História O prostituto ×VHOPE× - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Abo, Alfa, Jikook, Namjin, Ômega, Prostituição, Vhope
Exibições 229
Palavras 709
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OE

Capítulo 5 - Capítulo 5


 

Pov Taehyung

- Oi - diz Jeon me abraçando.

- Senti saudades - murmuro ainda o abraçado.

- Eu também - suspira.

- Eu não vi o Jimin hoje - me sento na cama.

- Ele pediu demissão, está acabando o último tarado - disse com desgosto.

- Que bom ouvir isso - sorri.

- Sim, já estava na hora sabe - senta ao meu lado - quando vai sair?

- Daqui 2 semanas.

- Falta pouco - diz e eu assinto.

- Hobbie vai vir me buscar - sorri apaixonado.

- Ah é, como vocês estão? 

- Bem, ele não gosta nem um pouco daqui mas ele fica calado - suspiro - as vezes acho que ele guarda tudo para si mesmo.

- Ele te ama Taehyung - acaricia meus cabelos.

 

Ouço uma batida na porta e abro a mesma. Vejo Jimin totalmente marcado e roxo.

 

- Meu Deus - o pego e coloco na cama.

Jeon o olha assustado e abraça o mesmo.

- O que fizeram com você meu ômega - diz lacrimejando.

- Ele foi um pouco bruto - Jimin diz e soltou uma risadinha.

- Como consegue sorrir em um momento desses hyung? - deito ao seu lado acariciando seus cabelos.

- Foi a última vez - me olha e percebo sua felicidade.

Sorrio e ouço meu celular tocar.

- Oi?

- To aqui já.

- Estou descendo - digo e desligo.

- Hoseok chegou, fique bem Minnie - beijo sua testa e aceno para Jeon.

 

Pov Jeon

Espero Taehyung sair do quarto e me desmancho em lágrimas.

- Minnie - olho suas marcas.

- Ta tudo bem meu amor - diz fraco.

- Eu te amo - selo nossos lábios.

- Eu também. Pode me levar pra casa? - diz e percebo sua cara de dor.

- Onde está doendo Jimin?

- Não está.

- Onde - digo com a voz de alfa.

Ele aponta para o meio das pernas e eu arregalo os olhos.

- Meu Deus - sua entrada estava sangrando - EU VOU MATAR O YOONGI - grito furioso.

Sinto Jimin me abraçar e logo me acalmo. Como é bom sentir o cheiro dele. 

Eu sou como Hoseok. Conheci Jimin aqui na boate, me apaixonei e aqui estamos. Já briguei com muitos alfas que machucaram ele mas ele sempre me acalmava, hoje finalmente ele está livre.

- Vou te levar pra casa e cuidar de você, pequeno ômega - o pego no colo e beijo sua testa.

- Meu alfa - disse fraco.

- Meu ômega - ele sorri e sinto ele desmaiar em meus braços.

- Ninguém nunca mais vai te machucar meu amor - digo sentindo uma lágrima escorrer.

 

Pov Hoseok

O vejo saindo da boate e logo corro até o mesmo abraçando.

- Amor - diz me beijando.

- Estava com saudades - o abraço possessivamente.

- Eu também - sinto ele acariciar meus cabelos.

- Eu falei com Yoongi, você não vai precisar mais trabalhar - digo não contendo a minha felicidade.

- Você o que? - ele se afasta bruscamente.

- O que foi? -  pergunto assutado.

- Não era pra você falar com ele seu idiota - me aproximo e ele se afasta.

- Taehyung? - sinto meu coração acelerar.

- Você não sabe do que ele é capaz - grita.

- Eu não vou deixar nada acontecer com você - tento me aproximar e ele me dá um tapa no rosto.

Me viro e coloco a mão no rosto. O olho ele me encara arrependido. 

- Eu só queria te tirar daqui - digo seco - mas se você quiser ficar tudo bem, só me de um tempo ok? Vamos embora.

Ele se aproxima e me abraça. Eu não correspondo e ele tenta me beijar mas eu viro o rosto. Ele me encara e começa a chorar. Entro no carro esperando ele fazer o mesmo. Ele entra e eu vou até o meu apartamento.

Chegando no mesmo eu entro e subo para meu quarto. Me deito e suspiro frustado. Ouço a passos até a cama e sinto alguém me abraçar por trás. Suspiro mas não o afasto.

- Me desculpa - murmura e eu continuo encarando a parede.

Adormeço depois de alguns minutos.

 


Notas Finais


Flw


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...