História O Recomeço de um Coração. - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Once Upon a Time
Personagens Cora (Mills), Henry Mills, Regina Mills (Rainha Malvada), Ruby (Chapeuzinho Vermelho), Xerife Graham Humbert (Caçador), Zelena (Bruxa Má do Oeste)
Tags Drama
Exibições 31
Palavras 1.460
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia)
Avisos: Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá meus leitores aqui estou Eu novamente, muito obrigada pelo carinho de cada um. - Essa é uma fanfiction cheia de amor, que relata a infância de Regina que mora com os pais Cora Mills e Henry Mills. - É uma criança sozinha, não tem amigas. Doce, ingênua, e doente nasceu prematura. E irá descobrir que tem uma irmã Zelena Mills. - Espero não estar decepcionando Vocês meus leitores, me perdoa por qualquer coisa por favor.

"Tentei escrever muitas coisas, mas acabei descobrindo que amar é melhor sentir do que dizer, e que milhões de frases bonitas jamais alcançariam a grandeza do que sinto por você. Resumindo… te amo."

Capítulo 19 - Descobrindo a verdade.


No Quarto de Zelena.

- Zelena, está em seu quarto chorando com os olhos cheios de lágrimas. Quando sente a mão de sua tia Cora em suas costas. - Sabe que a sua atitude não foi o certo, no fundo ama Regina é a sua irmã casula. - Mas por que Regina tem tudo ? - Lágrimas cai de seus olhos vermelhos, inchados e sente uma dor no peito.

-  O que aconteceu Zelena ?

- Titia ! - ninguém gosta de mim, minha mãe morreu, meu pai prefere o reino do que ficar ao meu lado. - Eu sei o seu segredo  Tia Cora ! - Nem a Senhora gosta de mim ! - Me abandonou, me deixou quando nasci, não me quis. - Fala Zelena chorando, tudo o que Em mas queria era uma mãe para me colocar para dormir contar uma historia, ficar ao meu lado em noites de chuva, me levar para passear no jardim, fazer transar em meu cabelo, cuidar de mim quando ficasse doente. Eu só queria uma mãe tia Cora que me amasse ! - Assim como a Senhora ama a prime Regina ! - Por que ninguém gosta de mim ? - Zelena chora, e soluça. - Eu sei que a Senhora é minha mãe, que me deixou ! - Por que me deixou ? - Pergunta Zelena, olhando no fundo dos olhos de Cora. - Eu odeio a Senhora ! - Por que me abandonou ?

- Cora, paralisa como Zelena sabe que é sua mãe ! - Como descobriu ? - Seu coração para de bater, sua respira é lenta, silenciosa, com muita dificuldade. - Precisa falar, líder essa angustia em seu peito. - Zelena ! - Eu sou a sua mãe, me perdoa por ter te abandonado Filha.

- NÃO ME CHAMA DE FILHA ! - Fala Zelena chorando, com a cabeça no travesseiro.

- Zelena, Eu sou a sua mãe, me perdoa por ter deixado Você. - Eu era nova quando engravidei de Você, não tinha nada para comer, o que poderia dar um recém nascido ? - Eu não poderia deixar Você passar fome, Eu havia acabado de dar a luz a Você. - Meu pai era um moleiro, orgulhosa, autoritário, severo, bravo, me mandou embora de casa gravida, não tinha onde morrer, nem uma moeda no bolso. - Você estava com um mês, quando conheci Henry. Ele não me aceitaria se soubesse que tinha uma filha, foi onde fiquei sabendo que seu irmão o rei George queria uma criança para adotar.  - Pois sua esposa não poderia gerar uma criança, Eu vi a oportunidade de Você ser feliz, ter um futuro, e o mais importante uma família. Para cuidar, proteger e amar Você Zelena ! - Eu poderia ver você crescer, me perdoa filha se te machuquei. - Eu sofri e sofro todos os dias da minha vida. - Eu te amo Zelena !

Zelena chora, Eu não quero ouvir a sua voz, nada que saia da sua boca tia Cora ! - Eu te odeio, saia do meu quarto ! - Vai embora, saia daqui me deixa sozinha !

- Você vai me ouvir Zelena Mills, Eu esperei por 12 anos para esse momento. - Desde o dia que de deixei, Eu imagino com o dia que saberia a verdade. - Meu coração sangra, lágrimas se secaram de meus olhos de tanto que chorei por me ter Você em meus braços. - Eu te carreguei nove meses na barriga, senti tontura, dor de cabeça, enjoos, Você chutava minhas costelas. -  Planejei uma vida ao seu lado, um futuro Filha. - Não pude pegar Você no colo, te amamentar, meu peito escorria leite, e acabou secando. Eu estava sozinha, ninguém para me ajudar. - Fala Cora chorando, EU queria ter Você ao meu lado, em meus braços, mas não pude Zelena ! - Você chorava de frio, não tinha roupa. - Eu fiz o melhor para Você Zelena, Eu pensei apenas em seu bem estar. - Foi por isso que lhe deixei para George. - Cora chora, e lágrimas cai de seus olhos. - Eu não vi Você crescer Zelena ! - Não pude ver Você andar, engatinhar, falar as primeiras palavras, me chamar de mamãe. - Nada para mim foi fácil, Eu me arrependo todos os dias da minha vida por ter deixado Você. - Nunca diga que não te amo, pois não sabe o quanto sofri para ter Você Zelena. - Sei que está com raiva, com odeio, é o seu direito. - Eu te peço me de uma oportunidade, um tempo para falar ao seu tio e a Regina que Você é minha Filha.

