História O último dia com o Alfa. - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Castiel, Personagens Originais
Tags Amor, Capítulo Único, Castiel, Castiel X Docete, Colegial, Docete, Hentai, Hot, Professor X Aluno, Romance
Exibições 232
Palavras 2.196
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Heu gentyy
Bem vindos!
Tomara q gostem
se não gostar de hentai não leia,é puro hentai kagdjf
um bj,até maish
se gostarem e apoiarem, poderei continuar ela ^^ vcs q sbem ;3

Capítulo 1 - Capítulo Único


Fanfic / Fanfiction O último dia com o Alfa. - Capítulo 1 - Capítulo Único

P.o.v Kayla
Último dia de aula e estava mega monótono,o relógio parecia bater mais lentamente
-E então eles invadiram o território- ouvi a voz entediada do professor de história-Quer saber??-ele tacou o livro na mesa nos assustando- isso é um saco,quem aqui já passou?-metade da sala levantou a mão-....vou passar um questionário aqui e tá belê?-O professor pegou o pincel e começou a escrever no quadro e todos estavam conversando
-Ele é lindo-ouvi suspiros da minha amiga pro Kentin e dei de ombros
-A próxima aula é Matemática-ela murmurou fazendo meu rosto esquentar
Ela sabia que sempre foi assim com os professores e com o Castiel não era diferente
Comecei a ficar desconfortável na cadeira e ouvi a risada da minha amiga
-Viu?-ela deu de ombros e voltou a anotar em seu caderno
Baixei a cabeça totalmente corada e o sinal bateu
-Acho que vou tomar água…-murmurei e me levantei
-Não esquece da nossa aposta…-Janny disse sorridente e revirei os olhos
Corri até a porta batendo contra alguém
Olho pra cima e o professor ja esperava a turma se sentar e senti sua encarada gélida sobre mim
-O que está fazendo em pé, senhorita Kayla?-ele perguntou rouco e apertei a bainha da minha blusa
-Água…-ele confirmou em silêncio e saí da sala
Eu tinha uma queda gigante pelo Castiel,digo, o famoso "crush", mas também tinha medo do que ele podia fazer, todos tínhamos medo dele.
Fui tomar uma água pra tomar coragem e joguei água em meu rosto,caminhei até o banheiro e me encarei no espelho.
Suspirei ja sentindo meu corpo esquentar e tentei ignorar essa sensação.
Fui para a sala e ja era metade da aula que tinha ido embora
Me sentei e ele continuou com a sua aula
Era apenas a segunda aula do dia e eu já estava zonza.
O sinal bateu e a hora temida chegou
Todo mundo havia saído e eu estava lá, de pernas bambas e o coração a mil.
Tomei coragem e caminhei até sua mesa
Ele subiu aquele olhar seco e logo mudou para seu famoso sorriso irônico
-Então….veio aqui perguntar nota?Já vou dizendo que- o interrompo,apoiando minhas mãos em seus ombros
-Me come- sussurro fraca que acaba saindo como um arfar,e notar isso me deixa totalmente corada,mas aproveito para mordiscar seu pescoço de leve
Saio da sala, não aguentando caminhar e corro até minha amiga, que está sentada,tranquila e totalmente sorridente
-Falei - murmurei falando da aposta e ela sorriu
-como posso confiar?-ela sorri vitoriosa e baixo o olhar para a mesa a minha frente
-Falei ué….queria que gravasse??-ela riu e deu de ombros
-Vamos ver se falou mesmo-ela deu uma risada- terei a confirmação hoje..
Havíamos feito uma "aposta", Janny tinha apostado, que no último dia de aula eu falaria pro nosso professor o que realmente quero,ou o que sinto..e a única coisa que pensei era aquilo.
A aula seguinte era Informática e entramos na sala totalmente branca e Armin nos recebe, sentado em sua mesa
Nossa aula estava escrita no quadro e o professor jogava distraidamente.
A aula passou mais rápido que eu imaginava
Justo a melhor aula…
Passamos pela Educação física,onde não fazemos absolutamente nada além de conversar com o Dake e voltamos pra sala
Me sentei e suspirei
Último horário e íamos pra casa,finalmente
-Silêncio- ouço a tão temida voz que não queria ouvir
-Acho que terei minha confirmação agora-Ela suspirou e relaxou na cadeira,enquanto meu coração saía pela boca.
Castiel anotou algumas páginas do livro e se sentou
-Ele está te encarando-Janny se divertia com a situação que eu me encontrava, vermelha e é encolhida na cadeira.
E pra piorar,o Castiel me encarava fixamente.
-Estou completamente arrependida dessa maldita aposta-murmurei mordendo a ponta dos dedos de leve e ouvi uma risada ao lado-É sério Janny!!Ele vai me mandar pra diretoria e ela vai me expulsar!!-Falei morrendo de vergonha
-No último dia de aula???o máximo que ele faz, é te xingar…e bastante, mas Parabéns!! Eu arrumo um encontro pra você e o gato da outra sala-ela sorriu com minha vitória
Apertei minhas coxas uma contra a outra,na esperança de conter o nervoso e só estava piorando
