História O Stalker de Lee Daehwi - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Wanna One
Personagens Daehwi, Guanlin, Jaehwan, Jihoon, Jinyoung, Jisung, Kang Daniel, Minhyun, Seongwoo, Sungwoon, Woojin
Tags Eunking, Jinhwi, Wanna One
Visualizações 122
Palavras 1.239
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Escolar, Fluffy, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OLAAAAAAAAAAAA

Não vou irritar vocês, prometo kdvkfvldll
Bora ler q esse tá grande

Capítulo 15 - 15- Mordida ou Chupão?


Fanfic / Fanfiction O Stalker de Lee Daehwi - Capítulo 15 - 15- Mordida ou Chupão?

Talvez o jeito que Bae tenha praticamente o jogado na cama tenha machucado um pouco suas costas, mas isso não importava para Daehwi agora. Sempre havia ouvido histórias incríveis sobre o assunto "Primeira Vez" então esperava que a sua também fosse deverás memorável.

Jinyoung lhe beijava colocando pressão sobre seus lábios, o fazendo soltar gemidos manhosos em meio aos beijos. Logo os beijos lentamente desceram e passaram a desenhar lentamente pelo maxilar de Daehwi, era uma sensação diferente para Lee, porém era boa.

Em pouco tempo, os beijos transformaram-se em pequenas mordidas, que logo viraram pequenos chupões que..Bem...Talvez não fossem chupões.

- BaeJin...BaeJin! - exclamou Daehwi, colocando as mãos no pescoço. - Eu suspeito que chupão não se dá com os dentes..Até porque o nome é chupão não mordida! Tá achando que é vampiro pra me morder assim?

- Eu não faço idéia de como se dá chupão.. Desculpa. - confessou tímido.

- Eu vou te ensinar. - puxou a gola da blusa do mais velho, dando um chupão ali e fazendo-o gemer baixo. - Aprendeu?

- É tipo aqueles desentupidor? - E Daehwi caiu na risada.

- Você é uma graça, Jinyoung. - Selou seus lábios rapidamente. - Mas..Vamos rápido, sem tantas piadinhas, se não perde o tesão, ok? - E puxou o de novo para um beijo.

Tal beijo nem durou por tanto tempo, pois logo Jinyoung passou a deixar marcas arroxeadas por todo o pescoço e clavícula de Daehwi, agora fazendo do jeito certo. Tirou rapidamente a camisa do mais novo e dedilhou lentamente o peitoral desnudo de Daehwi, então levando seus dedos até os mamilos do Lee e rodeando a ponta de seu dedo ali, apenas para o ver arrepiar. Tudo aquilo era muito novo para Daehwi, mas ele de certa forma adorava aquilo.

- Você não acha que tá muito vestido, amor? - tirou a camiseta do Bae. - Assim já tá bom... - Olhou para baixo, percebendo o volume formado nas calças de Jinyoung. - Mas já? - riu, indo com a mão até ali e apertando, fazendo Jinyoung conter um gemido. - Você não aguenta tanto assim, né?

- Daehwi..Se você me provocar aí que eu não vou aguentar mesmo... - falava com sua respiração levemente descompassada.

- Tudo bem, Jinnie. Podemos ir mais rápido. - retirou seu short e sua cueca, deitando-se na cama e puxando Jinyoung para cima de si. - Vem cá. - retirou lentamente as peças restantes de roupa que Jinyoung vestia e o puxou para cima de si, o beijando e causando um leve atrito entre os membros expostos ali, dando uma sensação consideravelmente boa.

Jinyoung ajoelhou-se, se posicionando entre as pernas de Daehwi, puxou o frasco de óleo corporal que ali tinha e passou um pouco em seus dedos, até perceber que..

- Daehwi-Ah..Daehwi... - chamou vagamente.

- Sim, Jinnie?

- Tem como você ligar a luz nesse abajur do seu lado? É que eu..Eu não consigo enxergar.

- Claro Jinnie, claro. - fez o que lhe foi pedido.

- Isso, agora abra as pernas pra mim..

- Ahm, Jinnie.. - chamou coçando a nuca. - Posso segurar na sua mão?

- Claro que pode! - sorriu, pegando na mão do Lee. - Vou começar, não se assuste se doer um pouco no começo.