- Quem é o meu Pai ?

- Seu pai morreu Zelena ! - E não me pergunta sobre Ele, nunca mas.

- Zelena chora, por que sua vida é assim ? - Lágrimas cai de seus olhos verdes, não quer olhar para sua Tia. - Sente a mão de Cora, em suas costas, e acaba dormindo.

- Cora chora em silêncio, Zelena sabe que é sua filha. - Agora falta apenas Henry e Regina saber. - Henry não vai lhe perdoar, vai ser o fim de seu casamento. - Para onde vai com duas filhas, uma mulher solteira. Ao observar Zelena dormindo, cobre a filha e vai para seu quarto. Toma um banho, e espera Henry que está no quarto de Regina.

[ ... ]

Quarto de Regina.

- Henry, está no quarto com Regina.  - Troca a filha de roupa, colocando seu pijama da pantera cor de Rosa. Graças a Deus  a filha está sem febre, mas a tosse continua. - Olha o relógio, e coloca uma dose de amoxicilina e entrega para Regina que toma fazendo caretas.

- P-apai ! - Fica comigo por favor ! - Eu não quero ficar sozinha ! - Onde está a mamãe ? - Por que a prima Zelena estava brava ?

- Sua Mãe está conversando com sua prima ! - Agora durma Regina, Você precisa descansar. - O papai vai estar aqui com Você, fecha os olhinhos. - Sonha com o papai do céu ! - Fala Henry, que começa a contar uma música de dormir para sua pequena Princesa. Que fecha os olhinhos lentamente dormindo.

Nana nenem
Que a cuca vem pegar
Papai foi pra roça
Mamãe foi trabalhar
Desce gatinho
De cima do telhado
Pra ver se a criança
Dorme um sono sossegado

- Papai Eu te amo ! - Fala Regina, sonolenta abraçada a Fofucho.

- Henry, observa Regina que dorme um sono calmo. - Sua filha é linda um anjinho, coloca a mão na testa de sua filha sua temperatura está normal 37 °C. . Sem febre, o ruim é sua tosse que continua. - Cobre sua pequena Princesa, beija sua testa deixando o abajur ligado. E vai para seu quarto.

[ ... ]

Quarto de Henry e Cora.

- Ao entrar no quarto Henry encontra Cora chorando sentada na cama, se aproxima da Rainha passando a mão em suas costas. - O que aconteceu amor ? - Como Zelena está ?  - Cora estou preocupado ! - Me fala o que aconteceu, por favor !

- Cora, apenas chora. - Como vai falar  para seu marido que tem outra filha com outro homem. E ela está a poucos metros de distancia de seu quarto, que pensa que é sua sobrinha. - Lágrimas cai de seus olhos, precisa contar a verdade. -  Henry, meu amor ! - Eu te amo, Você é um homem maravilhoso, um ótimo marido, e um excelente marido o melhor homem do mundo. - Me deu uma filha maravilhosa, a razão do meu viver o fruto do nosso amor verdadeiro. - Todos os dias sinto um aperto no coração, Eu preciso, necessito urgentemente, contar para me libertar desse sentimento que me mata por dentro remorso, culpa. - Henry ! - Eu sou a mãe biológica de Zelena. - Fala Cora em um impulso chorando.

- Henry, abraça Cora alisando sua costas. - Shishishiiii ... - Calma, respira, e abraça a Rainha  que liberta toda a sua dor, no ombro do marido que sente quando a esposa adormece. Coloca na cama, e dorme abraçados. -

- Eu te amo Cora, e sempre soube que Você é mãe de Zelena. Ela tem sua personalidade, fico triste que não tenha confiado em mim sendo seu marido. - Fala Henry, que beija o rosto de Cora e cobre a esposa dormindo juntos.

 

"O que é o AMOR?
AMOR é saudade;
AMOR é compreensão;
AMOR é companheirismo;
AMOR é confiança;
AMOR é amizade;
AMOR é....
Podem existir milhões de respostas para esta pergunta,
Mas a resposta mais simples é
AMOR é simplesmente AMAR"

Bernardo Cordeiro

 


Notas Finais


Meus leitores Zelena, não é 100 % ruim, Ela é uma menina sofrida que não teve o amor de mãe e de um pai ao seu lado. - Faltou a base para a sua vida, uma família.

"O fogo do amor se apaga, quando ele na verdade não existe, mas o verdadeiro amor é aquele que começa como uma faísca e sem querer domina o teu coração para sempre!. (Stéfanie Rodrigues Abreu) "


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...