História O som da sua voz - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias SHINee
Personagens Jinki Lee (Onew), Jonghyun Kim, KiBum "Key" Kim, Lee Chaelin "CL", Minho Choi, Taemin Lee
Tags Amor, Drama, Jonghyun, Jongtae, Kpop, K-pop, Lemon, Musica, Romance, Sexo, Shinee, Slash, Taemin, Yaoi
Exibições 53
Palavras 3.388
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Festa, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


ESSA HISTÓRIA É FICTÍCIA E NÃO TEM LIGAÇÃO COM A REALIDADE . Aceito críticas construtivas . :3 .
Desculpa pela demora T-T
Volteeiii <3 <3 , sentiram minha falta ? ( acho que não kkkk )
Estou escrevendo outra fanfic e é de Jikook e se chama Flores <3 se quiserem dão uma conferida lá <3

Boa leitura <3

Capítulo 17 - Desenho


- Você conseguiu analisar esses documentos ? - perguntou Chaelin , ao se sentar na cadeira da sala do doutor .

- Sim ...acho que sua suspeita estava certa . - disse Kim , se sentando em frente a sua mesa .

Chaelin suspirou aliviada . - Jae você é o melhor ...

- Pois é né ...sou - riu ele .

A delegada riu e falou  - Não se acostume com elogios vindos de mim . Eu ainda me pergunto : Porque você deixou a polícia ? . Antes de eu virar delegada eu era uma novata na polícia e você estava lá  na perícia , um novato...ajudando a prender chefes de crimes ...E você também treinou tiro e tem uma ótima apontaria .- disse amiga ainda chocada pela decisão dele mesmo depois de 5 anos .

- Ah Chaelin...eu amo esses assuntos da polícia mas percebi que não sou preparado psicologicamente nem mesmo com o treinamento . Você sabe...eu já estava com interesse na medicina naquela época e me decidi . - disse Jae , gesticulando com as mãos sobre a mesa .

- Ai ai , tudo bem ...depois vou te convencer a voltar . - disse ela sorrindo .

- Enfim ...você quer ver minhas anotações sobre esses documentos ? - indagou Jae , organizando os papéis dentro da pasta e entregando para ela  .

Ela analisou as fotos , leu os documentos e as anotações dele . 

- Meu deus...eu sabia.... Vou mandar isso para a promotoria hoje ! Esse caso vai ser reaberto com certeza . Muito obrigada , Jae !

- Cuidado Chaelin . Isso pode estar relacionado com bandidos perigosos ou pior ...- disse ele preocupado .

- Eu sei com que tipo de pessoa vou enfrentar e eu vou vencer . - disse Chaelin , sorrindo confiante .

                                                                          ************************

- Ainda tem um pouco de tinta no seu queixo . - disse Taemin , encostado na pia do banheiro .

Jonghyun se olhou no espelho e riu de si mesmo . Taemin pegou uma folha de papel e limpou o queixo dele .

- E você está com um pouco de tinta no pescoço . - disse Jonghyun , puxando ele pela gola da camisa . Envolveu um dos braços em volta do pescoço dele e outro com o papel na mão o limpou , depois jogando um pouco de água .

- Que água gelada...Calma minha camisa vai ficar molhada .- comentou Taemin , gostando da sensação .

Jonghyun sussurrou colado no ouvido de Lee - Você gosta de ficar molhado né ? Eu posso cuidar para que você fique...lá no meu chuveiro ...

- Se aqui não fosse um local público ...- disse Taemin rindo .

- Está ansioso ?  Tenha paciência . - disse Jonghyun ao se afastar .

- Odeio quando me pedem para ter paciência . - riu Lee .

- Que pena . Você precisa ter . - riu Kim .

- Para que paciência ? Se tenho chance de ter agora . - sorriu com segundas intenções .

- Você deve ter sido uma criança muito impaciente e ansiosa . - comentou Kim .

- Você nem imagina . Sempre quero as coisas na hora . - Revirou os olhos e não se conteve para dar um leve soco no ombro de Jonghyun .

