História O Professor - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Luan Santana
Exibições 252
Palavras 441
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Suspense
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - Capítulo - 04



Stefane: Por que demorou tanto?
Eu: Estava tirando uma duvida com o professor - coloquei meus materiais no armário -
Eloisa: Eh Fernanda - riram e eu revirei os olhos -
Eu: Me poupem - peguei meu celular e fui para o refeitório -

Coloquei meu lanche, e me sentei com as meninas.

Stefane: Bom ter você de volta - sorrimos -
Eu: Aconteceu muitas coisas por aqui?
Luisa: Não - disse comendo seu sanduíche -
Eloisa: Podíamos ir fazer alguma coisa hoje depois da aula - eu a olhei negando - Por que?
Eu: Tenho que ir ajudar minha mãe
Luisa: A gente conversa com ela
Eu: Não, realmente precisava contar pra ela sobre o papai - elas arregalaram os olhos - Se eu conseguir
Luisa: Você consegue - pegaram em minha mão - Sua mãe não merece passar por isso
Eu: É - sorri sem jeito - Se me derem licença, tenho aula de química - sai -

Peguei minhas coisas, e fui para a aula de química que era a última do dia.

Professor: Façam a lição de casa - o sinal tocou e eu sai -

Guardei minhas coisas, peguei apenas o meu celular. A escola finalmente esvaziou. Luan estava no final do corredor, me olhou sorrindo e em seguida saiu.

O segui, entrei em seu carro, e o beijei calma.

Luan: Vamos para meu apartamento - ligou a carro -
Eu: Espero que você não se aproveite de mim senhor Santana
Luan: Eu que tenho que dizer isso - rimos -
Eu: Eu estava bêbada - rimos -
Luan: Bom saber que não estava realmente afim de mim - disse dando partida -
Eu: É, você não é tão atraente - ele riu e eu apertei sua coxa - Belas coxas senhor Santana
Luan: Não me faça perder o controle Fernanda - ele disse sorrindo para o trânsito -
Eu: Não estou fazendo nada demais, ainda - ri -

Fomos o resto do caminho em silêncio, subimos para o seu apartamento.

Que era pequeno, mas confortável, ele me puxou para o seu colo, e eu me sentei de frente o encarando.

Luan: O que quer fazer? - alisou meus cabelos -
Eu: Não sei - desabotoou minha camisa - Está calor não é?
Luan: Quer que ligue o ar? - bufei e ele riu - Danada
Eu: - tirei minha roupa -
Luan: Senhorita deixa eu fechar as cortinas - se levantou assim o fazendo -

Luan se sentou, e puxou meu rosto selando nossos lábios, arranquei sua camisa, e em seguida sua calça.

Luan apertou meus seios, e foi deitando por cima de mim.

Continua?


Notas Finais


Sera que agora vai ?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...