História O Último Golfinho - Imagine BTS ( Jungkook ) - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, J-hope, Jimin, Jungkook, Kpop, Rap Monster, Romance, Suga
Visualizações 15
Palavras 2.444
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Festa, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 6 - Miracle


Fanfic / Fanfiction O Último Golfinho - Imagine BTS ( Jungkook ) - Capítulo 6 - Miracle

Ginásio Raymond Dot

Calloway , USA

ANNA

Eu sai do corredor dos vestiários pronta para entrar na quadra. Quandro abri a porta do ginásio vejo Jungkook parado ao lado dela como se esperasse alguém entrar, ele me olha dos pés a cabeça e quando dou um passo para frente ele coloca sua raquete na porta impedindo minha passagem.

Ri fraco quando vejo o curativo em sua testa – Agora assim esta parecendo um valentão psicopata que tatua golfinhos nos outros e da palestra sobre autoconfiança … Combina com você

- Eu não me lembro de ter retirado o que disse sobre não querer mais te ver aqui

Eu seguro a cabo da raquete e jogo para baixo a fazendo cair no chão, o resto dos alunos então se silenciam ao se viram para nós.

Olhei para eles, haviam dois grupos: um próximo de nós que usavam camisas azuis e um outro grupo do outro lado da sala que usavam camisas vermelhas, Jin estava com eles e espremeu seus olhos tentando nos ver melhor.

Me viro novamente para Jungkook o dizendo- Você é desgastante

Eu então tento mais uma vez entrar na sala mas desta vez ele se coloca na minha frente e me faz andar para trás enquanto se aproximava de mim até sairmos os dois da sala, antes de sair dela pude escutas alguns suspiros de surpresa e sussurros da parte dos alunos.

-Você ficou maluca? - disse quando eu apoio minhas costas na parede

-Eu não fiz nada! Eu só vim jogar ou vai me dizer que vai mudar meu planning de aulas também? - ele faz aquela típica cara de nojo, o interrompo antes que recomeçasse a falar – Você não é meu pai nem o diretor dessa escola, você não me diz o que fazer - eu me aproximo dele – E eu também não sou um dos seus ratos … Agora me deixa ir

Eu ando até a porta e ele me puxa de volta pela blusa – Você não entra aqui assim

-Do que você está falando?

-A sua camisa … Se fez de propósito ou não pouco me importa , você vai mudar essa merda agora

-Minha blusa?! - falei e depois olhei para a camisa vermelha que usava, ri fraco – Isso é palhaçada!

-Eu queria muito que pudesse ficar com eles já que gosta tanto

-Não é culpa minha se eles usam vermelho e vocês azul … Essa porra é tao ridícula! Vocês parecem crianças!

-Eu não estou aqui para te ouvir dizer merda sobre coisas que você não sabe, Anna, não mesmo

-Ah é? E o que você propôs? Que eu arranque o teu cartaz colado na parede e me cubra com ele para jogar?

-Vestiário masculino

-Eu na…

-Vai agora se ainda quiser jogar

Jungkook entra no ginásio para pegar sua raquete, eu escutava seus passos atrás de mim enquanto eu procurava a porta do vestiário masculino.

-Se começar a tirar a roupa eu chamo a polícia – disse o escutando bufar e bater com a raquete em algo, me viro para trás e o vejo na frente de uma porta que já havia passado, ele balançava a cabeça me desaprovando

Eu entro no vestiário e Jungkook vai até sua bolsa e pega uma outra camisa azul sua , ele a joga para mim. A abro percebendo que aquilo ficaria enorme em mim, jogo a roupa no banco e quando segurava minha blusa para a tirar percebo que ele estava sentado no banco , eu o encaro levantando minhas sobrancelhas.

Ficamos alguns minutos em silêncio até eu rir fraco – Você acha mesmo , Jungkook? - ele levanta os ombros – Valeu pela tentativa mas já pode ir

Ele suspira batendo as mãos em seus joelhos antes de se levantar – Pelo menos agora eu sei que não é louca pra tudo

Jungkook se afasta saindo do vestiário – Babaca … - sussurrei

-Eu escutei isso

-Tenho certeza que sim

 

(…)

 

O professor da última vez nem deu as caras hoje e eu começava a me perguntar se ele voltaria, se ele não era apenas um estagiário ou um avaliador pois Jungkook e Jin pareciam os verdadeiros professores ali, os dois trabalhavam com seus “grupos”, um longe do outro, eles nos diziam o que devíamos fazer como se nos treinassem, como se fossemos equipes e eles os lideres.

Aquilo tudo era novo para mim e eu estava com cabeça longe demais para me concentrar em aprender os diferentes exercícios de treinamento que Jungkook fazia com os outros, eu errava quase todas as bolas e nunca sabia para onde ir ou qual era a minha vez, eu me sentia uma retardada , principalmente porque todas aquelas pessoas ali estavam se saindo bem, eu simplesmente não conseguia memorizar o que devia fazer, eu só estava ali para jogar e evacuar meu estresse todo na quadra.

