História O Vínculo Perdido - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Pokémon
Tags Ficção Policial, Mistério, Pokémon, Suspense
Visualizações 7
Palavras 3.277
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Ficção, Ficção Científica, Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá, olá! ~

Como tive um tempo livre, aproveitei um dia inteiro para escrever este capítulo. Apesar de ter sido modificado brutalmente várias e várias vezes, não foi muito difícil escrevê-lo sendo que o mesmo se resume em uma batalha e gancho para os próximos eventos. ;3 Também é o menor capítulo até o momento, com suas 3151 palavras! :p Então... Boa leitura!

O título original é o que se encontra aí, no capítulo, pois o AS tem um limite de caracteres que o meu título superou.

Capítulo 4 - Capítulo Quatro - Um breve passeio, confronto e revelação


Fanfic / Fanfiction O Vínculo Perdido - Capítulo 4 - Capítulo Quatro - Um breve passeio, confronto e revelação

Capítulo Quatro - Um breve passeio, um breve confronto e uma breve revelação

Os quatro se entreolharam dentro do vagão. O trem estava carregando os passageiros na direção de Castelia. Mesmo que sua locomoção fosse extremamente veloz, o automóvel percorria calmo e fluido. Embora que isso não impediu a tensão se instalar, pois o que deveria ser um passeio calmo se tornaria agora uma luta de vida ou morte.

— Quem são os palhaços? — Elizabeth falou, fazendo Jasmine franzir a testa com sua alteração drástica de humor.

— Sabe quem somos. — Com essas palavras e o sorriso assombroso, o maior deixou Jasmine encarando a expressão indistinguivel da Elizabeth.

— Viemos atrás de você e da famosa Investigadora Carter. — O menor, roubou a atenção de Jasmine, manejando uma Pokéball.

— O que querem? — Disse Jasmine, manifestando sua voz com seriedade.

— Ah, você sabe... — Falou o menor, lentamente. — Inutilia truncat. — Lançou um olhar a investigadora, com os olhos arregalados cobertos pela aba do boné.

— Hein? — Elizabeth mostrou desentendimento.

— Significa... Cortar o inútil no dialeto dos patrulheiros... — Jasmine falou, passando a olhar o rapaz com estranhamento.

— O que eles querem exatamente? — Elizabeth cuspiu ansiedade com suas palavras, quase interrompendo a morena.

— Alguns códigos são feitos para determinadas ações. Cortar o inútil é dizer para apagar arquivos. Eles querem nos eliminar mesmo. — Elizabeth quase mudou sua expressão ao absorver as palavras da garota, mas não escutou nada que já não tivesse passado por sua cabeça.

— Isso vai ser divertido! – O maior, soltou um Escavalier de sua Pokéball, entre os risos que a loira repreendeu.

– E lembrem-se: A luta só terminará quando um dos dois lados sucumbir. — Disse o menor, em tom de gentileza, liberando um Accelgor de sua Pokéball também.

— Vamos mesmo ter de lutar juntas? — Elizabeth, já com sua Pokéball em mãos, falou baixo.

— Só se quiser sair daqui com vida. – Jasmine respondeu, tirando fora seu combatente junto da sua mais nova parceira. – Dante, preciso de sua ajuda!

O vagão estremeceu quando Dragonite surgiu ao lado de Lilligant, em guarda das suas treinadoras.

— Vai ser bem... — Começou o maior, mas sendo interrompido pela Elizabeth.

— Que seja! — Falou a loira, dando de ombros. — Vamos logo começar essa batalha!

— Hum... Insolente. Accelgor, U-Turn! — Seguro de si, o menor ordenou o movimento do pokémon.

Accelgor simplesmente disparou como uma bala, movendo-se mais rápido que o próprio trem, golpeando Lilligant com extrema força e velocidade, mas retornado para perto do seus aliados em seguida. Jasmine e Elizabeth se entreolharam surpreendidas com o poder descomunal daquele.

— Não era você que estava com pressa? — Falou o jovem, irritando a Elizabeth que revirou os olhos.

