História O tal do Byun BaekHyun - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Chanbaek, Chansoo, Exo, Kaibaek
Exibições 98
Palavras 2.125
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Festa, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


OIIII XUXUSSS ★

EU TO ODIANDO ESSA SEXTA FEIRA, MEU GRUPO ULTIMATE FEMININO ACABOU, ESTOU EM LÁGRIMAS, EU NÃO VOU CONSEGUIR SUPERAR TÃO CEDOOO
E ESSE DISBAND DO WINNER TAMBÉM, QUE MERDA EM YG, QUE MERDA, TO REVOLTADA

Nada melhor que um capítulo novo no meio de tanta guerra e sofrimento, minhas rainhas se foram, mais morto que 2NE1? Só eu mesmo ;_;

E GENTE, QUERIA AGRADECER AOS 50+ FAVORITOS E A UMA PESSOA EM ESPECIAL QUE ME MOTIVA A CONTINUAR ESCREVENDO ISSO, TE AMO, MESMO NÃO TE CONHECENDO DIREITO ♥
BYUNBIBU♡

Era pra mim ter postado muito antes, mas ocorreu alguns problemas, eu passei mal (queda de pressão) e não consegui terminar de escrever o capítulo, então tive que deixar pra essa semana, mas aí caíram 4 provas seguidas e eu surtei, exatamente, tive um ataque de pânico hoje, tive que ir embora da escola mais cedo, então pude escrever as últimas partes ♡
Eu estou dando tudo de mim, fiquei o dia todo acordada escrevendo isso e só terminei agora, sem falar que quando fui postar o capítulo no Spirit pelo pc deu erro e tive que revisar no meu tablet mesmo :(
Deu trabalho? Óbvio que deu! Eu sempre acho que demoro a atualizar e penso que vocês vão me odiar por isso, então, me desculpem, juro que não demoro mais ;_;
Enfim, espero que gostem do capítulo ♡
Desculpa por qualquer erro de português ;_;

E LEIAM AS NOTAS FINAIS, TEM UM AVISO IMPORTANTE LÁ

Capítulo 3 - O crush do shopping


Sábado - 06/05


14:34


Eu não sei mais o quê fazer da vida, estou em choque, levei um electric shock, podia sentir a voz da Krystal sussurrando no meu ouvido "Electric, electric shock", mas não foi do f(x), como de costume, foi de Kim JongIn mesmo. Não há palavras pra descrever meu estado, só sei que tô mais morto que 4Minute. Brincadeira gente, eu era muito 4NIA sim, minha bias era a Gayoon, melhor vocal. Pena que não valorizaram, Mas é como o nome da própria empresa diz: CUBE. CUzonaBE.


Enfim... Nossa, bem que a autora disso aqui poderia dar um fim nisso, né? Porque o protagonista não vai aguentar mais depois desse tiro que eu levei. Ah... Minha vida é uma delícia, por favor, que maravilha.


Vida, você se chama Thamara? Porque você thamaravilhosa...


Perdão.


Vocês me tacariam pedras e paus se soubessem que depois que eu descobri que JongIn também me crusha, salvei o nome dele como "Kai ♥"?


Na verdade, podem me tacar pedras e paus, os paus eu chupo e as pedras eu fumo, obrigado, de nada.


Tá, vou parar, juro.


Sábado - 06/05


14:38


Fui me arrumar para sair com meus pais. Já estava atrasado, mas quem se importa? Hehe. Tomei um banho longo, com direito a escorregar no degrau da escada quando fui sair da banheira, mas já caí tantas vezes aqui que já tô acostumado. Acho melhor nem ter comentado sobre isso, mas beleza, só não espalhem pra ninguém, pois uma das vezes que eu escorreguei, a minha bunda bateu no degrau e formou uma feridinha na nádega. Quando cicatrizou, ficou uma manchinha bem no meio da minha nádega direita. A cada dia me supero comigo mesmo.


Me enrolei na toalha e fui para meu quarto, escolher uma roupa para ir até o Shopping nosso de cada dia. E parece que o Shopping não vai rolar não, porque eu demoro um ano escolhendo a porcaria da roupa.


