História O Saiyajim e a cientista - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Dragon Ball
Personagens Bulma, Personagens Originais, Vegeta, Yamcha
Tags Amor, Dragon Ball, Paixão, Romance, Sexo, Violencia
Exibições 44
Palavras 809
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Mais uma briga do casal, Bulma, com muitas saudades tentou... Bem, confiram aí!

Capítulo 10 - Ligação e discussão


Estava quase para terminar aquele mês, Yamcha não me mandou nenhuma notícia desde que foi embora, fiquei sabendo por kuririn que ele está treinando com o mestre Kame e as vezes vai pro deserto. Durante esse tempo, fiquei pensando no que aconteceria conosco,mas, não tinha idéias do que fazer, talvez eu tenha que mudar alguma coisa em mim para reacender a chama da nossa relação, será que eu tava esquecendo dele? Não! Eu sempre dei o meu melhor! Ele deve tá só enciumado! E ele, será que tem que mudar alguma coisa nele também?

Fui tirada dos meus pensamentos quando de novo ouvi o grito do Vegeta! Que saco! Não se pode nem pensar em paz?! 

Vegeta- ei mulher! Os robôs já foram concertados?

Bulma- ah é! Espera que vou pegar a cápsula com eles!

Fui no laboratório peguei a cápsula que continha os robôs e entreguei ao Vegeta.

Bulma- pronto! Estão todos aqui! 

Vegeta- ótimo! Ei mulher! Voltou ao seu normal?

Bulma- meu normal?

Vegeta- é tipo, alegrinha e tal!

Bulma- ah! Eu tô vivendo!

Vegeta- sei, ainda tá enjoadinha pelo verme do seu namorado!

Bulma- bem, ele é uma pessoa com quem eu me importo! É óbvio que não estou tão bem! Tá estampado na minha cara! Bem, o papo tá bom, mas, acho melhor que eu vá indo! Tenho que trabalhar e você tem que treinar não é? Então tchau! Dá licença!

Vegeta- que horas você volta?

Bulma- 1:30! Tô no turno da manhã!

Vegeta- melhor! Antes você varava o dia lá! E chegava totalmente esgotada! 

Bulma- mais ainda assim te ajudava em alguma coisa no treino!

Vegeta- grrr obrigado! Mais não se descuida mais desse jeito! Você pode passar mal! Não tem que parar de se cuidar só porque um verme foi um imbecil com você! Não era sua culpa! Só fez o que achava certo! 

Ele foi saindo e eu fiquei atônita! Ele se preocupa? Não! Ele deve me querer bem para ajudar no treino dele é isso! Mas sem problema! Tô fazendo a minha parte! 

Passei a manhã na empresa pensando em Yamcha, ele me fazia falta e por ele ser meu namorado e amigo não queria ficar brigada com ele! 

De noite decidi ligar para ele, vê como estava e tentar ficar bem com ele!

Celular on...

Bulma- alô?

Yamcha- ah é você! (desdenhando)

Bulma- como você tá amor?

Yamcha- bem! E você?

Bulma- vivendo! Como vai o treinamento?

Yamcha- tá indo bem! E você? Ainda se fazendo de escrava do Vegeta?

Bulma- ajudar é diferente!

Yamcha- ligou pra mim porque ele não te dá bola e precisa de companhia?! Poxa tadinha da Bulminha!

Bulma- eu não liguei pra você para falar do Vegeta!(meio chorosa já!) Eu liguei para saber de você! Eu me importo com você! Não me mandou nenhuma notícia sua todo esse tempo! Fiquei preocupada! Tipo se você estava machucado! Se estava ferido ou doente e não queria me dizer!

Yamcha- não! Não estou machucado! E se eu estivesse eu comeria uma das sementes dos deuses, nem doente e se estivesse eu poderia cuidar de mim e ir para o hospital se precisasse!

Bulma- eu ligo para saber de você e me trata com frieza?( Começa a falar alto) Não te entendo! Não queria a minha atenção? Então estou te dando! Eu quero ficar bem com você!

Yamcha- porque não vai vê se o Vegeta se explodiu de novo e para de me amolar?!Preciso treinar, é a minha parte! 

Bulma- Yamcha! Assim você me machuca! Poxa! Eu me importo,me preocupo, quero cuidar de você e me trata assim! Você diz que eu mudei mas você também mudou... Ah quer saber?! Tchau Yamcha! Não vou mais amolar você!

Yamcha- tchau! Vai para os braços do Vegeta vai!( Ele gritou!)

Ligação off...

Ele desligou e eu também, abaixei a cabeça e as lágrimas vieram de novo, silenciosas, soluçava um pouco mas era quase inaudível, me sentei na poltrona cama da sala, e coloquei a cabeça sobre os braços em acima dos joelhos, fiquei um tempo chorando em silêncio, agradecendo por meus pais terem saído para um jantar da empresa e Vegeta treinando como se não houvesse amanhã, passou uns 40 min e continuava naquela posição, sentindo minhas pernas e coluna protestarem de dor, mas nem ligava, só torcia para ninguém chegar e me vê assim, porque não consegui mais conter meu pranto. 

E eu lá deixando as lágrimas me lavarem, levando toda a dor do momento.

Até que eu senti um leve toque, pensei que seria um dos meus pais que tinha chegado e me visto desse jeito, levantei a cabeça foquei meu olhar ao indivíduo que estava me tocando e era Vegeta? Ele estava com uma expressão que eu não sabia definir! Não falamos nada. Ele me levantou e me levou até a cozinha onde tinha um jantar nos esperando. 

 

 

 


Notas Finais


E aí? Gostaram? Alguém sentiu raiva do Yamcha? Espero vcs no próximo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...