História O Prazer por trás dos Contos - Capítulo 34


Escrita por: ~

Postado
Categorias 50 Tons de Cinza, A Bela e a Fera, A Rainha da Neve, Branca de Neve, Cinderela, Delírio
Personagens Personagens Originais
Visualizações 36
Palavras 418
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 34 - Capitulo 8


Mas, nessa ocasião, não havia rosas florescendo e a casa parecia triste e sem brilho. 
Depois de entrar, a rainha se sentiu cheia de remorso e infeliz.Ela subiu as escadas correndo e 
foi até o quarto, na esperança de que o prazer que antes tivera ali lhe consolasse, mas, ao 
olhar para o espelho sem encanto, ela suspirou de susto. Sua aparência era quase desumana! 
Ela caiu na cama tomada de arrependimentos, chorando. Não podia ficarmaisnemum minuto 
nacasacom o príncipe. 
E por três longos meses o príncipe ficou solitário e triste, e a rainha permaneceu rainha, 
não perdendo a validade, e Branca de Neve continuou em seu caixão de vidro. 
Então, um certo dia, enquanto a rainha estava em seu quarto, ela se deparou com as rosas 
que colhera na cabana do príncipe. Para sua surpresa, estavam frescas como no dia em que 
haviam sido colhidas. Ela as levou até o rosto e seu aroma encantado a fez lembrar da época 
que passou no chalé com o príncipe. Ela subitamente percebeu as coisas das quais abriu mão e 
como estava infeliz desde então. Preciso desfazer isso, pensou ela. 
Com pronta determinação, ela pegou o cobertor de sua cama e cobriu o espelho, 
estilhaçando-o em 
mil pedaços. 
Depois chamou dois mensageiros; o primeiro, ela mandou até a floresta, onde Branca de 
Neve dormia em seu caixão, e o outro, até seu amado serviçal., Então esperou.
A rainha aguardou em seu quarto por horas, mas para ela pareceram poucos minutos. 
Quando o sol finalmente começou a baixar no céu, ela pensava; em suas visitas à cabana, tão 
linda com as vinhas de roseiras. Mesmo ao enfraquecer da luz através da janela, seu rosto 
reluziu e corou ao lembrar das imagens do espelho do quarto. Quando as sombras co meçaram 
a pairar, pela chegada da noite, a rainha sentia doer todo o seu ser, ansiando pelo toque suave 
e amoroso do criado. 
Ela fantasiou que podia sentir um leve relaxamento em seu corpo, e um terror súbito a 
assolou; mas ela foi acordada por passos na porta e lá estava ele, seu príncipe-criado! 
Ao ver a rainha de volta à sua aparência anterior; 
o príncipe quase chorou de felicidade. Ele a acalmou, pegando-a nos braços e levando-a porta afora. Eles montaram num lindo cavalo branco e o animal não descansou até levar o casal extasiado até a casinha embrenhada na mata.

E o que eles fizeram lá é exatamente o que eu ou você estaríamos fazendo, caso nosso 
príncipe estivesse aqui!

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...