História O sequestro - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts
Visualizações 11
Palavras 1.667
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Famí­lia, Mistério, Policial, Romance e Novela, Survival, Suspense, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi pessoal
Desculpa a demora
Espero que gostem❤
Boa leitura 📖

Capítulo 6 - Vou contar a minha historia parte 2


Fanfic / Fanfiction O sequestro - Capítulo 6 - Vou contar a minha historia parte 2


Anteriormente

-Promete que não vai desistir na última hora e sempre ajudarmos umas as outras-perguntei 

-Prometo- falou Mary me abraçando 

    

                     [...]


     Voltamos pra cama correndo deitamos na cama, a porta é aberta e... Fechamos os olhos com a intenção de fingir que estávamos dormindo

      Então eles abriram a porta rapidamente e com força fazendo um barulho, onde eu e Mary levantamos assustadas. Olhei para os sequestradores que estavam aqui, mas só estavam os três capangas do Richard. Mas o mesmo nem estava la. Pode ser bom ou pode ser ruim..

-Oque vocês estavam fazendo?!-perguntou John, ele parecia meio alterado.

-Como assim?- me fiz de desdesentendida

-Vocês escutaram o barulho?- perguntou Peter se dirigindo a nós

-B-barulho?- perguntou Mary nervosa. Olhei para mesma e vi que ela estava tremendo, olhei para os capangas e vi que eles também perceberam

-O que vocês estavam ffazendo?!-Falou se aproximando da gente. Eu e Mary ficamos quietas- Eu falei com vocês!Me responda!- falou gritando e segurou o rosto da Mary com força

Ela olhava o Jonh com medo- A-a Anne ela ia fugir pela janela do banheiro. que tinha madeiras impedindo, mas ela chutou e algumas madeiras caíram fazendo barulho... Eu tentei impedi-la, mas ela não quis me escutar e mesmo assim ela quis teimar. Ela me ameaçou dizendo que se ela se ferrar eu iria me ferrar junto- ela falou derramando lágrimas de seus olhos. Enquanto eu? Surpresa... Muito surpresa, minha amiga me dedurou ou melhor mentiu pra sair bem dessa historia toda. Ai que ódio...

Saio de meus pensamentos com Peter me pegando pelos braços prendendo minhas mão com uma corda,que havia em seu bolso- O que vocês vão fazer comigo??- Perguntei com receio do que iriam me responder

        -Calma... Logo recebera a devida punção - falou John passando a sua mão imunda no meu rosto, mas eu desvio o rosto para o outro lado- Peter, leva ela para o porão-ele fala e vira para Mary onde a mesma estava de cabeça abaixada.

-Espera!- disse Jack- Quer falar alguma coisa pra sua amiga?-falou debochando. Mary me olha com um olhar triste, mas eu só devolvo com um olhar frio e ela abaixa a cabeça entendendo o recado de que eu nunca mais quero ver aquele rostinho falso de novo - To vendo que não vai sair nada não é? Vamos, tira ela daqui- falou John mando em Peter

Peter me tirou do quarto e fechou a porta. Passamos pelo  corredor que é um pouco distante da escada e com pouca iluminação

-NÃO QUERO ELE AQUI!- escutei Mary gritando, o que fez eu parar de andar- AAAH! -Mais um grito seu, logo escuto algo se chocando contra a Porta e um barulho muito alto de um...tiro?

 O Silêncio toma conta do lugar e por algum motivo uma lágrima desce em meu rosto. Peter me puxa para continuar com a nossa caminhada a um destino desconhecido por mim. Assim que descemos passamos por uma espécie de sala que tinha um sofá pequeno, uma mesinha com uma televisão em cima; havia uma porta e do lado uma janela, onde pude ver que ainda estava de noite, e em uma outra parede tinha um relógio que marcava 01:15 da manhã. Peter ainda me segurando com a corda enrolada em minhas mãos, abre uma porta do lado da mesa com a televisão.

Ele me levou para dentro onde parecia ser o porão. Descemos a escada e ele a ligou a luz que iluminava um pouco o local mas dava para enxergar. Havia algumas caixas empilhadas em um uma parede, um colchão do outro lado,uma cadeira bem velha e uma mesa bem pequena ao lado do colchao, em cima da mesma uma janela com grades que ajudava a iluminar o lugar e muita poeira...

 Eu só posso ter tacado pedra na cruz só pode, minha situação só  vai de mal a pior. Saio dos meus pensamentos sentindo Peter me soltar.

  -Bem...-Peter começou a falar- Como pode ve, ali tem uma mesa com uma cadeira. Ali tem um colchão e naquela caixa tem um cobertor que você pode pegar -ele falou e começou a me olhar com um sorriso fofo e com as mãos para trás

        -O que vai acontecer comigo?- pergunotei, ele me olhou e lentamente seu sorriso foi sumindo

-Não se preocupe, eu não acho q ele vai te fazer mal... Fisicamente. Só acho- falou para mim e vi seu sorriso fofo voltar, mas eu n retribuo - Vou subir antes que eles sintam minha falta. Boa noite- Ele se virou de costas

        -Aquilo foi um tiro não é? - eu falei e ele parou de andar- Depois você pode me contar o que houve... Por favor - falei, ele se virou pra mim, concordou com a cabeça e voltou a seguir seu caminho.

