História O Uchiha Que Mora Ao Lado - Capítulo 29


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Chiyo, Deidara, Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Karin, Naruto Uzumaki, Sai, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha, Tsunade Senju
Exibições 209
Palavras 1.656
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ecchi, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


♥♥♥♥♥♥

Capítulo 29 - Capitulo 29


Fanfic / Fanfiction O Uchiha Que Mora Ao Lado - Capítulo 29 - Capitulo 29

Sakura" on "

Eu estava na minha cama agora encarando o teto e comendo as minhas trufas, passava uma coisa qualquer na Tv e eu não fiz questão de prestar a atenção, meu pensamento estava no  sasuke agora e varias coisas se passaram pela minha mente, e uma delas è o modo como ele se preocupa comigo e modo como ele me vê, quando ele estava brigando com o Sasori ele disse " vou te ensinar a não mexer com a mulher dos outros ", eu queria saber ao certo o que ele quis dizer com isso, estava meio que obvio, mas eu queria ter a certeza vindo dele.

-O que te faz pensar tanto ?.
Ele entra no meu quarto.

-Tudo.
Digo e ele ri.

-Eu tambem andei pensando muito sobre " tudo ".
Ele se deita ao meu lado e então ele encara o teto tambem.

-O que exatamente ?.
Pergunto.

-Sobre eu ja ter te visto e não me lembrar, tudo isso que aconteceu com agente por conta do Sasori, Karin... tudo, absolutamente tudo.
Ele diz e eu o olho.

-Por que a Karin ?.
Pergunto e ele suspira.

-Porque foi ela que te deixou assim,e è por isso que você não consegue mexer suas pernas direito.
Ele diz e eu fico pasma.

-por que ela fez uma coisa dessas ?.
Pergunto.

-Amor doentio.
Ele diz e eu sinto  raiva dela.

-E o que você fez com a ruiva menstruação ?.
Pergunto.

-Ela esta presa agora e conserteza ela não vai mais interferir em nada, conversei com o Naruto e ele me disse que fez questão de colocar ela junto com os cumplices do Sasori, ela esta onde tem que estar não se preocupe mais com isso,  você esta em paz agora.
Ele diz.

-E sua paz ?.
Pergunto e ele ri.

-Com essa profissão que eu tenho não è possivel se ter paz, eu nunca paro.
Ele diz num tom meio serio.

-Ok Batman.
Digo o imitando.

-E quais foram as conclusões que você tirou disso tudo ?.
Pergunto me virando para ele e ele faz o mesmo.

-Eu tirei a conclusão de que eu não posso mais ficar longe de você e que eu não aguento outro homem te olhando ou se quer que fique perto de você, eu não suporto a ideia de que outro homem te beije ou se quer enconste em você, isso tudo por que você me deixa assim rosada, louco,  mas de uma forma boa.
Ele diz e eu sorrio.

-Eu tirei as minhas conclusões tambem.
Digo e ele sorri de volta.

-E quais foram
?.
Ele me pergunta.

-Atraves das suas eu achei as respostas para as minhas Sasuke, e eu não quero mais esperar para que a gente possa ficar junto de vez.
Digo e ele sorri.

-Nem eu quero mais esperar rosada, e è por isso que eu tenho um pedido para te fazer.ele diz e eu me animo.

-Faça.
Digo.

-Rosada você quer se casar comigo ?.
Ele pergunta e eu me sento na cama.

-Casar ?.
Pergunto sem acreditar.

-Sim, nada mais nos impede.
Ele diz se sentando de frente para mim e uma felicidade me invade.

-Aceito.
Digo euforica.

-E você Uchiha aceita se casar comigo ?.
Pergunto e ele ri.

-Mais do que aceito.
Ele me beija me colocando no colo dele, e não foi algo corrido ou então muito intenso, foi um beijo calmo e preciso.

-Você não sabe o quanto eu esperei por isso.
Ele sorri mostrando os dentes,ele cola a sua testa na minha e então ele me olha.

-Eu tambem.
Digo o olhando, sorrio para ele e então eu o beijo novamente mas logo eu me afasto assim que eu escuto um " eeeeeee ate quem fim em ".
Naruto aparece na porta, e o Sasuke bufa ficando vermelho de raiva.

" Quando vamos poder nos beijar em paz ?".

-Parece que todo mundo tem facil acesso a minha casa, vou colocar cadeados na porta.
Digo e o Naruto se senta na cama ao lado do Sasuke o abraçando de lado.

-Pega os cadeados do coração do Uchiha ja que você conseguil tirar, não è ?.
Naruto da pequenos tapas nas costas do Sasuke e ele fica mais vermelho ainda.

-NARUTOOOOOOO.
O Naruto se levanta com tudo assim que o Sasuke se levanta tambem.

-SASUKEEEE.
naruto sai correndo e o Sasuke tambem.

" Esses dois vão me dar muito trabalho ainda ".

...

Semanas depois....

( Domingo 16:30 )

-Sakura respira.
Sasuke tenta me acalmar, eu estava agora na porta da casa da familia dele, depois do pedido de casamento informamos aos nossos parentes sobre o acontecimento e eles ficaram euforicos por saber que eu e o Sasuke tomamos " jeito ".

-E se eles não gostarem de mim ?.
Pergunto e ele ri.

-Eles ja gostaram de você so pelo fato de eu ter te escolhido.
Digo e então eu me acalmo, tomo coragem para apertar a campanhia quando  alguem abre a porta.