- Então pare de ser uma criancinha mimada .- brincou Jonghyun .

- Eu ?? desde quando eu sou mimado ? - perguntou ele rindo .

- Aposto que desde sempre foi mimadinho . - riu Kim .

Taemin ignorou o comentário e secou as mãos e o pescoço .

- Mimado e ansioso são coisas totalmente diferentes . - disse Lee .

- Talvez você seja as duas coisas . - riu Jonghyun .

- Talvez você seja idiota e convencido . - disse Taemin e cruzou os braços .

- Talvez você seja mimado e nervosinho .- falou Jonghyun , imitando o jeito dele de cruzar os braços .

- Já te falei que você é irritante ? - perguntou Lee , sorrindo discretamente .

- Sim , sim , muitas vezes . Já te falei que essa sua boquinha é fofa ? - disse Kim , descruzando os braços .

Taemin balançou a cabeça e perguntou - Você me vê como mimado , nervosinho e fofo ? Combinação incomum . - riu Lee .

- Uma combinação incomum mas eu gosto  . - disse Kim rindo de volta .

Taemin sorriu e abaixou a cabeça levemente rosado . Jonghyun levantou o queixo do jovem e deixou um selinho singelo e um carinho na bochecha com o polegar .

- Vamos ? A Sayu está nos esperando . - disse Kim sorrindo .

Ele assentiu dando um belo sorriso tímido . - Hum , sim....

                                                                           ************************

- Tae , Jongie vocês demoraram . Vem , vamos desenhar mais ! - disse Sayu animada .

- Demoramos pois o Tae estava enrolando para tirar a tinta da cara . - riu Jonghyun ao se sentar ao lado da pequena .

-  Eu ? Você que ...- disse Lee confuso .

- Tae , enquanto vocês estavam no banheiro eu desenhei uma borboleta para você . - disse a menina com os olhos brilhando ao entregar para ele um desenho de uma linda borboleta roxa .

- Obrigado , ficou lindo o seu desenho . Adoro borboletas . - disse Taemin fazendo um carinho na cabeça dela .

- Obrigada Tae . - disse Sayu abrindo um sorriso contagiante .

- E eu ? Você se esqueceu de mim ? - perguntou Kim , cruzando os braços e fazendo biquinho . 

- Jongie...não faz esse biquinho ...eu não me esqueci de você . Eu fiz um anjo para você . Olha . - entregou para ele a folha .

Jonghyun olhou para o desenho e não conteve um sorriso que estendeu de orelha a orelha .

- Você gostou ? É a sua mamãe . Eu me lembrei daquela foto que você me mostrou dela em um teatro onde ela fazia o anjinho .

Jonghyun abraçou a criança e disse - Eu amei , muito obrigada minha linda .

- De nada , Jongie . - disse ela dando um beijinho na bochecha dele .

Taemin observou Jonghyun e percebeu que apesar de estar sorrindo sua expressão continha uma ponta de tristeza e uma postura pensativa .

- Sayu , quantos anos você tem ? - perguntou  Lee .

- Eu tenho 5 anos . -disse ela , mostrando os dedinhos .

- Tão jovem , tão talentosa e lindinha . Quando você crescer precisa ter uma exposição de arte somente sua  .- disse Taemin .

Ela cobriu o rosto pois fica ligeiramente tímida ao receber elogios .

Os dois riram e ela descobriu o rosto mas ainda estava vermelhinha .

- Sim , e vocês vãos ser meus convidados . - disse ela .

A mãe de Sayu entrou devagar no quarto e sorriu para os três .

- Filha , você tem quimioterapia agora...

- Agora ? Mas eu quero ficar aqui com o Jongie e o Tae . - disse Sayu visivelmente chateada .

- Filha , precisa ser agora . Você sabe...é para o seu bem...-disse Heesun calmamente .

- Mamãe...eu quero me divertir  , eu não quero ir , lá é tão feio...- disse a criança , dando um passo para trás .

-Sayu , você já está acostumada .É só alguns minutinhos...- disse a mãe segurando a mão da filha .

