História O que fazer? - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Diva, Hentai, Lemon, Ménage, Sexo
Exibições 58
Palavras 2.092
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Lemon, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


aqui ela vai pegar um pouco mais pesado. ;)

Capítulo 3 - Só olha, querido...


O beijei intensamente, explorando cada canto de sua boca com a língua, enquanto rebolava contra seu membro o estimulando e ficando cada vez mais duro atrás de mim. Uma mão sua ficou passando pela minha barriga enquanto a outra a peguei e o coloquei em meu seio, ficou brincando de tirar a peça, olhando pra Alex enquanto me beijava que se remexia, ele passou os dedos por cima e depois abriu o sutiã para os lados deixando meus seios expostos e ficou brincando com os bicos, os estimulando e os deixando durinhos pra ele ver e me arrepiando.

E mordi sua boca quando o fôlego sumiu e deixei meu pescoço de lado, pra ele beijar e ele abaixo e os lambeu e beijou e pegou a alça do sutiã e desceu e pegou em meus ombros deixando um rastro quente e os tirou lentamente e deixei escorregar ao chão olhando pra ele, que estava se tremendo, porque não podia fazer nada. O outro veio e encaixou as mãos neles e os ficou massageando, ficando os dois olhando provocativos pra ele, enquanto eu me ondulava e gemia baixo em suas mãos.

E sua outra mão deslizou pra baixo e ele ficou olhando o caminho e ele entrou pra dentro da calcinha e ele fechou os olhos estremecido e gemi baixo chamando sua atenção e ele olhou novamente, se encostando mais na poltrona e mordendo a boca. E ele ficou deslizando os dedos em meus lábios, me fazendo tremer e gemer baixo e ondulando em sua mão e ele retirou e brincou de tirar o elástico, olhando malicioso pra ele, que estava quase suplicando com o olhar pra não fazer e ele sorriu e puxou e soltou fazendo um barulhinho na minha pele e ele se estremeceu com isso.

Ele passou os dedos em volta da calcinha e se abaixou e as retirou com a boca até embaixo, me arrepiando. E o provocando joguei a calcinha pra ele, que num reflexo a pegou e olhou pra mim, mas sorri maliciosa e deixei e ele pegou e a cheiro quase tendo um orgasmo com isso e depois a deixou de lado olhando pra mim novamente e mordeu a boca quase a ferindo, por me ver toda exposta pra ele. E o amigo subiu me lambendo a lateral pra ele ver.

Me pegou por trás e me beijou intensamente, enquanto uma mão ia para um seio enquanto a outra abaixava lentamente, o provocando. E ele ficou brincando com meu mamilo e quase me amassava, com tamanha vontade que estava tendo e o sentindo ficar duro atrás de mim e sua mão abaixou e entrou em minha intimidade, arrancando um gemido tremulo meu e ouvindo um sofrido dele.

E seus dedos entraram mais pra dentro de mim, brincando com meu clitóris, me estimulando e me fazendo estremecer e gemer em sua boca e uma mão subi e peguei em sua nuca, fazendo aprofundar o beijo, enquanto me ondulava em sua mão, gemendo abafado em sua boca, enquanto sua mão passeava em meus seios, bem na frente dele e mordi sua boca e puxei devagar quando o fôlego sumiu e olhei pro Alex que estava prendendo a respiração e seu membro, ainda mais reto ainda.

Pisque pra ele, me abaixei e dei uma lambida marota em seu membro teso e mordi sua boca.

— Chupa. – falei sussurrante em sua orelha que se arrepiou.

Coloquei os braços em cima de sua cabeça na poltrona, ficando com os seios na sua cara e rebolei olhando pro outro que se aproximou mais, peguei sua mão e chupei seus dedos, olhando provocante pra Alex, que mordeu a boca e lambeu meu seio esquerdo e olhei provocante para o outro, chupando seus dedos, que o senti pulsando atrás de mim, larguei seus dedos os lambendo, que mordeu a boca e o penetrou na minha entrada, me fazendo dar um suspiro alto, pela introdução de seu dedo. E ele na minha frente, me lambendo e chupando meus mamilos.

— Humm, isso... chupa gostoso chupa. – falei sussurante entre um suspiro e outro.

