meu pescoço e apertando minha cintura.

-Muito brava.

Disse com os olhos fechados.

-Aham....

Ela disse mordendo minha orelha.

-Você não tá com saudades de mim?

Questionou colocando as mãos debaixo da minha blusa e começou a  acariciar minha barriga.

-Amor para....

Pedi quase num susurro,eu estava morrendo de saudade do corpo da minha mulher de suas carícias....

-Bom dia meninas.

Disse minha mãe entrando na cozinha acompanhada pelo o meu pai,os dois esbanjavam sorriso de orelha a orelha,Lauren continuou a carícia na minha barriga me arrepiado.

-Bom dia sograo,bom dia sogrita nem vou perguntar se dormiram bem,a gente ouviu!

Minha mãe deu um tapa no meu pai :

-Eu falei que elas tinham ouvido

Meu pai sorriu e deu de ombros,e foram se sentar na mesa que estava posta com o café da manhã.

-Tomem café vamos sair em 20 minutos.

Disse tirando as mãos de Lauren da minha barriga,mas ela voltou a coloca-la novamente debaixo da blusa.

-Amor para...

Disse baixinho só para que ela ouvisse,Lauren sorriu e deu uma mordida de leve no meu ombro.

-Lauren Michelle saia de perto da minha filha agora você não tem respeito por mim garota?

Disse meu pai usando seu tom mais sério,se fosse no início Lauren teria ficado com medo e até mesmo sem graça,mas atualmente eles já haviam desenvolvido uma relação mais informal.

-Sogrito não seja hipócrita...

Meu pai espremeu os olhos como se quisesse intimidar Lauren que deu de ombros.

-Perdi a moral mesmo...

Respondeu tomando seu café.

-Alê para de bobagens e tome seu café,a Isabella ta tão animada nós parabenizamos ela antes de descer.Tive que esconder os presentes do abuelo dela se não ele ia dar antes da hora....

-Chegamoooooos

Ouvimos a voz de Cris e logo a família Jauregui entrou na cozinha,sorrindo Lauren tirou a mão da minha barriga e me deu um selinho e foi cumprimentar os pais e eu fiz o mesmo,logo estávam todos ao redor da mesa comendo e conversando,olhei para minha mãe e Clara que conversavam em espanhol,céus antes de  Isabella nascer e depois de seu nascimento elas me deixaram louca...

Flashback On.

-Mais eu quero que ela saía do hospital com o conjuntinho rosa.

Protestei mais uma vez para a minha sogra que segurava minha bebê recém nascida nos braços,ela sorria toda boba para a pequena.

Com 38 semanas de gravidez,ou seja aos 9 meses e três dias de gestação,no dia 20 de novembro ás 17:15 PM em um parto normal nasceu Maria Isabella Cabello Jauregui,com 3.320 gramas e 46 centímetros filha de Karla Camila Jauregui Cabello e Lauren Michelle Jauregui Cabello na cidade de Nova York,sendo os avós maternos : Sinuhe Cabello Estrabao e Alejandro Cabello  e
Clara Jauregui Morgado e Michael Jauregui,assim dizia na certidão.

Bella como já era carinhosamente chamada,possuía a pele clara e os cabelos bem pretinhos,os olhos na cor verde claro e o narizinho arrebitado ela era a bebê mais linda desse mundo.

-Não mija no puede!

Respondeu Clara sentando na poltrona com a bebê nos braços,só estava eu e ela no quarto,hoje finalmente iríamos sair dali depois de três dias em observação o médico por fim decidiu me dá alta, Lauren estava resolvendo as papeladas para a minha liberação e minha mãe havia acompanhado ela,nossos amigos e pais resolveram ficar em casa nos aguardando.

Me olhei no espelho estava meia pálida mas muito feliz,vocês não sabe a dor que é ter um bebê eu quase esmaguei os dedos de Lauren apertando e a enxinguei tanto....

3 dias antes...

Minha mãe e Clara haviam vindo de Miami,pois ja estava na reta final da gravidez e a bebê poderia nascer a qualquer momento,elas estavam a uma semana na minha casa me sufocando.

-Eu to me sentindo uma bola preste a rolar.

Reclamei enquanto atacava um pote de sorvete na cozinha,nem uma roupa cabia mais em mim,meus pés me matavam e minha coluna então nem se fale!Pra mim que nunca tive peito direito ver aquelas pequenas bolas cheias de leite era algo desconfortável e assustador também agora na reta final eles estavam doloridos.

