História O submisso - Capítulo 31


Escrita por: ~

Postado
Categorias Tokyo Ghoul
Personagens Ken Kaneki
Tags Drama, Kaneki, Rize, Sadomasoquismo, Sexo
Exibições 57
Palavras 376
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Policial, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi pessoal, desculpem minha demora para estrear esse capítulo, como vocês sabem é o último mas o mais importante na minha opinião, pq vai falar sobre três personagens, o passado do Suzuya, da Touka e o futuro dela com o kaneki.
Leiam as notas finais e obrigado de vdd por estarem aqui lendo minhas histórias ;3

Capítulo 31 - Contos :3


Fanfic / Fanfiction O submisso - Capítulo 31 - Contos :3

Suzuya Juuzou On

Eu era bem pequeno quando tudo aconteceu, não me lembro da minha mãe ou meu pai de verdade, não sei se tinha irmãos de sangue.
Sabia apenas que tinha que ser um bom garoto.
-Você se comportou hoje querido?
Minha cela não era grande, mas sobrava espaço para eu me deitar, me levantei do chão frio enquanto mamãe abria minha cela com o alicate em mãos.
-Sim mamãe -falo tirando minha camisa rasgada.
Ela sorri e me empurra no chão me arranhando, me dando socos, enfiando sua kagune nas minhas costelas.
E por fim,ela sempre cortava um pedaço da minha pele de recordação com o alicate antes de sair.
Ela beijou minha testa e desmaiei devido a dor.
Eu já estava acostumado, a quanto tempo eu estava ali?
Não sabia.
Meu outro trabalho era lutar numa arena para dar comida aos amigos de mamãe, eu corria atrás de humanos,ou ghouls, mas sempre matava todos porque eu era um bom menino.
Mas naquela noite foi diferente, quando matei o humano fraco eu não ouvi aplausos ou algo parecido, e sim todos gritando de medo ou caindo na arena.
Todos morreram naquela noite, e quando os pombos me acharam, sorri feliz,finalmente daria orgulho a mamãe sendo mais forte que todos os outros.
Até que ela mesma.

Touka on

-Ayato?
A casa estava vazia, mas tinha um cheiro estranho no ar, como mamãe havia morrido a anos eu e Ayato morávamos com papai.
Quando chego na sala vejo  sangue por todo lugar, nas mesas,cadeiras, no sofá velho que sentávamos para assistir TV.
E papai estava no sofá.
Ou o que havia sobrado dele.
Sinto duas mãos tapando minha boca e me levando para fora de casa.
Quando sou solta olho pra trás e vejo Ayato chorando.
-Os pombos -ele choraminga.
Pego na mão dele e saímos correndo, não iria deixar ele ser machucado pelos pombos, ele era meu irmão, minha única família.











Kaneki on

Levo mais café para os novos clientes, haviam se passado anos que estive na anteiku, mas não havia um dia que eu não sentisse saudades de lá.
-Kaneki anda logo!
Vejo Touka me olhando brava com a barriga grande, mas ela não parava um segundo de trabalhar.
É, a vida da voltas.


Notas Finais


Gente quem quiser ler mais histórias minhas me procurem no wattpad :sra Killer ou sarakiller65, e vejam minhas histórias.
Em breve lançamento de fanfic nova, amo vcs lindos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...