E então introduziu o primeiro dígito na entrada de Daehwi, o fazendo gemer alto e apertar na mão de Jinyoung. O Bae movimentava seu dedo no interior de Daehwi lentamente, esperando até que se acostumasse. Então assim que se acostumou, introduziu o segundo dedo, movimentando-os agora abrindo e fechando lentamente, sentindo as pequenas unhas de Daehwi cravarem em suas mãos. Começou a ir mais fundo com seus dedos em Daehwi, até encontrar seu ponto mais sensível, pressionando levemente ali e o fazendo gemer alto de prazer, foi ali que Jinyoung percebeu que Daehwi realmente estava pronto.

Tirou sua calça lentamente, pegando o preservativo que havia guardado desde a palestra que havia tido na escola sobre prevenção sexual e colocando em seu membro, bem, na verdade teria colocado, se não tivesse feito o favor de estourar o preservativo antes.

- Tem problema a gente ir sem?

- Jinyoung, vai logo!

- Calma! - pegou o óleo que estava usando e passou um pouco em seu membro, logo puxando Daehwi para seu colo e o penetrando.

Jinyoung percebeu que deveria ter sido mais delicado assim que ouviu o grito de Daehwi, que também arranhou boa parte de suas costas. O Bae esperou um breve tempo, e agarrou nos quadris de Daehwi, segurando ali tão forte que provavelmente ficaria a marca depois, logo Jinyoung começou a se movimentar, indo fundo em Daehwi.

A partir daí era apenas possível ouvir o som de gemidos misturados ao som da cama rangendo e batendo na parede, nunca em suas vidas se sentiram tão bem assim.

Logo, Daehwi tirou uma das mãos de Jinyoung de seu quadril e colocou em seu membro parcialmente rijo, o Bae sabia o que fazer, passou a masturbar Daehwi ao mesmo ritmo que estocava dentro do Lee.

Então, Jinyoung achou o ponto sensível de Daehwi e passou a atingir ali sem dó, fazendo o mais novo praticamente gritar de tamanho prazer enquanto arranhava e cravava suas unhas nas costas de Jinyoung. Em pouco tempo, Jinyoung se desfez no interior de Daehwi, e Daehwi teria feito o mesmo se não fosse pela falta de atenção de Jinyoung, o mais velho achava que estava tudo completamente normal até que..

- Jinyoung! - o mais novo gritou alto, cravando suas unhas de verdade no ombro do mesmo e encostando sua cabeça na curva do pescoço do Bae. - Jinyoung..O-O que você... - gemeu alto, ao sentir seu baixo ventre repuxar, isso só fez que cravasse suas unhas ainda mais fortes no ombro de Bae, o fazendo gemer. - M-Me deixa...M-Me deixa...A-Ah Jinyoung. - o abraçou forte sentindo novamente repuxar, sua voz era de choro e seu corpo todo estava tremendo e Jinyoung ficava apenas mais confuso.

- O que tá acontecendo, amor? - o mais velho perguntou assustado.

- Jinyoung, sua mão..T-Tira ela daí! - ordenou, Lee estava quase chorando, era uma dor boa mas, nem tanto assim.

Jinyoung apenas obedeceu o mais novo, que então finamente pode chegar ao seu ápice, se desfazendo entre os dois corpos ali, ao perceber o que havia feito, começou a pedir desculpas desesperadamente e logo foi desculpado, afinal Daehwi não conseguia ficar bravo consigo. Retirou o mais novo que ainda se encontrava levemente trêmulo de seu colo e deitou-lhe na cama, deitando logo ao lado do mesmo.

- Não foi aquela coisa assim de você ter orgulho de contar pros seus amigos mas dá pro gasto, né? - Jinyoung riu.

- Eles iam rir da minha cara quando eu falasse que na minha primeira vez meu namorado me deu uma mordida no lugar de um chupão, me pediu pra acender a luz porque não sabia onde meter, estourou a camisinha que a gente ia usar e ainda me fez um Cowgirl sem querer! - cruzou os braços fazendo bico.

- A próxima vai ser melhor, eu juro.

- Não precisa se preocupar, essa foi a melhor primeira vez que eu poderia ter, sabe por que? - viu o acenar negativamente com a cabeça. - Porque foi com alguém que eu amo, que eu amo muito. - Puxou-o para um beijo, sorrindo entre as pequenas pausas.

E então ficaram ambos ali, deitados enquanto conversavam e trocavam pequenas carícias e juras de amor, afinal era como Daehwi havia dito, poderia não ter sido algo perfeito como em filmes, mas ao menos foi com quem confiavam e amavam.


Notas Finais


Isso ser uma Bíblia KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...