História O terror - Capítulo 7


Escrita por: ~

Exibições 47
Palavras 904
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


(( IMPORTANTE:
SE QUISE, LEIA ESSE CAP OUVINDO LIGHTS DO JAEGER ))

Oie minhas jujubas! Saudades?

~~ Le cap fresquinho babys do meu colação.

(Acho que essa capa é temporária :v desenho não ta pronto :v )

•• HÁ PROPÓSITO ••

Agradeço pelos favoritos! Vocês são maravilhosos! My God pensei que fosse ficar na maldição do 27....Tan an Tan ( explico nas notas finais).

Mama ama vosseis, BOA LEITURA <3

Capítulo 7 - Coraline Girl


Fanfic / Fanfiction O terror - Capítulo 7 - Coraline Girl

              ~~ Há muito tempo atrás

  O Sol jorrava seus últimos raios, partindo lentamente, deixando apenas o escuro e a desesperança dominarem a vasta floresta que cobria aquela região.

  Lá estavam as garotinhas. Sozinhas, com frio e medo, escondidas de um monstro que ao menos sabem se é real.

  -- Sh... Fique quietinha... -- Murmurou a mais velha, enquanto envolvia a menina em seus braços.

  -- Oque ele vai fazer com...-- Dizia, até ser interrompida.

  -- Não vou deixar ele tocar um dedo em você... -- Sussurrou, acariciando seus longos cabelos castanhos. -- Isso é uma promessa...

  Sentindo-se mais segura, Coraline suspirou, esvaziando a mente e se entregando ao sono e ao cansaço.

  Doces sonhos invadiram sua mente, fazendo a mesma esquecer de seus temores. Mostrando-lhe que ali, nada ruim irá lhe fazer mal.

  Sentimento que não durou muito tempo...

                              ~~ Sonho

  " Já foi uma bela floresta, avantajada pelas coloridas folhas de outono, que ao ritmo do vento, dançavam nas copas das árvores.

  Árvores que enegreciam lentamente... O céu, antes radiante, se tornou pálido...

    -- Acorde Coraline... -- Murmurou um corvo. A criatura a fitava do topo de uma pedra próxima.

  -- Quem é você...? -- Perguntou, perplexa.

  -- Corra Coraline... -- Disse outro, que sobrevoava a garota tranquilamente.

  -- Correr do que...? -- Sussurrou.

  -- O lago Coraline... -- "

                                  ~~ Fim do sonho

                                  ~~ Coraline

  Acordei ofegante, tremendo...

  -- Lola... -- Sussurrei, logo notando que minha irmã já não estava lá.

  -- Lo...-- Pretendia gritar, mas ouvi passos... Não eram passos de Lola.

                             ~~ Narradora

  Silenciosamente, a garota se encolheu dentro da árvore oca, cobrindo os lábios com suas pequenas mãos.

  Tinha pouca visão do ambiente a sua voltá, mas ouvia tudo muito bem.

  Gemidos de dor, gritos abafados, súplicas inaudíveis...

  Lágrimas transbordaram de seus olhos. Um par de sapatos sociais pararam a frente da árvore, e ao seu lado, gotas de sangue pingavam no chão.

  -- Coraline... Onde está você Coraline? -- Perguntou, sua voz erá grossa e assustadora, arrepiando cada pêlo do corpo da garotinha. -- Faça companhia para sua irmã...

  A menina se afastou lentamente... Até que a criatura agarrou o tronco com seus tentáculos, levantando-o e a fazendo cair.

  Ficou apavorada com oque viu. Definitivamente não erá humano...

  " Não é possível... " Pensou, enquanto encarava o ser. Enorme. Apavorante. Sem face... Trajando um terno preto com uma gravata vermelha.

  Um de seus tentáculos segurava Lola, já quase sem vida, ensanguentada, lutando para respirar.

  Como em um choque, recobrou os pensamentos.

  Precisava fugir. Precisava correr.

  E assim o fez, correu como se sua vida dependesse disto... E depende. Quando estava longe o suficiente, parou para respirar...A criatura não a perseguia mais...

  " Para onde foi...?"

