História O Proibido - Capítulo 15


Escrita por: ~

Visualizações 536
Palavras 1.239
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Pansexualidade, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 15 - Smile


Fanfic / Fanfiction O Proibido - Capítulo 15 - Smile

Todos continuavam chorando

 

— Não tem nenhum jeito de salva-lo? – Perguntei olhando para Frank. Rachel balançou a cabeça  negativamente

 

— Precisaríamos de uma magia muito antiga e muito poderosa que não sou capaz de fazer – Rachel disse

 

— E essa Calipso? – Percy perguntou – Ela conseguiria? 

 

 Rachel demorou pra responder, ela mordia o lábio nervosa

 

— Percy... eu não sei nem onde ela está 

 

— Ela conseguiria? – Percy engrossou a voz, estremeci. Nunca tinha o visto daquele jeito

 

— É claro – Rachel fungou

 

— Então eu vou acha-la – Percy disse

 

— Não – Rachel disse – É perigoso demais, principalmente pra um sucessor 

 

— Então eu vou – Leo falou – Piper vem comigo já que possui o charme

 

Piper levantou assentindo, Jason olhou relutante mas não havia nada que ele pudesse fazer, como eles partiriam agora, ele estava fraco demais para ir

 

— Eu vou – Falei e eles me olharam incrédulos

 

— Ta maluca? – Percy perguntou – Você ouviu o que Rachel acabou de falar? 

 

Tirei o meu bracelete e coloquei na mão de Percy

 

— Agora eu sou só uma garota normal, os vampiros viveram escondidos muito tempo, então ninguém sabe que eu sou a sucessora – Falei – Os feiticeiros não sentem nosso cheiro, Rachel sabia o que nós éramos por causa do colar que esta muito bem protegido com ela

 

Apertei meu bracelete na mão de Percy e respirei fundo, Thalia se levantou e falou

 

— Não vão partir sem mim – Nico levantou e olhou pra ela, ela o encarou – Eu vou voltar

 

— Não posso ficar aqui sabendo que eu posso perder vocês duas – Jason disse olhando pra Piper e Thalia 

 

— Mas vai – Thalia falou, pegou minha adaga e jogou para mim, Piper guardou a sua e quando Thalia tocou na dela, virou um arco e flecha prateado e branco, ela o prendeu nas costas. Leo pegou o martelo gigante que ele tinha e o girou na mão 

 

— Annabeth – Percy me chamou. Ele parecia que ia vomitar – Eu não suportaria se você... eu não vou aguentar se... deixa eu ir com...

 

Eu o beijei

 

— Vou voltar – Falei e sorri pra ele

 

— Lembram do que eu falei? – Rachel disse se levantando ainda com algumas lágrimas – Se elas lutarem juntas, ninguém consegue vence-las 

 

— Rachel – Thalia disse e Rachel estava branca mas se aproximou de mim e pegou minha mão, suas mãos envolveram as minhas junto com a névoa verde de seu poder, minha mão esquentou. Quando Rachel se afastou, tinha um mapa em toda a minha mão direita, ele brilhava esverdeado, como uma tatuagem

 

— É um mapa daqui até a sociedade dos feiticeiros – Ela falou – Quando precisar do mapa, ele mostrará o caminho, mas quando você chegar na sociedade ele desaparecerá, quando a encontrarem só falem "Rachel precisa de você". Ela vai entender, não deem muitos detalhes, é perigoso. Entrar na sociedade é simples, complicado vai ser acha-la, tentem não chamar atenção, mas com essas roupas com certeza vão chamar 

 

— O que tem de errado com as nossas roupas? – Piper perguntou 

 

— Os feiticeiros tem um estilo bem diferente de se vestir, são roupas que não permitem ser enfeitiçado por qualquer feitiço, só se for um feitiço muito poderoso. Venham aqui

 

Eu, Leo, Thalia e Piper demos um passo a frente, a névoa verde nos cobriu, não vi mais nada que não fosse verde. Segundos depois, toda névoa estava voltando a mão de Rachel, olhei para Thalia e ela estava totalmente diferente, usava um vestido azul escuro, luvas marrons, o vestido se abria deixando a mostra suas pernas, olhei para Piper e ela parecia uma pirata, usava vermelho na parte de cima com uma calça colada, botas, me olhei no espelho do quarto, usava um vestido vermelho bastante curto com calça também bastante apertada, eu usava um capuz, cintos pareciam estar por todo o vestido (N/A: GENTE, AS ROUPAS DELAS SÃO EXATAMENTE IGUAIS A DA FOTO DO CAP, só as roupas pq o rosto não é não). Leo estava parecendo um pirata também, tinha uma calça preta folgada presa por um cinto, blusa larga branca e aberta até quase a barriga, seu martelo preso em sua cintura como nossas armas 

 

— Meu deus – Percy disse – Annabeth você ta...

