História O teu sabor - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Beyond The Scene, Bts, Hentai, Imagine, Imagine Jimin, Jungkook, Maknae Line, Park Jimin, Romance
Visualizações 335
Palavras 2.817
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Ecchi, Ficção, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo-Ai
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 7 - Não Assim


Fanfic / Fanfiction O teu sabor - Capítulo 7 - Não Assim

Quando entrei a casa estava toda escura e pensei que ela estava ligando toda jogada na cama. Mas quando a o luz da cozinha acendeu levei um susto derrubando minhas coisas. Nem a respondi muito, estava querendo ficar quieta e na minha. E também não sabia como ela ia reagir com partes como "jimin se jogou na cama comigo". Pior que pelo que eu entendi ele estava saindo com alguém mesmo que algo casual. Percebi que o cheiro do perfume do Jungkook estava forte e isso chamou a atenção dela que inclusive me mandou tomar banho. Fiz de tudo para ela ir embora logo do quarto. Deitei fingindo de cansada e logo ela foi, intrigada claro. Ah amiga eu vou te contar isso, mas primeiro quero entender o que eu estou sentindo. Não conhecia Jungkook a muito tempo, mas desde o momento que vi fiquei um pouco... Pensativa... Lembro do primeiro dia de ensaio enquanto caminhava por um dos corredores o escutei cantando o trecho de uma música do BigBang, If you. Ele cantarolava enquanto mexia no celular sentado na cadeira do camarim. Fiquei observando, pela fresta da porta, encantada com a voz dele. Queria até chegar mais perto. Quando ele me viu pelo reflexo do espelho fez uma expressão um pouco brava e eu saí correndo. Mas durante o dia inteiro trocamos olhares. Amanhã é o último dia de ensaio e estava eufórica para ver ele de novo, mas também com medo. Ele tinha uma força sobre mim que nenhum homem antes exerceu. Dizem que as pessoas tem medo do desconhecido e eu desconhecia tudo que acontecia comigo quando estava com ele. Ainda assim o desejava perto, as vezes até perto demais. Não consigo conter o calor que cresce em mim quando lembro dele de roupão jogando. Se Tae e Jimin não tivessem ficado lá aquele beijo do carro teria acontecido naquele puff e talvez muito mais... Mas... Mas... Eu ainda não tinha feito isso. Na verdade todas aquelas sensações me eram incomuns, principalmente conhecendo ele a tão pouco tempo. Que inferno. O fogo era tanto que tirei a coberta de cima. Mas o calor continuou, então tirei a camisola. Ainda não foi suficiente, fechava os olhos e via o rosto dele. Decidi pegar meu celular e já tinha uma mensagem.

 

De: GoldenLoser

Mensagem: Acho que estou de castigo :D você devia ter dormido aqui mesmo

 

“Se eu tivesse dormido ai o castigo era para mim” Respondi

“Ela não é sua tia” Jungkook mandou

“Ele não é seu pai”

“Pior que é quase isso…”

Fiquei um tempo pensando no que responder, mas ele mandou algo antes.

“Você está me deixando louco”

“Você também está me deixando louca” Mandei para ele mordendo o lábio inferior

“Então vamos saciar nossa loucura juntos”

Li aquela mensagem e comecei a desejar ainda mais intensamente estar com ele agora.

“Mas não dá agora…É agora que eu estou louca” Mandei rindo

“Agora dá para saciar um pouco… Pensa em mim e eu penso em você”

Caralho… Pior que a imagem dele fazendo isso me veio e de novo estava excitada.

“Não vai ser suficiente” mandei para ele  

“Eu falei um pouco não tudo” ele mandou de volta

“Você não devia dormir agora?”

“Estou excitado demais para conseguir dormir”

Eu também estava. Que droga! Eu devia ter dormido lá! Mano o que eu estou pensando… Bipolaridade tudo bom?

Ficamos a noite toda, o que sobrou dela, conversando. Tentei mudar de assunto para não ficar molhada, as poucas vezes que tentei me masturbar foram péssimas, não queria fazer de novo. Não queria meu dedo, queria ele… os dedos… a boca… dele... queria ele inteiro.