         Assim que ele fechou a porta, deitei no colchão que era meio desconfortavel, como nao estou com frio, então não vou pegar o cobertor. Comecei a pensar em tudo o que aconteceu. Eu tenho que fugir daqui, não quero saber o que vai acontecer com a Mary, ela Não pensou duas vezes antes de fazer isso comigo. E  eles ? Tirando John eles nao são tão ruins. Porque eles estão nessa vida? Eles dois nao parecem ter nascido para papel de pessoa malvada, principalmente o Peter...

                     [...]


 No dia seguinte, acordei com o sol em minha cara por causa da janela com grades, não queria me levantar então fiquei deitada olhando o teto. Um pouco depois escuto a porta sendo aberta, não me mexi, continuei olhando o teto como se fosse a coisa  interessante  mundo. Em seguida, escuto alguem descer a escada e ser observada

-Esta acordada?-falou ainda sentindo ser observada. Não me mexo e continuo olhando o teto.

-O que aconteceu ontem quando eu sai?- mesmo sem saber quem era pergunto ainda sem me mexer. Ele continua a me olhar então olho para o mesmo. Era Jack com uma bandeija com um pão, uma banana e uma garrafinha de agua. Ele colocou a bandeija em cima da mesa e voltou a me olhar -Me responda, por favor- falo e  ele contonuava a me olhar. Ele parecia pensar....

 -Depois que vc saiu, John falou que eu deveria ficar com ela naquela noite para que ela nao fugisse e ela respondeu que n queria mas gritando- Assim que ele falou me lembrei da Mary gritando "NÃO QUERO ELE AQUI "- Então ele chegou perto dela e puxou seu cabelo fazendo ela gritar mais uma vez- novamente veio o grito na minha cabeça- Por uma ato de defesa ela o  empurrou fazendo ele se chocar contra a porta, John com raiva, ergueu a cabeça e em um ato de raiva ele tirou a arma do bolço e atirou na menina acertando o peito da mesma- assim q ele falou isso o som do tiro ecoou no na minha cabeça e uma lágrima involuntária começou a escorrer sobre meu rosto. Por mais que ela havia me traído, eu ainda havia um carinho que não poderia sumir de um dia para o outro... Mas espera...

-Ela morreu??- falei enxugando algumas lágrimas que estava teimando em cair. 

 -Quando John atirou ele mandou eu arrastar a garota ate o banheiro e eu tinha que levar, pois é ele que manda quando Richard não esta... Quando eu a levei percebi que  ela estava viva, mas respirava com dificuldade. Assim que encostei sua cabeça no chão ela abriu os olhos e me olhou, ela falou para você a perdoar e que o medo falou mais alto, por isso ela te dedurou e ali mesmo ela... morreu...-  Ele falou e mais uma vez comecei a chorar- Se voce quiser que não aconteça isso com você, é só se comportar que...- ele foi interrompido por alguém abrindo a porta

      -Por que esta demorando tanto para subir- falou John entrando e fechando a porta atrás de si

   -Eu estava contando o que aconteceu ontem com a outra garota- ele fala e surge um sorriso sínico nos lábios de John 

 -Sabe porque sua amiga teve esse destino?- ele falou e eu só o olhei com raiva- Por que ela foi uma garota malvada...- fala chegando perto ainda com o seu sorriso sinico- deixe-nos ssozinhs Jack -ele falou virando seu rosto para Jack e ele vem ate John e fala algo em seu ouvido que eu não pude escutar. John assente e Jack sai do quarto. 

Assim que a porta foi fechada, fui empurrada contra a parede e eu me assustei- Calma garota não vou fazer nada agora, tenho coisa mais importante pra fazer- Fala ainda com o seu sorriso sínico no rosto. Ahh que vontade de dar um fim nesse sorriso com um soco- Mas depois eu me resolvo com você- assim que ele falou me deu um arrepio e ele saiu. Quando ele fecho a porta uma única coisa veio na minha cabeça "eu vou fugir se qualquer jeito".

          Me levantei e comecei a ir um direção daquelas caixas, ali pode ter alguma coisa que pode me ajudar a fugir. Quando avanço sim querer esbarrei em uma das caixas que tinha ali no chão. Era a caixa que Peter falou que tinha um cobertor que eu podia pegar. Volto para recolher o cobertor que estava no chão e assim que pego escuto algo caindo, olho para o chão e vejo um canivete. Pego ele do chão e vejo que tem uma faquinha bem afiada e só outro lado uma tesoura. Ótimo! Agora tenho algo  para me defender. Agora eu só tenho que saber um jeito de sair. Fico observando o canivete ate q vejo uma luz se refletindo nela. Não podia ser a janela com grades pois eu estava um pouco  afastada da janela, entao o que poderia ser?

          Olho ao redor para ver da onde estava sendo refletido aquela luz. Até que meu olhar encontra uma pequena luz entre as caixas que estavam empilhados em uma parede. Coloco meu canivete no bolso e vou em direção a luz, ver se poderia se uma esperança, ate que sinto uma mão em meu ombro

          -O que esta fazendo ?


Notas Finais


Eita..👀.
Quem será?
O que será que vai acontecer com ela?
Sobre esse canivete, como voces viram eu dei uma modificada, agora ficou mais interessante 😊
O que voces estão achando?
Preciso saber da opinião de vcs.
Obg por lerem e desculpe da erros ❤✌


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...