História O presente - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Alycia Debnam-Carey, Eliza Taylor-Cotter, Girls in the House, The 100
Personagens Anya, Clarke Griffin, Dra. Abigail "Abby" Griffin, Indra, Lexa, Marcus Kane, Octavia Blake, Personagens Originais, Raven Reyes
Tags Alycia, Alycia Debnam-carey, Amor, Clexa, Eliza, Eliza Taylor-cotter, Ódio, The 100, Tudo, Yuri
Visualizações 94
Palavras 719
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Musical (Songfic), Orange, Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Aqui mais um. Gente eu agradeço de coração as mensagens. AHHHHHH eu amo vcs, espero que tenham gostado. BEIJO NA BUNDA E BORA

Capítulo 21 - Posso?


Passamos horas conversando e comendo, ela me contou várias coisas sobre a família dela, os costumes da Australia.

É tão engraçado como as nossas conversas fluem facilmente.

Fiquei encarando ela por um tempo.

-Leãozinho? Clarke? CLARKE!!

-Oi oi, que foi?

-Estou te chamando a meia hora, o que você tanto encara?- Ela diz e encosta a cabeça na parede da casa.

-Você.

-Eu?- Me olha confusa

-É, tô pensando em todas as possibilidades de ter te conhecido de outra forma.

-Ah, eu já pensei nisso também.

-Eu sou uma pessoa horrível, não sou?

-Tem razão, você é pior que uma péssima pessoa- Ela diz e eu a olho incrédula.

-EI.

-Tô brincando, você é incrível.- Ela diz rindo.

-Também não precisa exagerar.

-Não estou, você é realmente incrível, mesmo as vezes sendo chatinha, ainda sim, continua sendo maravilhosa.

-Lexa.

-Oi.

-Você ainda a ama?

-Quem?

-Sua garota.

-Ah... Para falar a verdade, eu a amo muito.

-Ah- Falo baixinho.

-Mas esse amor é mais de amizade, eu sou muito grata por ela, ter conhecido ela, me fez crescer muito, me conhecer, aprendi a ser mais gentil, a ver a felicidade nas pequenas coisas, sabe?

-Entendo.

-Porque?

-Fiquei curiosa.

-Você é muito curiosa ein- Ela diz e dá uma gargalhada, que antes eu acharia irritante, mas agora, eu poderia ouvir o dia inteiro e eu iria adorar.

-Talvez- Senti minhas bochechas esquentarem.

-Nossa...

-Que foi?

-Você fica linda corada.- Ela fala e tira uma mecha que caiu no me rosto.

-O-obrigada- Senti ficar mais quente.

-Na verdade, você fica linda de qualquer jeito- Ela chega mais perto.

-E-eu... Hãn-

-Isso vai soar estranho, mas... Eu posso te beijar?- Não consegui falar nada só assenti com a cabeça.

Ela chegou mais perto, sua mão direita foi até o meu rosto e o acariciou, a esquerda foi até a minha nuca e começou a fazer um carinho gostoso, sua mão que estava no meu rosto acariciando, passou um dedo contornando os meus lábios, queria muito fechar os olhos e aproveitar o carinho, porém, os olhos verdes delas que agora estavam num tom esmeralda escuro, prendinham a minha visão, só consegui focar neles, a minha frente. Ela se aproximou e utilizou a mão esquerda para puxar o meu rosto mais a frente, seus olhos que antes estavam focados nos meus, agora foram para os meus lábios, abaxei o olhar e encontrei um par de lábios rosados, semi aberto. Quando nossos lábios se tocaram senti um choque passar pela minha espinha e fechei os olhos instantaneamente, ficou em um selinho, até que seus lábios se fecharam envolta do meu inferior, puxando-o com os dentes e logo soltou, quando nossas bocas se encontraram novamente, o ato ficou concentrado em alguns encaixar de lábios, retirei coragem de algum lugar do inferno e passei minha língua de leve pelo seu lábio inferior, pedindo passagem, ela logo concedeu. Os beijo estava calmo, porém, profundo, suas mãos desceram para a minha cintura e eu enlacei seu pescoço com meus braços a trazendo para perto, ela me posicionou em seu colo, com as pernas cerquei seu quadril. O encontro de nossas línguas me procionava um prazer novo, suas mãos ágeis apertaram minha cintura, sem consegui conter, um gemido escapou da minha garganta. O ritmo do beijo que já estava lento começou a ficar mais lento ainda, o beijo foi acabando com alguns selinhos.

-Wow- Falei de olhos fechados sentindo o cheiro dela invadir mais ainda as minhas narinas.

-Viu como eu disse, você é incrível.- Abri os olhos e sorri ao ver o seu sorriso direcionado a mim.

-E seu eu te dizer que esse é o meu terceiro beijo, você acredita?

-Nossa, então você aprende rápido, com quem foi o primeiro?- Nós continuávamos na mesma posição.

-Com você.

-Eu?- Ela me olha confusa.

-É...naquele dia que a Sr. Parker nos pegou na sala dela.

-Então se comigo foi o primeiro... Você é virgem?- Apenas assenti.

Silêncio...

-Algum problema com isso?- Perguntei receosa.

-Oi... Hãn, não, não nenhum.

Me abaixei, coloquei a minha cabeça no ombro dela e respirei fundo, apreciando o cheiro maravilhoso dela.

-Eu adoro seu cheiro.

-Clarke?

-Oi.

-O que você sente por mim?- Nessa hora ela me pegou de surpresa, eu realmente não sei o que eu sinto, eu me sinto atraída. Nunca cheguei a pensar muito nisso, pois afinal, eu nunca gostei de ninguém. -Clarke?-

-Eu não sei, eu não parei ainda para pensar...- Ela ia falar algo mas o meu telefone tocou. Atendi o mesmo e não demorou mais de 5 minutos.

-Raven recebeu alta.

-Que bom...

-Ela queria nos ver.

-Ah sendo assim, vamos?

-Vamos.














Notas Finais


Espero que tenham gostado, falem comigo rsrsrsrsrsrrsrs. Beijinhos de luz


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...