História O recomesso da raposa - Capítulo 27


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 6
Palavras 1.249
Terminada Não
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


fala galera.
eu acho que a história andou meio sem "sal" ultimamente...
então decidi que ja tava na hora das coisas começarem a andar.
espero que aproveitem o capitulo 😎.

Capítulo 27 - Uma faca & a ponte...


no outro dia acordei mais cedo, me arrumei com o uniforme e fui direto até o "laboratório" do sr.D pra falar com ele.

quando cheguei lá encontrei ele fazendo alguma coisa em um circulo magico no chão.


- bom dia.

eu digo

- ah, kiten bom dia. precisa de algo tão cedo e no sabado?

ele pergunta vindo até mim.

- bom, você podia me dar algumas dicas sobre controle da mana?

- controle da mana? não é muito dificil dependendo do que você ja sabe. vejamos...

ele diz pegando um cristal transparente do do tamanho de um limão bolso.

- segura isso e consentra um pouco da sua mana nele, ele vai brilhar indicando o elemento primario da sua mana.

ele dis entregando o cristal pra mim. eu fasso como ele disse e tento concentrar o minimo posivel da minha mana no cristal TENTANDO NÃO EXPLODIR ELE. o cristal comessa a brilhar em uma cor azul clara e então a sotar faiscas, sr.D pega o cristal da minha mão e aremessa longe contra uma parede. o cristal explode manchando a parede de queimado.

- bom, eu nimca vi um elemento dessa cor ante... mas algo estranho vir de você não é novidade, e parece que por alguma razão a mana no seu corpo corre muito mais rapido do que o normal.

ele diz abrindo e anotando algo no pequeno livro verde.

- oque isso quer diser?

eu pergunto confuzo.

- quer diser que é melhor você não tentar usar nenhuma (fc) por emquanto. parece que seu corpo não é compativel com elas. haaaa e logo quando eu estava pensando em te inscrever na competição de escolas.

ele dis fechando o livro com uma cara de decepção.

- competição?

eu pergunto

- isso, a cada ano as academias do continente competem com tecnicas de magia desenvolvidas por elas mesmas pra ver qual esta avançando mais nos estudos da magia o aluno que ganhar o primeiro lugar ganha o direito de pedir tres desejos  ao rei. mas se você não pode participar então...

- espera tres desejos?

eu pergunto.

- sim, qualquer pedido des de que seja fisicamente ou magicamente posivel de se cumprir.

quando ele disse isso uma idéia se acendeu na minha cabeça. eu poderia usar esses tres desejos para descobrir mais sobre o meu passado, e tambem sobre o passado da anyli.

- mas só podem participar quem consegue usar magia?

eu pergunto

- não, é possivel participar caso você consiga usar alguma arte marcial ou tecnica com alguma arma.

ele diz pensando. 

sinceramente eu não sou muito fã de armas que podem matar, mas tambem não sei nenhuma arte marcial. essa competição é a melhor opção que eu tenho pra descobrir sobre o meu passado, não posso deixar ela passar.

- você pode me treinar com alguma tecnica? eu quero participar.

eu pergunto decidido.

- bom eu só sei a arte das espadas. posso te treinar mas vai depender de você pra o quanto você é capaz de aprender.

ele diz pegando uma faca de dentro de uma gaveta da mesa que tinha no laboratório e jogando pra mim.

era uma faca grande e pesada(nota: imagine como uma faca do exército.) ela estava em uma bainha que era de um couro escuro e escamoso.

- essa faca era minha no exercito magico, a competição é daqui uns 5 meses, durante esse tempo você deve levar essa faca sempre com você onde quer que vá. eu vou te encinar obasico por primeiro e em ceguida tecnicas de defesa, entendeu?

ele pergunta olhando sério pra mim.

eu apenas aceno com a cabeça e retiro a faca da bainha.

durante o sabado e o domingo inteiro eu fiquei treinando com o sr.D sobre como defender, atacar e desviar de ataques de espada com aquela faca.

foi bastante cansativo mas eu sentia que estava conseguindo aprender.

na segunda feira eu estava exausto, não estava nem um pouco a fim de estudar mas fui pra aula mesmo assim.

chegando na sala nick fica me olhando com uma cara de desconfiado.