E estava ondulando a cintura, com os dedos do outro me preenchendo, indo e voltando, arrancado gemidos longos e baixos de mim e a outra mão brincando com meu clitóris, me deixando maluca. E o Alex não se agüentou e me abocanhou inteira, quase me mamando, me chupando e lambendo com vontade, deixando eles ainda mais durinhos, me lambeu o vão entre meus seios e foi ao outro e o lambeu e sugou a pontinha e deu uma pequena mordia e puxou e soltou devagar e voltou sugando e lambeu em volta e voltou a sugar e ele gemendo comigo na boca que estava adorando saboreá-los e me excitando cada vez mais com os dois.

E não me agüentei quando ele me deu uma sugada mais forte e o outro pressionou um pouco mais e dei um gemido longo e me abaixei me retirando de sua boca e a pegando e o beijando longamente e depois mordi e lambi sua orelha, o deixando excitado com meus gemidos, enquanto ele pressionava meu ponto e ia mais fundo com os dedos. O fiquei lambendo e rosando meu rosto no seu e mordendo a curva de seu pescoço, o deixando arrepiado.

Mordi sua boca e lambi e dei uma sugada em meu membro, o fazendo estremecer, ele deu um gemido pedindo por mais e retribuindo dei mais três sugadas em seu membro e uma lambida e depois mordi sua boca e a soltei devagar.

— Só se toque se eu falar. – sussurrei quente em sua orelha.

Ele concordou arrepiado e me roubou um beijo guloso antes de me afastar, dei um sorriso de lado, toquei seu rosto com um dedo me erguendo, e me mostrando pra ele, que mordeu a boca. Me virei com um olhar malicioso e beijei o outro longamente.

— Quero o prazer que você deu a ele. – sussurrei quente e rouca em sua orelha.

Ele se arrepiou e concordou com a cabeça, olhei pro outro maliciosa e puxei o outro pelo queixo até a cama e fiquei de joelho de frente pra ele. O outro me pegou e me beijou longamente, enquanto passava a mão por meu corpo, me arrepiando e pegou em meus seios com volúpia, quase os amassando e ficou friccionando os dedos nos mamilos, os deixando durinhos e me deixando mais excitada e gemendo em sua boca, peguei uma mão e o fiz ir pra baixo.

Me mordeu a orelha e afastou um pouco mais minhas pernas e me deixou mais aberta e segurou firme em minha cintura e entrou todo pra dentro de mim, me fazendo gemer alto e estremecido e ele moveu a mão e entrou em minha intimidade e ficou brincando com meu clitóris, enquanto girava os dedos em meus bicos e entrava e saia lentamente pra dentro de mim, me provocando arrepios e gemendo alto.

— Rebola pra mim, rebola. – sussurra rouco em minha orelha.

E eu ronrono em sua orelha e faço o que me pede e vou fazendo ele entrar dentro de mim, rebolando pra frente e pra trás e me contorcendo com seus dedos.

— Humm, delicia, que apertada. – fala rouco e me morde a orelha.

E só sorrio com isso e dou um gemido baixo e me lembro um pouco do meu maridinho e olho pra ele, que estava me olhando sofrido, agoniado e tremulo, todos esses adjetivos, respirando rápido com a boca e quando olhei seu membro jorrou pré-gozo, se estremecendo. Ooon tadinho, sqn, se já estava assim, imagine quando a coisa esquentar ainda mais... E gemi longo olhando pra ele, que mordeu a boca e seus dedos apertavam o braço da poltrona, quase rasgando.

— Humm, dois... – falei rouca.

E ele quase não processou o que eu disse e logo depois pegou em seu membro e deu duas bombadas, um pouco fortes e se estremeceu girando os olhos, dei um gemido, pra se controlar e ele se jogou contra o estofado e ficou me olhando, mordendo a boca.

E ele me pegou pela cintura com a outra mão e me estocou mais rápido, e foi mais rápido com os dedos me fazendo estremecer e girar os olhos.

— Entra... – sussurrei gemendo.

Ele me mordeu o pescoço de leve e me penetrou com os dedos, dei um grito baixo e me contorci toda e rebolei ainda mais intenso ao seu encontro, abandonando a cabeça em seu ombro e gemendo em seu ouvido, o deixando mais excitado e mais duro dentro de mim.

— Aaaah, briinca cooom... seus... maaamilos... – falei pra ele gemendo.

