História O trocador - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Amor, Fanfic Amor, Hot, Reciprocidade, Romantico
Visualizações 9
Palavras 682
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fantasia, Ficção, Hentai, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Nudez
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - Cap 1 : O começo


 

Eu tinha acabado de terminar meu namoro. Mal acreditava que aquilo havia acontecido. Moravamos juntos, em Miami. Tudo isso pra nem familia, nem amigos, nem ninguém atrapalhasse nosso amor. Só eu, ele e o amor que deveria durar para sempre. Eu sempre desconfiava que algo o incomodava, depois de um certo tempo de moradia... porém não sabia o que podia ser. Até que... em uma noite, ele chega totalmente exaltado, começa a gritar, a me bater [ Eu nunca havia visto ele daquele jeito ], eu peço pra ele parar, minha boca estava sangrando, meu maxilar estava inchado, e muitos cabelos meus estavam em suas mãos.. de tão forte que ele havia puxado. Ele para e se senta na cama. Eu chego aos poucos perto dele para perguntar, porque aquilo tudo? E de repente ele levanta novamente. Eu me afasto com medo de ser agredida novamente. Ele senta-se no pc como se nada tivesse acontecido. Eu tomo coragem, respiro fundo e vou até ele; e pergunto:

- Fernando, porque isso tudo? Porque fez isso? Eu achava que você me amava, mas quem ama não faz esse tipo de coisa...

- Eu? Amar você Clara? Voce achava mesmo? Vim pra Miami pra pegar prostitutas.. não pra ficar com você, acha que eu largaria minha vida de farra por você?

- Mas fernando... 

- Mas nada, eu cansei de você, vai embora. As noites que eu saia a trabalho, era pra ir pra cama com outras.

- Eu não acredito... depois de tudo que fiz por você? Larguei família, amigos, tudo por você.

- O problema é seu. Vai embora que eu já combinei com amigas minhas de nos encontrar aqui..

- Eu odeio você.

Pego minhas coisas, que afinal nem eram muitas... e vou pro aeroporto, ver se tem algum vôo pra tentar voltar para minha casa. Por sorte tinha um. O medo habitava em mim, pois minha mãe talvez não me aceitaria de volta. Depois de tê-la deixado esse tempo todo sem noticias minhas. O vôo demorou 12 horas.

Eu chego no aeroporto, e ligo para minha mãe:

- Mãe...

- Clara é voce? CLARA? Meu deus Clara? Clara?

- Sim.. sou eu mãe...

- meu deus que saudade, onde voce esta???? CLARA??? ONDE VOCE ESTA??? Achei que tinha perdido você...

- Tô no aeroporto mãe.. tem como a senhora vir me buscar...

- Tem sim.. já estou indo. Aguarda na porta que já chego.

- Ok mãe. 

Eu saio e sento no banco. Fico olhando as gaivotas voarem ao céu. Quando não se passaram nem 15 minutos, minha mãe chega e vem correndo em minha direção. Ela me abraçava tão forte, um abraço tão bom, que naquele momento, todos os meus problemas sumiram. Ela me enche de beijos e de apertos nas bochechas. Fomos abraçadas até o carro, onde eu ainda estava com receio de ela estar brava. Quando pergunto:

- Mãe, a senhora não está brava?

- Não filha, eu fiquei 6 meses sem ver você.  O importante é que você está aqui. Comigo. Eu senti tanto sua falta. Mas afinal, o que houve? Porque você fufiu? Você só tem 14 anos.

Meus olhos se encheram d' água. Respiro fundo. E conto tudo o que houve. Depois que termino, ela para o carro, e simplesmente enxuga minhas lágrimas, e diz:

- Filha, desilusões fazem parte, você ainda vai achar a sua metade. Fica tranquila. A ferida que ele deixou alguém ira curar.

Voltamos ao trânsito, e eu conto mais coisas para ela. Quando chegamos em casa. Meu pai estava sentando na mesa, lendo um jornal. Eu paro na frente dele, ele fica sério, e caminha em minha direção, eu gelo na hora, imagino que ele vá brigar, e ele me abraça. Apenas me abraça. E eu ele e mamãe conversamos e esclarecemos todos os assuntos pendentes. Eu pergunto:

- Cadê o Léo?

- Seu irmão tá fazendo intercâmbio em Los Angeles...

- Ah sim.. ele volta quando?

- Semana que vem eu acho.

- Ah.. vou levar minhas coisas pro quarto.

- Vai lá 

Levo todas as coisas. E arrumo meu quarto exatamente  como estava antes do ocorrido. Deito em minha cama. Para relaxar. E começo a relembrar tudo o que aconteceu em Miami. Acabo adormecendo.









Notas Finais


Hahaha espero que gostem. Primeira fanfic. Desculpe se não está tão boa. Em breve capitulo 2.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...