-Aiii kami - sama vocês chegaram.
Uma mulher muito parecida com o Sasuke vem e me abraça.

-Você è mais bonita do que eu imaginei.
Ela me diz e então ela abraça o Sasuke.

-E você è como eu imaginei, indentica ao Sasuke.
Digo e ela sorri.

-Sem duvidas.
Um homem muito parecido com o Itachi aparece estendendo a mão para mim.

-È um prazer te conhecer.
Ele diz.

-Igualmente.
Digo pegando sua mão.

-E ele è igualzinho ao Itachi.
A mãe do Sasuke susurra me puxando para dentro da casa.

...

Sasuke " on "

-Teve um dia que o Sasuke bebeu tanto mais tanto, que ele saiu pelado pela rua e pulou num rio congelado pela neve.
Minha mãe dizia rindo.

-Não brinca.
Sakura ria como uma louca.

-Me lembro disso como se fosse hoje.
Itachi ria tambem.

-Filho você nunca bateu bem da cabeça.
Meu pai ria levemente.

-Contem meus podres mesmo, a vontade.
Digo tomando mais um gole do meu chá.

-Você quem disse, vou contar aquela historia da igreja.
Itachi diz e eu o fuzilo com os olhos.

-Não se atreva.
O ameaço.

-Se atreva sim, eu deixo.
Sakura diz e então todos na mesa caiem na gargalhada.

-Eu nunca imaginei você numa situação dessas meu filho.

"Meu pai esta tirando uma com a minha cara ?".

-Se casem o mais rapido possivel, vou amar ter você na familia.
Minha mãe dizia para a Sakura.

-E eu vou amar ser parte da familia.
Sakura sorri e então eles começam a conversar.

-Como você conseguil ?.
Susurro no ouvido dela.

-Como assim ?.
Ela pergunta.

-Meu pai esta rindo,  minha mãe te aceitou numa boa e o meu irmão estava a ponto de contar os meus podres de forma natural.
Susurro e ela sorri feliz.

-Eu tambem não sei.
Ela susurra de volta.

-Pronta para ouvir a historia da igreja ?.
Itachi pergunta e ela ri antes mesmo dele contar.

-Pronta.
Ela diz.

-Tudo começou...

...

Ainda no mesmo dia...

(Domingo 19:00 )

-Mãe como você esta.
Sakura abraça uma mulher loira que não se parecia muito com ela.

-Melhor agora querida.
Ela abraça a Sakura.

-Então você è o cara que conseguil entrar no coração da cabeça dura da minha filha.
Ela vem ate mim e então me abraça.

-Acho que sim.
Digo e ela ri.

-Onde esta o papai ?.
Sakura pergunta.

-Serve esse velho aqui ?.
Um moço com os cabelos entranhamente roxos  aparece.

-Papai.
Sakura o abraça.

-Então esse è o pilantra ?.
Ele pergunta me olhando.

-Sim.
Sakura ri.

-Aaaa mas  não me segura.
Ele vem ate mim e então ele para na minha frente em posição de luta.

-Pra casar com a minha filha vai ter que me derrotar em uma luta.
Ele diz serio.

-Quer parar de palhaçada.
A mãe da Sakura da um tapa na cabeça dele.

-È so uma brincadeira.
Ele coloca as mãos na cebeça.

-Vem, vamos entrando meu rapaz, você gosta de uma gelada ?.
Ele pergunta me conduzindo para dentro da casa.

-Sim.
Digo sem jeito.

-Então vamos, aqui vende as melhores servejas da cidade.
Ele diz e eu rio, pois se o meu pai acha que eu não bato bem, ele vai mudar de ideia rapidinho.

...

Sakura " on "

-Partidão em filha, olha se eu não fosse casada....

-Mãe.
A repreendo e ela da risada.

-Ok, eu parei.
Ela diz me levando ate a mesa de jantar onde meu pai e o Sasuke ja estavam.

-Então eu peguei a minha arma e disse...

-No pè ou na mão.
Eu e a minha mãe dizemos em coro junto do meu pai.

-Ninguem aguenta mais essa historia.
Minha mãe diz servindo um bolo.

-E o que ele escolheu ?.
Sasuke pergunta.

-Na mão, e então eu engatilhei a minha arma e disse...

-Então vai ser no pè.
Dizemos em coro de novo e então o Sasuke ri.

-Foi certeiro.
Meu pai diz fazendo uma arma com a colher e então ele finje dar um tiro no Sasuke.

-Então eu ja sei de onde a Sakura tirou uma boa mira.
Sasuke diz e eu o olho.

-Ela tinha que puxar algo de bom, por que de ruim ela ja puxou o gênio forte da mãe, não è ?.
Meu pai provoca.

-Escuta aqui seu velho è melhor você calar a boca se não eu vou fazer com que você se engasgue com esse bolo.
Minha mãe diz e eu rio, pois eu sentia muito  falta  disso tudo.

-Reconhece ?.
Meu pai pergunta para o Sasuke e ele me olha.

-Eu acho melhor você nem responder, porque se não em vez de eu te fazer engasgar com esse bolo eu te faço engasgar com o nosso anel de noivado.
Digo e então meu pai e o Sasuke se olham, não demorou muito e os dois cairam na gargalhada.

-Homens.
Eu e a minha mãe exclamamos.

....


Notas Finais


?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...