História O Vampiro - A Idade Das Trevas - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 34
Palavras 922
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Luta, Magia, Mistério, Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Canibalismo, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Olá, serumaninhos(as)!! 👍😍 Como vão?! Espero que bem!! 😋✔ Sejam Bem Vindos!! 😃✌ Boa leitura!! 📖🔖
(Obs: Essa é a minha 1° Fanfic, estou "Super apreensiva. Espero que gostem! 😊😊 ah, essa história é um "RPG De Mesa" que eu joguei.)

Capítulo 1 - A Chegada À Itália


Fanfic / Fanfiction O Vampiro - A Idade Das Trevas - Capítulo 1 - A Chegada À Itália


 "... Não entendo o porquê disso tudo ter acontecido comigo... Muitas perguntas sem respostas. vou continuar a busca-lás!"

{No navio que ia da Inglaterra p/ Italia}

{Thannya}

Fui acordada bruscamente, sai e Fechei a caixa. Bati na caixa de Claus, que parecia não ter ouvido aquelas batidas. Chamei seu nome:

 TH - Claus, meu irmão?! Falo, enquanto Bato delicadamente na tampa da caixa. - Você está acordadoRapidamente a caixa se abri, e de sai meu irmão, parecendo um pouco sério demais. Trajando uma armadura de cavaleiro, uma bainha com uma bela espada e seus longos cabelos loiros, parecia um guerreiro indo guerrilhar.

Ele me olha com seus olhos azuis-esverdeados e depois tira sua atenção de mim. Logo ele sai, elegantemente, quase que planando e vai até a porta. Abre a. E de , entra um homem, gordo, careca, com uma expressão rude e  logo olha em minha direção dizendo:
 

?? - Boa Noite, senhorita?! - Ele faz isso, com uma pequena tocha para iluminar o local. - 

Ele desvia seu olhar acastanhado, com um pouco de desejo, olhando em direção ao meu irmão. - Boa Noite, Cavalheiro?! Respondemos juntosBoa Noite.

Me a próximo do meu irmão ficando alguns centímetros atrás dele. O homem poe a tocha num encaixe perto da porta, um pouco atrás dele. Clareando todo o compartimento de carga. E volta sua atenção para nós. Perguntando:

?? - Posso pedir suas passagens?

  {Claus}

Olho para minha irmã, que me encara, com seus olhos Azuis-avermelhados ao me acordar, depois sinto um cheiro asqueroso vindo lá de fora e sai, num movimento rápido, indo até a porta e abrindo a. Vejo aquele velho marinheiro, ranzinza. Ele estava com uma tocha na mão. Olhou em direção a minha irmã, saldando-a com um; - Boa Noite, senhorita?! - Ele estava comendo ela com os olhos. Na verdade ela era linda! Com sua pela branca quase rosada, seus longos cabelos ruivos encaracolados, um belo vestido com um enorme decote, com lábios vermelhos e carnudos e coberta de jóias. Era uma verdadeira dama.

Ele me olha, vendo minha desaprovação pela sua indiscrição, me saldando com um; - Boa Noite, cavalheiro?! - Dando um sorriso amarelo e falso. Respondo junto a Thannya: - Boa Noite. Nisso ele se vira e põe a tocha no encaixe na parede logo atrás dele. Percebo que, Thannya, se coloca a alguns centímetros atrás de mim. O homem se volta na nossa direção. Preguntando:

?? - Posso pedir suas passagens?

Rapidamente, retiro da armadura, minha passagem e a da Thannya, entregando-as ao velho. Ele as olha e depois nos encara e avisa; - Já estamos quase chegando! Ele devolve as passagens com dois furinhos(carimbos). Logo a pós, o homem sorri e se dirige a porta, porém antes que o mesmo saísse, se virou novamente e falando:

?? - Ah, se precisarem de mim chamem me! Meu nome é Croonk "O cozinheiro".- Fala ele se gabando e depois disso finalmente sai e fecha a porta.

  {Quebra D/ Tempo}

  {Narradora}

A viagem prosseguia sem nenhuma anormalidade. Os irmãos Revencllore, ficaram apenas quietos no mesmo compartimento de carga. Logo escutam o capitão avisando; "Chegamos ao Porto da Itália, desembarque imediato!!" eles desceram em baixo de uma linda lua-cheia e pelas luzes das tochas que enfeitavam a linda Veneza. Eles foram para uma estalagem e se hospedaram. Logo foram investigar o lugar.

  {Claus}

CL - Vamos, para onde primeiro? - Digo olhando para Thannya, esperando sua opinião. Ela observa o local pensativa.

TH - hum, que tal aquela taberna? - Diz ela olhando em direção a uma taberna velha e que parecia ser a única do lugar.
Eu pego a mão dela guiando a até chegarmos na taberna, entramos. Reparei que era um local inadequado para minha irmã, porém, não falei nada. fomos até o balcão. E o homem com aparência velha e barbado no salda.

?? - Boa Noite!! E Bem Vindos a Veneza!! O que vão querer? - Ele fala isso desviando o olhar para minha irmã, que o olha meio desconfiada. Bati a mão no balcão assustando o homem.

CL - Gostaria da sua melhor bebida. - Falo dando um sorriso e retirando a mão do balcão, revelando três moedas de ouro. O homem sorri pegando as moedas e virando se de costas para nós. Enquanto me viro olhando ao redor, ao fazer isso vejo que em um canto escuro havia uma mesa quase oculta, atrás dela um homem de olhos dourados parecia nos observar, porém decido ignora ló.

Nesse tempo, o homem volta com uma caneca enorme me entregando, bebi. E depois coloquei a caneca no balcão e me aproximando do homem, cochichando: - Você sabe de algum fato entranho que ocorreu na cidade recentemente? - Ele se aproxima e cochichando também; - O que quer dizer com 'estranho'? Me Afasto observando a moça de longos cabelos loiros amarrados e de olhos castanhos, com roupas de empregada, porém, eslava um perfume de rosas, que me agradava muito! Ela se aproximou do homem usando um pequeno pano para limpar as canecas.

O homem olha pra mim novamente e eu falo um pouco mais alto; - Quanto custa uma informação por aqui? - Digo, desviando o olhar por um segundo para a moça, que me olhava sem expressar nenhuma reação. O homem fala baixinho olhando em direção a Thannya, que nada dizia. - Depende de qual doce seja o pagamento! - Diz ele mordendo os lábios. Nessa hora, Thannya avança no balcão, e discretamente põe uma adaga no pescoço do homem que a olha de olhos arregalados.

Continua...


Notas Finais


Bom, serumaninhos(as) 😊😊
Esse foi o capítulo de hoje! Desculpem-me pelos erros ortográficos e os erros de pontuação. ✌🖖 (Não sou muito boa em português) hehehe
Fiquem a vontade para darem suas opiniões e críticas. 😋👍 vlw e até o próximo capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...