História O príncipe e a sapa - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Tags Tokosuyu
Visualizações 19
Palavras 1.696
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Festa, Luta, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 9 - Chantagem


Fanfic / Fanfiction O príncipe e a sapa - Capítulo 9 - Chantagem

[ Fumikage On ]

Segunda-feira, colégio U.A.

Fui o último a ficar na sala, não estava com muita vontade de sair de lá, aproveitei para já fazer minhas tarefas, ao acabar, fui expulso pela faxineira que disse que a escola já iria ser fechada… eu juntei minhas coisas e guardei em minha bolsa, ao sair, percebi que já havia escurecido, recebi uma notificação de mensagem e resolvi olhá-la… foi Tsuyu… ela me pedira ajuda e me enviara o endereço… sai correndo até lá sem nem pensar se iria cair e me machucar… era uma pequena loja de conveniência, entrei nela e vi a morena encostada na parede, com um certo medo estampado em sua cara… segurava fortemente sua mochila escolar e se recusava de sair de lá… o que aconteceu?

- O que houve? - eu lhe perguntei, ela estava tensa, e apontou para a porta de vidro
- Olha lá para fora… esse homem… - realmente notando, tinha um sujeito com cara irritada, fingia mexer no celular
- Ele lhe fez alguma coisa?! - lhe perguntei sem nem hesitar… sem perceber que tinha gritado, meus punhos estavam serrados - o que aquele escroto lhe fez?!

[ Tsuyu On ]

[Flash Back On ]

Eu tinha passado na loja de conveniência para comprar algumas coisas que faltavam… pão, suco e alguns bombons para meus irmãos, quando iria sair, vi que do lado de fora da porta de vidro, um homem estava de jaqueta negra e com uma… arma?… ele me olhou com um sorriso malicioso me fazendo tremer… o que ele poderia fazer? Guardei minhas compras na bolsa e decidi enfrentar meu medo…

- Vamos Tsuyu! Você consegue! - foi o que disse quando passei pela porta que limitava a loja

Antes de mais nada ele veio em minha direção com o sorriso malicioso… me puxou na parede e me ameaçou

- Que belezura… tenho certeza de que você seria um ótimo brinquedo erótico… a noite está só começando - disse ele com sua arma em minha direção

Olhei para os lados e consegui prender minha língua na maçaneta da loja, fui até lá com minha individualidade, estava dentro da loja e escutei o sujeito gritar "MERDAAA!" Eu suspirei aliviada, mesmo sabendo que estaria segura por hora, sabia que não duraria para sempre, tremi tensa e disquei o primeiro número que apareceu em meu telefone…

[ Flash Back Off ]

[ Tsuyu Off ]

- Foi isso o que aconteceu… e adivinha… o número que discou foi o seu… desculpa por lhe incomodar essa hora da noite… - ela baixa a cabeça decepcionada consigo mesma… 
- Fique atras de mim… - levantei sua cabeça fazendo-a olhar para mim, eu pedi e ela ordenou

Eu pedi que ficasse dentro da loja e fui em direção ao desgraçado… Dark lhe deu um sorriso macabro, devido sua forma noturna, é que foi suficiente para lhe fazer ir embora, voltei para loja e me aproximei de Tsuyu

- Foi apenas um susto… ele não seria capaz de fazer nada comigo perto! - eu me agachei e olhei para a morena que estava sentada no chão cabisbaixa
- Obrigada Fumikage-kun… e novamente… desculpe-me! - ela se levantou e caminhou comigo até a saída
- Só faça um favor e me siga! Eu irei te acompanhar até em casa hoje! Não quero que algo assim te aconteça de novo…  
- Fumikage-kun… por que está sendo tão legal comigo? Por acaso se importa tanto assim comigo?
- Você nem imagina o quanto… - segurei sua mão e nosso dedos se entrelaçaram as vezes me pergunto como não coro quando perguntei…
- Ih! Mamãe… eles são namorados? - escuto uma criança apontando para nos dois… que vergonha…
- E isso é hora de se meter nos assuntos alheios Viktor! Vamos para casa que está tarde! - a mãe da criança se irrita- arrancando umas risadas nossas 

[ … ]

Destranquei o apartamento e entrei, depois de ter deixado a Tsuyu em casa não pensei em outra coisa além de minha cama… fiz alguns croissants de presunto e queijo para mim, e comi em meu quarto, quando estava pronto para guardar as chaves em minha gaveta, vi dentro de uma prateleira um CD… que estranho… nunca tinha o visto ali… coloquei dentro do aparelho e liguei minha TV

- Olá Fumikage Tokoyami… pensa que não sei sobre sua quedinha óbvia sobre Tsuyu Asui? Pois sinta-se lisongeado: descobri que ela também tem essa queda por você… pena que não durará muito certo? Afinal de contas você terá uma semana para a dizer que não a ama… caso o contrário… você se arrependerá de não fazer o que digo… - ele dá um close de uma imagem… um garoto estava numa cadeira com uma fita tampando sua boca… era o irmão da Tsuyu! Entrei em um mini pane - se não cumprir o que digo… o garoto sofrerá as consequências… e se ainda duvida da verdade… pense: como consegui deixar esse CD aqui… eu precisaria saber onde é sua casa… então: eu sei! Sei de todos os passos que você fez e fará na próxima semana… sei sobre a U.A, o tarado de mais cedo, da festa do pijama das meninas, sobre o desafio… então… não será só o menino que você perderá se não cumprir… está avisado! 

