História O Recontro- Fanfic Hoseok - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bangtan Boys, Got7, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rapmonster, Suga, Taehyung
Exibições 5
Palavras 1.179
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Festa, Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Tá ai amoras...mas uma fanfic que eu posto...espero que gostem minhas divas!
Dessa vez trago meu bias pra vocês e a proxima será do meu utt...aguardem.

*-* Aproveitem a leitura...espero que gostem ♥-♥

Capítulo 1 - Me sentindo exposta.


Fanfic / Fanfiction O Recontro- Fanfic Hoseok - Capítulo 1 - Me sentindo exposta.

- Unni...- Acordo com a peste da minha irmã me chamando. - Acorda...acorda.

- Calma menina...por que essa euforia toda logo de manhã? -Ela senta ao meu lado.

- Você esqueceu? Hoje e nosso primeiro dia de aula garota!! - Fala algo óbvio. ( Pra vocês que estão boiando ai... Meu nome e Haneul tenho 16 anos e acabei de mudar para Seul, bom eu nasci nós Estados Unidos apesar da minha mãe ser brasileira e meu pai coreano. Meus pais se separaram e meu pai ficou com a minha guarda até porque minha mãe não me queria mesmo...Depois de um tempo meu pai se casou novamente com uma coreana e nasceu minha irmã Jiyoon, sua mãe morreu quando ela tinha 5 anos então meu pai cria nós duas, hoje ela tem 11 anos. Quando me falam que nenhum homem presta eu discordo, meu pretexto e o meu pai...ele podia ter abandonado eu e minha irmã porem ele se mata de trabalhar para sustentar agente. Bom mudando um pouco de assunto Eu moro aqui na coreia desde pequena em Gwangju, atualmente nós mudamos para Seul, confesso estar um pouco triste de deixar alguns amigos mas estou ansiosa pra recontra o meu amigo de infância ( Crush) Hoseok, Nossas avós eram grandes amigas então de pequenos brincamos juntos. Depois que ele se mudou aqui para Seul mantemos contato porém faz uns dois anos então estou com receio de reencontra-lo. Agora que já sabem da minha vida de pombo anonimo *não sei de aonde eu tirei isso...* 
Meu primeiro dia de aula... se eu estou animada? Não sei..., faz tanto tempo que não vejo Hoseok não sei ao certo qual seria sua reação ao me ver novamente. 

- Okay chata já vou levantar, só mais uns anos ai eu levanto. -Falo cobrindo a minha cabeça com a coberta e a mesma e puxada.

- Vamos...acorde sua mula, não quer ver o Hoseok...? -Me olhou com aquela cara de malicia. 

- Como você sabe disso...? - Perguntei surpresa e com certeza corada.

- Você acha que eu não lembro não...sem falar que eu li o seu diário...- O QUE?

- O QUE...? Você não fez isso...eu vou te matar...se quer morrer jovem né sua animal sem tetas. - Eu tava me segurando para não agredir ela.

- Você também não tem seios grandes então não pode me julgar né...

- Agora que eu te mato mesmo...- Sai correndo atras dela tentando pegar seus cabelos, ela foi até a cozinha e se escondeu atras de nosso pai. 

- Bom dia meninas... O que ta acontecendo aqui? -Meu pai como sempre passivo. 

- Ela quer me matar só porque eu falei a verdade. -Ela se fez de coitadinha deveria ser atriz.

- Ela leu meu diário, me acordou e ainda por cima me chamou de sem peito. -Falei quase partindo para cima dela. 

- Okay podem para vocês duas...Jiyoon, nunca devemos mexer nas coisas dos outros, nem ficar ofendendo sua irmã. -Ela ia dizer mais ele a interrompeu. - E você Haneul, não precisa agredir e nem precisa agir de modo explosivo, até porque na vida não podemos partir para a agressão se não vamos estar agindo errado também. - Ele e o suas lições de moral que me fazem refletir sobre tudo na minha vida...eu já disse como eu amo esse cara? 

