História O que pensam as Jujoshis - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Contos, Estrupo, Fujoshi, Masoquismo, Sadismo, Violencia, Yaoi
Exibições 17
Palavras 1.164
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishounen, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Fluffy, Harem, Josei, Kodomo, Lemon, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Seinen, Shonen-Ai, Shoujo-Ai, Shounen, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 6 - My little kitty


Kitty,um garotinho com seus quinze anos,balançava seus pés sentado numa árvore não muito alta.

O garoto de cabelos pretos,olhos verdes como a grama na primavera,pele branca e macia como um algodão,orelhas e cauda de gato,estatura baixa e um corpo delicado,estava com um pirulito colorido,lambendo toda sua extensão.

Era um menino traquino,estava naquela árvore se escondendo do melhor amigo,com quem aprontava poucas e boas,Bunny.

Ele havia empurrado o maior no riacho que passava perto da casa de ambos.

O pobre coelho ficou encharcado,Kitty fugiu antes que ele saísse da água.

 

-Kitty.

O gatinho congelou,parou o agito das pernas e olhou para baixo,onde viu o amigo com a roupa já trocada.

-Te achei seu pestinha!

-O-oi Bunny...

-Desce.-Pediu com um sorriso calmo,agora o moreno sabia que era seguro,Bunny não estava zangado.

-Não está zangado?-Perguntou descendo com dificuldade

-Não...Vem cá,deixa que eu te ajudo.-Ele pegou o garoto colocando-o seguro no chão.-Eu não fiquei com raiva porque já me acostumei,além disso eu consegui um amiguinho para você.

-Como assim?

-Tinha um peixinho dourado no bolso do meu casaco.

-Que fofo!-Kitty exclamou com os olhos brilhando em alegria

-Mas não o coma.-Bunny advertiu um pouco sério

-Tá...-O menor resmungou fazendo um bico e com a maçãs do rosto levemente rosadas.

-A sua mãe saiu,temos a casa toda!

 

Curiosidades importante:

Os pais de Bunny morreram,então foi acolhido pela família de Kitty.

Uma mãe dócil e trabalhadora.

Um pai divertido e companheiro.

Bunny tem 1.86 de altura/Kitty tem 1.55/Mãe tem 1.66/Pai tem 1.78

 

-E o meu pai?

-Também saiu para o trabalho.

-Me deixam sozinho com um coelho pirado...

-Eu já tenho dezoito anos...Não sou pirado,gosto de doces e você também!

-Você é o que mais pira!

-É você!

Ambos começaram a rir,se deitando na grama verde e aproveitando a sombra matinal das árvores.

-Kitty~

-O que?

-Eu quero algo doce para comer~-Continuou a fazer manha se aproximando mais do outro garoto

Kitty se sentou sendo acompanhado pelo de cabelos róseos e olhos azuis celestiais.

-Tenho pirulitos,balas,jujubas e goma.O que vai querer?-Perguntou olhando nos bolsos do moletom azul marinho.

-Hum...-Se fez de pensativo.-O melhor doce de todos,você!-Sorriu malicioso.

-O que?...Bunny?AH!-Foi rapidamente imobilizado pelo maior no chão.-B-Bunny?!

-Sabe gatinho,eu fiquei zangado sim quando você me derrubou,acho que você merece um pequeno castigo.

-B-Bunny...O que vai fazer?...

-Algo muito prazeroso,ainda mais para mim.-Continuava com aquele sorriso assustador.-Você somente precisa chorar,gemer e seguir minhas ordens.

-Bunny...E-está me assustando...

-É o objetivo gatinho.-Acariciou as madeixas negras e lisas-Agora quietinho...Ou não serei tão gentil.

Kitty se calou,em sete anos de amizade nunca tinha visto o maior daquele jeito tão assustador.

Ficou extremamente corado quando o coelho começou a retirar suas roupas superiores.

Mas o que deixou-o desesperado foi ver Bunny com uma corda.

Seus pulsos foram amarrados junto a uma amoreira.

-B-Bunny!O-o que vai fazer?!

-Lembre-se que mandei ficar quietinho...Vou apenas dar o que meu gatinho arisco merece.-Retirou agora as partes baixas,deixando todo o belo e delicado corpo à mostra-Veja que lindo,parece de porcelana,sem nenhuma marquinha...Pena ter de estragar algo tão lindo.Oh-Exclamou com um sorriso cínico.-Tão rosinhas!-Tocou no mamilo do garoto,que estremeceu com o contato.

-Bu-

-Quieto!

Kitty voltou a se calar ainda assustado e com o rosto alcançando tons de vermelho cada vez mais fortes.

-Aqui ainda está coberto.-Tocou o membro pequeno começando uma lenta masturbação.

-Ahh!Annn!-O gatinho se contorcia e gemia baixo,nunca fora tocado em uma região tão íntima,a não talvez quando bebê já que sua mão o banhava,mas aquilo era diferente.