Fiquei em choque… o que acabou de acontecer?! Eu ficaria feliz em descobrir que a Tsuyu gosta de mim e tals… mas não dessa forma! Liguei para a Asui para saber se seu irmão estava em casa… porém deu na caixa postal… não consegui nem dormir depois dessa… o que aconteceu?! 

[ … ]

Terça feira, U.A

Já estava no colégio, sem sinal da Tsuyu… aguardei mais um pouco até ela chegar, ela estava com uma péssima olheira… uma cara arrebentada e bochechas molhadas como se tivesse chorado, antes de ela conseguir se sentar, a abracei, ela enfiou sua cara na dobra de meu pescoço e sussurrou meu nome, entre suspiros… será que… ela percebeu que seu irmão não estava em casa?

- O que aconteceu Tsuyu? Pode me contar qualquer coisa… - eu comecei a acariciar seus cabelos meio esverdeados
- Meu irmão… meu irmão desapareceu… meus pais estão doidos procurando ele… e eu penso: foi culpa minha de não ter o cuidado tão bem quanto deveria…
- Não se culpe… se der… eu juro que farei o possível para lhe ajudar… - mesmo que tenho que fazer o que ele quer… completo em pensamentos

[ … ]

Depois da aula, olhei em meu smartphone e recebi uma notificação, recebi uma mensagem de um desconhecido, era o vídeo que recebi por CD… eu bloqueei a tela de meu celular e fui chamado pela morena, ela estava com uma cara muito melhor…corria em minha direção dessa vez com um sorriso, esticando sua mão para o alto para assim conseguir a ver…

- Eu… eu esqueci de te recompensar pelo que você fez por mim ontem… obrigado por me ajudar tanto… - antes que eu pudesse falar qualquer coisa, ela me beija, mas vai embora meio envergonhada…
- Tsuyu… - puxo sua mão impedindo de sair do território escolar - eu sinto em lhe dizer mas… eu não te… amo…

Depois disso ela puxa sua mão me fazendo a largar… por uma fração de segundos consegui ver seus olhos marejarem… eu sou um idiota! Fui para casa meio desapontado, quando cheguei só quis saber de me trancar em meu quarto, nem mesmo Dark conseguiu entrar… queria ficar um tempo isolado…

[ … ]

Depois do que contei a Tsuyu, minha vida se resume em: ficar em casa, trancado no meu quarto sem me levantar da cama, comer pão e tomar um pouco de água, só me levantar para fazer minha higiene matinal e não dormir nem um pouco… até certo dia em que Dark arrombou minha porta e me olhou de uma forma estranha, como se já se cansasse de me ver naquele estado

- O que tá acontecendo com você cara? Faz dois dias que eu não falo com você, não vejo você e você não vai a U.A
- Dark… a Tsuyu tinha me beijado e eu acabei com todas as expectativas dela depois de descobrir que ela me amava… tudo por causa desse vídeo! Eu sou um monstro como minha mãe insinuou desde pequeno? - mostrei meu celular a ela, que pegou ele com cuidado
- Sendo sincera… se não visse isso eu diria que você é o vilão da história… mas você teve uma boa razão disso… ela quis conversar com você depois disso?
- E eu vou saber? Ela deve estar me odiando, e eu me odiaria no lugar… - eu me viro, ficando contra a parede em minha cama
- Ah! - ela dá um mini drama - isso não vai ficar assim! - ela pega meu celular e sai correndo do apartamento
- Dark Shadow… obrigado… - sussurro e fico de bruços na cama enquanto olho para porta cujo a mesma tinha saído

[ Dark Shadow On ]

Sai flutuando pela cidade, serrava meus punhos é de todas as formas tentava mostrar minha intensa raiva, parecia até mesmo um trem: saia fumaça de meus ouvidos e minha negra pele estava vermelha de raiva… dei uma poderosa cabeçada na porta da morena, que acabou caindo, o pai da menina tentava me expulsar, mas eu segurei sua cabeça e a empurrei para o sentido contrário do meu, o idoso só conseguiu protejer sua esposa e criança, eu girei com todas minhas forças a maçaneta e és que me deparo com a seguinte cena: Asui e Midoriya trocando beijos na cama da menina. SIM! A mesma cama que dias atras ela estava abraçada com Fumikage… que ódio! Espera cair o Death Note para você ver Tsuyu! 

- Haha! Agora percebi o quanto você ama o Fumikage… saiba que ele fez aquilo para proteger seu irmão de um psicopata! - joguei o telefone em sua cara - mas quem sou eu para atrapalhar o casalzinho? É ser a Rainha Má da história?! Por favor, não quero roubar seu cargo! - bato a porta na cara de ambos



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...