História O seu destino sou eu! - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Dragon Ball
Personagens Androide Nº 18, Bulma, Chichi, Goku, Trunks, Vegeta, Yamcha
Tags Android 18, Bulma, Dragon Ball, Novela Vegeta, Romance
Exibições 35
Palavras 1.126
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Famí­lia, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - Hospital


No outro dia acordei cedo e fui direto para o hospital, eu estava muito ansioso para saber se aquela menina estava bem, quando cheguei no Hospital perguntei em uma das Enfermeiras que podia visitar a menina, ela disse que "sim" e eu fui mas do que represa para o quarto onde ela estava.

Quando eu entrei no quarto tinha vários aparelhos monitorando o estado dela, o quarto era brmem grande e arejado. Me aproximei da cama e sentei, tirei algumas madeixas azuis que estavam caídas sobre o rosto dela, quando sentiu o meu toque ela abriu os olhos. Ela olhou para mim com um pouco de medo.

-- não se assuste - disse com a voz baixa

-- Onde eu estou? - ela olhou e volta para tentar reconhecer o lugar.

-- ontem à noite eu te encontrei no meio da rua! você foi atropelada!

Ela olhou um ponto específico do quarto e sussurrou.

-- agora estou começando a lembrar do que aconteceu! - nesse momento seus olhos se encheram de lágrimas.

-- Você viu o Motorista que  te atropelou ou consegue se lembrar da placa do carro? - perguntei

-- Não, eu estava muito nervosa e atravessei a rua, só lembro que o motorista começou a bozinar e logo depois senti uma dor descomunal.

No outro dia acordei cedo e fui direto para o hospital eu estava muito ansioso para saber se aquela menina estava bem, quando cheguei Hospital perguntei em uma das Enfermeiras que podia visitar a menina, ela disse que sim e eu fui mas do que represa para o quarto onde ela estava.

Quando eu entrei no quarto tinha vários aparelhos monitorando o estado dela, o quarto era brmem grande e arejado. Me aproximei da cama e sentei, tirei algumas madeixas azuis que estavam caídas sobre o rosto dela, quando sentiu o meu toque ela abriu os olhos. Ela olhou para mim com um pouco de medo.

-- não se assuste - disse com a voz baixa

-- Onde eu estou? - ela olhou e volta para tentar reconhecer o lugar.

-- ontem à noite eu te encontrei no meio da rua! você foi atropelada! 

Ela olhou para um ponto específico do quarto e sussurrou.

-- agora estou começando a lembrar do que aconteceu! - nesse momento seus olhos se encheram de lágrimas

-- Você viu o Motorista que  te atropelou ou consegue se lembrar da placa do carro? - perguntei

-- Não, eu estava muito nervosa e atravessei a rua, só lembro que o motorista começou a buzinar e logo depois senti uma dor descomunal.

-- você se lembra do telefone de seus pais para que eu possa conversar com eles?

Lagrimas começaram a escorre de seus olhos eu acariciei seu rosto e perguntei:

-- por que você esta chorando?

-- meus pais morreram, e eu fui espulsa de casa por que não tenho dinheiro para pagar o aluguel!

-- você não tem para onde ir?

-- não!

-- qual é o seu nome?

-- bulma...

-- Meu nome é vegeta!

A enfermeira entrou dentro da sala e disse:

-- senhor eu preciso que se retire por que esse não é horário de visitas e a paciente precisa descansar.

-- está bem!

Olhei para bulma e disse:

-- a noite eu volto para ver se você esta melhor, e não se preocupe eu vou pensar em uma solução para a sua situação.

Ela balançou a cabeça em sinal de afirmação, eu levantei e sai do quarto, fui para a empresa. Cheguei no estacionamento e acabei esbarrando em Kakaroto, eu o olhei surpreso e perguntei:

-- o que faz aqui?

--  fui na sua casa, mas a empregada disse que você veio ao hospital! O que esta fazendo aqui?

-- Ontem à noite quando estava voltando do lutar que teve com rato e encontrei uma moça caída no meio da estrada, nos a troxemos para o hospital, e hoje eu vim ver como ela estava!

-- Ela está melhor!

-- sim, ela acordou agora pouco! Ela me contou que os pais dela morreu e ela foi expulsa da casa onde morava porque não estava conseguindo pagar o aluguel! E agora ela não tem para onde ir.

-- coitada!

-- eu estou pensando em uma forma de ajudá-la!

-- porque você não contrata ela como babá do Brian!

-- eu não sei se seria uma boa ideia!

-- Claro que vai ser! nos próximos dias você vai estar muito ocupado com casamento e quase não vai poder dar atenção no Brian.

-- você tem razão mas a noite eu vou pro por isso a ela.

-- vamos voltar para empresa porque temos uma reunião marcada para daqui a pouco!

Entrei no meu carro e Kakaroto no dele depois de uns 15 minutos chegamos a empresa, fomos direto para a sala de reunião Porque estávamos um pouco atrasados. Depois da reunião Rebeca veio me avisar que lazúli estava me esperando em minha sala. Para lá encontrei ela folheando uma revista.

-- Oi lazúli, o que faz aqui tão cedo?

-- oi vegeta, vim te perguntar se quer ir ao hospital comigo, quero visitar aquela menina!

-- Eu já fui ao hospital hoje de manhã!

-- como ela está?

-- ela esta bem, descobri que o nome dela é bulma e que os pais dela morreram e ela foi expulsa da sua própria casa porque não estava conseguindo pagar o aluguel.

-- coitadinha!

-- Kakaroto me sugeriu que eu a contratasse como babá do brain porque nos próximos dias eu estarei muito ocupado com o nosso casamento casamento.

-- é uma ótima ideia, Brian vai gostar muito de ter uma companhia. As vezes acho que ele se sente muito sozinho.

-- você tem razão, Eu vou contrata-la!

Nesse momento meu pai entrou na sala e viu lazúli, ele sorriu e disse:

-- lazúli minha querida, fico muito feliz que você tenha vindo nos  visitar!

-- olá senhor Vegeta! - ela o comprimentou

-- vocês dois vão sair? - ele perguntou

-- Sim, nós dois vamos fazer um passeio! Disse serio

-- nesse caso Aproveitem bem! Ele disse saindo da sala

Lazuli pegou a bolsa e caminhou até a porta e disse:

-- é melhor irmos logo, estou pensando em viajar para a Itália!

-- O que você vai fazer na Itália?

-- rever um velho amigo!

Saimos da minha sala e fui para o estacionamento, lazuli foi no carro dela e eu no meu. Quando chegamos lá a enfermeira liberou nossa entrada mas so poderíamos ficar la dentro por alguns minutos. Entramos no quarto e diferente de quando a vi de manhã ela estava mas bonita e alegre, seus olhos estavam mas iluminados. Lazuli se aproximou da cama e se sentou, bulma ficou olhando meio confusa pra mim, me aproximei dela e disse:

-- oi bulma, eu e lazúli viemos ver como você esta!

-- eu estou bem, quem e você? Ela perguntou olhando para lazúli

-- meu nome é lazúli! Lazuli disse rindo

-- prazer! Ela disse com um meio sorriso.

-- bulma eu gostaria de te fazer uma proposta!

-- que proposta?

-- você gostaria de trabalhar para mim?

-- eu...




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...