— Lilligant, Stun Spore! — Elizabeth apontou seu indicador para Accelgor.

A pokémon de grama soprou a névoa alaranjada sobre seu oponente, que desviou com uma acrobacia, deixando o Stun Spore cair sobre Escavalier, que mostrou a ineficácia não recebendo nenhum efeito.

— Muito tola em pensar que esse golpe funcionaria conosco. Meu Escavalier tem a Overcoat...

— Argh, não me interessa a habilidade! — Impaciente e já irritada, Elizabeth interrompeu o rapaz.

No meio do vagão, Accelgor surgiu num salto. Mirando os pulsos na direção das garotas, atirou granadas amareladas, sujando nosso campo com uma teia pegajosa.

— Chamo isso de Sticky Web. — O treinador do Accelgor falou. — Um presentinho para vocês. — Caçoou o rapaz, vendo a loira cerrar os punhos.

— Vamos com Double Edge, Escavalier!

— Flamethrower, Dante! — Lilligant, Petal Dance! — Falou as duas garotas no mesmo tempo.

— Focus Blast. — Disse o rapaz ao Accelgor.

Lilligant tentou usar sua técnica, mas acabou armadilhada, fixada no chão pelo Sticky Web.

— Droga! Lilligant...! — Elizabeth falou, temerosa.

Então o Accelgor, atirou a esfera azulada que tinha mãos, mas que foi detonada assim que o Flamethrower do Dragonite bloqueou o mesmo. Entretanto, Escavalier avançou com os ferrões prontos para o ataque, na direção de seus dois adversários.

Com muito esforço, Lilligant conseguiu rodopiar, criando um mínimo tornado de pétalas rosadas que direcionou ao Escavalier. Porém a técnica foi consumida pela força bruta que tinha o pokémon de armadura, que golpeou tanto o Dragonite como a espécie de planta estampada com flores e ramos.

— Dante! — Jasmine falou sentindo seu coração na boca, sentindo tudo tremer assim que viu o seu parceiro ser jogado contra a parede, quase levando-a com ele.

O dragão voltou sobrevoando o terreno, ao centro do campo, evitando a teia do Accelgor. Enquanto Elizabeth acabou de retornar a Lilligant.

— Ela não consegue continuar? — Jasmine observou a face suada da loira.

— Vamos acabar perdendo se eu continuasse daquele jeito! — Reclamou, soando nervosismo. — Aliás, vamos perder se continuarmos assim!

— Entrar em pânico não vai ajudar em nada! — Jasmine protestou a atitude de Elizabeth, que observou os adversários.

— É uma questão de tempo! — Disse o rapaz, entre os risos, irritando ainda mais as duas moças. — Focus Blast! — Ordenou ataque sem sequer esperar o próximo combatente de sua oponente.

— Eu escolho você! Entre com Magical Leaf!

— Fell Stinger, Escavalier!

— Dragon Claw!

A chegada da volumosa Meganium balançou todo o vagão, fazendo com que Accelgor perdesse sua concentração.

Quando o ninja veloz viu que o quadrúpede verde preparava um ataque, pôs-se a correr ao redor do caixa retângula onde estava, com o intuito de esquivar do golpe. Embora o pokemon com uma grande flor seu pescoço não pudesse mover-se, simplesmente fechou os olhos e materializou inúmeras folhagens brilhantes que perseguiram e acertaram o inseto com precisão.

Ali mesmo, o Escavalier apontou suas pinças mortais com extrema vontade de ferir Meganium, mas o Dragonite bloqueou o avanço do mesmo colidindo sua Dragon Claw contra o Fell Stinger, gerando um ruído alto.

Após isso, ambos voltaram para suas marcas de luta, afastando-se uns dos outros.

— Vamos ver como lidam com isso! Focus Blast! — Disse o menor.

— Giga Impact! — Falou o outro homem, logo após.

— Meganium, use Light Screen!

— Dragonite, Flamethrower!

