História O Renascer de um amor - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Percy Jackson & os Olimpianos
Personagens Nico di Angelo, Percy Jackson
Tags Nicrcy, Percico, Percy/nico, Pernico
Exibições 33
Palavras 1.168
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Aventura, Luta, Magia, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Slash, Yaoi
Avisos: Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olá pessoas! Nossa, parecem que passaram séculos desde a ultima vez que eu postei alguma coisa, mas eu tenho uma justificativa muito boa para isso! Primeiro: Deu um problema no meu computador que ele não estava com acesso a internet, então eu não tinha como postar, isso me desmotivou muito a escrever essa historia, porque ai eu ia ficar triste por não conseguir postar, então, eu acabei prosseguindo com algumas historias que eu não posto. Segundo: Eu estou (ou pelo menos estava) no terceiro ano do ensino médio, então minha vida estava bem corrida, principalmente nesse ultimo mês que é a época de vestibulares (Deus me ajude! Eu final de semana livre desde o inicio do mês!), mas agora só falta 1 para acabar a maratona que são as primeiras fases e se eu não passar para nenhuma segunda (o que é bem possível porque eu não estudei muito esse ano e eu decidi prestar um curso concorrido) estou livre até março do ano que vem quando começar o cursinho. Terceiro: eu me viciei muito em animes recentemente, então, acabei deixando de escrever para assistir. Resumindo, agora que o meu computador esta funcionando de novo e eu não tenho mais que me preocupar com a escola (mesmo anda tendo que ir para as aulas) eu posso voltar a escrever! Pretendo postar até sexta feira que vem o próximo capitulo, desculpem pela demora e por ter deixado muita gente achando que eu abandonei essa historia devido ao longo período sem capítulos.
Espero que vocês aproveitem o capitulo, mesmo eu tendo feito ele meio na pressa para postar. Não sei se ele esta muito bom porque faz muito tempo que eu não escrevo e acabei não revisando antes de postar, mas espero que vocês consigam se divertir lendo.
Quero também agradecer a todos os leitores que persistiram e acreditaram que eu ia continuar a historia, obrigada por não desistirem de mim !
Boa leitura!
~Leitor Voraz

Capítulo 7 - Conversa


  O mundo inferior estava exatamente como eu me lembrava. Escuro, frio e horrível. Aquela visão poderia levar as pessoas à loucura, mas eu já estava acostumado, afinal, sou filho de Hades.

  - O que o traz aqui filho?- Pergunta o meu pai assim que eu entro em sua sala do trono.

  -Não posso visitar meu pai querido?- Pergunto com um leve sorriso, porem, a expressão dele não muda.

  -Então por que não veio visitar seu pai querido em todos esses anos?- Pergunta com o rosto severo e meu pequeno sorriso morre.

  -Você realmente vai direto ao ponto. - Digo- Bem, digamos que seu irmão não está muito de bem com você e isso esta me prejudicando.

  Meu pai espreme seus olhos negros e me encara por um tempo.

  -Eu é  que deveria estar bravo com ele e não o contrario.- Diz ainda me encarando- O que ele fez é imperdoável e eu não vou poupá-lo, mesmo ele sendo o rei do Olimpo.

  - Nossa. Me sinto honrando de você se preocupar tanto comigo, mas a suspeita de Zeus contra mim não é o maior dos problemas, pois se nós não resolvermos essa situação Zeus vai causar uma guerra no Olimpo, uma coisa que eu não gostaria de ver de novo.

  Hades estreitou ainda mais os seus olhos.

  -Do que você está falando?- Perguntou- Zeus zangado? Eu é que deveria estar zangado! Ele mandou que roubassem o meu elmo para inicio de conversa, ele não tem direito nenhum de estar bravo.

  Parei onde estava. O que? O elmo do meu pai havia sido roubado? O que estava acontecendo?

  -Como assim?- Pergunto surpreso- O seu elmo foi roubado?! Quem fez isso?! Por quê?!

   - Zeus, quem mais poderia ser?- Respondeu meu pai recostando na cadeira colocando uma de suas mãos na testa enquanto a massageava- Ele deve ter achado que eu possuía muito poder e que eu poderia me virar contra ele e por isso decidiu roubar a fonte do meu poder e assim diminuir consideravelmente meu poder.

  Aquilo não fazia sentido. O raio mestre de Zeus e o elmo do meu pai haviam sido roubados e um achava que era o outro. Como o símbolo de poder de dois deuses poderosos haviam sido roubados e nenhum deles havia percebido ?

  -Mas como ele faria isso?- Pergunto tentando ligar os pontos em minha cabeça- Um deus não pode  roubar o símbolo de poder de outro.

  -Ele mandou que um semideus o roubasse. - Meu pai diz cansado- Alguns dias atrás foi o solstício de verão,que, como você, sabe é um dos únicos momentos em que eu saio do mundo inferior e faço parte do conselho Olimpiano. Nesse dia os campistas do acampamento meio sangue entram no Olimpo para visitar e deve ter sido um deles que roubou o meu elmo. Era a situação perfeita, um semideus pode tocar no símbolo de poder de um deus e passar despercebido no Olimpo, afinal, quem suspeitaria de um campista?