A pequena começou a chorar baixinho - Mamãe por favor ...eu estou cansada...quero brincar...

Lágrimas caiam sem descanso pelo rosto da menina .

- Sayu... Ouça a sua mãe ...isso é mais um passo para a sua recuperação . - disse Jonghyun docemente , segurando o ombro da criança .

- Jongie...eu estou cansada disso... -disse ela com o rostinho vermelho .

- Eu sei...mas pense que você vai melhorar e depois vai poder brincar o quanto quiser . Ok ? minha princesinha...

- Jongie...isso nunca vai acabar ? - chorou ainda mais , deixando sua mãe com pequenas lágrimas no canto dos olhos .

Heesun tentava falar com a filha mas ela não conseguia pois ao mesmo tempo também tentava controlar suas emoções .

Aquela cena era de partir o coração e Taemin se controlou para não chorar pois não conseguia ver uma criancinha sofrendo dessa maneira .Jonghyun segurou firmemente as duas mãozinhas da menina para conforta-la  e transmitir força e segurança . Ela levantou a cabeça e o abraçou . Depois de algum tempo ele secou as lágrimas dela .

- Viu ? você é mais linda sem essas lágrimas . Elas não combinam com você...- disse Kim depositando um beijo na testa dela .

Taemin se aproximou e abraçou os dois . Sayu fungou e sorriu dizendo - Vocês dois parecem príncipes...

Depois foi até a mãe que a pegou no colo e abraçou - Mamãe , vamos...Jongie , Tae , tchau . - disse ela levantando a mão .

Antes de atravessar a porta com a filha , Heesun olhou para trás e lançou um olhar puro de agradecimento para os dois jovens .

Taemin não sabia o que dizer depois do ocorrido e olhou para Jonghyun que ainda olhava para porta aberta .

- Hum...Jonghyun...eu...acho que vou ir no quarto da minha mãe . - disse Lee com a voz trêmula e com a cabeça baixa .

- Taemin...está tudo bem ? - a pergunta de Kim ecoou pela cabeça do jovem .

- Anh ? Sim , claro . Depois nos vemos , ok ? Vou ver como minha mãe está . - disse ele , saindo do quarto rapidamente para que não notasse seus olhos vermelhos .

                                                              ****************************

- Ei Taemin  . - disse Son In avistando o irmão no corredor .

- Oi Son In , como está indo o trabalho ?

- Muito bem . Como está seu "amigo" ? - perguntou ela com o tom de provocação .

Taemin , revirou os olhos e disse - Ele está aqui , eu vim com ele . O acompanhei na visita de uma garotinha ...

- A Sayu ? conheço ela , um amor de criança .

- Sim...- sorriu Lee .

- Você está indo ver a mamãe né ? Eu vou com você , já está na hora do remédio dela . - disse a irmã , colocando as mãos no bolso do jaleco .

Andaram por alguns minutos e chagaram no quarto .

- Taemin , Son In , que bom ver vocês . - disse Shin Lye , descansando na cama

- Oi , mãe . Está tudo bem ? - perguntou Lee .

- Sim  , estou ótima . E você ? 

- Também...

- Ele está ótimo né ? Pois veio com o Jonghyun . - disse Son In .

- Sério ? Que legal . Onde está ele ?

- No andar de baixo pois....

- Ele veio ver uma garotinha . Que amor né ? ele fazendo trabalho voluntário - disse Son In .

- Meu filho tem sorte...- disse a mãe , passando a mão no cabelo do filho mais novo .

- Que ? - olhou para a mãe .

- Você e ele são muito fofos juntos .- disse Son In .

- Nós não estamos juntos , só somos ... . - disse Taemin confuso e incomodado .

- Aham , vou fingir que acredito . Quando nós vamos conversar sobre ele ? Quero saber mais e mais da sua relação com o Jonghyun . - disse a irmã mais velha animada .

- Son In , acho que ele não vai falar se eu estiver perto mas suponho que a relação deles é ótima e um adora a companhia do outro .- deu um riso a mãe .