-Para de se apertar aí,sua…louca-ela murmurou mordendo a boca,para diminuir o som- Foi só um "me come" vai….-ela deu de ombros e o sinal bateu
Arrumei minhas coisas lentamente, já esperando minha morte,coloquei a mochila nas costas e fui caminhando pra porta
P.O.V Castiel
"Me come"
Só aquele sussurro desesperado, fez meu jeans ficar apertado
Passei todas as outras aulas praticamente morrendo, saí de sala várias vezes para jogar água gelada no meu rosto, toda vez que lembrava dela ficava completamente duro.
-Cast,tá tudo bem??-me lembro da Ambre me perguntar e que passei as mãos no rosto
Puxei ela pro banheiro e empurrei ela contra a parede
-Ajoelha - murmurei em seu ouvido,desesperado por uma atenção pro meu órgão que pulsava e pedia por alguém pra satisfazê-lo
Assustei a loira quando enrolei seus cabelos em meus dedos e empurrando sua cabeça contra o volume no meu jeans.
-C-Cast-Ela sussurrou corada e só forcei mais sua cabeça pela nuca
Ela abriu o botão e o zíper da calça,abaixando o jeans até metade das minhas pernas e apertou meu membro com vontade e não consegui reprimir o gemido
Não queria fazer ela sorrir desse jeito, eu queria que outra pessoa estivesse ajoelhada na minha frente,mas acabo me contentando com a Ambre
Ela abaixou minha calça e contemplava o tamanho,mas eu não tinha tempo pra observações e arfei apertando seus cabelos entre os dedos
Kayla…
Senti meu membro sendo enfiado totalmente na boca da loira e os movimentos começaram
Abri os olhos e contemplei a professora com meu pênis na boca,fazendo movimentos de vai e vem,aprofundo seus movimentos e aumento a velocidade deixando escapar alguns murmúrios e gemidos e só penso na voz rouca e de súplica da Kayla
E de repente ela quer parar
Tenho que olhar duas vezes pra saber que não é minha aluna.
Penso que o tempo acabou e começo a socar meu membro em sua boca querendo terminar o que ela tinha começado,até que a loira me empurra pra longe
Ela arruma seus cabelos e sai pisando duro e fico parado no banheiro
Sem entender nada
Resolvo lavar o rosto com água gelada pra acalmar os nervos,antes de ir pra sala e lembro o que fiz de errado.
Pensei até demais na garota
Corro pra sala para dar aula pros insuportáveis alunos que o diretor me presenteou
Lembro durante a aula toda
Lembro do quanto eu queria transar com aquela garota ,até que termina a aula.
Deixo todos os alunos saírem,mas antes que Kay saia,a puxo pela cintura,prendendo o corpo de minha aluna contra mim.
-Seu último pedido antes de acabar as aulas?-sussurro mordiscando todo seu pescoço e apertando sua bunda
-Me come-ela sussurrou entre pequenos e baixos gemidos e me apertando contra si,me dando uma bela visão de seu corpo.
Apertei sua bunda,levantando o corpo da garota,e sentando ela na mesa
Levanto a barra de sua camiseta e toco seu corpo quente e sentindo com minhas mãos,ele completamente agitado
Tomo seus lábios e entramos em uma batalha onde ,nossas línguas se encaixavam perfeitamente enquanto ela puxava meus cabelos
Aperto seus seios a fazendo gritar meu nome e sorrio entre o beijo
Retiro seu jeans e sua camiseta e ela se entrega,não sem antes tirar minha camisa e suplicar para que eu tirasse a calça,tirei as peças que impediam Kay de tocar meu corpo e ela logo se agarra a mim
Sua pele quente encosta na minha,fazendo meu membro endurecer mais do que ja estava,me deixando quase sem controle
Kayla começou a rebolar em cima do meu pênis ainda com a lingerie e aquela peça ja começava a me irritar
Tirei seu sutiã com a boca, seus gemidos estavam cada vez mais altos e suplicantes quando sinto o corpo de minha aluna cavalgar em meu membro
Mordo o canto da boca, que ja estava cortado e aperto seu seio direito com minha mão livre enquanto agarrava a cintura da menor.
Seus gemidos incoerentes passaram a suplicar meu nome e ela cavalgava cada vez mais rápido
A joguei deitada na mesa,segurando seus dois seios dessa vez enquanto atacava sua boca
Kayla agarra minha cintura com suas pernas e começa a fazer movimentos de penetração
Começo a seguir seus movimentos e só o que me separava de penetrar minha aluna completamente era sua única peça de lingerie
Seus gemidos se misturavam com o barulho da mesa,que estava instável com os movimentos
Apertei sua coxa e ela deu um grito seguido por um gemido manhoso e percebo que sua calcinha estava completamente molhada
-C-Cast-Ela implorou manhosa por algo dentro dela quanto rasgo sua calcinha e penetro dois dedos de uma vez, fazendo Kayla gritar meu nome
Ataquei sua boca,logo invadindo a mesma com minha língua,impedindo de ouvir os tão manhosos gemidos que me deixavam louco
