História O presente não era pra mim - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Chen, Xiumin
Tags Artisyixing, Baekxing, Chansoo, Chenmin, Fem!baekhyun, Fem!kyungsoo, Fem!minseok, Mention!baekxing, Mention!chansoo, Otp, Xiuchen
Visualizações 71
Palavras 969
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ficção, Lemon, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oneshotzinha marota pra vocês de dia das criansa, mas como eu tenho uma mente poluída demais pra ser algo inocente vai isso aí mesmo. Dedicada pro meu salamin top, vulgo sunny...
E não tá betado eh isto

Capítulo 1 - Dá pra acreditar nisso?


Mas Kim Jongdae e Kim Minseok eram o casal perfeito, ela se encaixa direitinho no abraço do namorado que ela mantinha desde o colégio.

Possuiam aquele namoro longínquo e jamais nos sete anos de relacionamento pensaram em terminar aquilo, isto porque eles nunca se deixavam cair na rotina, seja nos passeios a dois ou no sexo, fato este último extremamente importante para que o relacionamento não esfriasse e os deixasse com ainda mais certeza que aquela relação duraria muito tempo.

Eles sempre adoravam inovar nos momentos íntimos, já não mantinham pudor nenhum em relação a nada que envolvia sexo já que já haviam feito de quase tudo. Claro, no começo havia muitas vergonhas e inseguranças, já que ambos começaram aquele relacionamento com as embalagens lacradas, mas nada que muitas trepadas inusitadas e carinho um do outro não ressolveram.

Como já foi esclarecido, eles já não tinham vergonha nenhuma pra nada, nem mesmo na frente dos amigos, estes que aliás já ouviram sem querer alguns gemidos altos de jongdae vindos do banheiro, aliás a loira até hoje é alvo das brincadeiras das amigas, Kyungsun e Baekhee que não perdoam os gemidinhos agudos viam em alto e bom da outra no banheiro, mas elas não tinham culpa se seus namorados, Chanyeol e Yixing, tinham alma da zoeira e as influenciaram muito nesse ponto.

Se você pensa que o casal Minnie e Jongdae era só alvo de bullying você está muito enganado, já pegaram Baekhee e Yixing no ato, aliás,tiraram uma fotinha só de zoas. Kyungsun e Chanyeol não sairam ilesos também, todos os amigos já viram o querido " Park Jr. " afinal, eles eram o casal mais viciado em boquetes de todos os tempos.

Mas voltando ao foco principal da estória, estavam os seis sentados numa rodinha em pleno feriado de dia das crianças na casa do casal sensação, vulgo Minnie e Jongdae e para a data conbinaram de fazer uma brincadeirinha bem legal. Foram todos nos sex shop e compraram " brinquedinhos " para seus respectivos conjugues e agora era a hora final na qual iriam revelar seus presentes.

Começaram por Baekhee que não conseguiu controlar o fogo anal e já queria logo entregar seu presente para Yixing, este que abriu o pacote e viu inúmeras calcinhas comestíveis, olhou incabulado mas ao mesmo tempo com um sorriso sacana no rosto, rezam as más línguas que no " dia de maldade baekxing " tem sempre uma dessas. Yixing sorriu e entregou o da Baekhee, a qual rasgou a embalagem toda afoita e pode visualizar uma fantasia de gatinho. É..... naquela noite os vizinhos não dormiriam e os motivos estão bem óbvios.

Agora era a vez de Chansun, seguiram os mesmos passos do primeiro casal, Kyungsun diferente de Baekhee não parecia tão animada com seu presente. Pegou um mini-pacote preto e entregou para o namorado que, instantaneamente abriu um sorriso tipo de psicopata ao ver a camisinha neon e começou a pular igual o bom retardado que era enquanto gritava " vo batizar tudo lá em casa, passando a minha espada de jedi ". Kyungsun só olhava decepcionada para o namorado enquanto aguentava as risadas alheias que não duvidavam das futuras ações de Chanyeol. Depois da empolgação de primeiro momento, o ruivo de dois metros voltou a mesa com sua embalagem, que também não era lá muito grande. De grande naquele relacionamento já basta a rola do Chanyeol, que aliás não é uma rola, é o famoso monstro. E a Kyungsun abriu e fez uma cara de quem comeu e não gostou, para logo depois falar " eu. não. vou. usar. isso " mas nem era algo muito espalhafatoso assim, era só uma coleira, mas no fundo sabemos que ela usaria sim e usaria muito, uma sadomasoquista daquelas bicho.

Enfim era a vez do casal de idosos ninfomaníacos da sala, apelido muito carinhoso dado pelos amigos.... com uns amigo assim, pra que inimigo?

Olharam todos em expectativa para a loira dos olhos de gato e o sorriso infantil totalmente contagiante. Ela sorriu e contagiou a todos como uma epidemia, até mesmo a Kyungsun que agora estava no colo do namorado com um bico enorme. Foi até o quarto num pé, pegou o presente de Jongdae e voltou para a mesa na qual todos os seus amigos e namorado a olhavam com ansiedade.

Sentou no colo do namorado e ainda fez questão de dar uma mexidinha especial para deixar Jongdae respirando fundo e refletindo sobre abacaxis de óculos para não ficar de pau duro ali mesmo.

Abriu aquele negócio e viu algo bem inusitado, mas que não poderia negar, desejava muito. Sim, um fucking plug anal, e ainda tinha o rabo de gatinho que todos ali sabiam ia ficar lindo naquela raba abençoada de Jongdae, cara sério, aquilo foi esculpido pelos deuses, Minnie disse que só pegou Jongdae no colégio pela bunda porque ele parecia um filhote do capeta na época.

Deu um sorrisão, abraçou as costas da namorada e apoiou a cabeça nas costas dela. Ficaram um tempo assim, nem perceberam que os outros também estavam todos perdidos em seus próprios mundinhos, até que a mais discreta da noite chamou a atenção de todos e lembrou: Jongdae não havia dado o presente de Minnie.

Ele se abaixou um pouco e fez uma cara fofa entregando o presente para a mais velha com um sorriso doce. Ela abriu e fez uma cara assustada ao vislumbrar um vibrador tão grande, pensando já em como aquilo caberia em si, qual potência iria utilizar até que.... O moreno a interrompeu e mandou a seguinte a frase:

- Isso não é pra você usar em você, tá? É em mim

Virou incrédula para o namorado que mantinha a expressão de quem falava muito sério enquanto ouvia o som alto e escandaloso das risadas dos amigos presentes no recinto.


Notas Finais


beijos meus xeros, todos nós somos crianças lá no fundo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...