Larguei a raquete no chão e caminhei irritada até o bebedouro.

-Não precisa ficar irritada – falou alguém atrás de mim quando eu levanto minha cabeça terminando de beber água – Eu também odeio essa parte da aula – terminou Jin

-Eu só estou aqui para jogar …

-Não é fácil estar na sua equipe ao mesmo tempo … Ela é um pouco … Sufocante – falou sarcástico e eu ri fraco olhando Jungkook , ele “ensinava” uma jogada para uma menina que claramente se desmanchava de animação toda vez que ele se aproximava dela com aquele sorriso

-Parece que não para todo mundo ...– respondi fazendo Jin observar a menina e Jungkook também

Ele ri fraco – Então você é meio que a ovelha negra?

Percebi na forma adorável e sedutora na qual ele falava e tocava a menina enquanto a ajudava com os movimentos da raquete - É o que parece, não é …

-Aonde mesmo disse que morava aqui em Calloway?

-Nem queira saber …

-Se você quer saber … Eu adorei a camisa que chegou aqui hoje, é o meu estilo – gargalhei e ele me observa sorrindo – Eu estava pensando … Hoje é a festa de boas vindas dos leões … A sua amiga, Olivia, eu a convidei … Se quiser vir com ela …

-Eu ainda não a vi hoje

-Vai ser divertido … Pense nisso – nesse momento eu direciono meu olhar para quadra e vejo que Jungkook havia largado a garota e que agora um outro aluno o perguntava algo mas ele observava a mim e a Jin, ele desvia seu olhar pouco depois pedindo ao garoto que repetisse sua pergunta – Eu acho que vou te deixar pensando … – ele dá dois tapinhas em meu ombro

 

(…)

 

Finalmente estávamos jogando, era a meu terceiro jogo e eu estava prestes a terminar a partida com a garota que Jungkook ajudava mais cedo e eu nunca estive tao feliz desde que cheguei em Calloway que quando percebi que ele havia terminado sua partida primeiro para vir ver sua peguetezinha perder para mim. Era estranho o quanto melhor eu era quando estava irritada.

Quando a peteca bate novamente no chão do campo adversário eu saio da quadra em silêncio, ia até a folha para ver com quem era o meu próximo jogo mas antes paro perto de Jungkook.

-Eu não acho que tenha as melhores técnicas para ensinar – ele apenas vira discretamente sua cabeça para mim me encarando de canto de olho – Talvez seja porque não esteja prestando atenção nas partes do corpo que ela tenha que realmente trabalhar mais

-É tao difícil assim para você ficar calada sobre coisas que não tem absolutamente nada a ver?

-Eu só queria dizer que é interessante a maneire que você “vê algo” nas pessoas

-Eu não sou o único, existem olhos que parecem incrivelmente atraídos por coisas vermelhas

-E outros por coisas grandes … não é?

Eu me afasto indo até a folha mas ele me interrompe – Não precisa sair da quadra – o ignorei indo do mesmo jeito até a folha e meus ombros descem e minha confiança desaba quando li o que estava escrito nela : ANNA x JUNGKOOK – Jogaremos aqui – ele completa

 

(…)

 

Todos já haviam ido embora, eu e Jungkook ainda jogávamos, tínhamos o mesmo nível então toda vez que um de nós chegava perto de ganhar o outro, de algum jeito, recuperava os pontos e a regra do jogo não nos deixava terminar.

“Esta cansada?” ele me perguntava frio quando começava uma nova jogada e me via apoiar as mãos nos joelhos tentando recuperar o folego, ele não estava diferente, dos pés a cabeça suado , mas insistia em manter aquela pose séria, entediada e superior, coisa que me fazia estupidamente responder : “Estou bem”.

Se passaram mais quinze minutos e Jungkook estava sempre na frente , eu era aquela que sempre recuperava os pontos e impedia sua vitória e ele parecia estar disposto a jogar até que minhas pernas cansadas me fizessem desistir e o dar a vitória que parecia significar o mundo para ele , e foi exatamente isso que eu fiz.

Eu me sento no chão enquanto ele ainda sacava e Jungkook de maneira muito precisa e profissional observa a peteca até ela bater no chão do meu lado da quadra para sair do ginásio em direção aos vestiários sem dizer uma palavra.

 

 

Suga’s

Calloway , USA

ANNA

 

 

Eu me olhava no espelho do armário de Suga, segurava meu vestido no corpo até que ele subisse o zíper e o fechasse para mim. Suga coloca meus cabelos para frente e depois inclina um pouco sua cabeça para o lado sorrindo levemente.

-Você sabe que não é preciso ficar a festa toda, não é? Eu não acho que seja o tipo de festa que está acostumada

-Você tem uma arma na sua cintura … Que tipo de pessoa esta acostumada a ir em uma festa desse tipo?

Suga ri- Não tera só golfinhos la, toda a turma de Economia estará la e algumas outras turmas também

-Até os leões?

