História O Sol e a Lua ( Camren ) - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ariana Grande, Fifth Harmony, One Direction, Shawn Mendes, The Vamps, Troy Ogletree
Personagens Ally Brooke, Ariana Grande, Austin Mahone, Bradley Simpson, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Justin Bieber, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais, Shawn Mendes, Troy Ogletree, Zayn Malik
Exibições 218
Palavras 977
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Famí­lia, Festa, Ficção, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


olha quem voltou cedo .

me desculpem os erros e boa leitura

Capítulo 19 - Só você. 2°temp


Fanfic / Fanfiction O Sol e a Lua ( Camren ) - Capítulo 19 - Só você. 2°temp

POV LAUREN

Acordei em uma sala branca, com uma puta de uma dor de cabeça. Eu sofri um acidente?

Olhei para o lado e me assustei. Eu estava sonhando? Camila estava dormindo toda torta naquela cadeira de hospital desconfortavél.

- Camila? Camila acorda.

- Lau...Lauren! Você acordou!

- É, eu acor..dei

Camila apertou o botão vermelho que tinha do lado da cama e dois minutos depois um médico entrou na sala.

- Como se sente Lauren? Está com alguma dor?

- Eu me sinto bem, estou só com dor de cabeça.

- É, isso é normal porque você bateu a cabeça, mais eu vou pegar um remédio para a dor passar.

O médico foi até umas portinhas que tinham na parede pegando um comprimido, enchendo um copo d'água e me entregou logo em seguida.

- Esse remédio vai fazer que sua dor passe e vai te dar um pouco de sono, mais acredito que não irá dormir porque já dormiu a noite toda.

- Estou a quantas horas aqui doutor?

- Fazem 10 horas Lauren.

- Ata muito obrigado.

O médico saiu da sala e Camila saiu do banheiro que tinha dentro do quarto.

- O que você está fazendo aqui Camila? 

- Eu vim te ver Lauren.

- Porque me ver? Você disse que nunca mais iria olhar na minha cara.

- Eu estava errada sobre tudo Lauren. Eu venho recebendo várias mensagens de um número desconhecido sobre você.

- Que mensagens? De que número?

- Mensagens dizendo que tudo aquilo na boate foi armação,  e que quando voltasse pra Miami você seria dessa pessoa.

- Você apagou as mensagens?

- Não

- Me deixe ver, meu celular  está aqui?

- Sim, me deram seu celular ontem de noite.

Me entregou meu celular junto ao dela, me mostrando as mensagens. De quem será esse número? ,... Vou nos meus contatos e procuro por esse número e... Opa, esse número  é da Taylor?

- Não pode ser.

- O que não pode ser Lauren? Você conhece esse número? 

- Conheço muito bem Camila, essas vadias já fizeram um inferno na minha vida.

...

POV CAMILA

- Lauren eu sei que eu não acreditei em você quando você disse que àquilo era armação,  e agora eu sei mais ou menos o que aconteceu, e eu quero que você me perdoe por tudo o que eu desacreditei e o que eu falei.

Eu disse e Lauren abaixou a cabeça, parecendi pensar.

- Quando eu estava em Nova Iorque, meu pai me ligou. Me perguntou se eu estava bem, se eu estava chorando.  - Disse eu abaixei a cabeça também. - Ai eu disse que se ele não tivesse me ligado eu estaria chorando e provavelmente comendo uma panela cheia de chocolate. - Continuou a falar e deu risada. - E ele faliu bem assim " Quando você voltar hija, corra atrás ou siga em frente. " - Falou imitando a voz do pai dela.

- E o que você disse depois disso Lo?. - Perguntei com os olhos marejados e com a voz embargada de leve.

- Eu falei bem assim " Eu amo a Camila, e eu vou lutar por ela ".- Disse com um sorriso de lado nos lábios e com uma lágrima escorrendo em seus olhos verdes, que agora estavam mais claros, lindos.

- Você me perdoa bebê?

Olhou pra baixo novamente, limpando os cantos de seus olhos.

- Eu te perdoo Camz, mais, você me perdoa também?

- Te perdoar porque Lolo?

- Por aquele beijo que você viu.

- Lo, aquilo foi armação, te drogaram. Eu te perdoo sim, meu amor

- Volta comigo?

- Volto, eu volto quantas vezes você quiser.

Pulei em seu colo e ataquei seus lábios, estavamos em uma disputa para ver quem comandava o beijo. Toda vez eu cedia, para Lauren comandar o beijo, mais estou com saudades do beijo dela, com saudade de sentir ela. Só ela.

...

- Ela não pode fazer muito esforço, ouviu Lauren?. - O Médico disse e Lauren assentiu com a cabeça.

...

Chegamos na minha casa, minha mãe, meu pai e nem Sofi estavam em casa, então trouxe Lauren pra cá.

Subimos pro quarto e nós fomoa tomar banho, lógico que separadas.

Fomos pra sala, fizemos pipoca e ficamos até as onze da noite assistindo filme.

- Vamos deitar Lo? estou com sono.- falei bocejando.

- Eu não to com sono Camz,  eu to com saudade. - disse pegando na minha cintura.

- Esqueceu o que o medico disse? Você não pode fazer esforço Lauren!.- falei e fingi estar brava

- Eu não vou fazer esforço bebê, por favor. - disse fazendo biquinho, e ela sabe que eu não resisto.

- Lauren Michelle, desfaça esse bico. - falei dando tapas de leve no braço dela.

- Por favor Camz, vamos, só hoje. - Disse me virando de costa pra ela e colocando as mãos na minha cintura, beijando minha nuca.

- Tabom chata. - disse e ela comecou a beijar meu pescoço.

- Eu te amo

- Eu amo você,  só você.

...

POV LAUREN

- Isso camz, goza na minha boca.

- Ahhh, Lau...ren, mais.. rap..ido.

Estou aqui pela quinta vez chupando minha namorada, e sabe que horas são?  São duas horas da manhã, nós estamos aqui desde as onze.

Assim que Camila gozou de novo na minha boca, eu deitei na cama esperando ela se recuperar porquê ainda não acabou não. 

Camila sentou na cama e ficou me olhando. Me ajeitei na cama, ficando com a barriga pra cima.

- Senta. - falei e Camila se arrumou em cima de mim, pegando no meu pau colocando ele na sua entrada.

- Hmmm. - gemeu assim que meu pau entrou tudo na sua intimidade e começou a rebolar.

....

Assim foi... Até as quatro da manhã matando saudades uma da outra.


Notas Finais


comentem \o/


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...