História O sorriso de Kihyun 2 -Alguem Segure a Jaemim! - Capítulo 25


Escrita por: ~

Postado
Categorias Monsta X
Personagens I'M, Ki Hyun
Tags Comedia, Filhos, Pais, Temporada Romance, Travessuras, Viagens
Visualizações 58
Palavras 1.228
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Saga
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Essa capa e so por que eu quero colar essa foto na minha testa e sair por ai berrando, OLHA AS BOCHECHINHAS DELE VOLTANDO!!! to chorosa desde ontem sorry..sem mais surtos Boa leitura

Capítulo 25 - Um dia corrido, uma noite preocupante


Fanfic / Fanfiction O sorriso de Kihyun 2 -Alguem Segure a Jaemim! - Capítulo 25 - Um dia corrido, uma noite preocupante

Lay on 

Depois de passar a noite conversando com Joni e conhecendo um pouco mais sobre ele, arrumei um lado da cama para ele dormir, por mais que eu tentasse pegar no sono, não conseguia, Kihyun pelo jeito estava igual a mim, pois o mesmo se levantou e foi para a sacada só quarto, eu levantei e segui meu pequeno homem, começamos a conversar sobre como iriamos fazer com Joni, que malmente tinha um documento e uma peça de roupa, tínhamos muita coisa para resolver em um dia, já que só passaríamos mais amanhã em Las vegas e depois tomaríamos rumo para outro lugar, depois que decidimos o que fazer Kihyun voltou a se deitar e não demorou a pegar no sono, enquanto eu me remexi na cama de ansiedade até o dia clarear que foi aonde eu tomei coragem e me levantei novamente, os três continuavam dormindo calmamente, fiz minha higiene  e tentei me arrumar sem fazer nenhum barulho, serviço feito com sucesso, peguei as chaves do quarto e fui para a rua, passando primeiro em uma agencia bancaria próxima para pedir o desbloqueio do meu cartão de credito, depois de passar quase duas horas para conseguir falar com gerente por fim o infeliz com cara de cafetão fez o desbloqueio, saindo de la procurei por lojas de roupa masculina que vendessem roupas para a idade de Joni, ja estava quase desistindo de comprar algo por aqui, já que tudo custava o olho da cara, não que eu não queira comprar algo decente para Joni, mas eu me nego a pagar 600 dolares em uma cueca 

''Depois Brasil que é tudo cara, ta maluco jão'' 

Quando minhas pernas já doíam de tanto procurar uma loja que meu bolso aguentasse pagar, achei uma loja bem grande com bastante variedade de roupas, e o preço até que estava aceitável, peguei uma sacola grande e grossa que o local oferecia e sai enfiando calça, camiseta, cueca meia e tudo que eu achei que Joni precisasse usar, aproveitei uma promoção na ala feminina e comprei umas blusas para mim, por que né...não sou obrigada a so ficar com vontade, não me esqueci da minha princesa e nem do meu querido marido, comprei algumas peças para eles, paguei e corri daquela loja antes que eu gastasse mais do que podia, voltei para o hotel, Kihyun e Jaemim já estavam acordados tomando café, Joni ainda dormia tão confortável que o decidi não acorda-lo, dei uma gole no café um beijo em Jaemim, e um tapa na testa de Kihyun que me xingou muito, e depois de rir da cara dele e lhe dar um beijo de bom dia peguei o documento de Joni que havia ficado em cima da escrivaninha e foi até o aeroporto fazer o pedido do passaporte, tive que inventar mil e uma desculpas e depois de passar pela quartinho do pânico vulgo sala aonde ficava o conselho tutelar e explicar a situação para os agentes ele liberaram o passaporte, eu teria apenas que tirar uma foto 3x4 de Joni e comparecer ao juizado de menores da coreia quando a notificação chegasse na minha casa, resumindo, cuidar de Joni ia me dar mais dor de cabeça do que eu imaginava, mas como kihyun havia dito, nada que um bom advogado e muita paciência não resolvesse, ele me entregaram um documento ao qual eu não poderia perder, um documento que era como uma permissão do estado para que eu pudesse viajar com Joni, depois de passar por tudo isso voltei para o hotel, eu estava morta de cansaço, mas teria que me recompor e juntar forças para sair com a trupe do barulho e as crianças ainda hoje, arrumei Jaemim, e entreguei as roupas novas para Joni que ja estava acordado vestir, e mais uma vez recebi um abraço de felicidade do jovem. 