Parando pra pensar, eu tô até controlado, era pra mim estar soltando fogos de artifício porque ele, o maravilhoso, o próprio Kim JongIn corresponde meus sentimentos, né? Mas na verdade, estou super concentrado em ir pro Shopping, preciso ir lindo, fabuloso, vai que eu encontre alguns dos meus crushs lá? Nunca se sabe, sempre tem que andar bem preparado.


Escolhi uma camiseta jeans, uma blusa branca sem estampa, uma calça jeans preta e uma bota meio amarela, aquelas que o povo de hoje adora usar, ela mesma. Arrumei minha juba loira e passei uma base para esconder a cara de quem bebe e joga LoL, resumindo, para esconder a cara de otário. E sem falar que passei meu perfume novo.


Me olhei no espelho e levei um choque, que coisa mais linda é essa? Ah tá, é só eu mesmo. Alguém chama o Deltran que hoje eu tô implacável.


Juro que vou parar.


Sábado - 06/05


15:07


A demônia da minha mãe veio bater na porta do meu quarto igual doente, me dizendo que estava na hora.


Não sei se dou risada ou se choro. Peguei meu celular e desci as escadas para ir na garagem e entrar no carro.


Quando estávamos todos prontos, meu pai entrou e dirigiu normalmente até o Shopping. O que me admirava neles é, que, mesmo sendo ricos, gostavam de viver uma vida simples como uma pessoa normal de classe média.


Coloquei meus fones de ouvido e fiquei me imaginando em uma cena de videoclipe, olhando para a janela do carro.


Quando chegamos, comecei a ter um desespero, vai que eu encontre o homem dos meus sonhos dentro desse Shopping? Só deus sabe.


- Então, meu neném, toma meu cartão, faça o que quiser! - meu pai me entregou o cartão - Divirta-se!


- Espera, vocês não iam ficar comigo?


Minha mãe e meu pai se entreolharam.


- Não né! Tá nos achando com cara de babá? - retrucou.


- Não, tô achando vocês dois com cara de pais velhos e rabugentos.


- Olha você então, parece que foi atropelado. - minha mãe se meteu no assunto.


- Mas credo, quer saber, podem ir, depois nos resolvemos em casa. Até mais tarde! - disse enquanto entrava no elevador.


É realmente incrível, por que eles me deixariam sozinho em um Shopping? No meu aniversário ainda! Esse mundo tá insâno.


Decidi que não tinha muita coisa a fazer, a não ser, comprar um monte de besteira que eu sei que nunca irei usar. Normal pra mim.


Dentro do elevador, além de mim, havia mais três meninas, como sempre, ficaram me lançando olhares. Sinceramente? Não sei porque causo esse efeito nelas. Faço o máximo para deixar claro que sou homossexual, mas ninguém entende, poxa.


Nanananananana 

Kosnoraega naodaga nado mollae


Ih, começou a tocar TT do Twice. O dia já começou ruim, só por causa da música. Porque quando eu ouço essa música, danço como se não existisse amanhã, rebolo a raba mesmo.


Nunmul nal geot gatae 

Anin geot gatae naega anin geot gatae


I love you so much


Imi nan da keossdago saenggakhaneunde

Eojjeomyeon


Nae maminde wae

Nae mamdaero hal su eopsneun geon wae 

Mireonaeryeogo hamyeon halsurok


 Jakku kkeullyeo wae jakku 

Jakku kkeullyeo baby 


Eu deveria ter pensado duas vezes antes de colocar essa música na minha playlist. Bom, porque ela é simplesmente sensacional e eu já me via dançando ela no meio do corredor do 3º andar do Shopping. Mal entrei nessa merda e já começo assim, pagando micão no débito, porque sou chique.


I'm like TT

Just like TT


Ireon nae mam moreugo 

Neomuhae neomuhae


I'm like TT 

Just like TT


Tell me that you'd be my baby


Quando voltei ao meu estado normal, vi que um garoto alto, magro, com orelhas grandes e cabelos negros estava me filmando e dando uma risada escandalosa. Quando ele percebeu que eu fiquei o encarando, ele simplesmente soltou uma gargalhada exagerada e piscou para mim. E foi aí que eu vi que ele estava acompanhado de um garoto um pouco mais baixo que ele, de cabelos loiros. Por um instante, pensei que fosse Kai, mas quando ele virou para a direita, eu pude perceber que era Kai mesmo. Aí jesus, pensei, ele não podia me ver aqui, comecei a correr que nem um desgovernado para pegar o elevador e descer para o 2º andar. Ó caralho, aquele garoto esquisitão vai mostrar o vídeo pra ele, já tô prevendo merda. Que bosta. Mas até que ele é bonitinho, gostei. Meu novo crush, o nome dele vai ser crush do Shopping.