-Que fofo!Meu gatinho gemendo é tão fofo!-Falou com o mesmo sorriso doentio.-Como será ele gritando?

Dito isso,mordeu-lhe o pescoço alvo.

-AAAAHHH!-O grito provindo de Kitty foi ensurdecedor.

-N-nossa...Que grito incrível!-Observou o pescoço antes branco como a neve,manchado com o vermelho do sangue.-E que corpo sensível,uma mordidinha e você sangrou...

-B-Bunny...P-por favor...

-Kitty...Estou te perdoando por enquanto,não me deixe ainda mais zangado,por isso fique calado.

O menor assentiu temeroso,realmente,nunca viu aquele lado do amigo.

-Essas roupas me irritam muito.-Parou de tocar o garoto para retirar suas peças

Deixando exposto para Kitty seu abs definido e o membro grande,totalmente diferente dele.

Kitty ficou assustado(resumindo a fanfic:o Kitty é um gatinho assustado!)nunca tinha visto o membro de outro garoto,ainda mais daquele jeito:

Grande,grosso e cheio de veias.

-Como sei que você é virgem,vou te preparar direitinho.-Levantou as coxas roliças do menor e colocou as pernas em seus ombros,chupou três dedos,deixando-os bem molhados.-Vai doer um pouco,então evite gritar daquele jeito de novo,alguém pode nos ver.

Colocou o primeiro dígito recebendo um gemido abafado.

O segundo e dessa vez o gemido saiu um pouco mais alto.

Os movimentos de tesoura estavam mostrando a Kitty uma nova sensação:Prazer

O terceiro dedo,e mais um gemido alto,lágrimas se formaram no canto dos olhos verdes.

Mesmo com os dedos,pode sentir o quanto Kitty era apertado e quente.

Ah,como seria delicioso corromper aquele buraquinho rosado e virgem.

-Kitty,está na hora!Se acalme okay?Fiquei zangado,mas eu ainda me preocupo.-Beijou-o.

Adentrando sua língua na boca delicada sem permissão,mas Kitty logo estava retribuindo o beijo,Bunny tinha um sabor viciante.

Romperam o beijo ofegantes,enquanto Kitty tentava se acalmar,Bunny posicionou-se na entrada estreita.

Puxou-o para mais um beijo,Kitty estava atrapalhado mas fazia o possível.

Arregalou os olhos quando sentiu ser penetrado,e ia entrando mais em seu reto.

-AHHHH-O som saiu abafado pelo beijo e as lágrimas caíram pesada.

Parecia que estavam lhe rasgando ao meio,aquilo doía muito mais que três dedos!

O corpo pequeno tremia e ele chorava.

Novamente o beijo foi quebrado

-Ahhhh!AH!AHHH!-Kitty choramingava e se remexia tentando expulsar o invasor.-T-tira!AH!B-Bunny i-isso dói!...

-A dor não é algo ruim gatinho.-Estocou-o

-AHH!

-Você logo se acostuma.

"Não!Isso dói muito!Dói!Dói!Dói!Dói!Dói!Dói!Dói!Dói e arde!Não consigo me acostumar!"

-Sem choro pequeno.-Beijou a testa encoberta pela franja.-Vai passar.Agora vamos acabar logo com isso.

Voltou a estoca-lo da maneira que melhor lhe convenia 

-AHHH!AH!ANNN!

Cada estocada era um gemido mais alto.

Até que então,os primeiros sons de prazer se fizeram presentes na voz fina e doce.

Quando Kitty gozou e deixou seu canal ainda mais estreito gerou uma dor em ambos.

-AHHH!

-AH!Gatinho isso também me machuca...Mas...É tão bom te foder!-Estocou-o mais três vezes se liberando dentro do garoto.-AH!

O canal ficou repleto do líquido quente e viscoso.

Quando se retirou de dentro do garoto se assustou,de lá o gozo escorreu junto ao sangue,manchando a grama.

Então observou o corpo frágil,antes era como uma perfeito porcelana e agora estava cheio de hematomas roxos:

Chupões,mordidas,arranhões,nas nádegas marcas de tapas.

-Kitty...Me desculpa!...-Pediu beijando a bochecha rosada daquele que estava se rendendo ao cansaço-Mas...Eu precisava te punir

-T-tudo bem...Depois eu brigo com você...-Falou cansado,

Bunny retirou um lenço do bolso de seu casaco e limpou seu pênis e o ânus do menor.

Fazendo isso,percebeu que ainda estava ereto.

-Kitty,preciso de um favorzinho.-Desamarrou o garoto,os pulso estavam vermelhos e marcados.

-O-o que?...

-Me chupa!

-C-como?...-Acordou

-Fácil é como chupar um pirulito,só cuidado com os dentes.

-Hentai!-Se ajoelhou na frente do maior e lambeu a cabecinha.-V-vou fazer...M-mas só pra você me perdoar

 

 

Agora,Bunny observava seu gatinho dormir calmamente.

-Eu te amo gatinho.-Beijou-o na bochecha e dormiu logo em seguida.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...