-Amor você fica comendo essas besteiras ai não faz bem pra você é nem pra nossa bebê...

Disse minha esposa entrando na cozinha de short e uma blusa do nirvana seus cabelos estavam em um coque froxo,ela abriu a geladeira e se serviu de um copo com água.

-A gente gosta de sorvete ne filha ?Fala pra sua momy parar de ser tão rabugenta.

Disse acariciando minha barriga.

-Vocês ja  estão me dando trabalho desde agora imagine depois...

Dei de ombros e continuei comendo,Lauren se aproximou e me abraçou por trás pousando a mão na minha barriga onde iniciou uma carícia.

-Você ta bem?Não ta sentindo nada ?

Suspirei :

-Nada amor eu to bem...

Respondi com a boca cheia,o que fez Lauren sorrir:

-Tá vendo filha,olha a sua mamãe falando de boca cheia?Não faça isso porfavor.

-Desculpa filha.

Disse pegando uma colher de sorvete e dando na boca de Lauren.

-Eu não queria....

Disse minha mulher com a boca cheia ainda na mesma posição.

-Tá vendo Bella?Sua momy também fala de boca cheia!E eu ja falei que eu não vou engordar sozinha,tudo que eu como você tem comer comigo pra mim não me sentir culpada.

Lauren sorriu me deu um beijo na bochecha, saiu detrás de mim e sentou-se na minha frente.

-Boba ! Aonde está minha mãe a sua ?

Questionou cruzando os braços.

-Ai despachei elas pra rua,eu já tava ficando sufocada com as duas....

-Amor elas tão aqui pra ajudar a gente.

-Mais tão me sufocando com todo esse cuidado,ainda bem que os nossos pais não estão encima também.

Lauren sorriu

-Eles tão e fazendo programa de turistas,parecem que tão de férias.

Sorrir.

-Certo estão eles, é melhor que ficar aqui me perguntando de dois em dois minutos se eu to bem.....Não quero mais,tira isso da minha frente ta me dando enjoo.

Disse afastando o pote de sorvete de baunilha da minha frente,minha esposa logo o pegou e guardou novamente na geladeira.

-E Sophia,cadê ?

-Sophia ta com Ally,amor sabe o que eu tava pensando ?

Questionei indo até ela,depois de criar impulso pra levantar.

-Fala minha Baby boll.

-Para de me chamar assim,eu sei que eu to gorda não precisa me chamar de bebê bola.

Lauren gargalhou e meus olhos se enxeram de lágrimas.

-Para de rir de mim....Você nao quer me mandar pro circo não ?Pra mim ser a atração pras pessoas ?Assim você não rir só.

Disse em soluços o que fez ela se desperar e desfazer o sorriso.

-Não amor,não chora,foi uma brincadeira foi você mesma que se deu esse apelido não lembra? Eu re chamei de bebê  e você disse : "Sou o seu Baby boll "

-Mas não era pra você me chamar assim.

- Tá,ta bom me desculpa meu amor!Eu sou uma idiota me perdoa.

Ela pedia secando minhas lágrimas e distribuindo beijos no meu rosto.

-Eu amo vocês,minhas duas bebês.

Completou selando nossos lábios e depois dando um beijo na minha barriga.

-Me perdoa ?

Sorrir e assenti,pronto ja tínha parado de chorar.

-Também amamos você...Amor sabe o que eu tava pensando ?

Questionei ja colocanso os braços ao redor de seu pescoço.

-Fala amor.

-A gente ta sozinha, o que acha da gente aproveitar isso ?

Arquiei a sobrancelha sugestivamente,Lauren sorriu e me puxou pela a bunda para mais perto,mas não deu muito certo por causa da barriga.

-Amor tem certeza?

-Porque ta me perguntando isso?Não quer?

-Não é isso amor,e porque você ta com 9 meses e 3 dias o bebê pode nascer a qualquer momento....

-Eu to bem,e quero transar agora.

Exigir ja nervosa.

-Hey !Calma meu amor....Relajate.

-Me faz relaxar ...

Pedi manhosa,Lauren me puxou e iniciamos um beijo intenso eu chupava sua língua como se fosse o melhor sorvete do mundo,ela sugava  meus lábios com devoção,mordendo meu lábio inferior e com a respiração pesada disse:

-Bora por quarto?

