História O príncipe do lago azul.- Imagine Park Jimin - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin
Tags Fanfic De Época, Jimin And You
Visualizações 51
Palavras 686
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Festa, Ficção, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Capítulo 2 - Uma breve história sobre mim - Park Jimin.



Park Jimin on


Sou Park Jimin , o príncipe do Lago azul.


Tenho exatamente 20 anos , faço 21 daqui a alguns messes. 


Sou um menino bem educado e inteligente. Educado com os melhores professores do reino , e claro com a ajuda de meus pais. 


Sou filho único, meu pai o rei Park , é mais rei do que pai , as vezes cuida mais do reino do que mim. Já minha mãe é gentil e carinhosa , as vezes penso em como uma jovem moça foi se apaixonar pelo meu pai rude. A mesma diz que meu pai realmente me ama , mas não mostra isso , apenas guarda pra si. Eu realmente duvido disso , mas tem aquele suposto "talvez" , que sempre me deixa confuso.


Pensando bem , a vida de um príncipe é realmente agitada.  Apesar da mordomia que o povo me dá , eu realmente me sinto péssimo , todos se ajoelham até o chão não importa se a roupa é branca ou se irá sujar. Queria que pelo menos alguém não fizesse isso. Se lá , é meio complicado dizer.


Não sou um garoto com muita liberdade pra ser feliz , igual aos outros jovens da vila. Ao invés de curtir minha vida aos arredores do castelo , tenho que ficar escutando os lordes e mordomos falando e pegando no meu pé em como eu devo ser esse tal de "príncipe perfeito" .


Sou um príncipe muito desejado pelas meninas , não por ser príncipe e sim por ser o "homem" dos sonhos de cada menina. Como diz minha mãe , sou um menino de tirar o fôlego de cada um que me ver , hahah apenas fico sem graça ao ouvir isso da minha amada mãe. 



- Licença .  - meu mordomo adentrou em meu quarto.  - Seu cavalo já está pronto. 


- Oh sim , obrigado.  


Me levantei de minha cadeira de balanço , que se encontrava em frente da janela. E logo fui para fora do cômodo , assim seguindo pelo enorme corredor.

Quando sai do palácio encontrei meus guardas da realeza , em frente a mim junto à meu cavalo. 


- Alteza. 


Fui cumprimentado por todos os meus cavaleiros.


Apenas sorri em forma de gratidão e subi em meu cavalo. 


Fui treinar um pouco ao ar livre. Uma das minhas aulas preferidas. Montaria e domínio animal. 


Enquanto eu andava em meu cavalo , eu dei de cara com uma enorme e grande floresta , não era repleto de matos e sim , de grandes árvores. Aquele lugar me parecia agradável e tranquilo. O que chamou muito minha atenção.


Olhei para trás , para ter certeza de que nenhum de meus guardas estavam de olho em mim. E assim que tive certeza que não tinha ninguém me olhando adentrei na grande floresta , a qual me deixava cada vez mais curioso.


O lugar era calmo e relaxante. 


O canto dos passarinhos me deixa calmo e relaxado. 


Nunca havia entrado a esse lugar. Então eu realmente não sabia como era e o que havia nela , talvez seja por eu ter passado minha infância levando bronca para não me perder na mata como na última vez que fiquei 2 dias perdido na extensa floresta , mas os soldados do meu pai me acharam , fiquei aliviado caso contrário eu teria morrido de fome e sede , coisas que já estavam me matando por falta .


Ouço um barulho de trovão e meu cavalo quase se assusta , tentei o alcamar para que o mesmo não perdesse o controle.


O tempo estava nublado , e a qualquer momento poderia chover. Mas para meu azar eu não estava com minha capa de chuva. 


Enquanto eu cavalgava , eu escutei mais um barulho de trovão agora mais forte, e logo enseguida um grito de um cavalo , acho que o cavalo se assustou , com o barulho . E logo em seguida o grito de uma possivelmente garota.


Quando eu escutei o grito de uma moça desci rapidamente de meu cavalo e fui o guiando até o local do barulho , assim encontrando uma moça no chão e seu cavalo meio desnorteado.



Notas Finais


Espero que tenham gostado ●w●


Até o próximo capítulo , amores ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...