''Eu acho que posso me acostumar com isso'' 

Encontramos com Gau, Changkyun e Bella, Keke e Hoseok não haviam passado a noite no hotel, decidiram aproveitar a lua de mel em um lugar mais proveitoso, mas avisaram que nos encontrariam no local marcado mais tarde, seguimos então para um restaurante muito popular em Las Vegas, o lugar de fato era incrível, ao lado tinha uma fonte enorme mas fiz questão de me manter longe dela, já que a experiencia de outra fonte não deu muito certo, depois de umas horas Hoseok e Keke chegaram ambos rindo para o nada, Bella e Joni começaram a conversar e rir fiquei feliz por eles estarem se dando bem, ja que Bella por mais que pareça um anjo tem um temperamento muito forte, e não e com qualquer um que ela faz amizade facil, Joni toda hora brincava com Jaemim, a jogando para cima e contando historias de princesa para ela, Jemim o ensinou a musica do ''Joni Joni Is papa'' E ambos ficaram quase meia hora cantando aquilo, suspirei feliz ao ver minhas crianças se tando tão bem, feliz por Joni que estava sorrindo como bobo, feliz por saber que eu e Kihyun quem estava proporcionando isso a ele. 

 Depois que saimos do restaurante, passei em um lugar para tirar a foto de Joni, e enquanto eles iam para o parque aonde fomos o primeiro dia que viemos para ca, eu voltei para o aeroporto para entregar a foto de Joni, respirei mais aliviada quando por fim eu estava com o passaporte em mão, voltei para o parque reencontrar com eles, nos divertimos nos brinquedos mais leves, Joni insistiu em cuidar de Jaemim, que já estava chamando o garoto de maninho, eu preciso dizer que fiquei boba com isso ? Não né, segure o bonde, estava tudo lindo tudo bonito, até a atração do parque ser anunciada e Kihyun e Changkyun. 

-Eu não vou nesse treco nem amarrado –Hoseok gritava apontando para o BangJunp – Nem amarrado entendeu? 

-Nem amarrado – Kihyun o provocava – Se eu comprar uma corda e te amarrar tenho certeza que você ira sim! 

-Kihyun peste, larga a mão de ser tão demonio – Disse enquanto o abraçava - Só para constar eu tambem não irei nesse treco! 

-Changkyun – Kihyun chamou pelo amigo – Aonde vende cordas aqui? 

-Kinhyun! - Dei um tapa em sua nuca – Va você sozinho!  

-Aish vocês são tão medrosos! 

-Eu quero ir appa, posso pular la de cima com appa, posso? - Jaemim pulava empolgada 

-Nem fodendo! - Respondi 

-Omma, não pode falar palavra feia – Ela me repreendia orgulhosa de si. 

Depois de Kihyun insistir muito, Hoseok tomou coragem e os tres homens mais Gau e Keke foram para a fila do brinquedo, Bella e Joni até tentaram ir, mas foram barrados por conta de idade. 

-Lay – Joni chamava minha atenção - Eu acho melhor tirar eles da fila!  

-Por que Joni?  

-Por que eu acabei de ouvir de um dos responsaveis pelo brinquedo que uma das cordas está se quebrando, mas eles não sabem qual é!  

-E por que eles não fecham o brinquedo? -Eu praticamente gritei de desespero. 

-Talvez eles estejam acreditando na sorte, e no grande colchão de ar que está embaixo!  

-Fique com as meninas pra mim Joni, eu vou la avisar eles 

 Sai correndo e fui até a enorme fila do brinquedo não encontrando os 5, e quando olhei para cima, notei que a pessoas que estava colocando os equipamentos de segurança era Kihyun. 

''Que ele não use a corda quebrada''  



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...