Assentir sorridente,se fosse em outras circunstâncias ela nem falaria isso,me levaria no colo pro quarto,mas devido ao meu tamanho eu não a culpava.

Quando chegamos no quarto ela tirou meu vestido e me olhou com devoção.

-Você ta tão linda....

Disse beijando meus ombros e abrindo meu sutiã.

-Mentira.

-Ta sim,seu corpo ta ainda mais apetitoso sua bunda ta ainda mais deliciosa(deu um tapa na minha bunda)

-Amor....

-Você não queria transar?Nós vamos!Eu vou te chupar todinha...

Afirmou apertando meus seios de leve que estavam mais que sensíveis gemi,mas logo sentir algo estranho correr por minhas pernas:

-Lauren?

-Sim....

Disse beijando minha nuca e ai muita água começou a sair da minha vagina parecia um balão que estava cheio de água e tinha se rompido,Lauren olhou pro chão :

-Porra !Me fala que você ta molhada assim porque tá com tesão.

-Não amor (respirei fundo)nossa filha vai nascer.

-Agora?Nesse momento ?

-Acho que sim....

Lauren começou  a ficar desesperada e andar de um lado pro outro.

-Mais tinha que ser agora?Só  estamos eu e você ,o que eu faco primeiros?Ja sei vamos pro carro...

-Lauren respira quem vai  ter o bebê sou eu e não você, é eu estou pelada,quer me levar pro hospital assim?

-Não meu amor....

Ela disse nervosa pegando o vestido.

-Eu vou banhar e você vai ligar pro hospital avisando que em 15 minutos estamos chegando lá, depois vai pegar a bolsa da bebê que  ta no quarto dela junto com a minha que está do lado e vai colocar dentro do carro(deu uma pontada na minha  barriga e respirei fundo)ta entendendo amor ?

Lauren  assentiu.

-Vai ligar pro nossos pais e avisar que está indo pro hospital,e vem me buscar e me por no carro,eu vou tomar um banho rápido.

Completei indo  ao banheiro,em 15 minutos estava dentro do carro e com habilidade da minha mulher no trânsito chegamos ao hospital mais rápido do que julgávamos.

3 dias depois:

-Mais eu quero que ela saía com o conjuntinho rosa.

-No puede Mija.

Respirei fundo, eu não iria perder a paciência com a minha sogra agora,me sentei novamente na cama vestia um vestido florido azul que vinha até os pés e era amarrado envolta do pescoço com duas tiras o decote em V deixava meus melaozinhos bem evidente, e é claro que eu ja estava usando minha cinta pós parto.

-Ja podemos ir!

Sentenciou minha esposa entrando com a minha mãe.

-A Clara não quer deixar ela sair com o conjuntinho rosa que eu comprei.

Disse emburrada.

-Claro que não ela tem que sair com a roupinha amarela como manda a tradição cubana para que la virgen la proteja.

Disse minha mãe ficando ao lado de Clara e acariciando a cabecinha de Isabella.

-Eu nunca ouvir isso.

Disse Lauren.

-Es una tradicion cubana es algo religioso e tu saliste del hospital con  la ropita amarilla,e a todos sus hermanos tambien.

Disse Clara para Lauren.

-A igual de tu  e Sophia, Karla no recuerda el nascimiento de Sophi?

-Dale mama, yo pense que por que te gustava el color,e outra cosa no se tiene roupitas amarillas en la bolssiya de Isabella.

- Eu trouxe,sabia que não ia pensar nisso.

Respondeu minha mãe tirando um vestidinho amarelo,e logo ela e Clara começaram a vestir a pequena,Lauren pegou a câmera e começou a gravar as três e depois virou a câmera pra mim:

-Como se sente a nova mamãe do pedaço ?

Sorrir.

-Cansada mas feliz,e também frustrada por não sair com a nossa filha vestida que nem uma princesa...

-Amor é só uma roupa depois você pode vestir ela com todos os tons de rosa possível.

Rolei os olhos.

-E despues de 9 dias tiene que vestir una roupita verde para renovar las esperanza e cuando corta la primeira uñita della tiene que colocar en un vaso de rosa para que sea tan hermosa como una flor.

Comentou Clara.

-Então a senhora colocou todas as unhas cortadas da Lauren la ne ?Porque pra ser tão linda assim....

Lauren rolou os olhos e sorriu:

-Obrigada por ter me dado essa filha linda,eu te amo meu amor.

Disse selando nossos lábios ainda segurando a câmera.

