História O Prazer por trás dos Contos - Capítulo 32


Escrita por: ~

Postado
Categorias 50 Tons de Cinza, A Bela e a Fera, A Rainha da Neve, Branca de Neve, Cinderela, Delírio
Personagens Personagens Originais
Visualizações 21
Palavras 533
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 32 - Capitulo 6


Seu amante é um grande mentiroso. O criado trapaceara! Os olhos da rainha faiscaram 
com lágrimas contidas, enquanto ela sentia um arrepio frio de ódio em seu coração. A 
lembrança da noite anterior no , chalé fora apagada pelo espelho malevolente, então, .. sem 
qualquer outro pensamento a respeito, a rainha passou o resto do dia preparando um veneno 
para Branca de Neve. Ela cuidadosamente untou com veneno um belo pente de prata que, ao 
tocar a cabeça de Branca de Neve, imediatamente a conduziria ao coma profundo. O príncipe 
notou a mudança na rainha quando voltou ao fim do dia. Seus lindos olhos emanavam ódio 
quando lhe contou o que o espelho dissera. 
Mais uma vez ele prometeu ajudá-la entregando o pente para Branca de Neve, sob a 
condição de que ela passasse outra noite com ele no chalé. 
Mas o bom príncipe ainda não tinha intenção de prejudicar Branca de Neve e, ao 
encontrá-la na floresta, pediu um punhado de cabelos para que juntasse ao pente e 
temporariamente acalmasse sua amada rainha. Branca de Neve logo concordou, e o príncipe 
voltou à sua rainha com outra prova falsa.
Ao ver os cabelos de Branca de Neve no pente, a rainha se encheu de esperança. Ela 
queria ficar diante do espelho e ver os resultados, mas o príncipe insistiu que partisse 
imediatamente com ele, como prometera. Ela concordou, relutante, e logo em seguida os dois 
chegaram à cabana. E, mais uma vez, ao entrar na casinha, uma sensação de prazer e bemestar 
se apoderou da rainha. Dessa vez ela seguiu o príncipe até o quarto, onde o adorável espelho 
agora estava posto de frente para a cama. 
As recordações das atividades da noite anterior surgiram na mente da rainha, e uma onda 
de prazer passou por seu coração. Ela se despiu empolgadamente e deitou na cama do 
príncipe, olhando o espelho, vendo-o chegar por trás dela e começar a afagar seu corpo. Ela 
afastou as pernas. Era delicioso ver seu próprio corpo naquela posição no espelho, com o 
príncipe acima dela, admirando e tocando. Ele acariciava suas costas deliciosamente 
provocando-a, até que ela finalmente curvou os quadris, fazendo com que o meio de suas 
pernas o tocasse na mão. Ele mergulhou de forma atrevida na umidade dela, mas a rainha 
apenas suspirou, enquanto prosseguia encarando seu rosto rubro no espelho. 
Para não alarmá-la, o príncipe calmamente levantou os quadris dela, ajustando-a para que 
ela se apoiasse nos antebraços e joelhos com as nádegas para o alto. Ela olhava atónita 
enquanto o príncipe se ajoelhava atrás dela, olhando suas partes mais íntimas. 
Sem constrangimento ou temor (do que deveria ter medo agora que se sentia tão linda e 
inteiramente amada?), a rainha via a excitação de seu amante crescendo enquanto ele olhava, 
pegava e beijava suas partes íntimas. Ela gemeu de prazer com a lembrança do que estava por 
vir. O príncipe pareceu ler seus pensamentos e a penetrou por trás, enquanto ela olhava. A 
visão de tê-lo em fusão com ela era quase tão maravilhosa quanto a sensação: sua rigidez 
deslizando para dentro de seu corpo, suas mãos imensas agarradas aos seus quadris, suas 
feições masculinas exibindo uma expressão de êxtase intenso.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...