E lá se vai minha lista de crush aumentando. Pobre Kai, desse jeito irá ter concorrência. Espera, que merda eu tô falando? Ele é meu crush ultimate e não posso deixá-lo de lado só por um simples crush do Shopping que, creio eu, é amigo de Kai.


Fui até a praça de alimentação e comprei muita coisa pra pouco estômago. Aí, só faço merda mesmo. Tô até agora apavorado com a merda que eu fiz, me diz BaekHyun, pra quê dançar no meio do corredor do Shopping? Pra quê? Pra comer? Ah, deve.


Estou farto dessa vida de pagador de micão, nunca penso no que faço e sempre faço essas merdas, o crush do Shopping provavelmente irá postar em alguma rede social e rir da minha cara, irá fazer muit sucesso com minha dancinha, ah se vai, sou um dançarino com habilidades implacáveis, sou faraó, ninguém me dete.


Passei em lojas de grifes e comprei os itens da última coleção de verão, ó coisa mais linda, é cada calça linda que deixa meu bumbum levantadinho e grande. Foi quando eu fui pegar outra calça para experimentar que eu vi o crush do Shopping vendo alguma camiseta. Nossa, que demônio, olha que bichinho bonitinho, eu pegava, é pegável demais, tascaria uns beijos na hora se eu não fosse tão virgem e BV.


Ah mas então eu lembrei de minutos atrás, esse miserável tinha um vídeo de propriedade minha, tinha que ser um viadão metido a elfo. Coloquei as 23 peças de roupas que eu iria comprar sobre o balcão e fui falar com o debimental que estava olhando os óculos de sol.


- Com licença, foi você que me filmou, né? - O esquisitão se virou para trás, e quando percebeu que era eu, o idiota que estava dançando TT, começou a gargalhar.


- Ai ai, - suspirou, depois de se acalmar de rir – Olha, lamento, tipo, perdão. Mas você ficou muito adorável, não resisti. Afinal, qual é o seu nome?


- Nem vem com essa, você vai excluir essa porcaria agora, antes que eu te meta o processo, você não sabe com quem tá brincando.


- Tudo bem, tudo bem, eu exclui já! – levantou as mãos mostrando o aparelho – Mas enfim, você ainda não me disse, qual o seu nome?


- Muito obrigado por excluir, sério, eu estava prestes a arrancar sua cara fora. Meu nome é Byun BaekHyun, e o seu?


- Credo, como você é malvado dizendo isso. – soltou uma risada gostosa de se ouvir – Meu nome é Park ChanYeol. O que você faz aqui sozinho?


- É meu aniversário, meus pais me largaram aqui de qualquer jeito e vim comprar algumas coisas nessa loja. E você? – questionei enquanto pegava as roupas do balcão e pagava. Até que o sujeito é legal, gostei, novo crush ultimate. Brincadeira né amores, sou #TeamKaiBaek pra sempre. Mas não posso negar que tenho interesse, hehe.


- Nossa, sério? Que pais horríveis! – disse com espanto – Bom, eu vim aqui acompanhado de um amigo, mas ele foi embora porque ele precisava planejar uma coisa para "alguém especial" – Epa, Kim JongIn está saindo com alguém? Por favor BaekHyun, ChanYeol não deve ter só ele como amigo, talvez seja outro amigo, mais raciocínio e menos paranóias, obrigada – Vim aqui comprar uns pares de óculos, acho essa loja incrível e essa coleção de verão tá maravilhosa!


- Aí eu tenho que concordar com você, é cada calça divina.


- Eca, as calças daqui são muito apertadas, prefiro só os óculos mesmo.


- Que? Ai não, sai da minha frente.


- Ué, por quê?


- Porque eu amo essas calças, me deixam com a bunda maior e eu posso rebolar ao som de Twice.