-Você vai ser uma mãe incrível,eu te amo.

Respondi roubando dois selinhos dela .

-Também tem a questão do cordão umbilical tem que guardar....

Comentou minha mãe ajeitando o último detalhe do vestido da pequena.

-Eu nem vou perguntar porque...

Disse Lauren me olhando e depois dando de ombros .

-Quem vai por a pulseira com o nome dela ?Tiene que ser una de las mamas...

Questionou Clara.

-Isso é outra tradição cubana?

Perguntei me colocando ao lado da minha mãe e dando um beijo no topo da cabeça de Isabella.

-No mija, eres una tradicion de la família,cuando nasce un bebê Jauregui compramos uma pulseira de ouro com o nome do bebê para que traga prosperidade....

-E cadê a pulseira?

Questionei e minha sogra sorriu, pegou uma caixa pequena de veludo e abriu mostrando a deliciada pulseira de ouro com o nome em letra cursiva escrito:Isabella.

-Vai amor.

Disse pegando  a câmera de sua mão e gravando,Lauren foi toda contente colocar a pulseira na filha e eu não tive como não chorar:

-Bem vinda a família filha.

Falou minha mulher emcionada.

-Deveríamos inventar uma tradição assim pros Cabellos.

Disse minha mãe e não tive como não rir,30 minutos depois estávamos entrando em casa havia uma enorme faixa escrito : Bem Vinda Isabella.
Com balões rosas e brancos e havia também uma mesa com comidinhas ao lado.

Me sentei no sofá e assim um por um veio ninar ,tirar foto e conhecer a nova integrante da família,os avôs dela choravam que nem meninos.

-Ela não é muito bonitinha não.

Disse Dinah se sentando ao meu lado ,Lauren a fuzilou com os olhos :

-Eu vou te matar Dinah.

-Como vem dizer que ela não é bonita?Ela é perfeita.

Respondi Minh amiga sem tirar os olhos da minha preciosidade acariciando suas bochechinhas.

-O que eu quis dizer e que ela não se parece com ninguém,tem cara de joelho,mas eu estou muito feliz por vocês e já a amo muito.

-Eu te amo DJ!

-Ai Mila eu ja sei.

Rolei os olhos e vi Sophi escondida atrás das pernas da minha mãe olhando para nós com medo e curiosidade.

-Hey sophi senta aqui,não quer conhecer sua sobrinha ?

-Não.

Disse emburrada.

-Vem Sophi ela vai ficar tão feliz de te conhecer.

Insistiu Lauren,e ela logo se aproximou,Sophia tinha uma admiração muito forte por ela é sempre fazia o que lhe pedia.

-Essa aqui é a Maria Isabella.

Disse pra minha irmã .

-Você colocou o nome que eu te pedir?!

-Claro!É lindo.

Disse Lauren,ela se abaixou e deu um beijo na cabecinha da bebê que sorriu.

-Oi Isabella eu sou sua tia,e a gente vai brincar muito.

Ouvimos uns ownts,naquele dia eu so confirmei a certeza de que minha filha estava cercada de amor e carinho por todos os lados.

Flashback Off.

-Momy estamos chegando?

Questionou Isabella pela a décima vez,estávamos no carro com Lauren dirigindo eu do lado e ela,Sophi e Taylor atrás.
No meu carro atrás,o restante da família.

-Sim filha.

Respondeu Lauren dando a seta.

-Tia Tata sabia que a momy tem um barco?Mamãe podemos andar de barco?

-Ela me falou Bella.

Respondeu Taylor.

-Hoje você pode tudo filha.

Respondi minha pequena que faltou pular na cadeirinha :

-Obaaaaaaa.

-Amor você pegou tudo?

- Camz tudo que você pediu ta dentro dos carros.

-Lauren olha quem me mandou convite no Facebook,aquela nossa vizinha por quem você era xonadinha.

Meu sinal de  alerta soou alto.

-Que amiga?

Questionei cruzando os braços e fitando minha mulher com um olhar mortal.

-Essa aqui.

Respondeu minha cunhada me entregando o celular dela,a mulher era realmente bonita,cabelos pretos e traços latinos.

-Marcelina Ferrer?Você nunca me falou dela....

-Porque eu nem lembrava mais dela,eu tinha 13 anos deixa eu ver.

Pediu estendendo a mão para pegar o celular e eu comecei a lhe dá muitos tapas:

-Ai Camz para amor....