Logo deu a hora de eu me arrumar e apenas troquei de roupa, tendo mais tempo para passar uma boa maquiagem no rosto para esconder a mancha no nariz. Arrumei o cabelo também. Conversamos sobre ele ficar virado duas noites seguidas, já que hoje ele sair também. Jungkook contou que fazia muito isso e aguentava… até morrer na cama por dois dias também. Ele começou a mandar fotos do Jimin comendo, pessoa fofa, e eu visualizei. Na última ele voltou a falar sobre ficar virado e contou de uma vez que tomou cápsulas de café para ajudar. Deixei meu celular na cozinha e fui ao banheiro. Escutei minha amiga abrir a porta do quarto dela, meu celular vulnerável, mas ela não seria capaz de bisbilhotar minhas coisas… Eu acho.

Saí e encontrei com ela.

“Tomou banho?” Me perguntou pegando um café

“Tomei gatinha” Na casa do Jungkook com o Jimin do lado de fora, morra de inveja. Coitada. Era brincadeira. Pisquei para ela.

Vi no meu celular que tinha chegado uma foto do Jungkook de costas sem camisa. Que visão! Escondi o celular para ela não visse. Logo chegou outra foto, selca do Jimin.

“Você vai encontrar alguém depois do trabalho?” Perguntou e eu bem que queria, mas já tinha combinado de sair com ela né!

“Ué, a gente vai numa balada em Gangnam com a May né?” Era uma bosta isso, mas eu tinha combinado. Não gosto muito dessa May.

“Sim, mas você está mais arrumada”

Minha amiga me obriga a mentir muito, sorte que eu minto bem. Me despedi dela antes que fizesse mais perguntas.

Cheguei no estúdio e me pediram para ir direto para o camarim. Todos os membros estavam lá se maquiando, menos Jimin, ele estava apenas sentado na cadeira mexendo no celular.

Fui até a minha chefe que estava cuidando do Jungkook sentado bem ao lado de Jimin.

“Você faz a maquiagem do Jimin” Minha chefe ordenou e eu o fiz.

Jungkook não demonstrou muito a nossa interação a não ser por algumas olhadas para mim pelo reflexo do espelho. Quando a maquiagem dele estava terminada ele foi para o banheiro, pouco antes de todos estarem finalizados saindo um a um e deixando o camarim vazio. Minha chefe foi a última.

“Arruma as coisas na minha maleta e leva para o cenário” Ordenou antes de sair e fechar a porta.

Não fiquei muito tempo sozinha. Jungkook saiu do banheiro e colocou as mãos na mesa ao meu redor e senti sua respiração na minha orelha. Olhei para o reflexo e vi nos olhos dele todo o desejo que estava nos meus também, minha respiração saiu lentamente entre meus dentes. Com as mãos na minha cintura ele virou meu corpo me deixando de frente para ele com nossas bocas muito próximas. Minhas mãos percorreram os braços dele até chegar em seu pescoço. Ele roçou os lábios nos meus e eu estava pronta para devorá-lo quando a porta abriu num movimento só.

“É rapidão! Só vou...” Hope disse enquanto a abria e nos pegando no flagra, nem tinha como disfarçar. “Sorry babes” ele disse sorrindo e indo até a mesa colocar suas lentes.

Jungkook soltou um suspiro de irritação e me soltou saindo do camarim. Fiquei com vergonha de ficar ali com o Hope, então joguei todas as coisas na maleta para poder sair mais rápido. Hope continuou rindo da situação.

O dia foi rolando e o ensaio era bem mais complicado que nos outros dias, afinal ajustar 7 homens ao mesmo tempo e colocar eles em tela, de forma harmoniosa, dava mais trabalho.

Terminou bem tarde e eu sabia que as meninas iam querer me matar. Quando me ligaram eu estava terminando de tirar a maquiagem do Jimin e o camarim estava uma baderna.

“Suas amigas?” Ele perguntou

“Sim! Estou atrasada para encontrar com elas” respondi guardando o celular

“Tem certeza que não quer ir com a gente, vai ser bem bacana, pode levar suas amigas” Ele disse me ajudando a tirar parte da maquiagem para ser mais rápido

“Ah não precisa, a gente marca um rolê outro dia”

Primeiro eu precisava contar para minha amiga que existia essa possibilidade. Quando finalmente acabei só deu tempo de mandar um tchau para ele e pegar minhas coisas. Perto da saída o braço do Jungkook me pegou pela cintura colando meu corpo no dele e sua boca na orelha.