Fiz movimentos rápidos de penetração, e logo movimentos de tesoura e ela se auto penetrava
Suas unhas arranhava meus braços e ombros e logo solto os gemidos que estavam me torturando
Retiro minha mão de sua intimidade e ela me puxa contra si, se esfregando contra meu pênis,quando escutamos um bater na porta
Agarro sua cintura e enlaço suas pernas na minha e entramos em um armário completamente vazio
Ela arfava e selei nossos lábios para impedir que alguém ouvisse e ela cavalgava em meu membro ainda coberto pela box
-P-por favor-ela sussurrou entre gemidos baixos e abafados,rebolando em meu membro e puxando meus cabelos
-Shhh-Arfei enquanto tentava controlar a garota que choramingava e fazia os movimentos cada vez mais rápidos e a ajoelhei no chão do armário abaixando minha box e enfiando meu membro em sua boca, logo minha aluna agarra ele e começa a enfiar todo em sua boca,seus gemidos estavam lentos e profundos e sua velocidade aumenta
Tento controlar os meus gemidos e começo a arfar,seguro sua cabeça e aumento a velocidade e profundidade
sua boca sugava meu pênis,enquanto suas mãos o masturbavam, seu corpo pedia algo dentro de si
ela começou a quicar,fazendo seus seios balançarem e me deixando com aquela visão maravilhosa
Logo os barulhos acabam e a porta fecha,ela solta meu pênis pra tomar ar,aproveito esse micro tempo para levantar ela no colo e tirar a peça por completo
A aperto contra a parede de costas e penetro em sua intimidade,seu gemido manhoso e excitado me faz penetrar fundo e abraçando seu corpo por trás
Aperto seus seios enquanto aumento a velocidade das estocadas e começo a distribuir chupões por suas costas completamente nuas e dou um tapa em sua bunda
Empurro ela contra a mesa,Kayla se apoia e me deixa com as mãos livres,aperto sua cintura aumentando a velocidade e a profundidade,o ranger da mesa se misturava com nossos gemidos.
Ouvir a voz da minha aluna gritar e implorar meu nome me deixava louco e segurei na mesa com uma mão e na cintura da morena, a outra
Apertei, metendo fundo e guio minha mão para seu clitóris,apertando e fazendo movimentos circulares fazendo Kayla arquear as costas
Elas encostaram em meu corpo e agarrei a menor, batendo minhas coxas contra sua bunda,os gemidos e sons em perfeita harmonia.
sinto que vou gozar e me retiro de dentro da garota
Me sento em uma cadeira e a puxo pela cintura
Kayla rebola em minha coxa,esfregando sua intimidade na mesma
Seus gemidos em meu ouvido fazem meu pênis pulsar em agonia,querendo entrar dentro da menor
Ela começa a quicar,chocando sua intimidade contra mim e ela começa a dar gemidos mais altos
Selo nossos lábios e começo a batalhar com ela novamente
Escorrego de leve,e entro em Kayla que arfa e sorri
-D-Daddy-ela geme e paro um momento
-Que?-arfo sorrindo e ela rebola
-Daddy-ela geme arrastada e dou um tapa em sua coxa,logo em seguida a fazendo cavalgar no meu órgão
chupo um de seus seios e deixo uma mordida no bico
Sua bunda batia nas minhas coxas,misturando com os gritos e gemidos
-P-Por favor,Mais rápido Daddy-ela gaguejou enrolada,
ataco sua boca e selo nossos lábios enquanto aperto seus seios e sinto que vou gozar
Ela chega antes de mim, e joga seu corpo no meu
dou mais algumas estocadas e me derramo dentro de Kayla
Deito ela na mesa,pego minha box e vejo sua calcinha no canto
Guardo a peça na mochila e começo a me vestir
Ela se senta e pega suas roupas e começa a se vestir
ela olha pra minha mochila e nego
-Aquela é minha-pisco sorrindo e ela cora
-Bom…boas férias professor-ela sorri-ou Daddy-ela cora mordendo o canto da boca e te barro
pego um papel e anoto meu telefone e meu endereço
-Já sabe- sorrio de canto e ela também
Kayla pega a mochila,eu pego a minha e saímos da sala
Desço qs escadas
-CAST-Escuto a voz de minha aluna
ela corre e se atira contra mim,me beijando
-Eu vou sentir sua falta-Ela murmura e coro sorrindo
-E-Eu….-Beijo seu pescoço- Eu também…..
Vou pra casa,me separando daquele pequeno corpo morno
1 Mês depois
Passei o natal inteiro lembrando do melhor sexo da minha vida inteira e provavelmente o ano novo também,não me lembro direito da virada, virei muita bebida pra lembrar
Me deito no sofa pra ver algum filme e vejo meu celular vibrar
Escuto uma voz que faz meu coração bater rápido
e logo depois a ereção aparecer
-Daddy-Escuto o gemido arfado da Kay do outro lado do telefone-V-Vem p-pra cá…-Ela da um gemido arrastado e de repente começa a arfar-E-Eu não consigo p-parar…
Solto o telefone bruscamente,pego as chaves e parto pra casa dela.



Notas Finais


Desculpem os errinhos de PT ^^ Beijims ♥ ateh maish


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...