Meganium lançou uma onda crescente, a partir da sua flor, que formou-se numa tela amarela brilhante dividindo o vagão em dois lados. Dragonite encheu seu peito de calor e liberou um pontente jato de chamas em seus inimigos, mas foi interceptado pela Focus Blast. Neste momento, Escavalier atravessou a barreira do Light Screen como um fantasma surge através das paredes, mas este investiu como uma locomotiva desenfreada acertando o voador em cheio, que foi jogado novamente contra a parede e agitando todo o vagão.

— Ah! — Elizabeth gritou, segurando numa barra de metal conectada entre o teto e o piso.

— Dante! — Jasmine correu até o dragão, que se levantou furioso. — Você consegue continuar? — Ele afirmou, entre sua respiração ofegante e apressada, fazendo sua treinadora sentir um aperto no peito.

— Onde está a marra, loirinha? — Riu o maior.

Dragonite voltou planando com dificuldade ao campo, ficando próximo do chão sujo de teia e ao lado de Meganium.

— Heal Pulse! — Esbravejou Elizabeth.

A flor da Meganium brilhou como as cores de um arco-íris. Logo após, o pokémon liberou uma onda de energia sobre o Dragonite, que se moveu revigorado, ao ter curado todas suas feridas.

— Elizabeth... — Jasmine sibilou.

— Sem pânico, não é? — Falou a loira, como se tentasse manter a calma.

— Malditas! Acabe com ela! U-Turn! — Bradou o treinador do Accelgor, comandando mais um golpe.

Eis que o Accelgor passou pela tela brilhante e atirou todo seu corpo contra o tipo grama, golpeando-a com um acerto direto. Apesar da diferença de tamanhos, Meganium foi empurrada com força e ficou de joelhos com sua energia nas últimas.

— Volte... — Elizabeth retornou o seu parceiro naquele momento. — Descanse um pouco. — Sacou sua outra Pokéball, liberando novamente a Lilligant, com muitos dos ferimentos dos turnos anteiores.

— Uma já foi... — O menor tentou estressar Elizabeth. — Mas não falta muito. — Jasmine não detectou alteração no semblante da sua aliada.

— Levante, Escavalier! Use Double Edge! — Vendo o seu inseto de armadura se recuperar após o uso do Giga Impact, ordenou outro movimento.

— Accelgor, Focus Blast!

— Outra vez essa combinação! — Disse Elizabeth, apreensiva.

Jasmine olhou a pokémon floral entre a teia no campo e o dragão planando sobre o mesmo. Logo se recorda da apresentação da jovem onde a Lilligant dançava com a maior precisão e agito.

— Mantenha a calma! Não é só nossa vida que está em jogo, mas muitas pessoas, assim como nossos amigos, dependem de nós! — Jasmine pegou a atenção da moça, vendo os adversários começarem a se mover. — Dante, use Fly com a Lilligant! — Jasmine ordenou, na tentativa de reproduzir a cena entre Swanna e Lilligant durante a apresentação no Teatro Musical de Nimbasa.

— Você está fazendo como na minha performance... — Elizabeth disse, olhando o Dragonite avançar em Lilligant, levando-a em seu vôo, enquanto segura a cintura do pokémon confuso. — Acho que entendi o que quer dizer.

A esfera energética que Accelgor disparou pelo campo, atravessou o espaço que separa Jasmine de Elizabeth, detonando parte da parede metálica do vagão. Este tremor impactante foi ampliado assim que o Escavalier avançou contra seus oponentes, mas não só falhou em efetivar seu ataque como caiu na teia pegajosa que ainda estava no chão.

— Levante-se, Escavalier! — Disparou o rapaz, observando o pokémon tentam se soltar da Sticky Web.

— Sua apresentação... Eu preciso daquela Elizabeth. — Jasmine disse, não olhando para a garota, mas vendo o Dragonite soltar sua passageira num lado limpo do campo. — Aquela que mantém a calma mesmo nos momentos mais complicados e acha uma saída junto de seus amigos.

