História O subordinado - NaruHina. - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Chiyo, Deidara, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Haku, Hanabi Hyuuga, Hidan, Hinata Hyuuga, Hizashi Hyuuga, Hotaru Katsuragi (Hotaru Tsuchigumo), Hyuuga Hiashi, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Itama Senju, Izumi Uchiha, Izuna Uchiha, Jiraiya, Juugo, Kabuto, Kagura, Kaguya Ootsutsuki, Kakashi Hatake, Kakuzu, Kankuro, Karin, Karura, Kiba Inuzuka, Kidoumaru, Killer Bee, Kimimaru, Kin Tsuchi, Kisame Hoshigaki, Kizashi Haruno, Ko Hyuga, Konan, Konohamaru, Kurenai Yuuhi, Kushina Uzumaki, Madara Uchiha, Maito Gai, Mangetsu Houzuki, Matsuri, Mebuki Haruno, Mei, Menma Uzumaki, Minato "Yondaime" Namikaze, Mito Uzumaki, Nagato, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Personagens Originais, Sai, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Shino Aburame, Suigetsu Hozuki, Temari
Tags Naruhina, Naruto, Nejiten, Romance, Saiino, Sasodei, Sasusaku, Shikatema
Exibições 164
Palavras 1.627
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ecchi, Festa, Fluffy, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Visual Novel
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


YO LEITORES!
Hehe parece que alguém não demorou um mês para postar não é mesmo? (mas foi porque vocês pediram).
Bom hoje eu lhes trago o segundo cap ee TEM NARUHINA :3 não, não tem beijo pq eu não vou dar esse gostinho para vocês tão cedo. (SOFRAM MUAHAHAH)
Eu fiquei muito feliz com os comentários do primeiro capítulo e me motivou a continuar :v
Obrigada a todos e boa leitura.

Capítulo 2 - II- Diário e desculpa...


Fanfic / Fanfiction O subordinado - NaruHina. - Capítulo 2 - II- Diário e desculpa...

 O loiro deixou o local e a Hyuuga ficou meio confusa... Era muita informação para a princesa absorver. Ela havia ganhado um garoto de presente, isso pareceu meio errado na visão dela, e aquilo estava à incomodando muito. Deixou seus pensamentos de lados e começou a abrir os seus mais de mil e duzentos presentes. Obviamente ela passou a noite em claro abrindo os presentes, todos eles eram finos e caros, variavam entre pulseiras anéis e colares de pedras preciosas. Como sempre ela gostou mais do presente de suas melhores amigas. Sakura lhe deu uma caneta de ouro com pedras de esmeralda, Ino lhe deu um vestido até o joelho com diamantes e Temari mandou fazer para a Hyuuga uma coroa de ouro branco com rubis, safiras e ametistas. 

 Depois de abrir todos os presentes, já eram três da manhã, Hinata sem sono pôs se a escrever em seu diário —Usando sua nova caneta tinteiro que Sakura havia lhe presenteado.

 “Ontem/Hoje foi um dia um tanto estranho, porém divertido. Tudo começou com a Tenten-chan extremamente agindo de forma anormal, deixando meio óbvio que teria alguma coisa em relação ao meu aniversário. Ela me levou para passear pela vila e ADIVINHA SÓ? Eu estava certa sobre ela amar o Neji. Sério, foi meio irritante ouví-la falando apenas dele o tempo todo, mas eu admito que eu sinto um pouco de inveja dela. Quando o sino da igreja bateu sete vezes ela se desesperou-se e veio correndo para o castelo (e é claro que ela me arrastou junto). Chegando aqui ela pediu para que eu colocasse um vestido maravilhoso branco com alguns detalhes em roxo. Depois me induziu até o salão de festas e... SURPRESA!!! Todas minhas amigas estavam lá e eu devo ressaltar que, como sempre, meu pai exagerou na dose de convidados e da extravagância da festa. Porém estava tudo muito lindo, os comes e bebes estavam divinos! Fiquei conversando com as minhas melhores amigas e descobri que a Ino estava namorando. SERÁ QUE EU VOU MORRER SOZINHA? Deixando o drama de lado, quase no final da festa meu primo Uchiha Sasuke e a Sakura ficaram conversando por um bom tempo e bem, na minha opinião aquilo vai dar namoro, apenas observe meu caro diário, eu sempre estou certa. No momento em que Sakura estava falando com Sasuke, Temari começou a discutir com um garoto da família Nara, que é uma família que tem muita amizade com meu pai... Por mim eles combinaram perfeitamente, mas eles pareciam ter se odiado. Todos pareciam tem encontrado seu amor naquela festa exceto eu... VOU PULAR PARA A PARTE ESTRANHA AGORA PORQUE NÃO ESTOU ME AGUENTANDO. A Kisura, minha madrasta, me deu um presente... Incomum. Ela me deu um servo... E Kamisama que me perdoe mas... QUE SERVO HEIN...? Ele é alto, loiro, tem olhos azuis brilhantes que parecem um abismo sem fundo... Tenho que admitir, que subordinado lindo... Sobre sua personalidade, ele é bem irritável mas acho que consegue ser legal de vez em quando... Fiquei com medo quando decobri que ele saiu do calabouço do castelo —Não faço a mínima ideia do que ele fez de errado...— Mas ele acabou brincando com o meu medo e me chamou de ‘Goushujin-sama’, não posso dizer que não gostei de ser chamada de mestra... Bom, agora são quatro e meia da madrugada, então acho melhor eu ir dormir...”