- oque foi?

eu pergunto

- cara onde você andou? você sumiu o sabado e o domingo inteiro, nem sei se voltou de noite.

ele dis.

- eu tinha que resolver alguns problemas.

eu respondo me sentando na minha cadeira.

- sei... problemas...

ele dis olhando pra sumer e anyli em quanto senta na cadeira dele.

- todos sentem-se, hoje eu vou levar vocês para treinar em uma dunheon.

- U-UMA D-DUNGEON? MAS ELAS NÃO SÃO PERIGOSAS?

lucy pergunta fazendo uma cara de espanto que eu tive que me segurar pra não rir.


acalme-se lucy, ela era perigosa antigamente mas depois de muito tempo os monstros perigosos de lá fugiram. então vocês treinarão com espadas lá contra os monstros mais fracos.


- porque espadas?

perguntou nick.

- por que um mago deve sempre estar preparado para caso não consiga usar magia.

- tipo o kiten?

lucy pergunta em um tom de deboche.

- não faça piadas com seus colegas.

fryxi dis irritada

- ...desculpe

dis lucy com a cabeça baixa.

- bom, se todos entenderam o que iremos fazer na dungeon então vamos indo.


apos alguns minutos indo da academia até a cidade pelo GATE e mais uma hora da cidade até a dugeon que fica em meio a uma floresta proxima da cidade nos chegamos.

- cada um de vocês ficara com uma espada de madeira para o treino, elas são mais leves que as de aço mas durão menos. tomem cuidado para não quebrar elas.

dis fryxi nos entregando as espadas na entrada da dungeon. a espada realmente não era tão pesada, claro que eu tava carregando a faca que o sr.D me deu no cinto e se fosse pra matar um monstro eu preferia que fosse com ela, mas acho que fryxi iria ficar irritada e eu prefiro evitar levar chingão.

depois de andar por alguns minutos em quanto frixy contava a historia da dungeon e de como os aventureiros a exploravam antigamente, eu comessei a me sentir entediado.

- ei sumer, olha ali.

eu digo pra sumer apontando pra lucy e as amigas dela que tremiam de medo em quanto seguam a fryxi.

sumer me olha com uma cara que eu pude saber na hora oque ela estava pensando,

"vamos pregar uma peça nela".

depois de alguns minutos andando nos chegamos até uma velha ponte de cordas que se estendia por um enorme penhasco que não dava nem pra ver o fundo.

- tomem cuidado, esse é o penhasco da perdição. disem que não tem fundo então tentem não derrubar nada, o campo de slimes fica depois dessa ponte.

dis fryxi indo até a ponte.

quando chegamos na metade da ponte ouço sumer diser.

- nossa, esse penhasco parece que não tem fundo mesmo. se algum de nos caissemos lá sera que chegariamos no fundo ou ficariamos caindo eternamente no escuro absoluto?

ela pergunto em voz alta.

percebi qual era o plano da sumer quando vi lucy parando no meio do caminho e agarrando com força a corda da ponte.

- acho que você exagerou.

eu digo baixinho pra sumer.

- c-cair...

lucy dis tremendo de medo. derrepente a corda que lucy segurava comessa a congelar.

- lucy controle-se.

fryxi dis tentando acalmar lucy.

a corda que estava congelada quebra e a ponte comessa a balançar.

- vamos rapido.

dis fryxi pegando lucy pela mão e a levando.

quanto mais nos corriamos pra passar a ponte mais ela balançava.

fryxi passou levando lucy pelo braço, depois as amigas dela passaram, depois o nick, quando anyli e sumer passaram eu ouvi a outra corda da ponte arrebentando, deixando somente as cordas que sustentão as madeiras do chão. então eu comesso a ouvir uma voz me chamando, ela vinha do começo da ponte. eu me viro pra ver quem é mas não tinha ninguem, então eu sinto as ultimas duas cordas da ponte arrebentando e eu caio em meio a escuridão ouvindo todos gritando meu nome.

CONTINUA...


Notas Finais


espero que tenhão gostado do capitulo.
comentem o que estão achando da historia.
até o proximo capitulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...