— Boa tentativa! Bug Buzz! — Disse o homem, mostrando sua impaciência.

— Entendi, Jasmine... Lilligant, Quiver Dance!

Lilligant bailou por todo o vagão, de forma graciosa e agitada. Seus pasos cautelosos evitavam a teia, deixando-a se mover com extrema agilidade. Accelgor zumbiu de forma estridente, incomodando todos dentro do vagão e causando dano aos pokémon. Entretanto, Dragonite ainda segurava uma energia esbranquiçada em suas asas, que usou para interferir o inseto gritante, que por sorte, esquivou do golpe.

— Você precisa oferecer suporte para meu Escavalier! Ele está preso na sua armadilha e você quer continuar atacando? — O rapaz maior sussurou inutilmente, tendo sua voz escutada por todos ali.

— Se o seu Pokémon não pode fazer nada, eu posso! Focus Blast!

— Que dupla perfeita... — Desdenhou Jasmine. — É a nossa chance, Liz! — Falou voltando ao foco, sem tocar de acabara de chamar a sua atual aliada por um apelido.

— Eu sei o que fazer! Lilligant use Teeter Dance, agora! — Falou Elizabeth, o mais rápido que podia.

Lilligant se aproximou do Dragonite, puxando para perto de si com seus braços, que acabou por entrar na dança. Exibindo passos diferentes, o dragão passou a exibir seus passos com vigor e agilidade, e uma aura azulada destacou-se em seu corpo, deixando todos confusos, inclusive os pokémon adversários, hipnotizados pelos movimentos da Lilligant.

— Dragonite está aprendendo a sua própria dança. — Elizabeth disse, observando o dragão com um diferente aspecto.

A morena mostrou tanta confusão como qualquer outro ali, mas neste momento, o Accelgor confuso disparou a recém formada Focus Blast em seus oponentes, mas acertou o Escavalier por acidente quando os dois habilmente desviaram do golpe.

Jasmine mostrou sua surpresa com o resultado desta técnica, mas encarando o seu Dragonite que parecia estar mais ágil.

— O que seu inseto pensa que está fazendo?! — Falou o treinador do Escavalier, tão enfurecido quanto o Accelgor e Escavalier.

— Não é culpa nossa! Foi a Lilligant! — O rapaz ao seu lado respondeu alto, fazendo Jasmine olhar descrente aquela cena.

— Chega disso! Fell Stinger! — Bradou o rapaz maior.

Ao se libertar da Sticky Web, Escavalier focalizou sua força em suas duas pinças. Sem saída, Lilligant gritou ao sentir o ferrão lhe atingir com extrema força. Em seguida, o outro ferrão lhe jogou contra a parede, lhe abatendo instantaneamente.

— Lilligant...! — Elizabeth já sentiu seu coração acelerar. — Retorne. — Elizabeth respirou fundo, tentando manter sua calma diante daquela situação, no mesmo que acertou o raio da Pokéball em sua parceira, guardando-a dentro da cápsula.

— Dante, Flamethrower! — Jasmine, sem perder tempo, apontou para o Escavalier.

Dragonite rugiu bravamente, antes de usar uma intensa corrente de chamas no Escavalier que na falha tentativa de bloquear o golpe, foi arremessado com o jato.

— Fuja daí! — Esbravejou o rapaz para o parceiro do Escavalier, enquanto observou seu pokémon colidir com treinador sendo empurrados contra a parede. — Desgraçada! — Falou ele, olhando o pokémon coberto por cinzas, sem força para se levantar, assim como treinador que perdeu a consciência ali mesmo. — Isso não vai ficar assim! — Ameaçou o rapaz.

— Accelgor, use Focus Blast!

— Dragonite, Dragon Claw! — Jasmine falou quase ao mesmo tempo em que o rapaz anunciou sua ordem.

Embora conseguisse se mover mais rapidamente, Accelgor simplesmente desaparecia sob a visão do pokémon com suas garras prontas para o ataque.