- Ele já te deu algum presente ? Vocês já foram para um encontro ? Você já deu um algum presente para ele ? - perguntou Son In com os olhos brilhando .

- Ah vocês duas....estão vendo doramas demais . - riu Taemin .

- Falando nisso ...ontem , as enfermeiras e as estagiarias comentaram que o Jonghyun parece um ator de doramas , ficam falando dele toda hora . - disse a doutora .

- Ah é ? . Hum...elas parecem que são bem atiradinhas , que isso em... - disse Lee revirando os olhos .

- Calma aí irmãozinho - riu a irmã - Não precisa ter ciúmes , elas não tem chances , você é incrível e lindo .

- Son In , só foi um comentário . Não estou com ciuminho , não sou mais adolescente . - disse o irmão .

As duas riram pois era óbvio que Taemin não conseguia esconder sua emoções .

                                                              **************************

  1 HORA DEPOIS....

- Nossa a hora passa rápido . Já acabou o horário de visitas para esse andar . - disse Shin Lye chocada .

Taemin falou quando distribuia beijinhos pela cabeça da mãe. - Pena que acabou mas eu vou te visitar sempre, sempre , sempre

- Eu sei que você vai ...você é tão doce meu filho . - apertou a mão dele .

Ele olhou para ela sorriu e a puxou para um abraço apertado . Estar nos braços de sua mãe o fazia sentir seguro e quentinho , como se nada pudesse atingi-lo ou machucá-lo . Taemin admira a força e a coragem dela depois de ter passado por tantos momentos tristes e desagradáveis . Ela é o seu porto seguro e nunca vai esquecer do seu calor e carinho . Depositou um último nas mãos dela e se despediu .

Decidiu comprar uma bebida na máquina no final do corredor mas sem querer esbarrou em uma pessoa no cruzamento entre os corredores .

- Desculpa ...eu não vi você . C-Chaelin ? 

- Oi ...Taemin . Tudo bem ...foi culpa minha , estou um pouco distraída hoje... - riu baixinho .

- Anh...que surpresa você aqui . Veio se consultar ? - comentou Taemin .

- O que ? Ah ...não . Só vim dar um "oi" para o meu amigo , ele trabalha aqui . E você ? - disse ela .

- Eu vim visitar minha mãe e minha irmã também trabalha aqui . - disse Taemin .

- Ah sim...então , você estava indo em direção á máquina de vender sucos e refrigerantes né ? Vem comigo , estou morrendo de sede .

Ele assentiu confuso e foi comprar a bebida . Chaelin comprou um suco de morango e Taemin comprou uma soda .

- Sente-se comigo . - disse Chaelin sorrindo ao apontar para os bancos que tinha por perto .

Lee se sentou mas se sentia um pouco desconfortável pois a garota não parava de encara-lo . 

- Nossa , estou tão cansada . - comentou ela .

- Trabalho ? Você é delegada certo ? - indagou baixinho o jovem , bebendo a soda .

- Sim ! Eu AMO mas é cansativo ás vezes . - disse a jovem , estalando o pescoço .

Chaelin suspirou - Sinto falta de sentar e beber alguma coisa com alguém , estou tão cansada .

- Imagino...-disse Lee timidamente .

Ele se sentia arrependido e incomodado já que a tratou tão mal alguns dias atrás e ela estava sendo muito legal e educada mesmo depois do ocorrido . Não é justo com ela .

- Taemin ,desculpa , eu não tive a chance de conversar direito com você pois eu tive que sair correndo para o trabalho naquele dia . - riu ela . - Então como você conheceu o nosso amigo Jonghyun ? - perguntou ela interessada .

- Na casa de shows que meus amigos administram ...- sorriu de lado .

- Ah sim !! Adoro!...quero ir lá quando meu trabalho acalmar um pouco . - disse ela depois de dar um gole no suco .

- Chaelin...desculpa .

- O que ? . Porque está me pedindo desculpas ? - ela parecia confusa .

- Eu fui um idiota com você naquela noite . Eu estava estressado e ...na verdade eu ...estava com ciúmes . - confessou Taemin , pausadamente .

