História O que eu quero - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias SHINee
Personagens Minho Choi, Taemin Lee
Tags 2min, Bebê, Sayi14
Exibições 37
Palavras 948
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oiiii, então era para ser uma Oneshort. Masssssssss eu fui jurada de morte, é sério minhas amigas leu e quase me matou disse que era para continuar -.-
E eu tenho que obedecer as unnie.
Bom será uma long espero que gostem

Ps: Será um açúcar todo aqui, cuidado caso tenha diabetes kkkkk

Tá parei -.-


Desculpe os erros e Boa leitura😚😚😚

Capítulo 2 - Naquela Noite


Fanfic / Fanfiction O que eu quero - Capítulo 2 - Naquela Noite

O que eu quero é apenas seu amor...

****************************************************************************

             Choi Minho Pov's


Mais um dia cansativo se inicia para mim, me pegava em um sonho com Taemin, eu e ele tínhamos um menino, seu rostinho era igual o dele, enquanto isso o mesmo sorria para mim, me dando um delicioso selinho. 

Eu desejo com todas as minhas forças que fosse real, que isso acontecesse e rezo para que aconteça, pois eu não consigo viver mais sem ele, é como se faltasse algo dentro de mim. Me levantei preguiçoso, indo até o banheiro, fitei meu rosto no espelho, meus olhos, que já eram grandes por natureza, estavam gigantes e inchados, acho que chorei durante quase toda à noite.


" Até quando vou ficar sofrendo assim? Até quando isso irá permanecer?"


Tantas perguntas e nenhuma resposta, céus, estou ficando maluco. Tirei minhas roupas, entrando no box, liguei à água quentinha e gostosa, deixando escorrer pelo meu corpo.


- Taemin...


Nem em momento de extrema paz, você sai da minha cabeça? DROGA!


Depois de um banho "conturbado", vesti-me com minha abitual roupa de trabalho, um terno preto que para mim era sem graça, arrumei meus cabelos negros, peguei minha pasta em cima da cama e fui.

Eu era um dos homens mais ricos de Seul, ou melhor em todo continente asiático, não avia ser humano que não conhecesse a família Choi, e ainda mais, eu.

E por essa mesma coisa eu ficava me perguntando,  como um homem como eu pôde se apaixonar por um menino que nem era tão conhecido assim, para falar a verdade só quem o conhecia era sua "mãe" de criação que o acolheu quando foi expulso. Mais é como dizem, não é a pessoa que escolhe e sim o coração.

E ele teve que escolher logo Taemin, que ao menos sabe que existe o sobrenome Choi, quanto mais o nome Minho...

" Ah me lembro como se fosse ontem, quando o vi, quando aqueles olhos inocentes se cruzaram com os meus cheios de pecado.  Pela primeira vez soube o que é sentir borboletas no meu estômago."


             Flash Back On 


Eram exatamente 1:50 da tarde, saia agora do trabalho para almoço, praticamente fumaçava de raiva, pois a empresa conseguia me deixar com odio até em simples reuniões de negócios. 

Não tinha muito tempo para almoço, devo dizer nem para ir em casa, então resolvi tomar apenas um café. 

Fui até uma cafeteria que gracas aos céus, era perto da empresa, adentrei o local fazendo o pequeno sino tocar, um som irritante para mim. Estava quase vazio, apenas com um casal com um pequeno menino que comia e se lambuzava com o delicioso bolo de morango. 

Sentei o mais longe possível de tudo e de todos, uma mesa perto da janela, com a vista das pessoas andando ou correndo. 


- O deseja senhor?- Escutei uma voz doce falar. 


Me virei, com a intenção de olhar seu rosto, senti como se todos os meus problemas fossem afastados, e minha raiva e ódio, tivesse ido para o diabo que o carregue, e isso foi apenas por olhar para aquele rosto. 

Meu coração começou a bater mais rápido, e meu estômago formigou, enquanto ele continuava ali esperando minha resposta. 


- Senhor... esta tudo bem?- Perguntou com uma expressão confusa e preocupada. 


- Ah s-sim eu quero um suco de laranja e um pedaco de bolo de chocolate por favor. 


- Ótimo não demoro.- Sorriu.


E que sorriso, um sorriso inocente, seus olhos eram esmagados pelas bochechas um pouco coradas e cheias, sua boca perfeita e carnuda, que derepente veio uma vontade sobrenatural de toca-la e toma-la para mim.

Suspirei vendo ele se distanciar, indo de encontro com um loiro, que sorriu para ele. E isso fez a raiva vim.


Mais por que?


E foi assim que me apaixonei por Lee Taemin, e virei seu stalker, que mesmo sem saber eu estava ao seu lado lhe protegendo. 


"Isto eu chamo de amor à primeira vista. "


             Flash Back Off


- Minho, Minho... MINHO!!!- Escutei a voz de Jinki gritando por mim.


Olhei para o mesmo que tinha o rosto praticamente colado ao meu, afastei de leve.


- O que foi?- Como sempre eu era grosso até com meus amigos. 


- Te chamei faz meia hora, mas parece que estava fora do ar.- Riu debochado.


- Estava apenas pensando.- Respondi sem se importar com seu jeito. 


- Deixe-me pensar... Lee Taemin...


Ele riu.


Jinki sabia do meu amor, e que eu stalkeava Taemin, para ser sincero foi ele quem soube cada passo, cada pedaço de sua vida, é claro que ao meu comando.


- Não seja tolo Onew. - Rosnei.


- Só digo a verdade. Quando irá falar com ele? - Idiota sabe que não tenho coragem.


- Não sei... mas não lhe diz respeito. - Sei sou educado.


- Credo, me respeite sou mais velho que você. - Riu novamente. 


- Diga logo o que quer e saia!


- Vim aqui pois os sócios da empresa Kim querem te ver, Jongin esta ansioso para a parceria. 


- Já vou, diga para esperar um pouco...


Ele assentiu, saindo logo de minha sala, bufei girando a cadeira, fitei a grande grade de vidro, as ruas movimentadas de Seul pareciam muito mais convidaticas que está aqui, ou melhor, está com meu bebê é muito melhor do que está aqui.


- Aish! Pare pelo menos um pouco de pensar nele Minho...


Como se fosse possível parar, aliás não tinha como isso acontecer, e para mim não tinha maior importância, continuarei a pensar, até que minha cabeça seja arrancada, talvez isso podia fazer parar.

Me dirigi até onde os sócios da família  Kim estavam, o líder Kim Jongin deveria estar puto pela demora. Apressei um pouco os passos chegando logo a sala de reuniões, entrei logo dando de cara com...


" O homem que estava com Taemin naquela noite..."




Continua....


Notas Finais


Ufa acabei, deu trabalho para escrever, mais foi com muito carinho. Espero que goste unnie e me diga se está bom.

Perdão os erros -.-

Beijos e até o próximo 😚😚😚😚


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...