História O Silêncio Entre Nós - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Ámbar Benson, Gaston, Luna Valente, Matteo, Miguel, Monica, Nina, Personagens Originais, Ramiro, Simón, Yam
Tags Drama, Gastina, Luna, Lutteo, Matteo, Romance, Souluna
Visualizações 264
Palavras 1.242
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Heterossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Gente estou muito feliz ! Finalmente chegamos aos 10 favoritos ❤❤❤ Obrigada viu ? Vocês são d+ !
Bom , hoje está bem chocante o capítulo , espero que vocês gostem , fiz com muito carinho 😉
Boa Leitura !

Capítulo 5 - Faço Tudo Por Você


Fanfic / Fanfiction O Silêncio Entre Nós - Capítulo 5 - Faço Tudo Por Você

 P.o.v Luna


Aquele abraço foi meu porto seguro , o que eu precisava naquele momento , não consegui me conter , chorei , nesse choro soltei tudo o que estava sentindo , ódio , raiva , tristeza e mal estar , um mal estar interminável .

Quando Simon me puxou , notou o que estava acontecendo , só pude correr para que ninguém notasse , Nina deve ter reparado porque notei que ela havia descido da arquibancada e estava vindo atrás , entrei no espaço dos armários e logo Simon e Nina chegaram :

- Sangue ! - Nina se preocupa .


- Luna você está bem ? O que está sentindo ? - Simon se aproximou


- A minha cabeça está doendo demais , acho que vou … - não consegui dizer mais nada, perdi as forças do corpo , antes que me chocasse contra o chão Simon me segurou 


 - Nina ligue para o Tino , ninguém pode notar . - Simon me pegou no colo 


-  V-vou ligar - Minha miga gaguejou .


Ainda estava consciente , porém não conseguia falar nem me mexer , já sabia o que estava acontecendo então não lutei contra isso .

Logo Tino chegou , entramos no carro , Simon antes de entrar no carro pediu para que Tino o esperasse , entrou correndo no Roller e voltou , partimos rumo ao hospital . Já tinha virado rotina .


P.o.v Matteo


Luna não apareceu no colégio nos dias seguintes , falei com Nina que disse que não sabia de nada , mentindo na cara dura .

Gaston disse que Nina não comentou nada com ele , então pelo visto ia ter que descobrir sozinho e já tinha um plano .

Minhas notas não foram tão boas , já era o esperado , minha mente não parava de pensar em Luna um momento se quer , estava sendo minha perdição .

Assim que a aula acabou , já estava indo em direção a mansão Benson , pensei mil vezes se era isso que eu fazia , mas cheguei a conclusão que eu ia fazer .

Apertei a campainha me identifiquei e permitiram minha entrada , logo Amanda abriu a porta para mim :


- Sim Matteo . Veio ver Ambar ? Ou Luna ?


- Nenhuma . - disse com pressa


- An … quem você veio ver ?


- Quero falar com Miguel ou Mônica . - disse impaciente


- Sim . Eles estão na cozinha , prefere ir lá ou … - a cortei


- Eu vou lá . Obrigado .


Fui em direção a cozinha , lá estava Mônica e Miguel com uma cara não muito boa .


- Olá senhor Valente . - disse acanhado


- Oo Matteo ! Quanto tempo não te vejo por aqui . - Falou sério . Ele deve ter alguma empatia comigo


- Sim , gostaria de falar com o senhor e sua esposa .


- Somos todos seus ouvintes . - os dois se aproximaram


- Se sente conosco .  - Mônica me mostrou a mesa


- Olha só , vocês sabem que sou bem próximo da filha de vocês .


- Sim - os dois concordaram


- Tenho achado ela meio afastada e …. - Miguel me cortou


- Matteo já imagino o que está acontecendo e acho melhor você falar pessoalmente com ela . - ele apontou para trás de mim , me virei e lá estava ela .


- Luna .


-  Matteo . 