-Você esta brincando, não esta? - e saiu do quarto

Recebi uma resposta de Olivia: “É na Mansao Miracle como eles fazem todos os anos , eu vou te encontrar a algumas quadras depois do armazém dos golfinhos”.

Me olhei novamente no espelho, ajeitei meu cabelo e subi um pouco o vestido antes de sair do quarto de Suga – Quando é q… - comecei a dizer mas quando chego na sala vejo Jungkook sentado no sofá, ele usava uma camisa social branca com as mangas afastadas até seus cotovelos, acho que tenha cacheado um pouco seus cabelos.

Depois de alguns segundos em silêncio e ele me olhando dos pés a cabeça com aquela cara que não deixava passar nenhum sentimento, eu pergunto:

– Onde está o Suga?

– No banheiro

Engoli o seco quando o silêncio mortal voltou, aquela falta de barulho era tao desconfortante.

Ele desvia seu olhar quando eu me aproximo e me sento do lado oposto ao seu no sofá.

Silêncio, silêncio e silêncio. Eu olho para a televisão desligada e vejo o reflexo de Jungkook na tela , nossos olhos se encontram nela, ele respira fundo.

-Suga esta demorando

-É …

Ele se vira para mim que confirmo com a cabeça um pouco sem graça

-É … - respondeu e desviou novamente seu olhar

-Então … Mmm … Você conseguiu algum lugar para mim?

-Não

-Ata…

Jungkook bufa – SUGA! - gritou seu amigo tentando o apressar

 

 

Armazem 075 ( camarote )

Calloway , USA

Jungkook observava de cima as pessoas se divertirem no antigo armazém transformado no salão de festas, estas são um outro aspecto que diferencia bastante os leões dos golfinhos , enquanto os primeiros preferiam mansões para darem suas festas, onde você poderia achar loucos bêbados quartos a vontade, música alta , jogos de strip, decoração dourada e mascotes que dançam só de cueca, os golfinhos preferiam lugares como esse armazém para o transformar em uma verdadeira boate, mais parecido com um festival, as pessoas pulavam e dançavam no enorme lugar das luzes azuis. Um ambiente que lembrava o mar, uma multidão que se divertia se agitando e formando ondas. O enorme logo dos golfinhos havia sido pintado na parede do armazém. O bar preto que se esgotava aos poucos.

Jungkook tinha seu próprio “camarote” no segundo andar do armazém , onde ele ficava hipnotizado pela multidão e pelas luzes . Ele leva um susto quando seu celular vibrou em seu bolso.

-Eles estão prontos?(…) O que?! (…) Não! Não faz nada! (…) EU DISSE PARA NÃO FAZER NADA PORRA RECUA TODO MUNDO! (…) Sai todo mundo dai - e desligou o telefone

Jungkook olha para Taehyung que acabava de chegar em seu camarote. Ele franziu sua testa e procurou desesperado alguns rostos na multidão.

-Eles disseram que os leões est…

-EU SEI PORRA – gritou se virando para o garoto, Jungkook engole o seco – Como eles sabiam disso?! Hein? Como eles sabiam que entraríamos na casa do Collins hoje?! - o garoto olhava Jungkook assustado – Quem tá aqui nessa merda? HEIN? QUEM TA NESSA PORRA?!

-Não sobrou muita gente depois que Suga saiu com eles

-EU DISSE “QUEM” CARALHO … Onde está o Namjoon?

-Eu não sei !

A porta do camarote se abre novamente, era Hoseok – Você falhou – disse encarando os olhos de Jungkook

-Professor … - sussurrou Taehyung surpreso

-Algum filha da puta disse para eles!

-ELES SÃO A PORRA DA SUA EQUIPE!– gritou Hoseok – Você vai recuar todos esses merdas agora! - Jungkook trinca os dentes e desvia seu olhar – E a menina também

-Ela não sabe de nada

-O que você sabe? Não foi ela a escolhida pelo Jin? Pelo Collins? VOCÊ MAL SABE ONDE ESTA A PORRA DA SUA EQUIPE E VOCÊ QUER ME GARANTIR QUE TEM O CONTROLE DO QUE ESTA ACONTECENDO COM ESSA MENINA?! Ela é sua responsabilidade e você está indo buscar ela AGORA

-Buscar ela?

Hoseok se aproxima de Jungkook segurando sua testa contra a sua – Eu confio em você … Você sabe que eu vejo muito de mim em você, vai fazer história nessa associação como eu fiz, eles nunca esquecem os loucos … - Hoseok ri fraco e entrega um saco para Jungkook – Um homem … Mostre para esses filhas da puta que também estamos de olho – ele segura o queixo de Jungkook puxando seu rosto para baixo e olhando o curativo em sua testa, deu dois tapinhas em seu rosto – Traz essa menina e o medo deles de volta

Hoseok se afasta e leva Taehyung junto com ele.

Jungkook então tira a máscara de leão do saco e a coloca em seu rosto tirando a arma de sua cintura. Pegou novamente o celular e fez uma ligação – Eu preciso de um taxi (…) estou indo para uma festa na Mansão Miracle … Calloway

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...