 No dia seguinte...

 A princesa acordou com alguém batendo impacientemente em sua porta. Ela sentou-se na enorme cama forrada com seda, coçou seus olhos manhosamente, esperando a visão se adaptar à luz do Sol.

 —Entre... —A garota falou com a voz sonolenta, levantando-se e colocando suas pantufas. A grande porta de madeira do quarto foi aberta, logo a Hyuuga viu quem entrou no seu quarto com roupas despojadas, com o café da manhã na mão. Seu serviçal que havia ganhado no dia anterior.

 —Aqui esta seu... —O loiro se assustou e deviou seu olhar que teimava em fitar os seios avantajados semi cobertos da Hyuuga. —S-seu café da m-manhã. —O Uzumaki entregou a bandeja nas mãos de Hinata e rapidamente virou-se.

 —Obrigada Naruto-kun. —Hinata agradeceu. —Você poderia por favor preparar minha banheira? —A garota pediu gentilmente e o loiro respondeu com um suspiro de mal grado. Hinata voltou para a cama e começou a timar seu café da manhã enquanto Naruto rumou em direção ao banheiro.

 Após terminar o café da manhã Hinata foi para o banheiro, nesse momento Naruto saiu, pois negava-se a ficar esperando a Princesa acabar o café da manhã olhando para ela.
 A Hyuuga trancou a porta, tirou as roupas e se despejou na água morna com espuma.
 Ficou um tempo no banheiro, enquanto isso, Naruto estava ficando entediado esperando sentado em uma poltrona no quarto da princesa. Começou a mexer nas coisas dela e achou seu diário. Ele sabia que não deveria ler o diário de uma garota, mas aquilo era uma tentação para ele, então ele começou a ler e viu que ela havia começado o diário com quinze anos.

 Quando terminou, se vestiu no banheiro mesmo, colocando um vestido laranja claro despojado e prendendo seu cabelo em um rabo de cavalo. Ela saiu do quarto e se deparou com Naruto lendo seu diário, ela ficou em choque.

 —Ah olha cheguei em uma parte interessante! “Ele é alto, loiro, tem olhos azuis brilhantes que parecem um abismo sem fundo... Tenho que admitir, que subordinado lindo... Sobre sua personalidade”—

 —E-EI! V-VOCÊ NÃO DEVERIA MEXER NAS MINHAS COISAS SEM AUTORIZAÇÃO! —Hinata arrancou seu diário da mão do Uzumaki. Ela estava extremamente envergonhada e irritada. Uma lágrima de raiva rolou sobre seu rosto que se encontrava extremamente vermelho. —SAIA DAQUI! E NÃO VOLTE.

 —P-princesa eu... —Naruto se surpreendeu com a reação da Hyuuga.

 —CALE A BOCA E SAIA! —Ela abraçou seu diário. —EU TE ODEIO! — Ouvindo essas últimas palavras, Naruto abaixou a cabeça e saiu do quarto. Hinata colocou um aviso de não pertube para nenhuma empregada entrar lá. Ela se desabou em lágrimas... Agora seu servo tiraria sarro do passado dela?