-Pra (tapa)que(tapa) você(tapa) quer(tapa) ver (tapa )a foto dela ?

Atrás as meninas riam da cena.

-Mamãe não bate na minha momy.

-Você não ta vendo filha,que ela quer ver a foto de outra mulher?

-Momy não pode,você é da mamãe.

-Oh cielo...Eu so queria ver como ela ta!

Rolei os olhos e dei mais um tapa nela:

-Tá interessada?

-Bebê para,eu não quero ver mais nada não.

-Acho bom,me da seu celular.

Disse entregando o da minha cunhada.

-Pra que amor?

Arquiei a sobrancelha e foi o suficiente pra ela apontar para o porta treco,peguei seu celular e acessei seu Facebook como era de suspeitar ,a vaca havia mandando convite pra ela.

-Ela te mandou convite.

-E só não aceitar amor.

-Você vai,estado Civil : casada Okay,com Camila Jauregui Cabello Okay,trocar a foto do perfil... (fui até a galeria e selecionei uma foto de nós duas se beijando com um por do sol atrás e atualizei)pronto perfeito,aceitar Marcelinar Ferrer ?Okay.Pronto e eu vou monitorar seu chat apartir de hoje.

-Que bobeira Camz sem tem ciúmes pra que você aceitou?

-Pra ela ver que você ja tem dona é feliz e possui uma família!

-Mamãe,momy eu posso ter um Facebook? A tia Sophi tem.

-Eu posso pirralha

-Sophia não fala assim da sua sobrinha, e não Isabella você não pode ter um...

-Posso sim a senhora falou que hoje e meu aniversário e eu podia tudo...

Lauren sorriu.

-Essa menina e tão inteligente...

Comentou Taylor.

-Menos,ter um Facebook.

-Que saco...

Ela disse emburrada.

Contornei a situação com louvor ,houve um silêncio no carro e logo chegamos a nossa casa onde uma mulher de estatura mediana nos agurdava com uma prancheta,ela vestia um jeans justo e uma blusa da empresa de festa,seus cabelos presos em um rabo de cavalo dava para ver seus traços latinos,gente os latinos vão dominar o mundo.

-Oi.

Ela disse assim que desci do carro.

-Oi,sou Camila.

Nos cumprimentamos apertando as mãos

-Jauregui,senhora Jauregui.

Se apressou Lauren me corrigindo se posicionano ao meu lado.

-E eu sou Lauren Jauregui,a esposa dela.

-Ah prazer, eu sou a assistente do Carlo da Magic Party,Selena Gomez e vim pra adiantar algumas coisas por aqui.

Ela respondeu olhando pra mim,com um interesse a mais e nem tratou de disfarçar,o que me deixou desconfortável e Lauren com um ciúmes era tão palpável como um objeto.

-Perfeito.

Respondi  com educação.

-Cris mostre para a mulher onde vai ser a festa.

Pediu minha esposa e ele soltou um "com prazer" e assim todos entraram na casa,ficando so eu e Lauren.

-Okay controle-se...

Fui logo pedindo.

-Controlar?Ela te comeu com os olhos!E ainda você vem de short justo e um cropet.

-Amor so relaxa vai da tudo certo.

-Vai mesmo porque eu vou ser sua sombra,não vou permitir que você fique um segundo sequer perto dessa mulher.

Suspirei e selei nossos lábios,Lauren abaixou as mãos até minha bunda e apertou seguido de um tapa:

-Você é minha!

Disse com posse,sorrir e coloquei meus braços ao redor de seu pescoço:

-Eu te amo minha daddy safada e se você se comportar hoje eu prometo te dá um presente...

Lauren sorriu ampliamente:

-O aniversário é dá nossa filha, mas sou eu que ganho o presente maior.

Deu outro na minha bunda.

-Amoooor para, mais tarde...Porém so se você se comportar.

-Tá eu prometo.

Iniciamos um beijo cheio de desejo nossas línguas se entrelaçavam de uma forma totalmente sexual, e quase que derrepente ela parou o beijo sorriu sacana e saiu andando  me deixando de pernas bambas,essa mulher era a minha perdição.

-Eu ainda to com raiva daquela história !

Gritei para que ela ouvisse :

-Sei que sim amor....

Respondeu sarcástica, minha safada linda!Eu amava aquela mulher  era fato!


Notas Finais


O que acharam?Beijos e até a próximo capítulo,não sei quando volto mais voltarei!🙈🙊🙊😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...