“A hora que eu te pegar Elena suas pernas não vão conseguir te sustentar” ele sussurrou “Não aguento mais isso”

Me perguntei porque ele não me beijou naquele momento, mas foi tudo muito rápido e logo o Jin e o Rap Monster apareceram ali. Bem no segundo que ele me soltou. Olhei para trás para ver seu rosto e ele estava com uma sobrancelha arqueada e sorriso no rosto. Sorri de volta. Minhas pernas já estavam bambas com ele sussurrando assim no meu ouvido, realmente iam cair quando ele me pegasse.

Fui para casa correndo, apenas para chegar e encontrar com a cara fechada da May. Me aprontei bem rápido, mas estava um clima estranho ali.

Ao chegarmos na balada nos juntamos ao grupo do curso. Logo um americano começou a dar em cima da minha amiga. Fui em direção ao banheiro, mas lá me deparei com uma garota vomitando no chão, dei meia volta e procurei por outro.

Meu celular tocou e peguei para atender, era o Jungkook.

“Alo...” falei e ele respondeu algo, mas ambos estávamos em lugares barulhentos, seria difícil ouvir.

“OLHA PARA TRÁS” Ele gritou e consegui entender. Olhei e não vi nada, continuei vasculhando. “PARA CIMA” Finalmente o enxerguei inclinado na grade do segundo andar. Ele fez sinal com a mão para eu subir também. Cara como ele estava gato. Quando não estava?

Pensei por um segundo se chamaria as meninas, mas May tinha sumido e a minha roommie estava dançando com o John. Optei por subir sozinha.

O segurança me deixou passar e eu fui até o encontro dele que me abraçou forte.

“Vem beber alguma coisa” ele disse pegando minha mão e me guiando pelo espaço.

Tinham muitos rostos conhecidos ali, começando pelo Tae, Jimin e Hope. Mas estavam também Jennie e Lisa do BlackPink, Mingyu, DK, The8 do Seventeen, Taemin e Minho do Shinee. Isso só os que eu reconheci.

Jungkook me levou até o bar e pegou algo para mim. Nos sentamos perto dos meninos e Taemin se jogou no colo do Jimin.

“Eu amo esse homem” ele disse um pouco bêbado “Ele é tão sexy” Taemin pegou o rosto de Jimin na mão “Da vontade de beijar e olha que eu não gosto de homem”

“Só vem” Jimin falou abraçando Taemin que abraçou ele de volta fazendo eles caírem deitados no sofá azul.

Dei risada da cena

“Aproveita bem Taemin que a hora que a Sami chegar você perdeu ele!” Tae disse e Taemin grudou as pernas no Jimin

“Ela que tente, ele é meu!” Ele disse e Jimin começou a rir muito. “O que ela tem que eu não tenho?” Fez uma voz dramática

Jimin gesticulou na frente do peitoral o tamanho dos peitos da garota que falavam e Taemin arregalou os olhos

“Ah então assim sim” Disse enquanto os dois se levantavam em meio a risos

“Se beijem logo” Minho disse

“Não é hoje que damos um de Vhope” Taemin disse e Tae fez uma cara de desgosto lembrando de algo. Hope caiu na gargalhada “Legal que nossos nomes já são um ship né? Tem outro jeito de juntar Jimin e Taemin?”

“MinMin” Minho disse e Jimin novamente caiu na gargalhada. Caiu literalmente, ele saiu do sofá agachando no chão.

 

BABY

NEGAE BANHAE BEORIN NAEGAE WAE IRAE

Começou a música e Taemin e Minho se levantaram lentamente fazendo a coreografia. Os outros só observaram, mas quando chegou no Ring Ding Dong todos os meninos se levantaram bruscamente e se juntaram na dança. Eu era a única sentada e morrendo de rir. Os meninos se dirigiram para o centro da pista e começaram a dançar muito. Só tinha cara bom ali. Fiquei observando embora meus pés ardessem para eu também dançar. Quando a música acabou todos estavam eufóricos para a próxima.

"Que clássico!" Tae gritou

“Ta me chamando de velho muleque” Minho gritou pegando Tae no colo. As interações deles eram ótimas. Começou a tocar Mr. Simple e eu não resisti me levantei e fui dançar também, essa era divina demais para ficar sentada.

Os meninos me olharam abobados enquanto eu fazia a coreografia da música e Taemin logo chegou bem perto.

“Quem é a gracinha?” piscou para mim. Ele era outro Idol que minha amiga teve um poster pendurado na parede.

Jungkook fez uma careta ao me ver dançando com Taemin, logo os outros também estavam dançando a coreo.

