História O Professor Substituto (imagine Jackson) - Capítulo 2


Escrita por: ~ e ~AyYumei

Postado
Categorias Got7
Tags Got7, Jackson
Exibições 96
Palavras 2.566
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Esporte, Famí­lia, Luta, Mistério, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


RE- Ren
RY - Ryota
MA - Mãe
PA- Pai
SL- Solji
DH- Dohyun
JH- Jihoon
JK- Jackson
SW- Senhora Wang

Capítulo 2 - Sorrisos


Fanfic / Fanfiction O Professor Substituto (imagine Jackson) - Capítulo 2 - Sorrisos


 Acordei de manhã, e bem de manhã mesmo...eram ainda 6 da manhã, deveria só me levantar pelas 7 mas acabei acordando antes infelizmente, menos uma hora de descanso, que pena.
 Olhei no teto comecei lembrando do dia anterior como costumo fazer quase todos os dias. lembro que depois de chegar em casa e responder a um milhão de perguntas dos meus pais, tive que ir para meu quarto mudar de roupa e colocar para lavar meu uniforme escolar. Lembro também de que tive uma guerra de comida com Ryota e Ren foi puxado para a confusão, graças a essa brincadeira fiquei duas horas no banho tirando comida do cabelo!
 Quando acabei de pensar do dia de ontem, fiquei sorrindo para o teto do meu quarto e sem reparar Ren entrou no quarto e começou olhando o teto.

RE- Do que você está rindo maninha? - Falou ele fitando o teto tal como eu.
- Nada, deita aqui do meu lado. - Pedi dando batidinhas na cama para ele subir.
RE- Tá. - Ele subiu e dormiu abraçadinho a mim.

 Passado um tempo meu pai aparece no quarto nos tirando os lençois e cantando....sério? EU NÃO TINHA SAUDADES NENHUMAS DE ACORDAR COM MEU PAI CANTANDO! AINDA POR CIMA CANTA PIOR DO QUE A MC MELODY (Sem ofensa mas foi a única pessoa que eu lembrei que canta mal..)!
 Levantei e vesti rápido o uniforme escolar, desci e notei que Solji já tava lá comendo uma tigela de cereais.

- Você já está aqui? Nossa! Você é rápida! - Falei surpreendida.
SL- Nem imagina...- Falou Solji.

 Sentei do lado de minha amiga e comecei comendo, assim que terminei fui lavar os dentes, me pentear e dei um tchau para meus pais e irmãos.

PA- Veja se dessa vez não vem de noite para casa por fazer algo de errado! - Pediu meu pai antes de eu sair.

 Assim que saí na rua, Solji começou me enchendo de perguntas idiotas como "Como foi ontem com o professor gostosão?", "Vocês deram uns beijo?" ou " Transaram em cima da mesa ou no chão mesmo?". Eu queria tanto poder mata-la, mas se eu fizesse isso não teria mais ninguém com quem falar sobre os meus desgostos, pedir conselhos e falar de coisas totalmente aleatórias. Eu odeio admitir mas, eu amo muito essa minha melhor amiga....odeio admitir!
 Cheguei na escola 10 minutos antes do toque para a primeira aula que seria novamente de matemática....MAS QUANTOS DIAS SEGUIDOS TENHO MATEMÁTICA LOGO DE MANHÃ?? Se acalma _____...Se acalma....
 Nesses 10 minutos, fiquei falando com Solji e Do-Hyun sobre coisas totalmente aleatórias, até Do-Hyun perguntar sobre o dia de ontem.

SL- Eles deram uns beijo e transaram debaixo da mesa! - Respondeu Solji falando por cima de mim.
DH- SÉRIO!? - Perguntou Do-Hyun incrédulo.
- NÃO! TU ACHA? EU NÃO SOU NENHUMA VADIA PARA FAZER ESSE TIPO DE COISA!! - Falei alto demais e me apercebi que já metade da escola estava olhando, o que fez Solji e Do-Hyun se rirem. Esses dois nunca perdem tempo para rir da minha cara...