 P.o.v Luna


Ele tinha vindo falar com meus pais , ele realmente estava preocupado . Nina tinha me dito que ele estava realmente muito preocupado mas não imaginei que seria tanto assim , seria muita idiotice minha o enxotar então , já sabia o que fazer :


- Matteo você não quer subir para meu quarto , podemos nos falar melhor lá . - disse timidamente , meu pai olhou feio , porém minha mãe apertou sua mão e ele entendeu 


  - Se você prefere . - ele me seguiu , logo entramos no meu quarto .


Confesso não era uma das melhores situações , mas precisa conversar com ele . O mostrei minha cadeira e ele se sentou . Comecei a falar , se não depois a coragem me faltaria :


- Matteo , porque você veio ? - falei segurando as lágrimas


- Luna , o que eu sinto por você é forte o suficiente para resistir um simples afastamento , eu te … - o cortei , ouvir aquilo cortaria meu coração em mil pedaços , já não bastava aguentar não poder estar perto dele , ouvir aquilo seria uma tortura .


- Matteo , nós não podemos estar juntos ! Você não entende ! - disse já não segurando mais as lágrimas , ele se levantou


- Menina delivery , o que não pode nos deixar ficar juntos ?! Eu mudei desde o dia que te conheci , o que eu preciso fazer mais ? - ele se aproximou e colocou a mão na cabeça


- Mauricinho não torne isso mais difícil do que já é ! - as lágrimas só aumentavam


- Luna , não estou tornando difícil eu estou buscando respostas , porque você me igno… - eu não aguentei mais , fiz o que senti vontade de fazer desde que o vi quando chegou , o puxei e o beijei .


Ele logo retribuiu dando mais intensidade ao beijo , foi algo encantador , mágico , o beijo tinha um gosto diferente , saudade , dúvida , tristeza . Uma de suas mãos me puxava para perto e a outra estava no meu rosto e fazia carinho , o beijo estava completamente viciante , mas minha mente trouxe a tona “doença” , o afastei , sem dúvida se eu queria esclarecer suas dúvidas , devo ter dado ainda mais pontos de interrogação :


- Luna , eu não te entendo ! O que você quer ? Até agora não me explicou nada e ainda me dá um beijo que complica tudo ? O que você tem ? - ele disse com a dúvida estampada em seu rosto .


- Matteo vai embora ! - disse tentando conter o choro que havia recomeçado - por favor .


- Luna … - ele desistiu do que ia falar , apenas saiu do meu quarto .


Meu choro só aumentava , nessa hora minha mente foi atingida por um flashback de tudo que eu havia passado com Matteo , comecei a ficar tonta , minhas pernas amolecerem totalmente , senti sangue escorrendo pelas minhas narinas e nessa hora tudo ficou escuro e só consegui sentir o chão cada vez mais próximo .


P.o.v Matteo


Desci as escadas completamente desnorteado , logo os pais de Luna me abordaram era notável o desespero em meu semblante :


- Matteo o que aconteceu ? - Mônica perguntou me sentando em uma cadeira


- Essa é a questão , eu não sei ! - me levantei


- Matteo você não quer se sentar , tomar uma água ? - Miguel estava preocupado , nesse exato momento ouvimos uma pancada muito forte .


Todos da casa ouviram pois vieram até a cozinha , até Sharon apareceu com Rey , na mensagem hora Mônica se espantou


- Luna ?!


Miguel , Rey , Tino é Caro subiram correndo , Mônica queria subir mas Amanda a segurou e a sentou .

Âmbar e Sharon estavam sem entender nada , assim como eu .

Só pude sentir minhas pernas amolecerem quando Miguel desceu com Luna nos braços , desmaiada e com o nariz sangrando . 


Notas Finais


Povo quanta emoção ! Matteo fala com os sogros , Luna beija ele e o que será que são esses desmaios ?
Bom por hoje é só chega de tanta emoção .
Continua ?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...