- Desculpa. -Minha irmã pediu esperando uma resposta. 

- Desculpa-da...quando ia dar as costa e ir para o meu quarto mas meu pai pigarreia e eu sei muito bem o que aquilo significa. - Desculpa também Jiyoon. -Ela assenti e eu vou tomar me arrumar para a escola.

Tomei um banho breve, coloquei meu uniforme *Foto do capitulo* , fiz uma maquiagem basica e apenas escovei meus cabelos deixando eles como normalmente eu deixo. Pronto estava pronta, peguei meu material e desci novamente para o primeiro andar, Jiyoon e meu pai já estavam tomando café. 

- E ai moça, ansiosa por seu primeiro dia? -Meu pai perguntou, me sentei e olhei para ele com um sorriso irônico *nem eu estou me entendendo nessa bagaça.

- Nossa super! - falei com falsa empolgação. Estou com tanto medo de Hoseok não me reconhecer e eu ter me empolgado para vir morar aqui ser em vão que toda a minha esperança esta se esgotando, até porque se eu fosse importante pra ele...não iriamos ficar quase dois anos sem se falar.

- Ué pensei que estava feliz por rever Hoseok novamente. -Mano todo mundo nessa casa sabe da minha vida pessoal?! 

- Como? Do que você esta falando? - Seila vai que funciona pagar de louca.

- Para filha, eu só velho mas não sou burro já tive sua idade e sei bem como funciona essas coisas do coração. -Cara...morram de inveja de recalque huehuehue *tó zuando. - Sem falar que você sempre deixa seu celular desbloqueiado na sua conversa com ele...e pelo jeito você só deixa aberto porque falar alguma coisa ta difícil e nem venha me julgar...não sou de ferro precisava ver os crush da minha filha.

- Bom vamos...prefiro nem prosseguir com essa conversa até porque tudo que vocês querem saber e só ir mexer nas minhas coisas ou se meter na minha vida intima. -Falei engolindo meu café eu estava realmente me sentindo exposta, sai da mesa, peguei minha mochila e sai de casa batendo a porta.

- Não fica assim Haneul...- não falei nada apenas entrei no carro em silencio. 

Quebra de tempo*

Já chegamos, estou quase saindo do carro quando meu pai me entrega 20 reais,

- Obrigado, até mais tarde! - Simplesmente não consigo ficar brava com o meu pai. 

- Até, se cuidem. - acenou e sai com o carro, eu e Jiyoon fomos até a diretoria para conversarmos com a diretora, Falamos com a secretaria e ela avisou sobre a nossa presença e logo mandaram nós entrarmos.

- Pelo que vejo são as tão famosas Haneul e Jiyoon, seu pai falou tanto de vocês.

- Falou? - eu e Jiyoon falamos juntas.

- Sim somos grandes amigos, nós conhecemos desda do ensino medio, vejo que ele realmente teve belas filhas. Bom mais deixamos essa conversa para outro dia...você Haneul tem 12 materias e 7 aulas por dia sem contar com os clubes e você Jiyoon 7 materia contando com espanhol e tem todas elas no dia. Sua sala Haneul fica no 3° andar e a sua Jiyoon no 4° andar. Qualquer problema pode vir tratar diretamente comigo ou com a coordenadora. - Ela finalizou. - Há só mais uma coisa, minha filha vai mostra a escola pra vocês...e o bom Haneul e que ela estuda em sua sala...vai te ajudar a se enturmar. 

- Okay. -esperei até que a menina entrasse na sala e uma menina bem vestida com cabelos negros longos e com um corpo totalmente chamativo entra.

- Ola, meu nome e Soohyung prazer em conhece-las , espero que possamos ser amigas! -Disse doce.

- O prazer e nosso. -Respondi educadamente.

- Otimo, agora vamos eu mostra a escola pra vocês.

*-* continua *-*


Notas Finais


Desculpa os erros de portugues e tals amoras...
Espero que tenham gostado...e como já sabem eu adoro comentarios então deixem o de vocês♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...