 Naruto se jogou na cama pensando na bobagem que havia feito. Lendo o diário ele entendeu muita coisa sobre o passado da Hyuuga e também percebeu o quanto a princesa era forte. Algumas páginas tinham vestígios de que tinham sido molhadas, o Uzumaki concluiu que eram lágrimas. Por mais que o loiro não quisesse admitir para si mesmo que gostou da parte que falava que ele era “lindo”, ele não pode evitar um sorriso ao lembrar do que estava escrito. Ele era orgulhoso demais para ir lá e pedir desculpas, então esperou três dias para ela se acalmar, deixando as refeições na porta de seu quarto.

 
\\***\\
 
 —Você já preparou tudo para o sequestro da princesa?

 —Sim senhor. Vamos executar nosso plano daqui um mês!

 —Certo. 

//***//


 Três dias depois...

 Naruto para em frente à porta do quarto da princesa, tentando achar coragem de abrir a porta... Ele começou a suar frio e olhar para as paredes cor mármore do castelo. Ele andava de um lado para o outro ainda na frente da porta. Finalmente ele tomou coragem e abriu a porta. A Hyuuga estava com um sutil vestido branco, seus cabelos estavam amarrados por um coque, ela usava um óculos de leitura, enquanto segurava um livro de romance chamado “Uma ligação entre amor e ódio.” Hinata desviou seu olhar do livro para Naruto e fechou seu livro com certa força. Ainda aparentava estar com raiva.

 —O que você quer? —A Hyuuga relanceou seus órbes perolados que se encontraram aos olhos cor safira do loiro. —Achei que tivesse sido clara na parte “Não volte”.

 —Sim, a senhorita foi. Mas acho que não posso obedecer à essa ordem. —O Uzumaki se aproximou com certa cautela e ficou a poucos centímetros de distância do rosto da princesa. As bochechas de Hinata começaram a ferver por conta do espaço mínimo que seus rostos se encontravam. Ambos conseguiam sentir a respiração um do outro. —Eu vim aqui pedir... —Ele engoliu a seco. —Desculpa. —Ele falou tão baixo e tão rápido que a Hyuuga não conseguiu entender nada. Ele se afastou quando percebeu a proximidade que havia estabelecido entre os dois.

 —O que você disse? —Hinata arqueou uma sobrancelha.

 —Desculpa... —Dessa vez, mesmo ele tendo falado rápido, a princesa entendeu, e agora apenas brincaria com ele.

 —Repita por favor. —Ela ordenou com um sorriso.

 —Desculpa.

 —Agora diga “Eu prometo que nunca mais mexerei nas suas coisas...

 —Eu prometo que nunca mais mexerei em suas coisas...

 —“... E serei seu cão fiel!” —Hinata completou dando uma risadinha abafada.

 —E serei seu cão fie— ESPERA O QUÊ? —O loiro gritou indignado.

 —Bom garoto! —Hinata afagou a cabeça do Uzumaki como se ele realmente fosse um cachorro. Naruto segurou o punho da morena e a puxou para si dando-lhe um abraço.

 —Obrigado por me perdoar, você é a melhor Goushujin-sama, mas por favor sem essa de “cão fiel”. —Naruto apertou o abraço. Hinata estava com as bochechas rubras, sua respiração estava irregular e seu coração pulando para fora do peito.

 —E-ei! Não me abraçe assim do nada. —A princesa empurrou de leve o loiro. 

 —Gomenasai, Hime-sama. —Ele deu um sorriso travesso e se curvou com respeito.

 Eles ficaram conversando normalmente por um bom tempo, Hinata disse que suas “férias” estavam acabando e que no dia seguinte voltaria a ter aulas particulares. Naruto afirmou que se formou na escola com 14 anos por ser avançado em todas as matérias. A Hyuuga se surpreendeu com a afirmação e sentiu um pouco de inveja do loiro. Dentre as conversas o Uzumaki elogiou os olhos da princesa dizendo que eles tinham uma cor incrível. Finalmente Hinata tinha estabelecido um relacionamento de amizade com seu subordinado, ela não poderia estar mais feliz.


Notas Finais


Espero que tenham gostado, qualquer crítica, sugestão ou elogio os comentários estão aí para isso.
Obrigada por ler e até a próxima.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...