— Atrás de você! — Elizabeth gritou, ao pokémon da sua aliada, mas tarde demais.

O ninja do tipo inseto desferiu sua esfera carregada nas costas do alvo, que voltou-se rapidamente tentando revidar, mas o Accelgor evaporou novamente.

— Ele é muito rápido! — Reclamou Jasmine. — Se não o tocarmos, não podemos vencê-lo.

— Você me fez lembrar de uma coisa. Nas performances, o treinador tem de ser o coração da equipe, pois se você não acredita que pode... seus amigos também não vão. — Elizabeth falou, recebendo a atenção da garota, até que olhou Dragonite ainda exalando aquela aura reluzente. — É isso! Seu Dragonite é capaz, com a Dragon Dance, ao menos!

— Ele não sabe fazer isso. — Jasmine ergueu suas sobrancelhas.

— Tenho certeza que ele sabe. Eu o vi quando fez par com Lilligant! — Elizabeth apontou sua Pokéball, soltando Meganium. — Acredite em mim, ele quer usar. Vamos mostrar para ele essa dança! — Disse determinada.

— Se já acabou com esse momento de Ilusão... — O homem com os braços cruzados falou. — Tenho que dizer que não irão vencer, mesmo não sendo justas! –  O rapaz falou sério, enquanto Jasmine olhou a face confiante da Elizabeth.

— Quem são vocês para falar de justiça? — Falou Elizabeth, revoltada.  — Não foram justos quando eu não tinha lançado meu parceiro durante a troca. Muito menos quando atraíram meu irmão para a sujeira de vocês!

— Não faz diferença, pois não podem me vencer de qualquer forma! — O rapaz interrompeu, deixando a frase incompleta da Elizabeth martelar o pensamento de Jasmine.

— Agora, Jasmine, faça aquele movimento! — Disse a loira, para a morena qur assentiu.

— Bug Buzz! — Dragon Dance! — Heal Pulse! — Falou cada um, no mesmo milésimo de segundo.

A flor no pescoço da Meganium ganhou brilho. Accelgor se moveu como o vento por todo o vagão, zumbindo numa potência insuportável que feria os ouvidos de todos ali. Mesmo assim, Dragonite resistiu ao som insuportável realizando uma dança rítmica com suas asas e garras, enquanto Meganium se pôs firme à frequência sonora, lançou uma onda brilhante sobre o seu aliado, reduzindo os danos no pokémon com seu efeito de regeneração.

— Miserável! — Disse o homem, olhando Meganium com desgosto. — U-Turn — Accelgor juntou suas forças investindo neste ataque.

— Dragonite, Dragon Claw!

— Reflect!

Jogando todo seu corpo contra o Meganium, Accelgor investiu em outro golpe direto. Porém, numa velocidade surpreendente, Dragonite surgiu fazendo frente ao tipo grama que projetou uma tela iluminada ao redor de ambos.

Mesmo Accelgor usando todas suas forças naquele golpe, não causou praticamente nenhum dano ao dragão bravo em sua frente. Por sua vez, Dragonite desferiu-lhe um golpe esmagador com sua Dragon Claw.

Accelgor já havia sido abatido antes mesmo de colidir com a parede de metal, deixando o formato de seu corpo ali.

— O que disse sobre não conseguirmos vencer? — Elizabeth provocou, mas seu sorriso desapareceu assim que o homem sacou um revólver brilhante de dentro do sobretudo.

— Eu não pensei que isso fosse ser necessário, mas como minha tarefa é apagá-las de qualquer modo... — Jasmine mostrou seus olhos esbugalhados com Elizabeth quando o rapaz começou a sorrir, mas foi surpreendido por uma rede esverdeada que cobriu todo seu corpo. — Aaaaaaaaah! — Tentou se soltar ao gritos, sentindo uma corrente elétrica que unia a rede com a teia saindo do Joltik preso na roupa de Jasmine.

Assim que o rapaz caiu, sem resistência. As portas do vagão se abriram. As duas perceberam que o trem já na estação de Castelia.

