História O que você faria​ por amor?! - Capítulo 3


Escrita por: ~ e ~MorgadoCabelloJ

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Personagens Originais
Tags Camren G!p, Poesia, Romance
Visualizações 170
Palavras 1.113
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Mistério, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Survival
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olha quem voltou... Euzinha kkk
Eu sei que alguns de vocês tão put** da vida comigo por não ter postado esse fim de semana e por não terminar minha One Shot da Camila/Michelle/Lauren. Mas se Deus quiser eu vou terminar. Agora um anúncio importante... Conheçam a mais nova integrante dessa fanfic @MorgadoCabelloJ. Ou Danny! Ela irá fazer essa fanfic comigo a partir de agora. Então se comportem crianças. Boa leitura!
Bjs da Tay!

Capítulo 3 - Capítulo- 3


Narrador POV'S

Após se passar cinco minutos a ambulância do hospital do dr. Mahone chegou, e, Sinu ao ouvir o som irritante do mesmo, deixou sua filha nos braços de sua nora e foi abrir a porta para colocarem Camila na maca. Mas assim que abriu a porta, se deparou com o entregador de pizza com os olhos maiores que a da Jesy Nelson(integrante da LM). O rapaz parecia assustado; com medo; certamente ele nunca cogitou que passaria por uma coisa dessas, o coitado tava tão aéreo à situação que nem percebeu que a ambulância estava parada de frente a mansão.

Sinu não queria ser grossa nem nada, mas, pegou o dinheiro em sua bolsa, deu para o rapaz e disse para o mesmo dar a pizza para alguém, colocar fora ou que ele mesmo comesse, e sem deixar ele responder, ela o mandou embora. O rapaz por medo mesmo, pegou sua moto e saiu o mais rápido que pode. 

A mãe da latina abriu o portão logo após a saída do rapaz e disse aos enfermeiros que sua filha estava na sala com a namorada. 

A enfermeira Kordei acompanhou Camila lá. sde o começo do seu tratamento, então como ela já conhecia sua “casa”, ela pegou a maca e com a ajuda de outro enfermeiro, ela foi em direção à sala pegar Camila. 

Ao chegar na sala, Kordei teve vontade de chorar ao ver Camila daquele jeito. Era sempre assim que ela ficava ao ver a latina nesse estado. As duas criaram uma amizade muito forte nesse meio tempo, na verdade a latina tem uma relação muito boa com todas aquelas pessoas que trabalham no Hospital's Mahone, pois, além de ser uma garota incrível, gentil, carinhosa... E como muitos dizem... Uma garota de um bom coração; uma garota de ouro.

Lauren Jauregui POV'S

- Você vai querer ir junto com a Camila? - Perguntou a enfermeira que tinha acabado de colocar a Camz na maca.

- Vou sim! Não quero ficar longe da minha namorada. Aliás... Como você sabe o nome dela? - Perguntei seguindo ela até o carro da ambulância.

- A mãe dela me falou assim que chegamos. - Respondeu-me parando  um pouco, para o outro enfermeiro abrir a porta para passarem com a maca.

Assim que passamos pela porta, Sinu que estava com o celular nas mãos,  assim que nos viu,  veio ao nosso encontro parando em minha frente. 

- Lauren você vai ir com a Camila?  - Me perguntou enquanto os dois enfermeiros colocavam minha namorada dentro da ambulância. 

- Sim. Vou deixar meu carro aqui. - Respondi checando as horas no meu celular. 

- OK! Entre e vá com ela então. Eu vou ir com meu carro, só vou pegar minha chave e vou indo logo atrás de vocês. - Falou olhando para sua filha. 

- Ta bom. Te espero lá. - Falei lhe dando um beijo no rosto e entrando na ambulância, pois a enfermeira já estava me chamando. 

Assim que entrei, o motorista deu partida e fomos direto para o hospital. No caminho perguntei para a enfermeira ao meu lado se a Camz estava bem, e ela respondeu que sim, só iria ficar mais algum tempo desacordada. Quando eu iria fazer mais uma pergunta, abriram a porta de trás e desceram a Camz da ambulância com a enfermeira e eu atrás. Nem percebi que já tínhamos chego. Fomos para o segundo andar pelos corredores. Assim que chegamos no segundo andar, seguimos direto para o quarto 527.

- Você pode ficar esperando aqui, quando o dr. Mahone chamar algum parente você pode entrar. - Disse a morena me parando na porta. 

- Tudo bem. Eu só quero que ela fique bem. - Falei concordando.  Ela me olhou, e antes de sair ela me deu um abraço. Assim que ela saiu, Sinu chegou. 

- Hey Lauren! Quanto tempo que a Camila está nessa sala? - Falou apontando para a sala 527 de onde a enfermeira saiu. 

- Vai fazer uns 10 minutos mais ou menos. - Falei olhando no celular.  - Sinu... Você acha que foi alguma coisa grave? - Perguntei voltando a chorar de novo. 

- Claro que não Laur. Não fique pensando nisso albina, assim que chamarem os familiares dela, vamos passar por aquela porta e veremos ela bem novamente com seu lindo sorriso no rosto. -Falou me aconchegando em seus braços, como se ela soubesse que eu precisava disso nesse momento. 

Quando eu iria falar mais alguma coisa, aparece um médico eu acho, só pela vestimenta e com a prancheta na mão. Impressionante, sempre que vou falar algo,  alguém me interrompe.

- Familiares da senhorita Cabello? - Nos questionou tirando a luva das mãos. 

- Sim. Eu sou a mãe e essa aqui é a Lauren sua namorada. - Falou minha sogra apontando pra mim. 

Não sei se é impressão mas parece que os dois se conhecem...

- Ela já acordou, vocês podem entrar pra ver ela, depois a senhora Cabello precisa ir até a sala do Dr. Mahone. - Disse olhando para Sinu. 

- OK! 

Fomos para o quarto 527 e quando abrimos a porta, ele disse para ficarmos a vontade e logo saiu. 

Só de ver minha namorada acordada, me deu uma alegria. 

- Hey meu amor! Como você está? - Perguntei me sentando próximo à ela, enquanto sua mãe sentava no outro lado. 

- Estou ótima Lolo. - Respondeu com um sorriso fraco no rosto. - E o que você está esperando pra beijar isso aqui? - Apontou para sua boca.

- Nada. - Abaixei o tubo do seu rosto, lhe dei um selinho e em seguida iniciei um beijo lento, com todo meu carinho. Coloquei minhas mãos em sua cintura, e comecei uma leve massagem naquele lugar...

[N/A: o clima ta esquentando, daqui a pouco vai ter sexo no hospital com a Sinu de platéia kkkk]

- Hey! Eu estou aqui ta bom?! To assistindo tudo, principalmente essa branquela quase engolindo minha menina, parece até que não sabe beijar, credo meu Deus. - Reclamou Sinu e rindo logo após pela careta que fiz.

- Nós sabemos que a senhora está aqui mama. - Disse Camila revirando os olhos pelo drama de sua mãe.

- Mas nem parecia, pois, assim que chegamos você só deu atenção à essa dente de castor, até parece que ela que te deu a luz. Mas tudo bem, não é porque minha filha preferiu falar primeiro com a namorada do que com sua mãe que estava preocupada, que eu vou ficar brava contigo minha filha,  pode ficar tranquila. - Falou fazendo drama. Sinu sendo Sinu. Não aguentando o drama da minha sogra, eu e a Camz caímos na gargalhada, fazendo a mesma pegar sua bolsa e nos bater enquanto ríamos ainda



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...