História O que aconteceria? - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Garota conhece o Mundo (Girl Meets World)
Personagens Maya Hart, Riley Matthews
Tags Farkle Minkus, Lucas Friar, Maya Hart, Riley Matthews
Exibições 75
Palavras 1.184
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Boa leitura

Capítulo 11 - Cap.11


Pov. Maya

Depois que o Bob me deixou em casa entrei com o maior cuidado, a essa hora minha mãe já deve ter chegado, eu passei pela cozinha bem divagar e olhei o corredor estava tudo apagado fui até a porta do meu quarto e quando em ia entrando

Kate: precisamos conversar

Eu: oi, mãe - falei me virando devagar com um sorriso no rosto

Kate: em primeiro lugar, onde você estava até essa hora? - ela falou cruzando os braços

Eu: me perdi no caminho e só consegui chegar agora, você acredita? - falei a primeira coisa que veio em minha cabeça

Kate: você estava com a galera do Bob não é - eu não falei nada e fiquei indagando ela - Maya quantas vezes eu vou ter que te falar ele não é uma boa influência para você ...

Eu: você não sabe, ele é legal, ele é como um pai pra mim, o pai que eu foi embora por sua culpa, né?  - falei a interrompendo e exaltada - você já pensou que se você não tivesse afastado o MEU pai verdadeiro eu não estaria andando com o Bob?

Kate: NÃO FOI MINHA CULPA!!!! - a essa altura já estávamos gritando - PERA! VOCÊ ESTÁ ENVOLVIDA COM OS NEGÓCIOS DO BOB?!

Eu: COMO NÃO FOI?! VOCÊ FALOU !!

Kate: EU MENTI !!! - ela falou chorando

Eu: ENTÃO ME CONTA A VERDADE !!!

Kate: hoje não, e vai dormir amanhã temos que chegar cedo na escola - ela falou se virando e indo para o seu quarto

Eu:  ME CONTA!! EU TENHO O DIREITO E SABER!!

Kate: vai dormir - ela falou se virando de volta para mim

Eu: aqui eu não vou dormir tchau!! - falei com raiva e entrei no quarto e arrumei algumas malas, eu não sabia para onde eu iria, mas quando a coisa começa a apertar eu fujo

Kate: onde você vai?! - falou na porta do meu quarto

Eu: não te interessa até você falar o que aconteceu

Kate: vai você vai voltar em 1 hora

Maya: SONHA !!! - falei fechando a porta

Eu bati na porta da casa de meus amigos, mas nem um me ajudou eu pensei no Lucas, mas não sabia nos ele morava e eu não podia ir no Bob, pois ele podia fazer algo com a minha mãe, então fui para a caverna pensando no que aconteceu.
  Quando cheguei lá vi o Lucas arrumando as coisas
   
Eu: o que você está fazendo aqui a essa hora? - e ele deu um polo

Lucas: que susto - botou a mão no peito - posso dizer o mesmo de você

Eu: eu briguei com a minha mãe, agora você

Lucas: tô arrumando esse lugar eu achei ele meio acabado, mas porque você brigou com ela?

Eu expliquei tudo e ele falou que eu divia voltar e pedir desculpas, porque ela estava percupada e blábláblá

Lucas: se você quiser pode ficar lá em casa até você se resolver com a sua mãe, vem - ele falou e eu o segui

  Pov. Lucas

Quando chegamos na minha casa arrumei o sofá

Eu: pronto - ela se sentou no sofá e eu me sentei do seu lado - eu acho que você devia pedir desculpas

Maya: eu não quero falar mais isso, to com sono Boa noite

Eu: tá boa noite falei e me deitei no sofá - ela me olhou estranho - eu vou dormir no sofá e você dorme na minha cama lá você vai ter mais privacidade

Ela foi para o meu quarto e fechou a porta e logo depois eu dormi. Acordei com os frutos e minha mãe

Gina: ahhhhh, quem é você?!

Maya: calma - eu fui correndo para lá

Eu: calma mãe, ela é a Maya uma amiga minha, ela teve problemas na casa dela e eu falei para ela passar o tempo que precisar aqui - falei rápido

Gina: amiga seu - falou com cara maliciosa - se arrumam logo que eu vou fazer o café da manhã, prazer eu me chamo Gina - ela falou esticando a mão para a Maya

Maya: prazer Maya - falou apertando a mão da minha mãe que saiu logo em seguida - Gina?!

Eu: não zoua, já fizeram até musica

Maya: que?! Eu não ia falar nada 😇😇

Eu: sim você é um anjo

Maya: claro

Eu: só se for aqueles que são vermelhos e que tem cofres, né?

Maya: para seu bobo - ela falou e esbarou em mim e eu a segurei, ficamos muito perto dava para sentir a sua respiração nos estávamos quase nos beijando

Gina: venham comer - minha mãe gritou e a Maya se afastou de mim

Maya: melhor a gente ir

Nos fomos para a mesa e mais pais já estavam lá e eu apresentei a Maya para o meu pai e começamos a comer e cantar Zeca pagodinho

Todos:
Eu já passei por quase tudo nessa vida
Em matéria de guarida
Espero ainda a minha vez
Confesso que sou de origem pobre
Mas meu coração é nobre
Foi assim que Deus me fez

E deixa a vida me levar (vida leva eu!)
Deixa a vida me levar (vida leva eu!)
Deixa a vida me levar (vida leva eu!)
Sou feliz e agradeço
Por tudo que Deus me deu

Só posso levantar as mãos pro céu
Agradecer e ser fiel
Ao destino que Deus me deu
Se não tenho tudo que preciso
Com o que tenho, vivo
De mansinho lá vou eu

Se a coisa não sai do jeito que eu quero
Também não me desespero
O negócio é deixar rolar
E aos trancos e barrancos, lá vou eu!
E sou feliz e agradeço
Por tudo que Deus me deu

Deixa a vida me levar (vida leva eu!)
Deixa a vida me levar (vida leva eu!)
Deixa a vida me levar (vida leva eu!)
Sou feliz e agradeço
Por tudo que Deus me deu

Eu já passei por quase tudo nessa vida
Em matéria de guarida
Espero ainda a minha vez
Confesso que sou de origem pobre
Mas meu coração é nobre
Foi assim que Deus me fez

Deixa a vida me levar (vida leva eu!)
Deixa a vida me levar (vida leva eu!)
Deixa a vida me levar (vida leva eu!)
Sou feliz e agradeço
Por tudo que Deus me deu

Só posso levantar as mãos pro céu
Agradecer e ser fiel
Ao destino que Deus me deu
Se não tenho tudo que preciso
Com o que tenho, vivo
De mansinho lá vou eu

Se a coisa não sai do jeito que eu quero
Também não me desespero
O negócio é deixar rolar
E aos trancos e barrancos, lá vou eu!
E sou feliz e agradeço
Por tudo que Deus me deu

Deixa a vida me levar (vida leva eu!)
Deixa a vida me levar (vida leva eu!)
Deixa a vida me levar (vida leva eu!)
Sou feliz e agradeço
Por tudo que Deus me deu

Depois rimos bastante e fomos para a escola e concerteza a mãe da Maya vai estar lá

   


Notas Finais


E ai gostaram comentem?

Gostou grungergilim?kkkkkkk😅😅😅
É assim que se escreve?😨😨😆😆kkk
Zeca pagodinho 😆😆😆😆
Bjs.💕💋💋


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...