  Preferiu continuar a correr, logo se deparando com uma placa de madeira... Haviam duas trilhas. Uma delas levava a um povoado, não muito distante dalí.

  A outra levava a um lago.

  " Corvo maldito... Acho melhor estar certo... "

                            [...]

  Minutos, segundos, talvez horas. Perdeu totalmente a noção do tempo. Aquelas vozes, os chiados e as aparições a estavam enlouquecendo.

  " Pare! Pare! Por f-favor... "

  -- Por favor...Pare! -- Gritou, implorando.

  " Nossa brincadeira acabou de começar..." Disse uma das vozes em sua mente.

  Já podia ver o lago a sua frente, ostentando um belo tom de azul profundo.

  -- Por f-favor... -- Outra falha tentativa.

  Lá estava ele, cada vez mais próximo.

  Podia sentir o calor e o medo que a garotinha emitia... Queria mais. Não iria parar até possuir seu corpo.

  Até que Coraline se viu sem saída. Atrás de sí, um lago perigoso, a sua frente um " homem " mais perigoso ainda...

  Escolheu o lago. Jogou-se naquela imensidão gelada, rezando para que os deuses, se é que existem, tivessem piedade de sua alma.

  Tentáculos agarraram seus pés, mas por sorte a menina conseguiu se segurar em uma planta, despistando-o em seguida.

  Nadou rapidamente até o fundo do lago... Sua visão escurecia, precisava de oxigênio... Mas se voltasse a superfície... Morreria.

  " Lola... Me perdoe... Não posso fazer nada..."

  " Me perdoe Lola...Eu te amo...Nunca vou te esquecer..."

  Seu coração, a cada instante mais lento, seus pulmões quase cheios d'agua, sua mente já sabia oque iria acontecer...Morte.

  " Não... Não!"

  Como uma última chance, o Sol jorrou seus raios novamente, iluminando centenas de correntes sobre a areia.

  Longas correntes de ferro enferrujado, e todas elas saiam de um mesmo lugar.

  Uma saída...

  Usou toda força que lhe restava, nadando até o buraco. Tudo lá erá escuro e apertado... Mas aquela altura, erá uma questão de escolher aonde morrer...

  Sentiu tentáculos agarrarem seus pés novamente, como um ato desesperado, ela tentou fugir outra vez...

  Mas para seu azar, havia uma parede a sua frente...

  Sua visão escureceu completamente...

                             [...]

                                    ~~ Sonho

  " -- Coraline, Coraline... -- Murmurou um corvo, deitado próximo a menina.

  Haviam dezenas deles, todos a fitavam. Sussurrando palavras inaudíveis.

  -- Fiz oque você mandou... Fui até o lago... -- Disse a garota, não contendo as lágrimas, que insistiam em cair. -- Ele está matando Lola...

  -- Você já não pode mais ajuda-la... -- Sussurrou outro.

  -- Lembre-se Coraline... --

  -- Cuidado Coraline... --

  -- Ele vai me matar... -- Murmurou, cobrindo o rosto com as mãos, tetando conter as lágrimas. -- Estou com medo...

  -- Não Coraline... --

  -- Viva Coraline... --

  -- Fuja Coraline... --

  -- As flores amarelas Coraline... -- "

                          ~~ Fim dos sonho
 


Notas Finais


( Vocês vão entender essa última frase do corvo crakudo no próximo cap beibis ;3)

~~ Vai continuar meus amores ~~

( é qui já tava ficando grande, e eu adoro fazer mistério uuuuuh )



Lê umas otta fic minha na humildade, só da uma olhadinha mermo mermão :) @Fim do recado.

Então meus lindos, GOSTARAM?

~~ Me digam! ~~

" Arroz, feijão e batata, Oque falta, Oque falta? Macarrão com Salsicha e Salada " ( penso bestera né safrado!)

Então, a maldição do 27: Eu TAVA na felicidade, Postei um CAP e pá! 27 favoritos, ai foi pra 26 ;-; ai 27 e PA! FELICIDADE! ai volto no 26.... :(

Mas agora TA CHEIO DE FAVORITO sério, eu amo vocês <33

Beijus e abraçus <333


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...