 Tocou o sinal e nós fomos até na entrada da sala, até que eu reparei que não tinha meu celular comigo e falei para Solji e Do-Hyun entrarem e falarem para o professor Wang que eu só estava procurando meu celular, mas eles em vez de fazerem o que eu tinha pedido, decidiram vir comigo procurar meu celular. Por um lado agradeço muito, por outro, vocês estão ferrados com esse professor!
 Procurei em todo o lado, até fui perguntar se alguém o tinha visto por aí, mas ninguém tinha visto nada. Normalmente quando eles encontram um celular costumam pedir para guardar até alguém perguntar por ele, mas eles ainda não tinham visto nenhum celular perdido na escola, por isso só havia 4 hipóteses de onde ele poderia estar: Em casa, perdido no caminho até à escola, roubado por alguém ou até mesmo no carro do professor Wang.
 Desisti de procurar e decidi chamar meus amigos que ainda estavam me ajudando para irmos para a aula, já deveria ter passado mais ou menos meia hora de aula, resumindo....iriamos apanhar uma bronca desse professor...de novo.
 Cheguei na porta e dei 3 batidinhas na mesma ouvindo de seguida um "entre", entrei e pedi desculpa pelo atraso.

JK- Tá brincando comigo? Já passa mais que meia hora que o sinal bateu para entrar! Você não é diferente dos outros não senhorita _____! Se outros entram você terá que entrar também! - O professor olhou para mim e logo depois para Do-Hyun e Solji. - Deixa eu adivinhar, você atrasou esses dois alunos também né?- Acenei que sim com a cabeça.- Coitada de sua amiga, por causa de você já é a segunda vez que se atrasa para uma aula! - Assim que o professor falou isso lembrei do dia anterior em que fiz atrasar Solji também.
- Eu posso explicar professor Wang! - Falei tomando um pouco de coragem, esse professor me intimidava um pouco.
JK- É mesmo? Então explica, bem que gostaria de ouvir sua explicação. - Falou o professor esfregando a testa.
- Perdi meu celular, eu não sei se foi na escola, no caminho até cá, ou até mesmo em casa, mas ele é importante para mim por causa de tudo o que contém dentro! Eu pedi para Do-Hyun e Solji irem para a aula e falarem para o senhor que eu estava procurando o meu celular, mas meus amigos, como bons amigos que são, decidiram me ajudar a procurar, e eu, como péssima amiga que sou, fui na conversa deles e deixei eles virem comigo. Por favor, não os castigue, se alguém terá de ser castigado, terei de ser eu! - Falei e o professor Wang suspirou.
JK- Desculpa. - Desculpa? Porque o professor estava pedindo desculpa?
- O que? - Perguntei não percebendo, logo vi o professor indo ate sua pasta e tirar algo de lá.
JK- Você deixou seu celular em meu carro. - Falou ele dando meu celular para mim, notei também que todo o mundo estava me olhando estranho, realmente não é muito comum um aluno sair do carro do professor.- Eu notei ele assim que cheguei perto de minha casa. A culpa é minha, eu deveria ter lembrado de lhe devolver isso no pequeno intervalo que existe antes da aula, por isso, não se preócupem.- Falou ele se referindo a nós 3.- ninguém vai levar falta, podem se sentar.
SL- Você não me contou que esteve no carro do professor....- Sussurrou Solji para mim com um sorriso malicioso nos lábios, eu apenas a ignorei e murmurei um "obrigado" para o professor, logo depois sentei-me em minha carteira.

 A aula passou mais rápido uma vez que já tinhamos faltado a meia hora da aula, e com o tempo perdido em aquela conversa, já deveriam ter passado um 40 minutos. Dessa vez tentei tomar atenção na aula, mas não correu propriamente bem, não que o professor tivesse me apanhado distraída dessa vez, mas sempre que o professor falava eu me perdia um pouco em meus pensamentos, o que eu estava pensando? Bom...algo, não muito educativo, contia eu em uma cama deitada entre as pernas do professor Wang, com a cabeça em seu peito enquanto ele me fazia um cafuné nos cabelos e falava palavras bem perto do meu ouvido, em que só de pensar, ficava logo toda molhadinha, do nada eu me viro e começo o beijando enquanto desapertava as calças do mesmo...mas essa imaginação não tinha continuação, já era mais ou menos a quarta vez em que chegava a esse ponto da "história", mas sempre ficava retida ali porque era acordada de meus pensamentos pelo meu ex namorado que não parava de chamar eu.

