História Observações de um amigo à distância - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen
Tags Baeksoo, Chanbaek
Exibições 35
Palavras 927
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drabble, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Fluffy, Romance e Novela, Slash, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 10 - Obs n 10 - Sobre Baekhyun


Fanfic / Fanfiction Observações de um amigo à distância - Capítulo 10 - Obs n 10 - Sobre Baekhyun

Sei que comecei isso sabendo praticamente nada sobre aquele que escolhi como amigo, e muito menos sobre os outros dois. Mas hoje foi um dia muito esclarecedor para mim.

Choveu muito a noite toda, e eu mal consegui dormir. Em resumo, eu estava muito cansado quando acordei, mas meu pai começou a gritar comigo e mandou eu ir para a aula, para que eu não fosse um fracassado no futuro. Então eu arrumei minhas coisas e peguei o ônibus de baixo de muita, mas muita chuva mesmo.

O pátio estava coberto de água, e boa parte dos alunos não havia ido estudar nesse dia. Não consegui pensar que eles seriam um fracasso por terem faltado aula; eu teria faltado se pudesse. Mesmo assim, ali estava eu, sentado na escada de frente para a sala de aula, mais sozinho do que costumo ser. Sei que não tenho amigos, amigos mesmo, mas eu gosto de ver o movimento e as pessoas indo e vindo na minha volta. E gosto de saber que no meio de todos, eu tenho minhas três pessoas favoritas. Porém, nem Chen e nem Chanyeol haviam vindo nesse dia. Nem mesmo a namorada de JongDae eu não havia visto pelos corredores.

Com o pátio molhado, tivemos vinte minutos de intervalo dentro da sala de aula e, da forma mais organizada o possível, deveríamos ir ao banheiro.

Eu não fui. Fiquei sentado em meu lugar, que não era exatamente meu, eu só havia sentado ao lado da janela porque boa parte das classes estavam vazias, e todos estavam com lugares trocados. Queria que chovesse mais vezes, porque o lado da janela é ótimo! Você pode ver o tempo lá fora e tocar o lixinho do apontador por ali - esse último é feio, mas admito que o fiz uma vez ou outra.

Procurei por algum livro em minha mochila, mas havia saído às pressas de casa, então não havia nada para ler. Me ajeitei na cadeira e olhei para o meu lugar original, quando Baekhyun se sentou na classe na frente da minha, com o corpo virada para trás. Eu abri os olhos como sempre fazia quando ele se aproximava, e ganhei um daqueles sorrisinhos simpáticos dele.

 

—Estou a procura de um amigo pra passar o dia comigo, o que acha?

 

Eu assenti. Estava tentando ultimamente, não pensar muito. Só fazer.

Baekhyun sorriu aberto e arrastou sua mesa ao lado da minha, logo começando a falar que não gostava de dias de chuva e de aulas de matemática. Ainda mais se essas duas coisas vinham juntas em uma coisa que ele chamou de “combo de tédio”. Descobri em poucos minutos, que meu amigo a distância falava e muito! Baekhyun gostava mesmo de conversar, mesmo que diminuísse o ritmo quando a professora lhe olhava de forma duvidosa, ele continuava a me contar coisas. Ele só parou quando a chuva lá fora aumentou, e o tempo de intervalo havia acabado - o que era uma pena, pois eu estava me divertindo sabendo sobre o que ele gostava e não gostava.

Depois de um tempo em silêncio, e de pensar muito no que dizer, eu decidi que gostaria de conversar com Baekhyun sobre o que acontecia entre os meus três amigos.

 

—Por que você estava chorando aquele dia na festa?

 

Para ser sincero, eu não sei se aquela pergunta foi uma boa ideia. Baekhyun não começou a chorar que nem da ultima vez, então eu me senti um pouco mais aliviado no que havia acabado de dizer. Ele terminou de copiar o texto, e então me olhou com um pequeno sorriso nos lábios.

 

—Eu estava me machucando. - Escreveu algo a mais e depois colocou a ponta da caneta na boca, pensando melhor. —Neh… Não algo físico, entende?

 

Eu queria dizer que mais ou menos, porque eu não conhecia outras dores além da física. Mas quando olhei nos olhos do meu amigo, e lembrei daquele dia, meu peito doeu novamente. Acho que era isso que Baekhyun quis me dizer, ou quis me explicar.

Eu nada disse, então ele prosseguiu.

 

—Sabe quando alguém que você ama muito, faz algo que você não gosta, mas não pode fazer nada a respeito?

 

—Acho que sim.

 

Me lembrei de quando mamãe disse que iria se separar do meu pai. Eu chorei e chorei, e fiquei com os olhos inchados, e as bochechas também, mas ela disse que eu não podia fazer nada. Ela não amava mais ele, e precisava fazer aquilo. Acho que isso me machucou da mesma forma que KyungSoo machucou Baekhyun. Por que depois outro homem veio morar conosco, e ele não era como o meu pai de verdade. Ele era uma pessoa ruim, pra mim e para a mamãe. Eu odiava ter que chamá-lo de pai.

 

—Então, foi isso que aconteceu. Eu vi uma pessoa que eu gostava muito com outra e… Então aconteceu aquilo que você viu. Bobagem não é? —Sorriu, deitando sobre os braços cruzados em cima da mesa. Os cabelos escarlate reluzindo na luz artificial da sala.

 

—Não acho que seja bobagem. - Me esforcei em falar, eu queria ser um bom amigo naquele dia, já que Chen e Chanyeol não estavam por perto. —KyungSoo é um idiota, e você é um cara muito legal.

 

Baekhyun riu. Afundou o rosto no vão dos braços para abafar a risada, e então voltou a olhar para mim. Será que eu havia dito algo de errado? Ou feito alguma piada que não consegui entender?


            —Oh, você tem razão! KyungSoo foi um idiota comigo, sim. Mas não é dele que estou falando…

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...