História O Prazer por trás dos Contos - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias 50 Tons de Cinza, A Bela e a Fera, A Rainha da Neve, Branca de Neve, Cinderela, Delírio
Personagens Personagens Originais
Visualizações 169
Palavras 608
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 7 - O recado para bela


Capitulo 6


Fiquei profundamente desapontada e inclinada a me afastar, mas ele me segurou firme no lugar, permanecendo ao meu lado, inteiramente excitado, pegando minha mão e colocando-a de volta no meio de minhas pernas. Ele a segurou até que eu a mantivesse ali, como ele queria.

Fiquei temporariamente encabulada por ele saber o que eu estava fazendo, mas logo passou, e meu entusiasmo voltou.


Ao me dar conta de que tinha o tempo que quisesse para aproveitar com a Fera, voltei a me estimular. Enquanto isso, ele lentamente saiu de mim, quase por completo, depois, igualmente devagar, voltou a me possuir. Ele continuou pacientemente, enquanto eu buscava meu próprio prazer.
Eu tinha todos os sentidos em estado de alerta e excitação. Minha pele se repuxava sob as mãos brutas que agarravam meus quadris.
Meus ouvidos ecoavam com os sons animalescos dentro do quarto enluarado. Meus olhos se desviaram para o chão, onde se refletiam as imagens de nossas sombras, fundindo-se uma na outra. Minhas coxas estavam meladas e molhadas em seu interior. Pensei nos dentes afiados da Fera em meus ombros, quando finalmente encontrei o prazer.


Isso deu início às minhas visitas noturnas ao quarto da Fera. Para mim, cada noite era mais prazerosa que a anterior, e eu já não me sentia envergonhada. Na verdade, minha Fera parecia cada vez menos fera para mim, e minha afeição por ele tornava-o até bonito. Apesar disso, a cada noite, quando a Fera me pedia em casamento, eu gentilmente declinava.


***
Um dia chegou ao castelo um recado de meu pai dizendo que estava muito doente e queria me ver antes de morrer rapidamente mostrei o recado a fera pedindo a que me deixasse ver ele, mais ele não deixou.
Enfurecida eu disse a ele que se acontecesse qualquer coisa com meu pai eu não o perdoaria nunca por não ter me deixado vê-lo então a fera disse:
- Se você for embora eu morro.


Não entendendo o que ele estava querendo me dizer eu perguntei: - como assim explique-me melhor, mas ele não falou mais nada deu as costas e se retirou corri para meu quarto comecei a chorar então ele entrou em meu quarto horas depois e disse: - eu deixo você ir se me prometer que vai voltar.


- Sim eu prometo, eu voltarei. Eu respondi imediatamente abraçando-o.
Então a fera disse: - Você tem que voltar em um mês nada mais que isso se passar disso eu morro entendeu, um mês apenas isso.


Então a fera se levantou e saiu do meu quarto e  ao chegar a porta ele falou: - vou mandar que encham dois sacos de ouro para você levar a sua família, logo após virou de costas e se retirou.

Naquela noite bela ficou agitada porque veria sua família, estava feliz andava de um lado para outro arrumando as coisas para partir e também estava se preparando para agradecer a fera de um jeito mais intimo.


Quando terminei de arrumar minha mala e encher os sacos com ouro para levar há minha família tomei um banho e fui ao quarto da fera, ao entrar no quarto eu tremia de excitação. A fera estava sentada numa poltrona no canto do quarto escuro.

Ao tirar o roupão eu me posicionei a beira da cama como ele gostava que eu fizesse e fiquei esperando por seu toque, porem não ouvi a fera se levantar alguns segundos depois só senti o toque de suas mãos rudes me acariciando as pernas e isso já era o suficientes  para que eu ficasse toda molhada e excitada cada vez mais, enato eu o ouvi dizer: vire – se e olhe para mim.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...