Ainda gemendo olhei pra ele, que apertava a boca e ficou friccionando seus mamilos e se contorcia mais, fechando os olhos e gemendo baixo, ficando mais excitado com isso e pré-gozo saindo. E o Alan ia mais fundo com os dedos e saia quase na ponta e entrava novamente e com o polegar ficava rodando em meu ponto, me fazendo girar os olhos e quase gritar.

— Aaaaan, quaaatro... – gemi alto, me contorcendo.

E o outro deu um grunhido, pegou em seu membro, deu duas rápidas e duas um pouco menos e se jogou novamente contra o estofado, me olhando e apertando os braços dela, quase arrancando e ficou se ondulando junto comigo, sofrendo ainda mais, quando dei um gemido longo, quando ele me penetrou mais fundo, dos dois jeitos. Não me agüentei e lhe dei um beijo profundo, enquanto me ondulava contra seu membro, que sentia pulsar dentro de mim.

E dei um grito longo quando ele achou meu ponto, me contorcendo toda em seus braços e fiquei de boca aberta gemendo alto, quando ele viu aquilo e o estocava no mesmo lugar, me fazendo estremecer e apertar a mão em seu cabelo, quase arrancando alguns fios, enquanto ele me acertava rapidamente e girava os dedos em meu clitóris.

— Aaaaah, vo... você fala... – disse pra ele balbuciando enquanto me estremecia. – Aaaaa, quatro... – falei ainda quando conseguia pensar.

E ele se masturbou do mesmo modo e ainda ficou mais alucinado pelo meu estado, quase gemendo junto comigo, que estava ficando quase maluca, com seus dedos, que também não estava muito atrás gemendo rouco em minha orelha, enquanto o apertava com minhas paredes internas o apertando de todos os lados enquanto me contorcia.

— Hummm, aanh, quaatro. – gemeu ele pro outro.

E ele me entrou mais rápido com os dedos, me fazendo ter espasmos em suas mãos, me tremendo completamente e ainda rebolando intensamente e nem sabia mais dele, nem sabia mais de mim, me contorcia toda, girando os olhos, gritando alto, mal o ouvindo dizer alguma coisa pra ele, que gemia sofrido pelo meu estado, querendo ele fazer aquilo. E fechei mais a mão em seu cabelo, quase sentindo arrancar alguns fios, sentindo meu clímax chegando rápido.

— Aaaaaaahh... pode... aaaah... comigoooooh...!!!! – gritei ensandecida.

Gritei rebolando intensamente e o apertando, girando os olhos pra trás e ele indo alucinando em meu ponto e ouvi os gemidos graves dele e em meio aquilo, olhei pra ele, que estava se masturbando junto com meus gritos. E ele me pegou mais firme pela cintura gemendo alto em meu ouvido e me estocando o mais rápido que conseguia e mal deixando meu ponto, me fazendo contorcer pra trás girando os olhos e gritando alto.

Não me agüentei e gozei longo em sua mão, quando acertou meu ponto e me contorcendo o apertei internamente de todos os lados e ele gozou longamente pra dentro de mim, o sentindo me preencher e logo depois ouvi os gemidos do Alex, que gozou em suas mãos, os três gritando alto pelo orgasmo, preenchendo o quarto.

E os três respirando alto e descompassado o Cris se amoleceu feito gelatina contra a poltrona e eu desabei no torço do outro, que me olhou e me deu um profundo beijo, enquanto sai de mim, me fazendo gemer em sua boca, que me mordeu e soltou devagar, ele olhou e piscou pra mim e o olhou pro outro que estava desabado no estofado, olhou pro outro estanhando, ele sorriu malicioso e sugou os dedos que tinha me penetrado, o provocando, que fez uma pequena careta de raiva pra ele, - como você me paga depois – e eu sorrindo pra ele, peguei os dedos dele e os lambi provocante pra ele que mordeu a boca. E o olhei e o beijei longo com a língua o explorando em todos os lados.

E depois nos soltamos e nos jogamos na cama, acabados e ficamos os três, esperando o corpo voltar ao normal, que ainda estava sentindo os efeitos do orgasmo passar por meu corpo.


Notas Finais


gostaram?
.
o que acharam?
como ela tava.
.
comentem.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...