História O professor temporário - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Visualizações 10
Palavras 737
Terminada Não
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem da imagine, como é minha primeira eu gostaria de acrescentar que virão outras mais se gostarem. Boa leitura 🌸❤

Capítulo 1 - O novo professor


Fanfic / Fanfiction O professor temporário - Capítulo 1 - O novo professor

Outro ano escolar começava e lá estava eu sozinha e sem amigos, a garota antissocial de que todos comentavam. Os professores mantinham distância de mim, até que ele apareceu. Um professor temporário que estava se preparando para começar a trabalhar.

Ele tinha cabelos loiros e um rosto jovial, como um estudante universitário, qualquer garota ficaria caidinha por ele, até que ele veio até mim.

- S/n como está indo com o dever de casa? - ele perguntou como se fossemos próximos

- Bem... - respondi meio desconfortável através da situação.

- Se tiver alguma dúvida não exite em me procurar, ok? - ele disse com um sorriso afagando minha cabeça como se eu fosse uma criança.

Sem saber como reagir, senti minhas bochechas esquentarem e ficarem vermelhas de pouco a pouco. De repente ouço vários murmúrios e os olhares voltados a mim.

- Não se preocupe S/n, apenas faça seus deveres. - ele diz voltando para sua mesa.

Após o término da aula eu fiquei me perguntando o porque dele ser tão gentil comigo assim que entrou na sala de aula, talvez ele tenha dó de uma garota como eu ser tão sozinha.

Caminhando para o meu apartamento, vi que havia um novo morador e fui cumprimentá-lo e dar as boas vindas, para minha surpresa era ele, Park Jimin, o novo professor temporário.

- Seja bem-vindo! - eu disse a ele.

- Obrigado S/n!! - ele respondeu animado ao me ver me dando um abraço.

Não consegui pensar em nada e simplesmente aceitei seu abraço aconchegante, ele tinha músculos bem definidos apesar de sua roupa não os mostrar.

- D-de nada. - eu disse gaguejando.

- Agora podemos ficar mais próximos, não?

Acenti com a cabeça que, me soltei de seu abraço e entrei em casa. Nunca me senti tão envergonhada assim, talvez poderia ser o fato de eu não me comunicar muito com as pessoas, mas, esse professor queria se aproximar de mim de qualquer forma.

Algum tempo depois escuto batidas na porta, eram nove da noite então não poderia ser um de meus pais. Fui em direção a porta e assim que a abri fiquei surpresa novamente, era Park Jimin.

- S/n, está ocupada? - ele perguntou me encarando.

- Não... - eu disse exitando e meio desconfiada.

- Gostaria de sair para jantar? Precisamos conversar um pouco.

Fiquei um pouco assustada, mas ao mesmo tempo curiosa. Respondi que sim, coloquei minhas roupas e peguei minha bolsa.

- Vamos? - ele disse me esperando do lado de fora.

Ele estava cheiroso e bem arrumado como qualquer homem em um encontro.

Entramos no carro e ele me levou até um restaurante e antes de entrarmos ele puchou a minha mão e disse:

- O que acontece daqui pra frente fica entre nós.

Saimos do carro e eu ainda perplexa com o que ele havia falado apenas o sigo e entro no restaurante inde ele ja havia reservado uma mesa.

- Então... O que queria falar comigo? - digo curiosa.

- Eu gostaria de informar que seus pais te venderam para mim. - ele diz seriamente.

- O que? - falo assustada.

- Venho lhe observando desde seu primeiro ano escolar, sou apenas 5 anos mais velho que você, mas não frequentei a escola. Seus pais não lhe davam atenção e nem a tratavam como deveria então fiz uma proposta. - ele diz colocando suas mãos entrelaçadas sobre a mesa.

- Que proposta? - eu pergunto.

- Eu ofereci 3 milhões de reais em troca de você. Prometi que ficaria em boas mãos e que cuidaria para que nada lhe acontecesse. - ele diz me encarando.

- Como assim? Isso não é possivel... Você me observa desde meu ensino fundamental? - digo perplexa.

- Sim S/n... Sempre te observei, sempre estive por perto, sempre te protegi... Você pode me chamar de louco... Mas eu sempre soube de tudo o que fazia. - ele diz com uma expressão estranha.

- E quanto a meus pais?

- Eles concordaram, desde que eu mande fotos de que esta bem.

Fiquei perplexa ao saber que fui vendida para um completo estranho, mas afinal, meus pais sempre tiveram pouco dinheiro e nunca sentiram nenhum afeto por mim.

Após a conversa ele pediu as comida e o som de pratos e talheres, corversas e murmurios tomou conta do ambiente, eu e ele não falamos mais nada naquela noite.

Ele me levou para casa e disse que no outro dia iria me mudar para o seu apartamento, eu nao disse nada... Apenas entrei, me deitei e pensei comigo mesma... " O que será de mim amanhã de manhã?"


Notas Finais


Desculpem os erros e agradeço a você por ter lido até o final. ❤ bye bye


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...