- O que você quer?- sussurrei.
JH- Falar com você. - Sussurrou de volta.
- Não ta vendo que estamos no meio de uma aula? - Perguntei com um pouco de raiva.
JH- Sei mas, ao menos no intervalo poderemos falar? - Perguntou ele, parecia um pouco desesperado para falar comigo.
-Bem, acho que não tem problema...- Pensei.
JH- Ótimo! Conversamos no intervalo! -Falou ele com um pequeno sorrido e voltou tomando atenção na aula, com isso eu também sorri. Tudo bem que ele tinha me traído e isso não tinha desculpa alguma, mas o seu sorriso era tão doce, foi esse um dos motivos por qual me apaixonei por ele, me deixava segura esse sorriso, mas afinal era tudo uma farsa...ele me traiu, ele foi a primeira pessoa que amei, isso me partia o coração...voltar com ele, estava fora de questão!

 Acabou a aula, e como sempre, fui a última a acabar de arrumar as minhas coisas, sim, eu demorava muito....meus amigos ficaram me esperando e em vez de me ajudarem para eu demorar menos ficaram ali me criticando que eu era sempre a última e que se fizesse uma corrida com um caracol, eu perdia....eu arranjo cá uns amigos...
 Finalmente acabei de arrumar minhas coisas e como uma menina educada faria, dei um xau para o professor Wang.

JK- Xau pequena. - O professor falou aquilo e eu comecei sorrindo até à saída da sala feita idiota.
SL- VOCÊ NÃO NOS CONTOU SOBRE TER ESTADO NO CARRO DO PROFESSOR! - Gritou Solji aos meus ouvidos, logo meu sorriso bobo desapareceu...
- Err....Pois, quanto a isso...- Olhei para os lados tentando achar algo para fugir da conversa até que eu vi Jihoon me acenando nas escadas e lembrei logo de que tinha de ir falar com ele. - Eu adoraria explicar mas, tenho mais que fazer.- Falei saindo e ignorando Solji que estava gritando comigo e fui ter com Jihoon.

 Fomos até na parte lateral da escola, lá não tinha muita gente, só passava alguém por vezes, mas poderíamos falar em sossego. Nos sentamos numas escadinhas ali perto e pedi para ele começar a falar.

JH- Então...._____....eu queria te pedir desculpa pelo que eu fiz. - Falou Jihoon, e quando eu ia começar com o tipíco testamento de que não poderíamos voltar, que eu já não sentia o mesmo e que o que ele me fez não tinha desculpa alguma ele me interrompeu. - Espera _____! Não é o que você está pensando! Eu só quero voltar a ser seu amigo!
- Voltar a ser...meu amigo? - Perguntei com receio.
JH- Você se lembra de como era a nossa relação antes de nós namorarmos? Nós eramos grandes amigos, e eu tenho que admitir, eu sinto a sua falta como amiga. EU IMPLORO _____! POR FAVOR! SINTO TANTO A SUA FALTA! - Ele gritou e se colocou de joelhos na minha frente pedindo por favor um milhão de vezes, por natureza, comecei rindo e pedi para ele parar.
- Tenha calma! - Falei rindo.- Também estou com saudades suas Hoonnie! - Disse usando o apelido que tinha criado para ele no inicio na nossa amizade, o que o fez sorrir.
JH- V-você está usando o apelido que deu para mim quando a gente era criança ainda.- Jihoon falou e abriu um sorriso ainda maior do que o anterior, logo depois me abraçou, e obviamente eu retribui o abraço.

 Ficamos falando um pouco até tocar o sinal, aí fomos para a aula juntos, onde Solji e Do-Hyun estavam me esperando na porta para eu falar o que tinha acontecido no carro do professor Wang, e obrigatoriamente eu tive que falar, ou esses dois aí não me largariam o dia inteiro, não que eu me importasse né..
 Entramos na sala e sentamos nos nossos lugares, onde ficamos o resto da aula, e para piorar, convidaram um arqueólogo na escola, o que nos tirou o intervalo, resumindo....tivemos literalmente duas aulas seguidas sem pausas...OBRIGADA ARQUEÓLOGO DE BOSTINHA!

