História O Prazer por trás dos Contos - Capítulo 41


Escrita por: ~

Postado
Categorias 50 Tons de Cinza, A Bela e a Fera, A Rainha da Neve, Branca de Neve, Cinderela, Delírio
Personagens Personagens Originais
Visualizações 31
Palavras 441
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 41 - Capitulo 7


A Garota dos Gansos nem sequer notava a presença do príncipe, de tão feliz que estava 
ao novamente abraçar a criada. Ela a acariciava fervorosamente com os lábios e a língua, 
deleitando-se em cada arrepio, e sacudida do corpo de sua amante, em resposta a seu toque. 
E, finalmente, a criada, que experimentara tantas sensações conflitantes naquele dia, 
começou a relaxar. Havia sido muito traumático: a começar pela vergonha de ter exposto 
aquilo que fizera, seguido pelo terror das consequências que ela poderia sofrer por suas 
ações, e, finalmente, seu alívio impressionante ao ouvir a declaração do marido, de que sua 
punição não iria além daquele quarto. Ela fora tratada com mais gentileza do que merecia, e 
sua punição era, na verdade, exatamente o que ela vinha sonhando todos esses meses, pois, 
apesar de ter se apaixonado pelo marido, ela não conseguira esquecer totalmente o charme de 
sua amante, nem o amor excepcional que haviam feito. 
Levou alguns minutos para que seu corpo se recuperasse do choque do dia, mas, 
finalmente, ela começou a se perder na maciez da princesa. Logo as duas estavam tão 
envolvidas uma com a outra como havia sido na noite junto ao córrego. Incapaz de suportar 
ser apenas um espectador por nem mais um instante sequer,o príncipe gentilmente empurrou a 
esposa para o lado de sua amante e se ajoelhou no meio das pernas da Garota dos Gansos. Ele 
olhou para o rosto da esposa. 
-Toque-a. 
Sua esposa se esticou e tocou com os dedos a Garota dos Gansos, meio hesitante. O 
príncipe ficou olhando os dedos brincando ao longo da abertura, e os pressionou gentilmente, 
forçando-a a ser mais íntima. Ele se curvou para beijar os lábios da esposa. Com os lábios ainda tocando os dela, ele sussurrou: 
-Fale-me qual é a sensação que ela lhe dá. 
Ela estremeceu com o misto de emoções que revolviam dentro dela. Aparentemente sob 
seu ritmo próprio, os lábios dela sussurravam a resposta verdadeira para a pergunta dele: 
-Macia, molhada -e, depois de uma pequena pausa, ela acrescentou: -Quente. 
Ele se afastou da esposa e ficou novamente de frente para a Garota dos Gansos, mas seus 
olhos nunca deixaram os dela. A Garota dos Gansos os observava interessada, afastando as 
pernas amplamente, e gemendo de leve. Ele disse para a esposa: 
-Abra-a para mim. 
A criada sentiu uma pontada de ciúme. Mas, no instante seguinte, ela pensou, Que direito 
tenho de sentir ciúme, quando já tive tudo isso e me afastei da princesa? Além disso, como 
posso sentir ciúme de alguém que amo? Pois ela percebeu que ainda amava a princesa e 
silenciosamente jurou que jamais voltaria a traí-la.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...