História O Príncipe de Kelay - Finalizada - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Fanfic, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Original
Exibições 5
Palavras 1.108
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Super Power, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 14 - Capitulo 14


#BoaLeitura

— Pronto ?. - Ylok Pergunta me entregando uma arma ,a pego deixando escapar um breve suspiro balanço a cabeça em gesto positivo .

— Vamos. - Respondo indo na frente de todos, eu não quero matar meu irmão .Me vir na frente e todos .

— Atirem apenas se for necessário , enquanto meu irmão ..eu resolvo. - Todos concordam segurando suas armas ,desço da nave. Assim que desço vejo Marion ao lado de Guelox .

Marion olha para mim aflita ,com toda razão eu posso não sair vivo dessa meu irmão e seu ódio por mim é tão grande que não compreendo o por que  ,como não pude notar que meu irmão estava tramando pegar meu lugar ?!.

Meu próprio gêmeo !...Eu não vou morrer vou lutar seja o que for e quando isso tudo acabar eu e Marion ficaremos juntos até o fim de nossas vidas .

Marion balança a cabeça em gesto positivo eu ouço seu pensamento ,mesmo que ela não saiba eu ouvi um sussurro .

''Ah Meu deus Rymuk  ..Não morre ,Eu Te amo. ''

O sussurro de Marion em seu pensamento me atinge como se tivesse levado um soco na boca de meus dois estômagos . Prossigo  meu caminho com cautela ,com toda certesa haverá guardas aliados de meu irmão de repente alguém dispara ,me escondo atrás do muro Ylok fica ao meu lado , atiro ,mas falho Ylok pega sua arma maior ,e dispara no guarda .

prosseguimos tomando rumo para dentro do famoso '' Palácio do Planalto '' alguns dos aliados de Runur apenas me cumprimentam com gesto positivo com a cabeça provavelmente estão achando que sou meu irmão .

Eles abrem passagem para mim e meu aliados ,assim que entro em uma sala me deparo com Runur sentado em frente a uma mesa com os pés sobre ela e cochilando .

— Runur !. - Exclamo em voz alta e firme . Runur abre um dos olhos .

— Eu sabia que voltaria .. - Runur aponta para a cadeira ,me sento a sua frente em estado de alerta ,Runur apoia os cotovelos sobre a mesa .

— Só não achei que demoraria tanto .. - Continuou me olhando como um ser arrogante e mimado completamente diferente do irmão que conheço e amo.

— Runur,eu vim em paz ... Devolva o quee é meu - Runur se levanta me interrompendo ,bate na mesa jogando vários papéis no chão .

— Nosso pai  era um tolo !.. - Runur fica a minha frente percebo que ele usa sua melhor roupa da cor azul marinho , está tramando algo .

— Irmão Eu te amo, mas  você está se comportando como uma criança . - Falei tão alto que a sala ecoou ,Runur cruza os braços a frente do peito.

— Eu não sou criança .. - De repente a porta abre Guelox entra junto a Marion , tapando a boca dela e com a outra mão ele aponta uma arma sobre seu pescoço .

— Guelox solte-a agora!. - Os olhos de Marion é de puro desespero e angustia .

— Esse sempre foi um problema .. Eu sempre via papai o admirar com belos olhos o gêmeo mais velho ..e quanto a mim ?... - Runur se aproxima de Marion ,sorri .

 — Não encoste nela .- Exclamei indo em sua direção ,mas sou contido por dois de seus capangas .Runur acaricia o canto do queixo de Marion ,ela luta se debatendo ,

— Então essa é a humana que você escolheu ?! - Runur sorri de canto para olhando para a blusa xadrez de Marion .

— Posso ?. - Runur toca  o botão da camisa dela pronto para desabotoar .

— huh.. é mesmo você não vai se importar ,por que tudo que era de Rymuk será meu ..ou seja você está incluída. - Runur desabotoa a camisa de Marion abrindo uma fenda , Ele deposita um beijo em um dos seios dela. Uso os cotovelos e acerto cada estomago dos aliados de meu irmão .

 

Pulo em Runur distribuo um soco em seu rosto deixando um hematoma .

—  O que vai fazer ?..Me bater até dar fim a minha existência ?. - Ele resmunga cuspindo um pouco de sangue da cor azul .

— Oh seu.. - De repente ouço som de disparo ,virei-me para olhar Marion disparou contra o pescoço de Guelox . Ela não deveria ter feito isso iniciou a guerra . De repente ouço sons de disparo ao lado de fora da Sala no corredor .

— Não pense que isso acabou .Meu querido irmão. - Runur diz se levantando ele esfrega o cabelo para trás e pula sobre mim .

— Vocês precisam parar com essa droga de briga!.. Está afetando todo mundo. - Marion berra chamando a atenção de Runur que para não mesmo instante .

— Se queria ser melhor que seu irmão .. Está errado por que são diferentes .. - Marion olha para mim e para Runur ,parecer confusa apontando a arma.

— Droga vocês são idênticos ..na aparência ,mas eu sei que os dois são inteligentes ,e vão resolver isso sem briga . - Runur me encara surpreso .

— Ela tem razão . - Runur diz se levantando indo em direção atrás da mesa .

— Tenho ? . - Marion questionou baixando a arma e me encarando ela encarando Runur.  ele ajeita a roupa pigarra .

— Sim, tem . Por que perder o meu tempo lutando . - Ele retira a arma da gaveta e aponta para mim .

— Irmão ,Não faça isso Tem outro jeito!. - Runur continua com a arma mirando em meu peito . Esse é mesmo meu querido irmão ? .

— Eu quero acabar com a minha cópia . - Ele disse pronto para puxar o gatilho . Fecho os olhos bem apertados .Não á como escapar .Meu próprio irmão como pode .

— Não!. - Abri os olhos rapidamente Marion entra em minha frente e dispara acertando Runur ,Marion cai com um ferimento próximo ao peito  .

— Me desculpe!. Ele ia mata-lo. - Marion sussurra fechando os olhos  . Ylok entra na sala olhando para a sena ,ele  segue em direção a Runur confere seu batimento cardíaco olhando para mim ,ele balança a cabeça em gesto negativo .

Ele morreu com ódio de mim . Toquei os cabelos de Marion deixando algumas lágrimas escapar a tomo no colo .

— Apague os vestígios !... Tem até 24 horas para tudo voltar ao normal ... - Disse a Ylok . Ele concorda assobia para o os outros.

— Vamos pessoal ,Nada aconteceu !.

 

----------------------------- **** --------------------------------

Nota

Pobre Marion ,tão inocente que morreu kkkkk. Se morreu ou não só vamos saber no próximo capitulo .



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...