 Depois de umas horas de aula, eu finalmente consegui ir para casa uma vez que não tinha mais nenhuma matéria hoje, só estava conseguindo pensar em comer algo bem gostoso em casa e me deitar no sofá acabando por dormir uma vez que que tenho de acordar bem cedo para ir para a escola, ISSO NÃO É SAUDÁVEL PARA MIM! DORMIR É UMA VIRTUDE!
 Estava quase chegando em casa quando avisto uma senhora com mais ou menos a idade da minha mãe, talvez um pouco mais velha, ela estava procurando algo pelo chão, e como sempre, a compaixão que eu tenho pelas pessoas vence a minha força de vontade, neste caso a minha força de vontade era só servia para poder comer mesmo, por isso....porque não ajudar a senhora?

-Boa tarde, a senhora precisa de ajuda? - Perguntei colocando uma mão no seu ombro.
XX- Por acaso, até preciso! - A senhora se levantou. - Eu não vejo muito bem e perdi a minha lente de contacto, será que podia tentar me ajudar a procurar?- Perguntou a pobre senhora.
- Sim claro! - respondi e comecei a procurando, o que não correu muito bem, não estávamos achando nada, por isso, passado mais ou menos uns 20 minutos, decidimos desistir.- Eu acho melhor desistir, já estamos procurando sua lente à um bom tempo, venha, eu ajudo-a a ir até sua casa.
XX- Oh, obrigada. - Agradeceu a senhora e logo depois pedi a morada da senhora para poder ajudá-la.
- Chegamos! - Falei assim que cheguei na porta de sua casa.- A senhora quer eu toque à campainha? - Perguntei e ela assentiu, então eu toquei.

 Assim que toquei, consegui ouvir do outro lado da porta um "Vou já" em que o tom de vos da pessoa que o gritou, parecia não me ser desconhecido, eu sabia que já tinha ouvido aquele tom de voz em qualquer lado!
  Eu e a senhora esperamos uns insignificantes segundos até que vieram nos abrir a porta, e assim que eu vi quem tinha vindo, não tive reação alguma senão ficar espectada olhando nos olhos do mesmo com a boca entre-aberta. COMO QUE FOI ACONTECER ENCONTRAR JUSTAMENTE ALGUÉM QUE ME LEVASSE ATÉ NA SUPOSTA "CASA" DO PROFESSOR WANG!!??

JK- _____? O que está fazendo aqui? - Pois professor Wang, também não sei....
- Boa tarde professor Wang. - Falei um pouco timída.
SW- Ohh, você conhece essa garota simpática? - Perguntou a Senhora Wang se referindo a mim.
JK- Conheço sim, é minha aluna- A mãe dele pareceu pensar. - Adiante, o que _____ está fazendo aqui? - Ele perguntou um pouco frio.
SW- Nossa Jackson! Ela me ajudou vindo até em casa uma vez que perdi minha lente de contacto novamente. Aconteceu alguma coisa para estar assim com a garota? - Perguntou a senhora Wang preocupada.
JK- Não nada, desculpa se pareci frio _____...- Falou ele olhando para baixo.
- Tranquilo!- Respondi sorrindo e o mesmo abriu um sorriso também, e nossa! Que sorriso lindo! Eu realmente amo os sorrisos das pessoas...não tenho culpa....- Bom, eu tenho que ir, até amanhã!
SW- ESPERE _____!- Me chamou a senhora Wang e eu olhei para trás. - Almoce aqui com a gente! - Pediu.
- Eu adoraria mas não posso aceit...-A senhora Wang impediu que eu acabasse de falar.
SW- Por favor! É a minha forma de agradecimento! - Disse a senhora Wang.
- Eu não quero atrapalhar...- Falei.
JK- Venha _____, não custa nada! - Falou Jackson sorrindo e....como dizer não para um sorriso daqueles?
- Hum, tá bom! Mas só dessa vez, tá? - Perguntei e eles assentiram sorrindo logo depois entrei com eles sem sua casa.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...