- Ciúmes ? ...

- Eu pensei que você e o Jonghyun estavam...juntos . Desculpa , pelo meu comportamento infantil, eu fui babaca . Fiquei a noite inteira sem falar com ninguém por causa do meu ciúmes bobo , sinto muito . - disse o jovem com a cabeça baixa .

Ela percebeu o que estava acontecendo e simplesmente sorriu . - Taemin , está tudo bem .Não precisa se desculpar . Vocês estão juntos ? Oh meu deus...- ela sorriu ainda mais e segurou o ombro dele . - Eu te entendo , também tenho ciuminho das pessoas que eu gosto . Estou adorando essa notícia ...meu melhor amigo está namo...anh ... vocês estão namorando ou ficando ? 

Taemin não sabia o que responder pois não sabia qual era realmente sua relação com Kim Jonghyun e ficou corado .

- Eu já sei a resposta . Conheço o Jong a muito tempo e percebi que ele está mais feliz aposto que é por sua causa .  

- Oh...sério ? - ele ficou surpreso com o comentário dela .

- Sim ! . Então , eu tenho que ir agora...por causa de coisas do trabalho . Depois vamos conversar mais , OK ? Você é um fofo . - abraçou ele e se despediu .

Taemin observou ela andar até o elevador e depois ficou encarando o chão . 

O que está acontecendo entre nós ? Não é só sexo... Toda vez que eu estou perto dele sinto...- os pensamentos de Taemin foram interrompidos pela vibração de seu celular .

Uma mensagem de Jonghyun - Estou no último andar , no terraço . Pode vir aqui , por favor ?

- Sim , já estou indo .

  Taemin pegou o elevador e subiu mais cinco andares até chegar no terraço . Vários bancos estavam distribuídos pelo local e o sol pairava sobre os olhos do jovem dificultando o campo de visão . Pôs a mão no rosto para aliviar a ardência dos raios de luz . Olhou para o canto direito e viu Kim sentado em um dos bancos encarando o desenho que Sayu havia lhe  dado .
 
- Ei...Jonghyun . - ele demorou para perceber a presença de Lee .
- Ah ...Taemin . - esfregou os olhos que aparentavam estar vermelhos .
- Você está bem ? Seus olhos...
- Você viu aquele corredor não é ? Dos troféus e das fotos da minha mãe lá na faculdade . - disse Kim com a voz            baixinha e sufocada .
- Sim...eu vi mas o que ...
- Esse desenho ...ah...me lembrou muitas coisas . - uma pequena lágrima saiu do seu olho e Kim rapidamente secou ela com o dedo . Evidentemente ele estava tentando se controlar para não chorar .
- Jonghyun...por favor não chore - Taemin se sentou ao seu lado .
- A Sayu desenhou isso para mim pois eu contei para ela que minha mãe interpretou um anjo em uma peça de                teatro . - fungou e abaixou a cabeça .
 
Ele não disse mais nada e permitiu as lágrimas se libertarem . Taemin imediatamente cobriu ele com um forte abraço . 
- Que merda....porque isso tinha que ter acontecido ? - chorou no ombro do outro .
- Não tenha medo de chorar , eu estou aqui ...não tente controlar as lágrimas isso faz mal...
- Foi culpa minha , eu sou uma merda  de pessoa . - disse Jonghyun , apertando mais o abraço .
- Você não é um merda . 
-  Você não me conhece , Taemin . Eu sou um inútil - tossiu entre o choro .
 
Taemin não respondeu e permaneceu naquela posição por vários minutos . Sentiu o aperto entre as mãos e o corpo aumentarem . Naquele momento ninguém se pronunciou , as únicas coisas que podiam ser ouvidas era o som do vento e as batidas de um coração triste .

                

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Twitter : Mary_DHyun
Volteeiii <3 <3 , sentiram minha falta ? ( acho que não kkkk )
Estou escrevendo outra fanfic e é de Jikook e se chama Flores <3 se quiserem dão uma conferida lá <3
Até o próximo capítulo <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...