Ao acabar essa começou Bonamana e Jungkook se aproximou de mim fechando qualquer contato que outro cara poderia ter comigo. Deixando coreografias de lado a música começou a guiar nossos movimentos e aos poucos ele foi colando mais em mim. Outras pessoas iam chegando deixando a pista cheia.

“Cadê Bambs?” Falou Lisa para Tae e ele fez sinal que não sabia, ela ficou um pouco chateada

Mais músicas foram tocando e meu corpo não cansava, nem o de Jungkook. O suor escorria e as respirações ficavam mais acereladas.

Vi Jimin dançando com o Hope quando uma mulher de cabelos negros, na altura do ombro de vestido vermelho o agarrou por trás fechando seus olhos com as mãos.

Ele se virou de frente para ela e a beijou. Hope saiu de perto e eles intensificaram o beijo. Me senti mal de observar os dois e mantive minha atenção no Jungkook, o mesmo que estava me deixando cada vez mais excitada, molhada... encharcada.

Seus braços se fecharam ao redor da minha cintura, colando nossos corpos e ele rebolou o quadril junto com o meu roçando os lábios na clavícula, afundei os dedos em seus cabelos. O calor e o suor dele estavam em mim, tudo em mim era ele, mas eu precisava ser dele.

Colei minha boca na sua orelha puxando ar e coragem.

“Me beija” sussurrei e ele grunhiu

Enfim ele me puxou grudando minhas costas numa parede no lado escuro da pista me beijando com toda a ferocidade que tinha. Sua língua dançava na minha boca de forma tão gostosa quanto seu corpo se movimentava ainda no ritmo da música balançando o meu.

Minhas mãos entraram na camiseta dele sentindo sua pele e abdômen. Ele apertou minha cintura e subiu até a lateral do meu seio, fazendo uma carícia ali.

Não senti nem que precisava respirar, apenas saborear a língua e saliva dele que pareciam ser as melhores coisas que eu já tinha experimentado. Passei as mãos para as costas dele e o puxei para mim num movimento de vai e vem no ritmo do som.

“Tem motel aqui perto” Jimin disse rindo e passando por nós

Esse foi o momento que nos distanciamos e respiramos. O abracei aterrissando meu queiro em seu ombro e observando o clube. Lisa grito ao encontrar o BamBam e pulou em seu colo selando os lábios com ele.

Jungkook voltou a me beijar, agora de forma mais contida, sentindo com calma nossa interação. Calma que não durou muito. A adrenalina já estava subindo de novo e eu mordi o lábio dele. Ele me pegou e levou até o banheiro mais isolado. Ao fechar a porta eu queimei por dentro não acreditando que ia fazer mesmo aquilo.

Novamente fui prensada na parede, mas dessa vez ele me ergueu pelas coxas encaixando minhas pernas ao redor do seu quadril. Coloquei os braços ao redor do pescoço dele e voltei a beija-lo.

As mãos dele apertaram minhas coxas e foram para a minha bunda apertando mais e levantando o vestido. Arranquei a jaqueta dele jogando no chão. Ele juntou mais nossos quadris e senti sua ereção contra a minha vagina toda molhada. Me movimentei ao encontro dele. Uma de suas mãos foi para a coxa de novo, caminhando até chegar minha intimidade onde afastou a calcinha e com o dedão circulou meu clitóris. Arfei forte com aquele toque.

“Caralho” Falei no meio do beijo e ele riu

Eu estava fora de mim e não conseguia raciocinar direito. Não queria perder a virgindade no banheiro da balada, precisava encontrar forças de fugir do toque dele. Mas estava tão bom... Não... Assim não...

Retirei minhas mãos do pescoço dele e soltei as pernas caindo no chão. Empurrei ele até que caiu sentado no vazo. Sentei em seu colo e o beijei mais uma vez com todo o desejo que eu tinha saboreando aquela boca gostosa e a mordendo. Rebolei no colo dele uma última vez antes de me levantar e arrumar o vestido. Ele me olhou confuso e eu abri a porta piscando para ele antes de sair. Eu queria muito transar com Jungkook, mas não ali. Sai correndo entre as pessoas porque sei que ele viria atrás de mim. Quando cheguei na escada olhei para trás e lá estava ele me olhando perto do banheiro. Lancei um sorriso e em resposta ele colocou o dedão na boca, o mesmo que a pouco estava na minha intimidade. Precisava correr mesmo, melhor ir para a parte de baixo.

 


Notas Finais


Ta esquentando...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...