História O primeiro amor é inesquecível (Scorbus). - Capítulo 37


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Alastor Moody, Alvo Potter, Arthur Weasley, Draco Malfoy, Evan Rosier, Gina Weasley, Harry Potter, Hermione Granger, Hugo Weasley, Merlin, Molly Weasley, Pansy Parkinson, Personagens Originais, Remo Lupin, Ronald Weasley, Rose Weasley, Rosier, Rúbeo Hagrid, Scorpius Malfoy, Sirius Black, Ted Lupin, Yaxley
Tags Bissexualidade, Drarry, Duelos, Gay, Homossexualidade, Jeddy, Lemon, Scorbus, Yaoi
Visualizações 7
Palavras 1.108
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Escolar, Famí­lia, Ficção, Lemon, Luta, Magia, Romance e Novela, Saga, Shonen-Ai, Suspense, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 37 - Indo para o lado negro da força


James On

-Teddyyyy berro desesperado bloqueando um ataque de meu inimigo e rebatendo-o e corro em direção ao meu amado enquanto vejo em câmera "lenta" um relâmpago verde sair da varinja do maldito comensal e atravessar o peito de Teddy o jogando longe o fazendo se chocar com uma estátua e antes de mais nada acerto o comensal com a mesma maldição imperdoável e corro até Teddy ainda com a esperança que ele esteja vivo mesmo sabendo que depois de o raio verde tê-lo atingido não havia mais volta o meu primeiro amor estava definitivamente morto para sempre...

-James disse em um tom urgente e desesperado Lily me balançando me fazendo acordar bruscamente sentindo algo invisível me acorrentar me impossibilitando de mexer os pulsos e pelo visto Lily e Albus estavam na mesma posição enquanto tinham uns trintas comensais ao nosso redor no minimo eles estavam preparados para um exército e aliás mesmo estando "soltos" tirando nossos pulsos não podiamos pegar nossas varinhas do lado de um Comensal ruivo (que era gostoso para caralho desculpa gente eu tenho uma tara por ruivos então tinha que comentar isso com vocês) anh e ele tem olhos azuis mais que se não o olhar com atenção parece que ganha uma colocarão verde que não me ajidou em nada a esquecer como Teddy havia morrido, anh e ele era muito alto desculpa não sou bom em medir pessoas e as varinhas estava na mesa em que o mesmo estava sentado.

-Anh então o primeiro Potter-Weasley finalmente acordou eu queria mesmo te conhecer Max falou que você é uma ótima pessoa determinado é legal com todos e que parece até uma copia do seu pai.

-Se você quiser me torturar lance logo um Cruciatus em mim mais não me compare com o meu pai eu prefiro morrer a ser igual ao meu pai auqele babaca idiota eu gostaria de mata-lo.

-Uuu interessante um filhinho revoltado esse não deveria ser o papel do filhinho Sonserino? Vocês realmente são surpreendentes disse Martin.

-James você tá ouvindo a merda que está falando? Pelo amor de Deus eles mataram o Teddy alguem bateu na sua cabeça forte demais? Ou alguem te torturou tanto com cruciatus que você ficou doido? Perguntou Albus os olhos vermelhos de tanto chorar seu corpo todo rasgado e cortado igualmente a suas roupas e sangue jorrava por seu corpo sem parar esses filhos da puta puta haviam torturado meu irmãozinho penso e olgo rapidamente a Lily preocupado que a mesma também tivesse sido machicada ela tambem havia sido porém tinha apenas alguns inchados na bochecha e nos olhos concerteza levara inúmeros socos.

-Cale a boca Severus você mais do que ninguém deveria me entender eu cansei de ser chamado de "O filho de Harry Potter cansei de ter que ser acima da média para ser aceitavel eu só quero ser o que eu sou e não uma replica do nosso pai digo fazendo pular em cima de mim e me dar cabeçadas por suad mãos estarem amarradas porém eu fico parado eu sabia que merecia desculpa Al penso enquanto ele me cabeceia e me chinga de todos os nomes possiveis até a minha cabeça começar a sangrar e um raio jogar Albus na parede.

-Já chega garoto precisamos de vocês intactos ou então pode ser que Harry Potter destrua a Grã Bretanha inteira disse Martin zombeteiro.

-Intactos? Perguntou Lily incrédula -Intactos? Ah francamente o Alvus está horrivel e olha a minha cara seu filho da... -Crucio disse Martin fazendo Lily se contorcer porém eu continuo a manter a pose enquanto ouvia Lily chorar e berrar de dor "Potter se controle penso forçando o máximo para não chorar".

-Pode me chingar do que quiser putinha mas nao chingue a minha mãe disse Martin a chutando na boca do estômago a jogando na parede.

-Ei seu... disse Albus pulando em cima de Martin porém logo voando para a parede novamente quando acrtado por um Cruciatus e eu pude ouvir seus gritos e gemidos de dor junto ao de Lily.

-E você James não vai nem chorar pelos seus irmãos fracos? Perguntou Martin zombeteiro.

-Assim como você disse eles são fracos e eles simplesmente não merecem minhas lágrimas eu não sou como eles digo olhando sem vacilar e o rosto frio, gélido e sombrio de Martin se abre num sorriso arrepiante e medonho porém não deixo transparecer.

-Levante-se evenha comigo disse Martin indo para uma sala onde haviamos apenas nós dois e também percebi que ele havia pego a minha varinha antes de  se direcionar para aquela sala e assim como eu pensei ele me devolveu era um teste.

-Você gostaria de se juntar a mim Potter de finalmente sair das asas do papai? Perguntou Martin estupora-lo ali mesmo era tentador mas eu precisava auentar um pouco mais afinal era o unico jeito eu precisava ahuda-lo penso e não faço nada idiota -C-Concerteza eu adoraria digo e Martin me desalgema.

-Ei isso não esta fácil demais? Eu pensei que você me torturaria até uma quase semi-morte para descobrir se eu sou ou não espião digo surpreso. 

-Eu posso se quiser.

-Ah não obrigado só achei suspeito ou que estivesse me iludindo e fosse me matar digo massageando meu pulso que outrora estava sendo apertado por algemas mágicas. 

-Oh não eu não preciso disso se você for um traidor eu mesmo trato de te  torturar até você preferir estar morto e isso todos os dias e eu vou fazer com que você viva por muitos anos porém você nunca mais vai ver a luz do dia e a única coisa que você vai conhecer vai ser a dor diz Martin num tom ddramático.

-Profundo digo sem mais nada para dizer fazendo Martin rir.

-Eu já estou adorando você disse Martin rindo ate que um Comensal abriu a porta desesperado e correu até Martin.

-Senhor? Senhior?

-Fale Maxwell disse Martin extremamente curioso.

-Draco Malfoy, Hermione e Rony Weasley derrotaram todos os nossos aliados e estão fugindo pela flpresta agora mesmo.

-O Quê? Isso é um absurdo disse ele exasperado -James venha comigo se prepare para a sua primeira missão disse Martin e logo se voltou para o comensal que reportou a terrivel noticia e disse as seis silabas que eu mais odeio e um relâmpago verde saiu da varinha indo ao encontro do peito do comensal e o matou instantaneamente fazendo com que ele caisse e seus olhos perdessem a cor rapidamente.

-Vamos James não tempo a perder disse me tirando transe enquanto eu me lembrava de James morrendo bem na minha frente enquanto eu não fiz nada apemas fiquei parado lá como um idiota. 

James Off

ATÉ O PRÓXIMO...

E não se esqueçam de comentar o que acharam obrigado por gostar e tcha-au.

E não eu não sei porque não estou usando as notas.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...