 

— Lindos! – Hazel disse – Vocês estão lindos! 

 

— Thalia, esse cordão vai brilhar toda vez que usar seus poderes – Rachel disse se aproximando e abraçando cada um – As roupas refletem o quão livres vocês são, então se vocês não gostarem da roupa não reclamem comigo, não escolhi

 

Assentimos. Piper beijou e abraçou Jason que ainda estava boquiaberto com a beleza das roupas, Nico e Thalia conversavam baixinho, ele era outro que parecia que ia vomitar, depois ela se levantou e abraçou o irmão. Leo abraçou cada um dos meninos, abraçou Hazel e Rachel e pulou da janela, sorri para o pessoal evitando olhar para o corpo de Frank. Me aproximei de Percy e o beijei, ficamos um tempo abraçados. Piper se aproximou novamente de Jason e o beijou, abraçou as meninas e pulou. Thalia estava abraçada a Nico, saiu e abraçou Jason e pulou. Me afastei de Percy que custou para me largar, me aproximei de Rachel e Hazel e as abracei

 

— Cuide delas – Jason pediu. 

 

— Não acho que elas precisem – Sorri e eles sorriram – Vamos voltar, eu prometo

 

— Sua roupa te protege toda – Hazel observou – Você está toda coberta

 

— Não tenho liberdade desde quando meu pai me deu o bracelete – Respondi sorrindo – Compreensível 

 

Me vire e pulei sentindo o vento no meu rosto

 

POV PERCY 

 

Todos ficaram em silêncio apenas olhando pra janela. Rachel se ajoelhou do lado do corpo de Frank e tocou no seu peito, a magia verde o envolveu e ficou ali, como se o protegesse

 

— Isso não vai deixar que ele volte ao tamanho normal – Ela murmurou. Levamos Frank até o quarto de Rachel. Jason e Nico voltaram para o quarto mas eu fiquei no corredor, pensando em Annabeth e em Frank. Mas um baque surdo me tirou dos meus devaneios, me virei e tinha um garota magra usando um vestido um vestido preto apertado ate a cintura depois soltinho até acima da metade da coxa, ela estava descalça e tinha um sorriso sádico no rosto, em seus pés estavam um garoto que eu não conhecia, provavelmente morto. Ela sorriu

 

— Ora, ora ora – Ela passou por cima do corpo e veio para luz. Ela estava ainda mais bonita desde a última vez que eu a vira, seus cabelos tinham crescido até a cintura, pretos e lisos, mais alta e seu corpo mais escultural, sua pele continuava pálida. Seus olhos emanavam crueldade. Ela fez um reverência forçada sem desviar o olhar 

 

Olhei pra ela sem reação e ela gargalhou. Eu queria partir pra cima dela, mas eu estava exausto e mesmo eu sendo mais forte que ela, ela dava trabalho mesmo em questão de força bruta e não ousei pegar minha espada, ela era muito melhor. Sua espada não era visível mas eu sabia que estava com ela 

 

— Devo confessar que estou surpresa – Ela falou sorrindo ironicamente – Eu sabia que haviam outros clãs nessa escola mas vampiros? 

 

Ela gargalhou como se tivesse ganhado alguma coisa muito valiosa. Eu continuava imóvel

 

— Lobisomens na floresta? – Ela andou pelo corredor – Feiticeira fraca e impotente que não consegue curar um mísero gigante? Eu sei o que você esta se perguntando, Percy, eu te conheço. Como eu sei? O que eu estou fazendo aqui? Tantas perguntas, não é?! Vou começar... deixa eu pensar... ah! vou começar com a de como eu matei seu amiguinho

 

Bianca sorriu mostrando os dentes e nunca quebrando o contato visual 


Notas Finais


EU TIVE QUE FAZER VOCÊS ACREDITAREM QUE ELE REALMENTE IA MORRER SEM NENHUMA CHANCE DE VOLTAR, RACHEL SEMPRE TEM ALGUEM OU UM PLANO
Como prometido, postei um cap mega rápido, bjsss e não me matem por ter feito voces sofrerem
Continuo??? Amo vcs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...