Por um momento eu pensei que ele tivesse morrido, mas aí eu vi que era só a risada dele mesmo.


- Nossa BaekHyun, você é gay, né?


- Sou sim, algum problema? – questionei.


- Todos. – ficou sério, mas depois soltou mais uma de suas incontáveis gargalhadas – Tô zoando, eu também sou. Aliás, você tá fazendo quantos anos hoje? – indagou.


- Estou fazendo 17 anos de pura trouxisse, minha vida não faz sentido. – olhei para o nada e fingi limpar uma lágrima.


ChanYeol, por sua vez, só sabia dar risadinhas.


- Calma, aqui, toma, é meu presente pra você. – me entregou o óculos – Adorei te conhecer, mas já são quase 17h e eu preciso ir embora, meu amigo quer que eu vá até um lugar com ele, sabe como é.


- Ah claro, entendo. – disse com as bochechas coradas, ele já ia seguir seu caminho para fora da loja quando eu o chamei – É… ChanYeol? Obrigado pelo óculos.


- Não foi nada, feliz aniversário! – disse sorrindo, mostrando uma fileira de dentes brancos e uma covinha fofinha na bochecha.


Aí aí, acho que tô apaixonado.


Mas como eu sou burro, não pedi o número do celular dele, que azar. Porém, era tarde demais, ele já deveria ter saído do Shopping.


Mano do céu, o que é que tá acontecendo aqui? Alguém chama o Samuel, quer dizer, Samu. Por que sempre que algo dá certo na minha vida, eu começo a crushar um mero estranho? Jesus, que pecados eu cometi pra recer isso? Cadê o pão e o vinho que você me prometeu? Porra...


Quando desbloqueei meu celular para ligar pros meus pais vierem me buscar, recebi uma ligação de LuHan na hora.


- Fala desgraça. – falei com um sorriso enorme no rosto.


- SEU PUTINHA, AONDE TU TÁ, ABESTADO?


- No Shopping ué.


- Então vai pra casa de uma vez, filho de uma égua. Mentira, amo a tia Hani, sua mãe é a rainha que ilumina minha vida, manda beijos pra ela!


- Tá, tá, mas o quê tu quer peste? Por que tá me mandando ir pra casa? – dizia enquanto entrava no elevador.


- Por que eu preciso de você! Se arrume, nós vamos sair hoje, eu, você, MinSeok e ZiTao, vai ser a melhor noite da sua vida, então, nem pense em dormir, seu ridículo, animal de cinco teta. Fique pronto ás 19h que eu vou aí com o meu pai te buscar.


- Sim senhora madame, pode deixar.


- ME CHAMA DE MADAME DE NOVO QUE EU MANDO O CONSELHO TUTELAR TE CAÇAR, ARROMBADO. – E desligou na minha cara. Como de costume.


Liguei para meus pais vierem me buscar. Fiquei esperando na entrada do Shopping.


Fiquei encarando o óculos que ChanYeol me deu mais cedo, nem sei porque ele me deu isso, sendo que o único presente que eu queria era ele. Sou abusado mesmo, eaí?


Sobretudo, eu só quero ver o que que o LuHan inventou dessa vez...


Notas Finais


Eu queria deixar um detalhezinho, a personalidade do BaekHyun nessa fic é identifica a minha, então né... KKKKKKKKK -nn
E sobre aquele micão no shopping, aconteceu algo parecido comigo, mas quem filmava era minha amiga e eu estava fazendo um Moonwalk ao som de Michael Jackson, então eu cai de bunda e os gerentes de uma loja de roupas masculinas começaram a rir da minha cara, fiquei triste mas a vida prossegue SHAUSHAJSHASH
Enfim, muito obrigada novamente pelos favoritos, vocês são uns amores e podem comentar, não fiquem tímidos, eu não mordo e respondo todo mundo! (Demoro, mas ainda assim, eu respondo ♡♡)

>> AVISO <<

Eu gostaria que vocês lessem os capítulos anteriores enquanto eu fico sem postar capítulos novos, pois eu irei editar algumas coisas nos capítulos anteriores, só pra deixar a história mais completa, tudo bem?

Beijos a todos e até o próximo capítulo o/ ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...