História O que falta? - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 5
Palavras 652
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Aventura, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Desculpem a ausência eu estava bastante ocupada

Capítulo 15 - A visita


Fanfic / Fanfiction O que falta? - Capítulo 15 - A visita

Roses acordou era 7:00hrs só tinha dormido uma hora foi tomar um banho, enviou uma mensagem para Bruno e disse que iria visitar Thomas.

-pronto(disse Roses fazendo um coque e fechando a porta)

Chegando no hospital perguntou o homem que estava na recepção qual quarto Thomas estaria, ele disse quarto 302 terceiro andar 5 porta a direita Roses agradeceu e foi para o elevador, antes de entrar no quarto respirou fundo estava um pouco nervosa, pois todas as vezes que ela visitou ele os médicos diziam que ele estava em dormindo por isso Roses só trocava as flores do vaso ou trazia alguma coisa para fazê-lo se sentir bem mas agora que os médicos disseram que ele já estava acordado e Roses poderia conversar com ele,ela ficou nervosa.

Ela bateu na porta.

-pode entrar(disse Thomas)

Rose entrou e encontrou Thomas lendo um livro que ela esqueceu na cômoda que ficava do lado da cama de Thomas.

Thomas sorriu ao ver Roses ele até tentou se levanta Roses correu um pouco até ele.

-Você não pode se levantar,Thomas você tem que descansar(disse Roses)

Mais Thomas já estava de pé, ele abraçou Roses ficou um pouco supressa mais o abraçou de volta.

Thomas se sentou na cama rindo.

-eu acho que não sou eu que está doente(disse Thomas)

-por que?(perguntou Roses)

-ora você me abraçando e sendo gentil e cuidando de mim(disse Thomas)

-c-cuidando de v-você?(falou Roses olhando para a janela)

-sim,os médicos me contaram que você vinha todo dia me visitar e trazer ao para me sentir mais em casa(disse Thomas sorrindo)

-vou ajeitar as flores(disse Roses um pouco constrangida)

-Roses(disse Thomas)

-hum(disse Roses)

-obrigado(disse Thomas)

-você não precisa me agradecer(disse Roses)

Roses estava de costas para Thomas pois as flores ficavam em um balcão em frente a Thomas.

-preciso sim, Davi me contou que você ficou do meu lado até na hora da cirurgia mesmo sendo longa você esperou e só não ficou por que nossos amigos insistiram, ainda assim me visitava sou grato por ter alguém como você(disse Thomas com sinceridade)

Roses cerrou os punhos e se virou tinha lágrimas em seu rosto ela não aguentava ouvir aquilo.

-eu não fiz nada Thomas você sempre me ajudou, você estava lá quando fui rejeitada e você acreditou em mim e me ajudou e por mais que com o tempo nos sempre estarmos discutido você ainda cuidava de mim você me alegrou quando estava confusa me levou para comer algo e até se preocupou com minha saúde você também estava lá quando aquele louco queria me usar você me salvou e levou um tiro por causa de mim...(e cada vez mais as lágrimas caiam e ela caiu devagar de joelhos) você fez tudo isso por mim....e o que eu fiz por ...você(disse Roses com as mãos no rosto)

-você estava lá quando meus pais morreram quando eu achava que não poderia mais ser feliz você me mostrou que a vida continua, se sou forte hoje em dia é por sua culpa..(ele se levantou e se ajoelhou na frente de Roses)

-v-você n-não pode f-fazer esforço v-você tem q-que desca...(Disse Roses que foi interrompida)

-Roses(ele pegou no queixo de Roses com o polegar fazendo ela olhar para ele) você não precisa se sentir culpada por isso,eu faria tudo de novo só para te salvar você me ensinou a ser feliz agora é a minha vez(disse Thomas)

Roses estava muito corada mal conseguia pensar e tudo o que pensava fazia ela corar mais.

-você Roses pod..(Thomas foi interrompido)

A enfermeira abre a porta e faz Thomas voltar para a cama e expulsa Roses.

Roses saiu do hospital e voltou para casa já era 9:00 hrs,Bruno já havia chegado.

-como foi a visita?(perguntou Bruno)

-não sei(disse Roses que subiu as escadas e foi para o quarto)

Ela não dormiria tão cedo por isso resolveu fazer poema ou poesias para tirar todos esses pensamentos da mente confusa.


Notas Finais


até o próximo cap


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...