— Parece que este passeio acabou, assim como esta batalha. — Disse Elizabeth, guardando seu Meganium na cápsula.

— Volte, Dante! — Jasmine retornou seu Dragonite, quando notou todas as marcas do vagão e um dos homens se mexer. — Obrigada por me salvar outra vez amiguinho! — Alisou a superfície do Joltik, que grunhiu alegremente.

Uma multidão curiosa se formou na frente do vagão, visualizando as marcas da batalha em exposição. Jasmine e Elizabeth correram rapidamente para fora daquela estação, adentrando a cidade pelo sul.

— Isso é ruim! — Disse Elizabeth, acompanhando Jasmine.

— O que quer dizer? — Perguntou a morena, seguindo na frente.

— Agora sabem que viemos para cá, ou seja, só estamos seguras por pouco tempo. — Respondeu.

— Então não vamos desperdiçá-lo. — Brincou Jasmine, embora que Elizabeth não tenha apresentado nenhuma reação.

Depois de uma longa caminhada e estadia no Centro Pokémon, Elizabeth acompanhou Jasmine até a Praça Central, onde fica sua casa, escutando boa parte das pessoas nas ruas comentando sobre o que deveria ter sido acidente dentro do trem.

No apartamento da garota, Jasmine deixou Elizabeth na sala de estar, enquanto fazia uma ligação para Joshua. Elizabeth aguardava sentada no sofá de cor bege, encarando a vista da Praça Central pela janela do cômodo.

Em questão de minutos, Joshua apareceu no apartamento, exibindo incredulidade notando a Elizabeth no local.

— Jasmine, posso falar com você? — Perguntou o rapaz, tirando os olhos da loira, quando ela percebeu estar sendo encarada.

— Foi por isso que te chamei. — Jasmine falou, voltando da cozinha.

— Em particular. — Disse Joshua se dirigiu ao quarto, aguardando ser seguido.

— Eu já volto. — Ela falou para a Elizabeth, seguindo o rapaz.

O pequeno e quase vazio quarto da Jasmine, estava ocupado por um armário e cômoda de cor negra, separados pela cama de solteiro desarrumada onde Joshua estava sentado.

— O quê? — Jasmine falou, vendo Joshua a encarar como se tivesse cometido um crime.

— Você não acha que está sendo um pouco imprudente?! Só um pouquinho?! — Joshua forçou uma voz de sussurro e gesticulando suas mãos. — Você trouxe ela para sua casa! Pode ser um deles! Ela quase me matou, se lembra disso?

— Ela não é uma assassina! — Exclamou baixo.

— Ela quase me matou! Escutou o que eu disse?! — Aumentou o tom de voz.

— Eu sei, mas aquilo foi... — Jasmine tomou ar. — Você vai muito querer saber do que passei hoje! Acredite em mim. — Joshua bufou.

— Vocês precisam aprender a sussurrar se quiserem ser investigadores de verdade! — A voz da Elizabeth chegou da sala.

— Se nós morrermos... — Joshua se levantou. — A culpa será toda sua. — Terminou, antes de voltar ao cômodo onde Elizabeth estava.

Quando finalmente se reuniram na sala de estar, sentaram ao redor da mesa de centro, onde haviam inúmeros papéis e documentos da Jasmine.

— Bem, Elizabeth, você pode começar. — Jasmine falou calmamente.

— Primeiramente, eu sinto muito por qualquer coisa que fiz no passado. Eu posso explicar. Principalmente a você. — Ela olhou para Joshua, em seguida respirou fundo, ajeitando-se no sofá com etiqueta. — Eu vou contar TUDO! — Completou com ênfase em sua palavra.


Notas Finais


Finish it! ~

Então?! Me digam! Esta batalha foi de seu agrado? Já tem expectativas sobre o envolvimento da Elizabeth com essa misteriosa força do mal? Joltik é mesmo o melhor monstrinho de bolso da Jasmine? :v
Bem, apesar de tudo... Espero que tenha gostado!

Até a próxima! ~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...