História O trocador - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Amor, Fanfic Amor, Hot, Reciprocidade, Romantico
Visualizações 6
Palavras 629
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fantasia, Ficção, Hentai, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Nudez
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 2 - Cap 2: Primeiro olhar


Acordo com a voz da minha mãe me acordando. Eu abro os olhos, meio tonta de sono ainda e pergunto:

- Mãe, porque acordar tão cedo? 

- Porque você vai ir na escola e se matricular de novo.

- Ah maaaae....

- Ah nada, vista outra roupa pra podermos ir.

Levanto ainda com sono. Visto uma blusa, uma calça e um tênis, vou ao banheiro, e desço. Meu pai esta na mesa e como sempre, lendo um jornal. O telefone toca. Minha mãe atende. E faz uma cara de espanto. Eu fico preocuda, pode ter acontecido algo. Ela desliga o telefone. E eu pergunto.

- O que houve?

- Seu irmão conseguiu sofrer um acidente.

- Meu deus, mas ele está bem?

- Sim, mas eu vou ter que ir buscar ele, ele foi expulso.

- Meu deus mãe. 

- Você vai ir se matricular sozinha.

- Mas como? Você vai me levar?

Ela arruma uma bolsa apressadamente, com alguns pertences e diz:

- Vou usar o carro pra ir no aeroporto. Voce vai ter que ir de ônibus. É bom que você vê como está a cidade...

- Ah mãe...

Ela me da um beijo e papai também, e eles saiem. Papai levou ela até o aeroporto, e depois foi para seu trabalho. 

Eu tomo meu café. Pego minha bolsa e vou para fora de casa. Afinal, o ônibus parava em frente. Eu aguardo, e finalmente; ele aparece. Eu subo e vejo um menino muito bonito de trocador. Eu o encaro. Ele me encara. Eu passo por ele, dou o dinheiro; e espontaneamente ele me dá um lindo sorriso. Sem  duvidas o mais bonito. Ele tinha os olhos castanhos, com um olhar lindo. Era alto. E pelo que percebi,  muito simpático. Eu queria muito trocar umas palavras com ele... porém o medo de me apaixonar, nao deixava. 

Cheguei ao meu destino. Entro na escola. Era bem grande.  Estava ainda maior do que eu me lembrava. Vou até á secretaria. E me matriculo. Quando saio vejo minha amiga. Maira. Vou correndo em direção à ela. E dou um abraço. Um longo e apertado abraço.  Ela era a minha melhor amiga. Quando a solto, ela me olha espantada.

- CLARAAAA MEU DEUS, QUE SAUDADE

- Eu tambemmmmm 

- Onde você estava...???? O que houve?

- É uma longa história. 

- Me conte.

Eu conto toda a história e ela diz:

- Eu sempre te disse que ele não era o príncipe que você achava, deveria me ouvir.

Fomos andando e colocando o papo em dia. Até que o sinal toca. 

- Clara, vou ter que ir... Vamos sair depois? Ou eu posso ir na sua casa?? Algo assim? Temos que matar a saudade amiga

- Claro. Pode ir sim.

- Então tá. 

Eu pego meu celular, e chamo um táxi. Por mais que eu quisesse ir de ônibus, para ver aquele lindo garoto novamente. Eu não podia, porque naquele horário, não tinha nenhum. Não se passam nem 10 minutos e o táxi chega.

 Chego em casa. Ligo para a minha mãe e pergunto se posso comprar coisas com o cartão dela. Ela diz que sim. Então eu ligo para a pizzaria. E encomendo 3 pizzas. Eu e maira somos furacões quando se trata de comida.

Passa-se umas 3 horas, e ela chega. Já logo reclamando.

- Hoje foi uma chatice. Voce nao tem noção. Amanhã você vai ver como o povo da escola é chato. Ainda teve uma feira cultural.

- Lkkkkk você reclama demais.

- Ue, eles cantaram musicas horriveis.

- imagino.

A gente se senta na bancada. E começa a devorar as pizzas. 

- Amiga, eu acho que talvez eu possa estar apaixonada.

- Meu deus Clara, quemmm?????

- eu não sei o nome dele, ele trabalha no ônibus. 

- Como ele é?

- Alto, um pouco moreno, olhos castanhos...

Ela me interrompe.

- PERAAA???? O Gean???????? Ele é o namorado da menina mais popular do colégio. 

- Quem?

- A Bianca.






Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...