História O Prazer por trás dos Contos - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias 50 Tons de Cinza, A Bela e a Fera, A Rainha da Neve, Branca de Neve, Cinderela, Delírio
Personagens Personagens Originais
Visualizações 99
Palavras 402
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 15 - Capitulo 6


Fanfic / Fanfiction O Prazer por trás dos Contos - Capítulo 15 - Capitulo 6

Um dia, um serviçal veio trazer uma mensagem da rainha, que alegava agora ter muito 
remorso e aborrecimento pelas injustiças feitas contra Branca de Neve no passado. O criado 
entregou a Branca de Neve um presente, para provar que ela havia mudado. Mas esse serviçal havia sido enganado pela rainha, pois ela ainda desejava a morte de Branca de Neve.

Branca de Neve aceitou o presente com apreensão. Ela não questionou a natureza dúbia 
do presente como deveria; em vez disso, ficou com receio de deixar seus belos príncipes, 
caso a rainha exigisse que Branca de Neve voltasse ao castelo. 
Pensativa, Branca de Neve abriu o presente. Ela olhou encantada ao ver o lindo espartilho de seda que havia dentro. Pensando em seus príncipes e como reagiriam ao vê - la nessa peça exótica, ela se apressou em experimentá-lo. Mas, no instante em que tocou sua pele, o corpete, que estava amaldiçoado por um feitiço, subitamente começou a se fechar ao redor de seu corpo, apertando sozinho, até que Branca de Neve não podia mais respirar. Ela caiu no chão e permaneceu ali, imóvel, como se estivesse morta. Quando os sete anões regressaram à cabana no fim daquele dia, encontraram Branca de Neve onde havia caído, parecendo morta. Tomados de tristeza, os anões a deitaram sobre uma das camas depois foram fazer um belo caixão de vidro com cristais e diamentes. O caixão demorou vários dias para ficar pronto, mas, finalmente, quando chegou a hora de enterrá-la, ela ainda estava
tão linda e cheia de vida que nenhum deles conseguiu enterra lá. Todos os dias, sem falta, os anões iam prestar sua homenagem, olhando e lamentando profundamente a sua perda.

Vários meses se passaram até que, certo dia, a rainha realmente se arrependeu das 
maldades feitas à Branca de Neve. Ela mandou outro serviçal à floresta, com instruções de 
cortar os cordões do espartilho de Branca de Neve e libertá-la da maldição.

Mas o criado não conhecia a floresta e a casa dos anões e, depois de dar muitas voltas 
pela área, acabou se perdendo. Receando voltar ao castelo sem ter realizado sua missão, ele 
se sentou embaixo de 
uma árvore para pensar no assunto. E um belo príncipe passou em seu cavalo branco.

O serviçal lhe fez sinal para pedir ajuda e contou ao príncipe a história da madrasta, ele no mesmo minuto concordou em encontrar e salvar Branca de Neve.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...