  Parei para pensar um pouco. O que meu pai havia falado havia muito sentido, porém, existem inconsistências. Se esse fosse o caso, por que Zeus estaria bravo e me acusando de roubar seu raio mestre? Será que ele estaria mentindo para parecer uma vitima e não levantar suspeitas? Ou será que os dois haviam sido roubados por outra pessoa? Se esse fosse o caso, o que essa pessoa poderia querer?

  -Pai. - Digo quando a resposta vem subitamente a minha mente- Acho que há alguém  tentando criar uma guerra dentro do Olimpo.

  Hades olha para mim com um olhar desconfiado.

  -O que te faz pensar isso?- Pergunta.

  -Não foi só o seu elmo que foi roubado, o raio mestre de Zeus também desapareceu. - Digo e meu pai se endireita na cadeira.

  -O raio do meu irmão foi roubado?- Pergunta- Impossível! Ninguém conseguiria roubar o raio mestre de Zeus em baixo de seu próprio nariz.

  -Não se poderia dizer a mesma coisa sobre seu elmo pai?- Retruco e ele fica quieto- É possível que alguém tenha roubado os dois objetos para causar um conflito no Olimpo. Você e Zeus nunca conversam e muito menos admitiriam uma derrota tão grande quanto ter seu símbolo de poder roubado bem nas suas caras. Isso levaria a um acusar o outro e, conseqüentemente, uma desestabilização do Olimpo.

  Meu pai não falou nada, ele apenas me encarou com olhos duvidosos antes de suspirar.

  -Isso é verdade?- Pergunta quebrando o silencio incomodo que avia se instaurado entre nós- O raio mestre de Zeus foi realmente roubado?

  -Sim. - Respondo feliz pelo meu pai estar confiando em mim. Eu não esperava que isso fosse acontecer tão facilmente depois do que eu fiz. - Parece que Zeus acha que você mandou que eu o roubasse para você.

  Hades suspira novamente.

  - Esse é um problema muito grave. Se o Olimpo entrar em guerra o equilíbrio do mundo inteiro estará comprometido e isso não ira afetar apenas os mortais, mas os deuses também.

  -Como podemos resolver isso pai?- Pergunto

  - Não sei meu filho. Se é como você diz, não há como prever o objetivo do ladrão e muito menos o que Zeus irá fazer. Se meu irmão chegar à conclusão de que a guerra contra mim é a solução eu não hesitarei em retaliar, porem, diante desses fatos, eu não serei aquele que irá desencadear esses acontecimentos.

  -Eu posso tentar ir ao Olimpo conversar com Zeus. Posso ir como seu representante e explicar a situação, assim ele não poderá me matar, pois se não ele estará declarando guerra contra você. Por pior que Zeus seja, eu duvido que ele queira uma guerra .

  -Não .- Disse meu pai firme- você não ir apara o Olimpo nessa situação, mesmo que Zeus não queira uma guerra eu ainda não duvido que ele o mate. Você sabe que ele nunca gostou de você, e não é só porque você é meu filho.

  -Mas pai.Alguém precisa esclarecer as coisas. Essa situação só pode acabar em catástrofe!

  -E esse alguém não será você.- Diz meu pai com um tom que diz nitidamente “não me contrarie”- Você pode ser um filho problemático, mas ainda é meu filho, eu não vou peritir que você vá andando  rumo a sua própria morte.  

  -Mas pai...- Tento

  -Não! Você esta proibido de ir ao Olimpo. Você ficara no mundo inferior ate que essa situação se esclareça. Sem discussão.

  Os olhos de meu pai não deixavam brechas para discussão. Era a primeira vez que eu via meu pai assim e mesmo que tenha sido assustador, eu fiquei muito feliz, pois mostrava que meu pai se importava comigo mesmo depois de tudo que eu havia feito Esse foi um dos poucos momentos em que eu fiquei feliz desde a morte de Percy tantos anos atrás.

  -Esta bem pai.- Digo- Vou ficar com você por um tempo.

  Hades levantou de seu trono e saiu da sala me deixando para trás com um leve sorriso no rosto.

 -Obrigado pai.- Sussurrei antes de também sair da sala.


Notas Finais


E ai gente? O que acharam? Posso continuar escrevendo? Faz muito tempo que eu não escrevo nada além de dissertações, então, posso estra meio enferrujada, por favor, comentem o que vocês acharam, isso me incentiva muito a escrever mais e mais rápido.
Mais uma vez, obrigada a aqueles que não desistiram de mim e ficaram felizes ao ver a notificação dessa historia chegar, espero postar muito mais frequentemente daqui para a frente, mas não posso prometer nada, se eu passar para alguma segunda fase( por algum milagre) vou ter que estudar muito.
Obrigada por lerem ate aqui e ate a próxima!
OBS: Desculpem os erros, não revisei o capitulo antes de postar, reviso e corrijo mais tarde
~Leitor Voraz


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...