História O Segredo Dos Meus Pesadelos - Capítulo 23


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amor, Escolar, Família, Fantasia, Festa, Luta, Magia, Misticismo, Novela, Romance, Suspense, Universo Alternativo, Violencia
Exibições 35
Palavras 915
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Fantasia, Festa, Ficção, Hentai, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Iae meus amores <3
Mas um cap mara pra ocês aki !!
Feliz dia das crianças :3
Boa leitura ^^

Capítulo 23 - A Melodia !!


Fanfic / Fanfiction O Segredo Dos Meus Pesadelos - Capítulo 23 - A Melodia !!

A melodia

 

Mama nada respondeu , ela apenas colou o amuleto em mim e disse apenas que a Maya integrasse o amuleto na bolsa a Bea e disse que era para enterrar no jardim , onde eu e lá estávamos , olhou para mim firmemente e disse “ Não fique perto de Beatrice Mitchel ” e se retirou dá sala sem por que nenhum .

No outro dia :

Pelo menos hoje vou poder relaxar e tentar entender tudo que aconteceu ontem a noite , hoje vamos a casa das amigas de Mama que fica no campo , de 15 em 15 dias sempre vamos para lá , as amigas de Mama Anne são meio misteriosas e as vezes dão medo , mas na maioria da parte são legais , que também quem sabe elas não podem me dar uma resposta sobre isso tudo que tá acontecendo entre mim e a bea , decido levar a Maya comigo já que de certo modo ela acabou se metendo sem querer nisso e também por que ela amava conversar ou ao menos rir já que as senhoras não falavam nada com nada para nós ; na verdade ela eram muito divertidas , engraçadas e loucas muito loucas . Todos da cidade dizem que elas são muito sábias e sabem tudo sobre o que ocorreu aqui nessa cidade , alguns falam que elas não tem menos de 100 anos , mas nunca foi confirmado , elas são conhecidas na cidade como “ As três irmãs ”  . O que era cômico pois parecia que estavam falando de uma entidade .

- Alec , desça já . A Maya já esta aqui em baixo , vamos – Diz Mama gritando lá de baixo .

Logo após ela gritar isso ouço batidas na porta e solto um “ Entra ” em meio as minhas cobertas .

- Booooom diia , Alec . – Diz Maya na maior alegria do mundo as 6:30 p.m.

- Bom dia , só se for pra você – Digo me levantando da cama .

- Aiin , hoje ela tá mau humorada. – Fala enquanto joga um travesseiro em mim .

- Haha , engraçadinha . – Falo vestindo meu casaco e colocando meus coturnos .

- Vamos , princesa ? – Maya fala .

- Vamos , serva !!  – Falo em resposta a ela .

Descemos as escadas e Mama já estava nos esperando na porta , fomos direto pro carro pois a viagem até a casa das três irmãs era um pouco longe , lembro de que quando tinha 10 anos meus pais e a Mama sempre íamos para lá , para irmos todos juntos a igreja que as três irmãs frequentavam pois elas consideram meu pai e minha mãe como filhos delas , sempre tiveram um carinho muito com eles , ou melhor , com quase todos elas são muito simpáticas , Depois do acontecimento com meu pai elas ficaram bastante triste , quando souberam que ele possivelmente havia falecido me passaram a ter como queridinho delas e então conheci Mama Anne que era e é , até hoje muito amiga delas , eu me apaguei muito a Mama e então minha mãe soube que ela trabalhava como governanta e a convidou para trabalhar em nossa casa e ela aceitou de bom grado e está até hoje lá .

Outra coisa que eu gostaria também de saber era o que estava acontecendo comigo , será que as três senhoras sabiam , será que a Mama sabia ? Mas eu queria descobrir , Maya me confessou que ainda não tinha entregue o amuleto a Bea , e estava com o mesmo na sua bolsa , por que teve a mesma ideia que eu de pergunta as três irmãs , quem era as pessoas daquele amuleto já que elas sabiam tudo sobre aqui . Ou se até sabiam por que Mama ficou tão aterrorizada quando o viu .

A viagem está mais lenta que o normal , decidir colocar uma musica no meu fone de ouvido e só escutar , então sai dos meus pensamentos e parei para observar , olhei pro lado vendo Maya dormir tranquilamente com a cabeça encostada no vidro da janela da porta do carro e Mama olhava fixamente para frente prestando atenção na estrada . Em meus fones de ouvidos tocavam Pumped up kicks , quando de repente para e começa a tocar uma melodia no piano , poderia ser normal mas eu tinha aquele musica ou melhor melodia e isso também não era o mais estranho , o mais estranho era que essa foi a melodia que eu houve quando fui na mansão do Sr.Learns procurar Bea . Acendo a tela do celular rápido o suficiente para ver o nome “ Dezesseis luas ”  , logo após eu ver , parou de tocar e desapareceu o áudio do meu celular e aquilo por algum motivo me deu um pouco de susto ...

- Alec , Maya chegamos . – Fala Mama abrindo a porta .

Olho para lado e Maya olha de volta para mim , numa pergunta muda do que estava acontecendo comigo , pois eu acho que deveria estar pálido . Mama já tinha saído do carro e já estava na porta cumprimentando as senhoras , eu e Maya ainda estávamos no carro , pegando as coisa para sair .

Quando saiu do carro , ouço a voz do Maya dizer :

- Alec , cê ta bem ? Cê tava pálido ... 


Notas Finais


Eita pohaa agr até no cell dele ta tbm kkkk
Curiosos ?! Proximo caps descobriremos mais coisinhas :3
Favoritem | Comentem | Dê sua sugestão | Compartilhem cuns abiguinhos !!
Bzuhs mores '3'


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...